História Gelobo X Doggo - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Doggo, Frisk, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne
Tags Bishounen, Comedia, Ficção, Furry, Hentai, Romance, Shonen-ai, Undertale, Universo Alternativo, Yaoi
Visualizações 153
Palavras 725
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Capítulo 21 - Sexooooooo (Lemon mesmo)


Fanfic / Fanfiction Gelobo X Doggo - Capítulo 21 - Sexooooooo (Lemon mesmo)

                                                             P.O.V.: Autor (Eu :3)

 Gelobo, em cima do Doggo, começou a acaricia-lo.

  [Doggo]: G-Gelobo. – Gelobo começou a beijar o Doggo de língua... (ai meu Deus, tô ereto...) enquanto tirava a camisa do Doggo. Ele olhou para as calças do Doggo, e viu sua ereção.

  [Doggo]: Oque você quer fazer ? – Ele deu uma de inocente. Gelobo disse nada, depois de retirar a camisa do Doggo, ele começou a tirar a própria camisa. Enquanto ele tirava, Doggo passava a mão no abdómen dele, e cada vez mais ele diminua sua mão até chegar ao... (ai meu Deus, eu escrevo pau ou pênis ?... vou escrever pau, tem uma tonicidade que faz parecer maior que pênis... AHAHAHAH.) até chegar ao pau dele. Depois, Gelobo começou a lambe-lo, de seu peito até seu ombro. Ele deu um pequeno gemido.

  [Doggo]: O-oh, Gelobo... – Gelobo chegou no seu ouvido e disse:

  [Gelobo]: Você não vai sentar amanhã. – (AHAHAHAHAHHAHAHA não acredito que tô escrevendo isso !) Doggo ficou ainda mais ereto. Ele tirou as calças dele junto com a cueca e Gelobo fez o mesmo. Gelobo sentou, Doggo também. Gelobo pegou na cabeça de Doggo e puxou até seu pau, Doggo começou a masturba-lo.

  [Doggo]: Oque você quer que eu faça com isso ?

  [Gelobo]: Por que você não dá uma experimentadinha ? – Doggo começou a lamber seu pau, primeiro a cabeça, depois os lados, até que ele colocou na boca.

  [Gelobo]: Hámmmmmm... – Doggo mal conseguia colocar até a metade, então ele lambia o resto pelos lados. Ele colocou de novo, e chupava mais e mais rápido a cada segundo. Gelobo colocou sua mão na cabeça do Doggo e forçava ele a direção de seu pau.

  [Gelobo]: O-oh... Tira a boca ! – Gelobo puxou a cabeça do Doggo para fora e ejaculou na cara dele inteira. Doggo lambia a porra que estava em volta de sua boca. Doggo começou a fazer cosquinha na barriga do Gelobo, ele fica que nem um cachorro quando faz cócegas nele. Ele deitou e Doggo o abaraçou pelo pescoço.

  [Doggo]: Bom garoto <3. – Doggo depois ficou em cima dele, e Gelobo disse:

  [Gelobo]: EU ainda não terminei. – Ele colocou o Doggo de quatro e começou a lamber seu ânus com sua grande língua.

  [Doggo]: Ainnn. – Doggo vez um barulho de dor de cachorro.

  [Doggo]: G-Gelobo... E-eu... não aguento mais esperar... eu quero você dentro de mim. – Gelobo parou de lambe-lo e se ajoelhou. Gelobo mal começou a enfiar e Doggo já estava tremendo.

  [Gelobo]: O que foi ? Não precisa ter medo. Gelobo não vai te morder. – Gelobo começou a enfiar, e Doggo já estava com dor, Gelobo colocava e tirava, Doggo estava MUITO excitado e queria mais.

  [Doggo]: Não precisa ficar preocupado comigo. – Ao ouvir isto, Gelobo começou a ir mais e mais rápido, ele enfiava mais e mais fundo até que ele bateu num limite, ele ficava batendo nesse limite, Doggo gemia muito alto enquanto segurava os lençóis. Até que Gelobo do nada começou a ir muito rápido e finalmente gozou dentro dele. Eles estavam muito suados, e Doggo hiperventilava, Gelobo também, mas menos. Gelobo deitou e colocou Doggo em cima dele, ele encarava seus olhos enquanto o acariciava a cabeça.

  [Gelobo]: Então... oque achou ?

  [Doggo]: E-eu... – Doggo fechou os olhos e dormiu, ele gastou sua energia inteira. Gelobo deu um sorriso, e ficou olhando sua fofura por um tempo antes de dormir.

                                                               Na manhã seguinte...

 Gelobo acordou e Doggo não estava em cima dele, então ele se trocou, e tomou café. Enquanto ele tomava café, ele ouviu a porta bater, rápido e fortemente. Ele abriu e era o Doggo.

   [Gelobo]: Ah, oi Do... – Ele levou um tapa do Doggo.

  [Doggo]: Seu abestado ! Olha oque você fez comigo ! – Ele estava de cadeira de rodas.

  [Gelobo]: Masoq.

  [Doggo]: Eu to asism por causa de você ontem ! – Gelobo começou a rir muito.

  [Doggo]: Ri mesmo ! Idiota, cachorro, safado ! – Gelobo o abraçou ainda rindo um pouquinho.

  [Gelobo]: Hihi, na próxima eu pego mais leve.

  [Doggo]: Se nem tenta me excitar por uma semana, se não eu enfio teu pé na tua boca !

  [Gelobo]: Mas Gelobo pode no máximo te beijar ?

  [Doggo]: ... Pode. – Gelobo o beijou.

  [Gelobo]: EU te amo.

  [Doggo]: Eu também... mas agora um pouco menos que antes :v

                                      Continua... meu deus, que vergonha de escrever isso


Notas Finais


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK comenta ae <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...