História Ghost - [XiuChen] - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Cute, Exo, Gay, Romance, Sobrenatural, Xiuchen
Visualizações 404
Palavras 839
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Shonen-Ai, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 23 - 23


Eu não sei da onde tirei coragem, mas larguei o MinSeok e desci as escadinha do sótão em disparada e fui procurar o ser ou criatura dona daquele grito. Senti Kim me seguir o que me deixou ainda mais corajoso. Cheguei ao corredor e escutei uns lamentos mais choro de desespero vindo do quarto do Kim.

Entrei lá e nem precisei focar a lanterna que eu carregava pois as outras estavam iluminando o local e avistei um ser que reconheci imediatamente.

_ "Baekhyun? O que você tá fazendo aqui? "

O garoto se assustou, mas suspirou aliviado quando me viu e correu ao meu encontro me abraçando forte arrancando um arfo de desaprovação do dono do quarto.

_ "Você tá vivo. Eu pensei que você tinha morrido. Você me assustou seu idiota! "- dizia o garoto sem me largar do abraço.

_ "Estou bem. Não se preocupe."

MinSeok reclamou pelo abraço que não cessava e só então afastei Baekhyun de mim.

_ "O que você tá fazendo aqui? Por onde você entrou? Não foi você que disse que jamais pisaria aqui? "- enchi o garoto de perguntas.

_ "Calma. Mas antes de eu responder... Eu achei que você tinha sido levado pro outro lado da vida. Porque entrei aqui e encontrei suas roupas jogadas. Ai eu gritei pensando que eu ia ser o próximo. " - pegou uma das lanternas e focou nas minhas roupas jogadas no chão.

_ "Aah então foi por isso o grito. "

_ "Foi. E respondendo as perguntas: eu entrei pela mesma porta que você entrou porque vim atrás de você. E eu não queria entrar mesmo não, mas você entrou então criei coragem também e entrei. "

_ " Aaah. E... Você entrou pouco antes de mim? "

_ "Foi. E Chen... "

_ "Que? "

_ " Com quem você tava conversando se você entrou sozinho aqui? "

Aaai! Ai! E agora o que eu digo? Olhei fixo pra Baekhyun tentando achar uma desculpa quando ouço MinSeok se pronunciar.

_ "Comigo. Algum problema com isso? " - diz se posicionando atrás de Baek.

Baek ficou estatístico mas conseguiu virar o rosto, mesmo que lentamente, para o lado onde a voz se fez mais forte e ao avistar o rosto pálido e próximo ao seu, soltou um baita grito pulando pra perto de mim e me agarrando com se quisesse entrar dentro de mim pra se proteger.

Ao mesmo tempo, MinSeok fastou pra trás e caiu se sentando protegendo seus ouvidos.

_ "Manda ele parar! ChenChen manda ele parar! - suplicava pra mim já quase em prantos.

Pedi para Baek parar de gritar pois estava tudo bem. Ele parou e assim que o garoto se acalmou me soltei dele e corri até MinSeok que ainda se encontrava encolhido no chão e com as mãos protegendo seus ouvidos. Me agachei e o puxei para um abraço pedindo para ele se acalmar. Ele já estava chorando. Me doía o coração em ver meu pequeno chorando. Doía muito.

_ "Calma meu neném. Calma. Eu estou aqui. Já está tudo bem. Não tem mais barulho. Acabou. Não chore. Não chore." - balançava nossos corpos pra frente e pra trás como se isso ajudasse a acalmá-lo.

_ "Diz pra ele não gritar ChenChen. Dói. Dói. " - dizia ainda em soluços.

_ "D-d-descul-pe."- escutei Baek dizer ainda meio assustado.

Me levantei trazendo comigo MinSeok que agora estava atado ao meus pescoço com seus braços. Acariciava sua cabeça a fim de tranquilizá-lo ainda mais.

Olhei para Baek que ainda estava assustado e pedi para ele não gritar mais. Falei sobre Kim MinSeok para ele e aos poucos ele foi criando coragem e ambos se reconheceram chegando a até apertarem as mãos.

Sim. Kim MinSeok resolvera se mostrar a Byun Baekhyun.

_ "Porquê você não nos contou isso Chen. Tô muito triste com você. "

_ "Porque ele não quis. "- MinSeok quem respondeu.

_ "Eu não falei com você. "

Sério que Baek está se trocando com um fantasma? Não era ele quem estava com medo a 13 minutos atrás?

_ "Vamos com calma. Esperem. Sem intrigas. Vocês acabaram de se conhecer. "

_ "Eu não queria conhecer ele. Eu queria assombrar ele. "- Minnie cruzou os braços e virou o rosto pro lado fazendo um biquinho que me deu muita vontade de morder.

_ "Porquê você queria me assombrar? Eu não fiz nada com você. "

_ "Porque você não deixa o ChenChen em paz! "

_ "Oxe! Seria isso ciúmes? É isso Chen? Esse fantasma tá com ciúmes de você? "

Engoli em seco a resposta que só pra constar seria um belo "sim".

_ "Não é da sua conta. "- Minnei quem respondeu novamente.

Baek começou a rir e bater palmas como se o que acabara de escutar fosse uma piada e das boas.

_ "Aaah desculpe Chen, mas os garotos tem que saberem disso. "- continuou rindo.

As vezes penso que Byun Baekhyun foi uma hiena em uma vida passada, se isso existir mesmo.

 

 

_______________________________________


Notas Finais


^(oo)^
√( )\
|| Comentem

Até o próximo cap!!

Yori


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...