História Get Ready I'm Back - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bullying, Drama, Revelaçoes, Romance
Exibições 64
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiii
Demorei, né kjksasjkajs
Feriado, essas coisas :v
Enfim, aproveitem o capítulo!

Capítulo 14 - Truth or challenge


      ‘P.O.V. Avery Chase

  Ouvimos o número do nosso voo pelos alto-falantes. Ao todo, erámos seis pessoas: Natalie, Emily, Sophia, Harper, minha mãe Melissa e eu. Todas nós fomos em direção ao portão de embarque.

  Já no avião, estava sentada no meio de Sophia e Emily. Harper, Natalie e minha mãe estavam logo nos bancos à nossa frente. O voo seria curto, a aeromoça trouxe nossos lanches e eu comi enquanto escutava música.

  Eu estava viajando nos meus pensamentos ao som de All Weekend Long (Jack and Jack). Vieram em minha mente todos os detalhes daquele dia. Será que aquilo tudo era verdade?

  Será que o que Logan dizia pra mim, antes de tudo acontecer, tinha ao menos um pouco de verdade? Será que o que Mellanie, Jake e Violet disseram pra mim enquanto eu estava caída no chão da sala de química era verdade? O Logan sempre foi um deles? Ele fingiu que gostava de mim esse tempo todo? Ele realmente escreveu o bilhete pedindo pra que eu o encontrasse na sala de química? Eu fui uma distração pra ele? Todas aquelas perguntas me atormentavam, cheguei até a ficar tonta de tanto que minha cabeça doía.

  - Avery? Tá tudo bem? – Sophia perguntou, fazendo Emily se virar pra nós.

  - Minha cabeça só está doendo. Deve ser coisa psicológica, sabe, sobre voar.

  - Não diz que você tem medo de avião.

  - Não, não tenho medo – eu respondi – Não sei o que aconteceu. Mas estou bem, obrigada por preocuparem.

  Emily sorriu junto com Sophia, mas foi um sorriso forçado, pelo que eu percebi. Algo como um sorriso de preocupação.

  - Avery, tenta não pensar muito no que aconteceu. Só pense no quanto esse tempo fora de Chicago vai ser bom pra você. – Emily disse.

  - Nós sabemos que é difícil, porque foram tempos muito delicados. Mas, nós estaremos aqui se precisar. – Sophia completou.

  Dei um abraço em cada uma delas.

  - Eu amo vocês todas – sorri.

  Amor. É uma palavra tão forte, e as pessoas dizem como se não significasse nada. Durante o tempo em que estivemos juntos, Logan nunca me disse que me amava. Na época, quando eu parava pra pensar nisso, entendia, porque era muito cedo, afinal, nós só tínhamos um mês e alguns dias de namoro. Isso sem contar o tempo em que ele supostamente me observava e tentava me defender dos populares que faziam bullying comigo.

  Aquela época... Não parecia que um dia iriamos realmente chegar a ter algo sério. Eu sempre gostei dele. E ele parecia que gostava de mim. Pelo jeito de como as coisas eram antigamente, ele parecia que gostava de mim de verdade. Ainda me pergunto se alguma coisa naquela época foi real. Porque, se não foi, Logan Harris é um ótimo ator.

 -----

    Chegamos ao aeroporto e meu pai nos esperava. Natalie e Emily foram para suas casas, e combinamos de nos encontrarmos à noite. Era véspera de Natal. Ainda era cedo, não tinha dado nem uma da tarde.

  Já na minha casa em Key West, eu me sentia melhor em estar em outro lugar, em outro estado. Já até sentia o clima da Florida um pouco mais quente do que de Chicago, considerando que estávamos no inverno.

  A casa onde meu pai morava era grande. Eu tinha um quarto onde dava uma vista para o mar, e eu adorava aquele lugar. No ano que morei lá, ficava horas só observando as pessoas que iam a praia, até dava pra saber quem estava indo pela primeira vez, só de ver como eles reagiam às ondas. E todo fim de semana, eu ia com Natalie e Emily até lá, pra pegar um sol e às vezes pegar algumas ondas, até sabia o básico no surfe.

  Sophia e Harper se instalaram no meu quarto, que estava igual a como eu o deixei, há cinco meses. Durante o dia, nós andamos um pouco pela cidade e conversamos sobre várias coisas.

 -----

    Todas nós fomos para a casa da Emily. Iriamos passar a noite da véspera de Natal na casa dela.

  - Por favor, Avery, escolha o que vamos comer!

  - Eu já disse que estou indecisa entre pedir lanches do McDonalds ou pedir pizza! – eu disse – Vamos votar, então.

  - Já que é assim, eu prefiro pizza. – Harper disse e todas concordaram.

  - Okay, Emily, faça as honras. – Eu respondi entregando o telefone a ela.

  - Enquanto a Emily pede a pizza, vamos assistir a um filme. – Natalie sugeriu. – E não deixem a Avery escolher de novo.

  - Ei! Por que?

  - Pra você não entrar numa indecisão infinita entre Divergente e Jogos Vorazes.

  Todas riram.

  - Se quer saber, Natalie Amy Mitchell, eu prefiro Jogos Vorazes. E vai ser isso mesmo que vamos ver!

  - Concordo. – Sophia respondeu, e todas assentiram.

  - A pizza chega em vinte minutos. – Emily chegou à sala.

 -----

    O filme havia acabado, e ainda eram apenas nove da noite.

  - Okay, o que vamos fazer agora?

  - Eu sugiro a gente fazer um jogo. – Natalie disse.

  - Do tipo, Banco Imobiliário?

  - Não, Harper. Um jogo mais legal.

  Deduzi que jogo era só pelo jeito que ela disse ser mais legal.

  - Verdade ou desafio. – eu disse. – Acertei, não é.

  - Acertou. E ai? Quem entra?

 -----

    Sentadas no chão do quarto de Emily e com uma garrafa vazia que ela conseguiu com seus pais, começamos o jogo.

  - Antes que eu me esqueça – eu disse – Vocês podem fazer qualquer tipo de pergunta pra mim, ok? Mesmo se forem sobre o Logan, eu não ligo. Estou disposta a responder tudo.

  - Avery, péssima decisão. – Natalie disse rindo.

  - Vamos fazer o seguinte. Tiramos a garrafa e cada uma pergunta por vez, e todas respondem. – Harper disse.

  - Okay. – Sophia disse – Eu sou a primeira, depois, Natalie, Avery, Emily e Harper.

  - Certo. Pode começar.

  - Ah, meu Deus. Já pensei na minha pergunta: O que é pior, colocar leite no copo e ver que não tem cereal ou ver que não tem achocolatado?

  Todas nós rimos com aquela pergunta. Estava torcendo para serem perguntas como aquela, o que eu sabia que não ia ser. Logo a coisa ia ficar pior.

  Natalie e Sophia responderam cereal, enquanto eu, Emily e Harper escolhemos achocolatado.

  - Natalie, sua vez.

  - Vamos lá. – ela pensou um pouco e continuou: - Contem do que vocês eram fãs quando eram mais novas. Eu amava os filmes da Pixar.

  - Já tive minha época obcecada pelo Michael Jackson. – eu respondi.

  - Hi-5. Aquele programa que cantava musiquinhas irritantes sobre assuntos como crescer, estações do ano, quanto tempo leva pra uma roupa secar... – Harper respondeu.

  - Eu adorava isso. – era a vez de Sophia responder. – Na minha época nerd, eu adorava ler histórias em quadrinhos. De preferência sobre heróis da DC.

  - Barbie. Todos os filmes. Gente, eu os assisto até hoje. – Nós rimos da resposta da Emily.

  - Hora da confissão: todas nós ainda assistimos Barbie! – eu disse, rindo. – Minha vez. Quero saber como foi o primeiro beijo de vocês.

  - Ah, não, Avery! – Emily reclamou.

  - Já que as próximas perguntas seriam desse tipo, já vou começar com a minha. Vamos, eu posso responder primeiro. – eu disse – Eu tinha 12 anos, e foi com um menino chamado Ryan. Da minha classe.

  - Avery Chase. – Sophia e Harper me chamaram, com um tom de reprovação. Sophia gritou: – Nós éramos da sua classe! Na verdade, sempre fomos.

  - Por favor, não diz que é o mesmo Ryan que estamos pensando. Avery, diz que não é o Ryan Stringer.

  - Sim, é ele! Não tenho culpa, eu gostava dele!

  - Ele nos atormentava a aula inteira. Menos você, porque dizia que “A Avery é a melhor porque ela é a única dessa sala que não me bateu!”, não acredito que você...

  Emily e Natalie só riam o tempo todo.

  - Minha vez de responder – Natalie disse – 13 anos, Brian, meu vizinho.

  - Eu lembro desse dia, eu organizei tudo pra vocês – Emily riu. – Comigo foi com o Chad Grove, numa excursão da escola. Eu tinha 11 anos.

  Sophia respondeu que o dela foi com 12, com um menino do prédio em que ela morava. E Harper disse que o dela foi com 14, com o Dillon, atual namorado dela.

  - Eu tinha uma coisa na cabeça que precisava ter o primeiro beijo só quando estivesse preparada. E eu era amiga do Dillon, ele me beijou no dia que a família dele ia se mudar. Dois anos depois, ele voltou.

  - Isso é muito fofo! – Emily disse. – Minha pergunta agora. Vocês concordam com a frase “Quem é visto não é lembrado”?

  - Essa é fácil – Natalie respondeu – Sim.

  Todas as meninas responderam sim, e cada uma contou seu motivo, inclusive eu. Meu motivo foi quando nós colocamos o vídeo dos segredos, e ninguém nem chegou a desconfiar.

  Era a vez de Harper perguntar.

  - Então, Avery. Essa pergunta vai ser diretamente pra você. – ela começou – Você ainda gosta do Logan?


Notas Finais


Final meio merda? Sim
Mas o proximo vai ficar melhor, i promise <3
Enfim, comentem ai o que estao achando *-*
Bjs da Mari


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...