História Gelado. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Georgi Popovich, Victor Nikiforov
Tags Drama, Tragedia, Yuri!! On Ice
Exibições 20
Palavras 581
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Ato VII


Naquela noite, quando Victor chegou acompanhado de Yuri Plisetsky, Mila, e Yakov, o ex patinador notou que todos estavam extremamente nervosos. A todo momento o velho Yakov perguntava a ele se ele realmente se sentia bem, se não seria melhor voltar ao hotel e assistir de lá mesmo. Yuri já deixava bem claro, antes mesmo do programa começar, que havia odiado o novo programa criado para Georgi. Mila não dizia nada, apenas não parava de lançar olhares aflitos a Victor.

Assim que o narrador anunciou que as apresentações começariam pelas duplas, Victor ameaçou pegar as muletas, dizendo que iria procurar por Georgi, já que demoraria até a vez dele.

Não foi preciso que ninguém explicasse nada, quando o locutor anunciou o primeiro casal a se apresentar; Georgi e Anya.

Talvez se Yakov não tivesse sido rápido o suficiente, Victor teria caído ali mesmo, no meio da plateia. Victor acabou ficando, primeiro porque o choque foi tão grande que nenhum músculo se movia. Depois, porque queria ver isso com seus próprios olhos.

Como pedia um protocolo mais usual, os dois entraram no ringue; de mãos dadas. Assim que se separaram, Victor notou que Georgi evitava a todo custo levantar os olhos.

Na verdade Georgi estava assustado com o fato de Victor poder estar ali hoje, vendo-os dançar. Preferindo patinar com o pensamento de que “ o que os olhos não veem, o coração não sente.”

– Ele está olhando diretamente para você, Georgi; ou melhor, para nós! - a moça sussurrou no ouvido de Georgi antes das primeiras notas serem tocadas. Eles patinaram ao som de “Only Time”.

Embora o desempenho fosse avaliado pela performance dos dois, era bem óbvio que, Georgi, apesar ter uma nítida nota de aflição em seus movimentos, apresentava uma melhor interação com o tema da música. Naquele momento começava a se arrepender de não ter contado a Victor que patinaria com Anya. Ele sabia muito bem que Victor nunca gostou de segredos, e o quanto isso o machucava.

A notícia de que Georgi e Anya patinariam em duplas, dilacerou o coração de Victor.

Não que ele ainda tivesse algum tipo de relacionamento com Georgi, mas Anya era uma mulher muito astuta, além de muito bonita, é claro. Victor tinha certeza de que, assim como ele, Georgi jamais se esqueceu dos momentos que passaram juntos, e que, apesar de todos os impedimentos, era apenas ele quem Georgi desejava. Ele acreditava que os dois se amavam o suficiente para guardarem esses momentos somente um para o outro. Na pior das hipóteses, não passaria de uma noite de esbórnia com uma qualquer. Era nisso que Victor se prendia, para poder continuar a suportar a ausência do homem que tanto amava. Mas, ainda assim ficou furioso por Georgi não ter contado a ele.

Antes mesmo da apresentação de Georgi e Anya terminar, Victor voltou a se levantar e mesmo em meio aos pedidos dos amigos para que ficasse, Victor saiu dali, recusando qualquer tipo de ajuda para se locomover até o hotel onde estava hospedado.

Quando a presentação finalmente terminou, Georgi saiu desesperado a procura de Victor. Mas foi impedido por Yakov de ir atrás do rapaz. Mila disse que Victor precisava de um pouco de paz. Georgi foi direto ao ringue de patinação, no meio da madrugada, na fraca esperança de encontrar Victor ali.

Mas, exatamente como Victor havia previsto, na pior das hipóteses, Anya já estava lá a um bom tempo o esperando, para consolar o frágil coração do patinador.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...