História Ghost - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 33
Palavras 466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Mutilação, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Boa Garota


[______ Narração]

04h47min

Hora perfeita.

Peguei tudo oque eu tinha naquele quarto e coloquei na minha mochila, meu telefone também, mas antes de colocar ele no bolso da minha calça eu coloquei no silencioso, vai que alguem me liga, ferra todo o meu esquema.

Saí do quarto tentando fazer o menor barulho possível, oque deu certo, e peguei a chave que estava na mesa de centro da sala e peguei a mesma, fui em direção à porta e a abri.

Saí andando na rua, sem rumo, apenas andando, até eu ver um ônibus que me levaria para Daegu, como eu tinha pego dinheiro que tava lá jogado eu podia comprar a minha passagem, e assim eu fui.

Dormi praticamente a viagem toda, mesmo não querendo eu estava com sono, o medo que eu sentia estava me corroendo e acabando comigo. A mensagem que K me mandou quando fui presa, dizia "se fugir eu mato" mas quem disse que ele me mataria? Poderia ser o Nam ou os amigos dele. Não eu.

E eu fugi, não ligando pra ameaça que eu tinha sofrido, K nunca mentiu, quando ele disse que mataria minha mãe, o corpo dela apareceu morto no dia seguinte, K não mente, nunca mentiu, e nunca vai mentir.

Se K mandou eu fugir do meu irmão, eu vou fugir, não quero colocar ele, nem mesmo os seus amigos. K nunca me expôs em.um perigo tão grande, a única coisa que aconteceu foi que eu fui jogada em uma caixa de madeira e tinha uma serra logo depois, eu seria cortada no meio se a Shay não tivesse lá e me tirado, mas K sabia que ela estaria lá, sabia que me salvariam, eu entendo que K nunca quis me matar, só quer me fazer odiá-lo, e ele consegue isso.

As ameaças começaram quando estávamos no festival de outono do colégio, quando fomos nos apresentar, já que eu e as meninas éramos um grupo, a luz caiu, e em neon estava escrito "o jogo começou vadias -K". E a partir disso não paramos de ser perseguidas e cada vez fica mais pesado, mataram minha mãe, quase mataram o namorado da Lauren, e tudo isso por um motivo que não sabemos.

Meu celular começou a tocar, era Namjoon, já são 10h12min com certeza ele já notou que eu não estou mais lá. 

Alô?

Oi Namjoon.

Cadê você ____?

Desculpa por isso, mas eu não vou te colocar em perigo, muito menos as pessoas que você ama.

Do que você falando?

Namjoon eu estou ligada ao caos, não pense que as minhas amigas me entregaram a toa, elas foram ameaçadas como estou sendo, e eu vou trazer problema se continuar perto de você. Eu te amo Namjoon.

Logo o meu celular apitou.

Desconhecido:

Boa garota -K.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...