História Gemidos Manhosos (Vhope) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, V
Tags Abo, Bts, Fluffy, Romance, Taeseok, Vhope, Vhopeproject, Vhpwp, Yaoi
Visualizações 459
Palavras 3.284
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii gente linda! ❤ Tudo bem?

Eita, calma aí! *desvia de borrachas voadoras* Eu sei que não estou atualizando minhas outras fanfics, e tenho certeza que quando posto Oneshot's vocês ficam se corroendo de raiva se perguntando porque não estou atualizando minhas outras fics. A resposta é simples: bloqueio de criatividade (pois é :T)

Bom, essa Oneshot, é de um projeto para enaltecer esse OTP gostoso mais conhecido por Vhope ou Taeseok. É ISSO AÍ VHOPEANAS! UMA ONESHOT VHOPE! UHULL! \^O^/

Esse projeto é comandado por duas pessoinhas que amo e que fazem fanfics muito fodas. Essas pessoinhas são Carol ( @CrzyRainbowStar) e Agatha ( @Podinzinho) e adivinhem qual é o tema dessa vez do projeto? EXATO! LEMON VHOPE! E como todos vocês sabem, amo escrever e ler um Lemon (tanto pesado quanto "leve").
Leve entre aspas porque convenhamos, nenhum Lemon é 100% leve~

Tá virando uma bíblia essas notas da autora, mas fazer o quê? Tenho que explicar detalhadamente.

Bom, esse Lemon além de ser Vhope vai ser do mundo ABO.
ISSO MESMO QUE VOCÊ LEU! ADORO TORTURAR VOCÊS ASHASHASHASHASHA

Esse Lemon tá bastante pesado, acreditem ;-; usei eufemismo só em algumas partes. Ah! E claro botei uma pitadinha de romântico em algumas partes (não sei, enquanto eu escrevia deu vontade de botar fluffy)

Bom, irei deixar o link do jornal do VhopeProject nas notas finais caso vocês se interessem em escrever alguma coisa para esse projeto maravilhoso também.

Enfim, tenham uma boa leitura! ❤ E pelo amor de Deus, não infartem ;-;

PS — Não me responsabilizo por cuecas ou calcinhas molhadas (QUÊ? FALEI NADA!)

Capítulo 1 - Capítulo Único: Moans


Fanfic / Fanfiction Gemidos Manhosos (Vhope) - Capítulo 1 - Capítulo Único: Moans

 

— Taehyung, irei trabalhar, se precisar é só ligar ok? 

 

— Ah, Hobi! Fica em casa por favor! — o mais novo usa sua voz manhosa e logo forma um bico emburrado em seus lábios. Dou uma breve risada e me aproximo do mesmo o abraçando carinhosamente e dando um selinho em seus lábios convidativos e viciantes. 
 

— Eu já faltei 3 vezes seguidas no trabalho Taehyung! Se eu faltar hoje meu chefe me mata! — Taehyung estala a língua pensativo. 

 

— Ah, ok! Mas volta logo pra casa — sorrio e dou vários beijinhos em suas bochechas fazendo o mesmo dar uma risadinha e corar levemente. 
 

— Ok, voltarei logo. Tchau Taehyung, te amo meu pequeno — dou mais um selinho no Ômega. 
 

— Tchau Hobi-hyung, também te amo — ele sorri envergonhado. Aceno e saio porta à fora indo direto pro carro. Adentro o mesmo e vou voando pro restaurante. 
 

[...] 

 

Estaciono o carro e vou correndo pra dentro do estabelecimento dando de cara com meu chefe Namjoon. 

 

— O-oi Senhor Namjoon, desculpe o atraso é que-
 

— Se explicar vai se atrasar mais do que já está. 
 

— A-ah, claro! Desculpe-me! — faço reverência e vou pra cozinha. Chego na mesma e solto o ar que nem percebi que tinha prendido. Mesmo o Namjoon sendo Alfa igual eu, tenho medo do mais velho. Por quê? Simples, não quero perder o emprego. Começo meu trabalho de garçom atendendo os clientes que na minoria das vezes são arrogantes e mal-educados. Mas contudo, gosto de trabalhar aqui. 
 

[...] 
 

Pov Taehyung 

 

Cadê o Hoseok que não chega? Calma Taehyung! Ele está ainda no trabalho se acalma. Aigoo! Por que estou suando? O ar-condicionado está no máximo na temperatura gelada. 

Levanto do sofá indo à cozinha pegar um copo d'água. Aish porque estou sentindo dor no meu baixo ventre? Não... Não pode ser... 
 

Pov Hoseok 
 

Descanso no balcão depois de atender vários clientes. Nem estava na hora de sair, na verdade só havia passado 40 minutos e já estou exausto. 

 

— Hoseok! Chamada de vídeo! — Yoongi, meu amigo grita da cozinha. 
 

— De quem? 
 

— Do seu namorado! O Taehyung! — ao ouvir que é do mais novo vou correndo pra mesma. 
 

— Obrigado Yoongi — pego o celular. 

 

— De nada — ele volta pro local onde estavam os clientes. 
 

O que será que o Taehyung precisa? Bom, não irei descobrir até atender não é mesmo? Vou ao banheiro fechando a porta e sentando na tampa do vaso sanitário. Pigarreio a garganta e atendo a chamada de vídeo. 

 

— Oi Taehyu- — minha fala é cortada ao ver uma cena que era simplesmente linda e sexy de ser vizualizada; Taehyung, suado, ofegante, e de apenas uma box branca que dava de ver o volume presente e a mancha do pré-sêmen no local. Eu tinha esquecido completamente! Taehyung entrou no cio. Isso explica ele estar tão carente e pelo cheiro adocicado lá em casa. Mas, parece que dessa vez o cio veio mais forte. 
 

— H-Hoseok... Me a-ajuda — ele toca sua intimidade por cima do tecido molhado gemendo arrastado. Gente, eu não sou de ferro! O que eu faço?! 
 

— Calma Taehyung. Não posso sair do trabalho agora! Meu chefe vai me inforcar! 
 

— Se ele te inforcar jogo-o de um prédio! — Taehyung sempre me fazendo rir — P-por favor H-Hobi, aah! — ele geme manhoso ao tocar no próprio mamilo — P-por favor... — Taehyung abaixa a box deixando seu membro à mostra. Ele pega o mesmo e começa uma masturbação lenta gemendo arrastado — Vem pra casa e me f-fode h-hyung, awwnn — geme ao penetrar o próprio dedo em sua entrada que expelia lubrificante natural. O mais novo começa movimento de vai-e-vem com o dedo enquanto pende a cabeça pra trás gemendo manhoso — Não consigo sozinho h-hyung, por favor, vem pra casa e f-fode seu baby.
 

— Estou indo pra casa agora! Me espere na cama.
 

— Ok, H-Hobi-hyung, awnn — ele geme mais uma vez acelerando a velocidade da mão antes de encerrar a chamada. Pego meu casaco o enrolando na cintura escondendo o volume presente. 
 

— Yoongi! — o chamo. 
 

— Ai criatura! Que susto! O que quer? 
 

— Fala pro chefe que sai mais cedo por causa do Taehyung. 

 

— Motivo? — cruza os braços. 
 

— Ai caralho! O Taehyung entrou no cio. Pronto! Satisfeito em saber o motivo? 
 

— Primeiro: não me responde assim! Sou seu hyung! — deu um leve tapa na minha cabeça — Segundo: sim, fico feliz em saber o motivo pra falar pro chefe pro mesmo não ficar me infernizando com perguntas. Agora, vai pra casa e tenha uma boa transa com o Taehyung! — acenou, aceno de volta e vou correndo pro carro. Entro no mesmo e agarro o volante. 
 

— Bora virar o Flash? — arrumo o retrovisor — Bora! — piso no acelerador, ouvindo meus pneus do carro cantarem no chão. 

 

[...] 

 

Chego em casa, jogo meu casaco no sofá e subo pro quarto. Antes de adentrá-lo, ouço gemidos manhosos e arrastados. O Taehyung sabe que a masturbação não funciona quando está no cio, então porque ele ainda tenta? 

 

Entro no quarto e vejo Taehyung com a mesma box que estava na chamada de vídeo abaixada até suas coxas totalmente branquinhas (que logo logo não vão estar mais brancas) com o membro em sua canhota e o dedo médio da destra penetrando sua entrada. 

 

— H-Hoseok-ah — gemeu e tombou a cabeça pra trás. Meu membro mais uma vez deu espasmos. 
 

— Necessita de ajuda baby? — me aproximei da cama tirando minhas roupas às jogando pra qualquer parte do cômodo. 
 

— S-sim, p-por favor H-Hoseok — tiro seu dedo de sua entrada, ouvindo o mais novo gemer. Chupo o mesmo sentindo o gosto do lubrificante natural que estava presente ali. Taehyung cora com meu ato. 
 

Subo por cima do Ômega ficando da altura de suas orbes acastanhadas. Apoio os cotovelos um de cada lado se seu rosto e o beijo afoitamente. Invado a boca do mais novo com a língua, explorando cada centímetro da mesma. 

 

— Hm... — ouço Taehyung gemer. Cesso o beijo mordendo seu lábio inferior ouvindo mais um gemido do Ômega — H-Hoseok. 
 

— Hum? — ele ergue o tronco e sussurra em meu ouvido: 

 

— Me f-fode Hoseok-ah — seguro fortemente sua cintura. Me aproximo de seu rosto. 

 

— Com todo o prazer baby — mordo o lóbulo de sua orelha sentindo o pelos do corpo alheio se eriçarem. Levo minha mão até a box da coloração branca à tirando por completo de seu corpo. Direciono minha mão até sua entrada a penetrando com o dedo. 
 

— A-ahh — ouço-o gemer manhoso. Sorrio e penetro mais um dedo ouvindo outro de seus gemidos manhosos. Direciono minha boca até seus mamilos durinhos e sensíveis. Fecho meus lábios em seu botão direito o chupando e mordiscando — Awnn — mais um gemido manhoso saiu de seus lábios. Faço o mesmo processo com o outro ouvindo-o gemer, me deixando excitado. Levo minha atenção em meus dedos os retirando e ouvindo Taehyung gemer em frustração. 

 

— Calma meu baby, ainda quero me divertir com você — eu sei que não devia estar provocando ele no cio, porque o mesmo fica selvagem e tals, mas não resisto, tenho que provocá-lo. Começo a lamber a extensão de sua barriga sentindo seus pelos se arrepiarem. Abaixo mais minha boca tendo meu alvo na mira. Pego seu pênis e começo uma masturbação lenta e torturante. 

 

— A-ahh, H-Hoseok! 
 

Sorrio em ouvir seu gemido pedindo por mais. Aperto sua glande inchada e melada de pré-sêmen. Abocanho-o sem aviso prévio fazendo-o gemer e tombar a cabeça pra trás ofegante. Ah... Seus gemidos são músicas para meus ouvidos. 

 

—M-mais rápido H-Hoseok... P-por favor — amo tanto ouvir meu Taehyung necessitado, ofegante e manhoso pedindo por mais. Atendo seu pedido indo mais rápido fazendo gargante profunda. O Ômega agarra meus cabelos ditando os movimentos e tombando a cabeça pra trás com os lábios entre abertos deixando gemidos sôfregos e manhosos escaparem dos mesmos. Quando sinto que o mais novo está quase gozando, paro ouvindo Taehyung gemer frustrado. Dou uma leve risada e agarro sua cintura penetrando o mesmo com a língua. 
 

— Ahh! — ele geme manhoso e agarra o lençol do colchão. 
 

Pov Taehyung 

 

Hoseok adentra mais meu interior com sua língua me dando ondas de choque e prazer. Quero-o logo dentro de mim, me possuindo, me alargando aos poucos, mas como o conheço, ele vai me provocar me deixando mais necessitado de si do que já estou.

 

— H-Hoseok, me f-fode... Awnn — tombo a cabeça pra trás e arqueio as costas gemendo manhoso ao sentir sua língua tocar meu ponto sensível.  

 

— Achei... — O Alfa tira sua língua do meu interior, gemo de frustração mais um vez. 
 

Ele me penetra de surpresa, gemo assustado e arranho suas costas. Mesmo nós já termos transado várias vezes, ser penetrado ainda doía, mas na primeira vez doeu 100 vezes mais do que agora. Mas, mesmo assim doía. Mordo o lábio inferior contendo meus choramingos. Uma lágrima desce pela minha bochecha ruborizada. Hoseok percebe meu sofrimento e dor. O mesmo para e espera eu me acostumar. 

 

— Desculpa Tae... — ele murmura perto do meu rosto e beija minha bochecha limpando minha lágrima com os lábios. 
 

— Me beija Hoseok-ah — ele sorri e me beija com carinho e cuidado com se eu fosse um boneco de porcelana prestes a quebrar. Não era um beijo selvagem e cheio de luxúria, era um beijo calmo e protetor. Por isso, amo tanto Jung Hoseok. Amo cada pedacinho desse homem. 

 

— P-pode ir — Cesso o beijo por falta de ar e falo com minhas bochechas ruborizadas. Ele obedece e começa a me estocar devagar, me alargando e me preenchendo aos poucos com seu tamanho. Mordo com força o lábio inferior contendo meu gemidos manhosos. 
 

— Não segura o gemido Taehyung, gosto de ouví-los — ele aperna minha coxa. Droga! Ele sabe meus pontos sensíveis. Um gemido manhoso veio a tona da minha garganta me deixando por alguns segundos rouco. Na verdade eu já estava rouco. Sei como excitar o Hoseok, ele ama meus gemidos manhosos e estes não hesitam em sair da minha boca me deixando rouco. 

 

Empurro levemente meu quadril contra seu membro dando o sinal que já me acostumei. Ele segura minha cintura e começa a estocar mais rápido, acertando em cheio meu ponto sensível. Como ele consegue?! Não hesito em gemer manhosamente. 
 

— Ah... Te amo tanto meu pequeno — sua destra vai até minha mão e entrelaça nossos dedos, sorrio bobo e lhe dou um selinho e coro levemente. 
 

— Também te amo muito Hoseok-hyung — dou meu sorriso quadrado e prendo minhas pernas ao redor de seu corpo o trazendo pra mais perto de mim, fazendo seu abdômem roçar minha ereção  —A-ah. 
 

Ele começa a dar investidas rápidas e violentas fazendo-me gemer alto saindo de órbita e voltando. Ofegante, era a palavra perfeita pra mim. Como minha face está? Uma desgraça; cabelo bagunçado, respiração acelerada, rosto suado (corpo também), ofegante, manhoso (sempre), e com as bochechas ruborizadas fazendo Cosplay de tomate. Hoseok acerta em cheio minha próstata me fazendo gemer alto. Acho que a vizinhança inteira ouviu esse gemido... 
 

Ele enquanto me penetrava com certa força, começa a distribuir chupões pela extensão inteira do meu pescoço. Isso Hoseok, mostra que tenho dono. Sério, odeio quando dão em cima de mim. Ah, verdade, vou marcá-lo também pra mostrar que esse já tem dono. Arranho seus braços e ouço um grunhido de prazer vindo se sua parte. Adoro arranhá-lo, seus gemidos me excitam ainda mais. O Alfa segura minhas coxas as apertando com força.

 

— Ahh — gemo não só pelo apertão que no final das contas eu amei mas também pelo tapa estalado que recebi na minha coxa esquerda. Sinto meu orgasmo chegando. Direciono minha mão até meu membro começando a masturbá-lo, mas sou impedido pela mão do Hoseok. O mesmo substitui minha mão pela sua, me masturbando conforme a velocidade das estocadas. 

 

— Ahh 
 

O mais velho aperta minha glande fazendo-me gemer manhoso. Ah... Eu estava tão sensível. O mesmo começa a sussurrar coisas desconexas nos meus ouvidos, coisas que me estimulavam e muito. Gemo alto agarrando os lençóis me desmanchando sujando meu próprio abdômem. Não demora muito e Hoseok goza dentro de mim. Me estremeço por completo ao ter seu líquido quente em meu interior.

 

O mais velho deita na cama, engatinho até o mesmo e deito sobre seu peito. Ficamos ali, por alguns segundos, esperando nossas respirações se acalmarem. Quando ambas se acalmaram Hoseok se levanta, o olho curioso. Ele contorna a cama e me pega no colo. 

 

— Que tal um banho quentinho com seu Alfa? — sorrio e contorno meus braços ao redor de seu pescoço o beijando calmamente. 
 

— Eu adoraria — falo após cessar o beijo. Consigo sentir minhas bochechas arderem. 
 

Ele sorri e beija minha bochecha. Solto um risinho envergonhado e o abraço. O mais velho me leva até o banheiro e me coloca sentado sobre a tamba do vaso sanitário. 

 

— Ai — sem querer deixo escapar um gemido de dor. 

 

— Me desculpa Taehyung, eu devia ter sido mais cuidadoso com você — ele segura meu rosto entre suas mãos e distribuí vários beijos pelas minhas bochechas. Sorrio bobo e coro. 

 

— Para de ser bobo Hoseok! Você foi cuidadoso sim, meu corpo que é às vezes muito frágil — pego suas mãos e entrelaço nossos dedos. Vejo um sorriso brotar de seus lábios. Ele encosta nossas testas e beija a pontinha do meu nariz. Sorrio, faz cosquinha. Hoseok vai até a banheira e liga o registro de água, fazendo a mesma encher rapidamente. 

 

O mais velho desliga o registro e me pega em seus braços me colocando com cuidado dentro da banheira. Sinto a água quente bater na minha pele gelada me causando um arrepio na espinha. Olho o mais velho que mantinha as orbes sobre mim. 

 

— N-não vai entrar? — tenho certeza que eu estou corado. Ele sorri como resposta e entra na banheira sentando atrás de mim. Encosto minhas costas em seu peito sentindo sua leve ereção se formando. Gemo baixinho já sentindo meu membro pedir por atenção. 

 

Ele pega o sabonete líquido adicionando um pouco do conteúdo na mão e logo em seguida passando em minhas costas me dando arrepios já que o líquido estava gelado. Logo em seguida ele passa em meus ombros indo pros braços. Cada lugar que Hoseok passava a mão eu me sentia mais necessitado se si. 

 

— Hoseok... — deixo um arfar sair de meus lábios quando sinto seus dedos rodearem e apertarem meus mamilos sensíveis. Sinto sua respiração contra meu pescoço dando espasmos em meu membro — Ah, Hoseok... — outro arfar sai de meus lábios ao sentir seu pênis roçar minha entrada que começa a expelir lubrificante natural. 
 

— Hum... Eu adoro te provocar quando você está no cio, e quando você não está também — sua canhota aperta meu mamilo e sua destra vai até minha coxa à apertando.  

 

— A-awnn — gemo manhoso e fecho os olhos ao sentir meus mamilos serem estimulados pelas mãos do mais velho. Meus mamilos, com certeza a parte mais sensível do meu corpo, e o filho da mãe se aproveita desse meu ponto fraco. Mas não vou mentir, adoro que ele me toque assim, eu amo e isso me excita. 

 

— Está tão necessitado meu baby — ele morde o lóbulo da minha orelha. 
 

 

— Ahh. M-me toque h-hyung — peço e gemo assustado ao sentir meu pedido ser atendido tão rapidamente. Ele começa com movimentos lentos, apertando minha glande inchada e que expelia pré-sêmen — M-mais r-rápido h-hyung — o mais velho começa a ir mais rápido, me deixando louco e embriagado pelo prazer enorme que eu estava sentindo. Meus gemidos ficavam mais altos a cada vez que ele me masturbava com mais intensidade. Tombo minha cabeça pra trás encostando em seu peito. 

 

— Goze pra mim Taehyung — ele sussurra rouco. Essa foi a gota d'água da minha sanidade. Gemo alto arqueando as costas enquanto gozo em sua mão. Preciso dele, necessito dele dentro de mim, preciso dele me fodendo, estou necessitando disso e não hesito em negar. 
 

Me viro na banheira, fazendo a água se movimentar bruscamente pela minha movimentação repentina. Encaixo minhas pernas ao redor de sua cintura. 

 

— Me fode Hoseok... — sussurro e ganho um apertão na minha coxa — Ahh — gemo manhoso. Nem preciso falar que tecnicamente quase todos os meu gemidos são manhosos né? 

 

Ele sorri e me beija, um beijo afoito e necessitado. Fiquei só por alguns segundos sem beijar sua boca e já senti falta. Me ajeito em seu colo, me aproximando mais de si. Sorrio entre o beijo ao ouvir um gemido de sua parte. Vingança é um prato que se come frio meu querido, Hoseok. 

 

Começo a rebolar devagar em seu membro, arrancando gemidos e arfares do mais velho. Ele cessa o beijo por causa da falta de ar. Ficamos nos encarando em silêncio por alguns segundos, admirando a beleza de ambos. Começo a rebolar com mais intensidade, Hoseok, por automático segura minha cintura me arrancando um gemido manhoso. 
 

— M-me fode Hoseok... Por favor... — peço manhoso. Vocês estão vendo né? Eu estou implorando por isso.

 

— Com todo o prazer Taehyung — ele começa a distribuir chupões pela área do meu pescoço, me arrancando arfares e gemidos. 
 

— Aahh — gemo alto ao sentir seu polegar rodear minha entrada molhada de lubrificante natural. O Alfa me puxa mais para seu colo. Levanto um pouco o quadril encaixando minha entrada em seu pênis fazendo ambos gemermos. 
 

— Sempre tão apertado meu pequeno — levo um apertão na minha bunda, fazendo-me gemer e apertar seus ombros descontando o prazer que eu estava sentindo. 
 

Puxo Hoseok para um beijo necessitado, enrolando meus braços ao redor de seu pescoço. Começo a movimentar meu quadril pra cima e pra baixo. O Alfa cessa o ósculo e põe as mãos na minha cintura a apertando com força. 

 

— Ah, Hobi... — gemo manhoso e arranho seus ombros — M-mais rápido... — assim ele faz. Começa a me estocar mais rápido me levando à loucura. Fecho os olhos e pendo a cabeça pra trás gemendo arrastado. Sinto meu membro implorar por atenção. Levo minha mão até o mesmo começando a me masturbar, mas novamente, Hoseok me impede. 

 

— Me pede para te tocar Taehyung — ele sussurra e acerta em cheio meu ponto sensível. 
 

— Awwn, me t-toque H-Hoseok — o mais velho pega meu membro e começa a me masturbar lentamente fazendo-me gemer e pedir por mais. Suas estocadas começam a ficar intensas acertando a maioria das vezes minha prostata. Sua mão começa a me masturbar mais rápido me arrancando suspiros e gemidos manhosos. Sinto meu corpo arder em chamas, deduzi que estou perto de mais um orgasmo. 
 

— Geme pra mim Taehyung, geme pro seu Daddy — thauzinho sanidade. 
 

— Aahh — gemo. Ele desacelera a velocidade da mão quando estou perto de gozar — Hmm. 
 

Hoseok me estoca mais uma vez fazendo ambos gozarmos. Me agarro o abraçando, respirando fundo tentando me recuperar do orgasmo que tive. O mais velho sai de dentro de mim fazendo-me gemer manhoso. 

 

— Vamos terminar o banho que tal? — ele beija minha bochecha. 
 

— Sim — sorrio envergonhado e lhe dou um selinho. 
 

Após, acho que, trinta minutos de banho, saímos da banheira e fomos até o quarto. Hoseok me levando no colo já que eu estava com a baita da dor no quadril. Com sua ajuda, visto o pijama e o mais velho faz o mesmo. Deito na cama de casal, e sinto Hoseok deitar atrás de mim, colado ao meu corpo. Me viro e o abraço, sentindo seu cheiro maravilhoso. 

 

— Boa noite Tae. Durma bem — ele beija minha testa. 
 

— Você também. Boa noite Hobi-hyung — sorrio e afundo meu rosto em seu peito, o abraço mais forte a procura de aconchego e calor. É, tenho certeza que estou carente. Sorrio e coro ao sentir as mãos do Alfa abraçarem fortemente minha cintura. Fecho os olhos e acabo pegando no sono, e antes de dormir totalmente, vejo Hoseok fechar os olhos e dormir, após isso, não vi mais nada, pois adormeci. E assim dormimos, um abraçado ao outro, sentindo o calor de ambos os corpos. 
 

Amo e sempre amarei Jung Hoseok, o Alfa que me apaixonei na faculdade. 

I Love You Hobi-hyung. 


Notas Finais


Gente... Vocês estão bem? Precisam de um desfibrilador? Um copo d'água? Calmante? Acho que dessa vez peguei pesado ;-;

Eu estava necessitando escrever um Lemon *moonface*

Amo escrever e ler Lemon (acho que é por isso que uma amiga minha me deu o apelido de "Viciada em Lemons")


Taehyung, não sei como você conseguiu andar depois disso ;-;


Link do VhopeProject:
https://spiritfanfics.com/jornais/vhope-project--em-busca-do-lemon-de-ouro-9856437


Mas, é sério, cêis tão bem? Peguei pesado?


E antes que perguntem. Não eu NÃO assisto pornô gay.


Espero que tenham gostado! ❤


Kissus de Maknae! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...