História Gemini - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals
Personagens Camille O'Connell, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Genevieve, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson
Visualizações 5
Palavras 279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Ficção, Magia
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O sol nasce no leste e o amor se ilumina a cada dia e a cada noite a lua resplandece ao reflexo do amor.

Capítulo 2 - Sol e a Lua


Fanfic / Fanfiction Gemini - Capítulo 2 - Sol e a Lua

Novembro se aproximava, minhas tias diziam que na lua cheia a pressão é maior e as grávidas davam a luz. 

No décimo sexto dia amanheci com uma irritabilidade incrível, uma sede incontrolável e uma vontade de ir embora e  nunca mais voltar. 

Por volta das dezoito horas senti uma pontada, uma dor e um desespero me tomou quando percebi que estava a dar a luz, minha bolsa estourou e fomos correndo para o hospital. 

Após incessantes horas de dor e sofrimento dei a luz, gêmeos, um nasceu à lua cheia e o outro ao amanhecer. 

Quando dei por mim, estava eu no hospital com dois bebês, gêmeos, sem nomes, sem pai, eles só tinham a mim. 

-Eles são lindos. -Disse minha mãe como quem observa uma obra de arte.

- São.  Afirmei com um sorriso. Vão se chamar, Anne Moon e Jhon Sun. 

Durante as consultas de rotina,  observaram que Jhon não era tão resistente como Anne, e dias após veio a falecer. A dor do meu coração era incontrolável eu não aceitava perder meu pequeno Jhon. 

Após o funeral estive em eterna depressão, que me consumia, a cama manhã ao olhar o sol nascendo eu o lembrava e a cada lua eu abraçava Anne como se nunca mais fosse soltar. 

Anos se passaram e a saúde não foi minha amiga. Anne se esforçava para cuidar de mim, da casa, dos estudos e dos seus sonhos. 

E em uma manhã eu acordei e vi o sol se levantando. Meu amado Jhon esteva a porta. Sorrindo e me oferecendo a mão. 

- estava com saudade meu filho.

-eu também minha mãe. 

Então foi assim que abracei a morte como uma velha amiga. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...