História Ghost - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 42
Palavras 580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Mutilação, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Eu Não Vou Deixar


[Namjoon Narração]

-Nova missão galera. -Falei assim que sai da minha sala e fui pro centro do galpão onde tava a gangue toda.

-Que missão? -perguntou Jungkook.

-É um diferente das que estão acostumados, vamos todos nós.
-Já até sei qual é.

-Qual Hope? - perguntou Hyuna.
-É sobre ela?

-Isso.

-Dá pra pararem com a palhaçada ai e falar logo qual é a missão por favor? -respondeu Suga, quanto ódio menino.

-Minha irmã foi acusada pelo assassinato da Senna Wong, e pelo que eu sei já tiraram tudo que podia fazer com que ela fosse dada como inocente, não quero a minha irmã na cadeia de jeito nenhum, então eu vou convocar outras pessoas e amigos meus pra ajudar a gente a tirar ela de lá.

-Que barra. - Hya suspirou.

-Sim, é mesmo.

-E que dia vai ser? - perguntou Suga.

-Não sei, só sei que eu e o Hobi vamos agora pra Seul.

-Ela não mora aqui em Busan? -perguntou Jimin.

-Não, ela mora em Seul.

-Por que ela mora lá? - perguntou Jungkook.

-Eu queria deixar ela longe disso tudo, achei melhor ela ficar lá em Seul, as amigas dela moram lá, então.

-Nós podemos ameaçar quem prestou a queixa contra a sua irmã. - palpitou Jin.

-Não dá, pelo que ela falou foram as "amigas" - disse Hobi.

-Que tipo de amiga é essa? - perguntou Tae.

-Não sei, só sei que eu vou tirar a minha irmã de lá.

Peguei o meu carro e fui com o Hobi até Seul, já que nunca identificaram nossos rostos nós podemos sair na rua sem problemas.

Chegamos depois de uma hora e meia, entramos na delegacia e nos dirigimos a sala onde iriam ver se não estávamos armados ou com algo que poderia ser considerado perigoso digamos assim, fui colocado em uma sala já que eu falaria com ela primeiro e depois ele, eu teria vinte minutos para falar com ela.

Assim que eu ouvi o barulho da porta, foi horrível, eu me senti a pior pessoa do mundo vendo oque eu podia ter evitado, e não evitei.

Ver a minha irma com o cabelo levemente bagunçado, o rosto inchado, a maquiagem borrada por conta do choro, o uniforme laranja molhado das lágrimas, e aqueles tênis de presidiários, ver ela com aquelas algemas nos pulsos foi horrível, uma cena de terror pra mim, eu fiz de tudo pra fazer ela ter uma vida comum e não entrar nesse mundo, e mesmo que sem querer, ela entrou.

A abracei assim que ela entrou, ela começou a chorar novamente.

-Nam.. Eu.. Eu não matei.. A..  A Senna... Eu não... Quero ficar ... Aqui - ela disse entre soluços, eu sempre odiei ver a minha irmã chorar.

Já que estávamos sozinhos na sala eu podia falar com ela sobre o meu plano.

-Olha, eu vou armar com uns parceiros e vou te tirar daqui, eu prometo.

-Tudo bem, eu posso esperar Namjoon.

-Como assim esperar? Do que você ta falando _____? Quer esperar um julgamento que você vai ser acusada por um crime que não cometeu? Eu já procurei ______, suas amigas tiraram tudo que podia te fazer ser inocente nessa história. Elas armaram. E não tem como você sair daqui de forma honesta. Não quero que você passe esse tempo todo, se você não pegar prisão perpétua, vai ficar pelo menos trinta anos aqui. Eu não quero isso pra você. Eu não vou deixar esse ser o seu destino.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...