História Gêmeos - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Maze Runner
Personagens Allison Argent, Isaac Lahey, Lydia Martin, Scott McCall, Stiles Stilinski, Thomas
Exibições 60
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou aqui novamente para mais um capitulo...
espero que gostem.
Boa leitura

**Obrigado a todos pelos comentários**

Capítulo 26 - Verdade


Point of View of Stiles O'brien

Uma onda bateu contra a minha costa. Meu corpo foi levado a 3 passos para frente. Ainda continuei olhando para a garota parada em frente ao mar. Senti os dedos quentes das meninas em minha perna, porém as ignorei. Caminhei com o olhar fixo na pessoa.

Era como o álcool que tinha em meu sangue, foi lavado com as ondas do mar. Eu estava um pouco sóbrio. Eu estava realmente a vendo em minha frente. A face dela estava toda machucada. Vi seus olhos marejando novamente, corri até ela e abracei.

Ela reconfortou a cabeça em meu ombro e se desmanchou a chorar.

“Quem lhe fez isso?” Perguntei pegando em seu queixo e fazendo olhar para mim.

“Temos que conversar” Ela choramingou olhando para os próprios pés.

“Brenda, olha para mim e me responda. Quem foi o idiota que te bateu?” Brenda não foi capaz de me responder e nem de me olhar. Depois de alguns segundos que pareciam uma eternidade ela me olhou com um pequeno sorriso brotando de seus lábios.

“Oi garotas” Ela disse se referindo as garotas que já estavam do meu lado.

“O que está acontecendo que eu não estou sabendo?” Perguntei confuso.

Point of View of Brenda

Há exatos 7 anos atrás, meus pais resolveram mudar de Texas para Beacon Hills. Odiei completamente essa ideia, pois no Texas moravam todos os meus amigos e me separar deles foi a pior coisa que me aconteceu. Quando cheguei nesta pacta cidade, odiava até o ar que eu estava respirando.

Mas isso mudou, quando vi um garoto muito mimado pela a mãe. Com aquele topete, roupas de marca e com a última geração de celular em sua mão. Aquele garoto que esnobava as pessoas ao seu redor, que se sentia o rei. Thomas O’brien era o seu nome.

Thomas me ignorava todas as minhas tentativas de chamar a sua atenção. Até um certo dia ele sorrir para mim. Claro, imaginei logo de início que ele queria algo. E quis; algo estupido na época. Porém nos fez um pouco íntimos um do outro. Não, Thomas nunca me beijou e acho que nunca iriei permitir que essa atrocidade aconteça.

Quando o desgraçado soube da minha nova mudança repentina para a Inglaterra, me contou de seu irmão gêmeo que eu desconhecia. Ele me contou de como esse irmão dele estragou a sua vida, separando os seus pais e fazendo ele ser criado daquela maneira que eu tanto odiava.

Quando embarquei para a Inglaterra, tinha uma imagem de um monstro que eu teria que encontrar naquele estado imenso. Faze-lo ser meu amigo ou talvez até conquista-lo. E por fim, destruir a sua vida igual destruiu de Thomas.

Quando conheci Stiles e vi com os meus próprios olhos quem era mesmo o monstro da história, acordei para a realidade. Trocávamos e-mails eu mentia descaradamente para Thomas. Porém a minha aproximação para conhecer melhor Stiles, me fez sentir algo por ele. Algo profundo e intenso. Achei que estava a amar ele.

Antes mesmo de namorar com Stiles, conheci alguns garotos naquela cidade maravilhosa. Alguns caras que me mostraram uma vida fácil sem precisar me esforçar muito. Uma vida que estava me garantindo muito dinheiro.

Eu tinha me tornado sócia de um bordel, o bordel mais famoso da cidade. Rendia mais de 3 mil por noite, as garotas do local faziam valer a pena. Minho, dono do local era um amor de pessoa comigo. Era tão amoroso que quando voltei para Beacon Hills para continuar o meu “fingimento” do plano de Thomas ele concordou em negociar algumas pessoas para virem comigo.

Isso inclui, Beatrice e Clara. Sim. As duas garotas que Thomas contratou para serem pegas com Stiles por Lydia. A garota que o garoto acredita amar. Mas eu já vi aquele olhar dele, não era amor, era obsessão de algo que ele acreditar ser por direito dele.

Thomas estava a mesmo levar esse plano horrível de destruir a vida do irmão até o fim. Quando éramos pequenos ele dizia em apenas fazer ele sentir um pouco de dor. Mas agora quando ele fala do plano, sinto que ele quer o matar.

Sabia que as garotas tinham o levado para um bar, sabia que o plano delas eram levar ele ao mar. Thomas tinha mandando uma mensagem dizendo que também estavam na praia. Mas ambos não se encontraram. Pois eu atrapalhei.

Como eu atrapalhei? Estou cansada de ser um cachorrinho de Thomas O’brien. Cansei dessa merda toda. Cansei logo de manhã quando Minho me ligou avisando que Thomas queria mais alguns de suas prostitutas para ajudar no plano, já que de acordo com o garoto. Clara e Beatrice não estavam dando o resultado que ele queria.

As garotas tinham se tornado minhas amigas quando estávamos vindo para Beacon Hills. Me apeguei a elas e elas me contavam tudo que Thomas pedia. Teve duas noites, ele não me contou, mas elas sim. Elas me contaram que ele as chamou para ir na sua casa e fazer brincadeiras com ele. Ele as vezes se alterava e batia nelas, sendo que na escola de acordo com elas, ele tinha sido grosso e rude, mas após isso beijava com força os lábios das garotas.

Então fiquei o espionando. Lydia tinha acabado de ver o ‘Namorado’ com as minhas garotas e estava arrasada, e o tarado e egoísta de Thomas O’brien estava a fazer charme e tentar transar com ela. Tive um maior ataque de riso, quando a ruiva o ignorou sua investida. Esperei algum tempo após a ruiva sumir para encontrar com ele.

Não posso negar, ver ele sem camisa me deu um calor no meio das pernas. Mas segurei a vontade feminina e desfiz o acordo. Claro que o garoto não gostou e descontou da maneira que ele conhecia tão bem. Me bater.

Quase não parei no hospital, pois um anjo da guardava corria pela orla da praia e viu a cena. O homem disse que iria chamar a polícia e o medroso de Thomas fugiu com o rabo no meio das pernas. Agradeci o homem que insistia em me levar a emergência ou a polícia prestar queixa. Mas o que eu iria dizer? Que eu apenas o disse que não ia liberar as minhas prostitutas para ele. Eu que seria presa por usar pessoas para conseguir dinheiro. Era meio que um trafico de pessoa.

Decidi enganar o homem andando na direção da emergência e o despistando no meio do caminho. Depois voltei correndo para a praia, encontrei eles se divertindo. Comecei a chorar, não queria que ele me visse daquela maneira, mas Stiles me viu.

O levei até a areia, me sentei no chão e abracei com força minhas pernas. Olhei para o lado e Stiles estava em pé ao meu lado, processando cada palavra que eu havia lhe dito. Clara e Bea estavam ao meu lado sentadas olhando para o mar e como as ondas se quebravam.

“Então ele planeja isso ...” Stiles tenta formular uma frase, mas não consegue.

“Mais de 7 anos, querendo te destruir” concluo para ele, que passa as mãos sobre o cabelo e joga seu corpo sobre a areia macia.

“Porque nunca me contou isso?” Ele me questionou com os olhos marejados, deitei o rosto sobre os joelhos e deixei uma lagrima contornar a minha face.

“Nunca pensei que ele iria tão longe” Confessei. Aquilo era verdade.

Eu me sentia culpada de tudo que tinha feito. E eu iria aceitar tranquilamente o ódio dele sobre mim.

“Droga!” Ele resmungou deitando o corpo na areia e olhando para o céu estrelado.

Point of View of Stiles O'brien

But I’m only human  

And I bleed when I fall down

I’m only human

And I crash and I break down

Your words in my head, knives in my heart

You build me up and then I fall apart

'Cause I’m only human

Fechei os olhos com força a melodia de Human começou a tocar em minha mente.

Não posso ficar com raiva de Brenda, porém estou magoado com tudo o que aconteceu. Eu acreditava nela, confiava nela. Agora não me sinto seguro ao seu lado.


Notas Finais


vish ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...