História Ghost - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Halsey, Justin Bieber, Nash Grier
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Jariana
Visualizações 9
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, vcs já podem começar a comentar, adoro receber os feedbacks de vcs ♡
Bjs

Capítulo 3 - Aulas


P.O.V Ariana

Na manhã seguinte, Mirana me encontrou ás nove em minha cabine, eu estava triste, abalada, não havia dito nada a Halsey nem a Nash, eu estava num beco sem saída.

Pensei em saídas alternativas, mas nenhuma me levava a lugar algum, nem mesmo trazia alguma solução.

—Vamos começar com as aulas...— disse Mirana

Acenei com a cabeça contendo a tristeza interior

—Mas que desânimo é esse garota? Vamos, vai ser mais divertido do que você pensa...

—Você vai se dar muito mal nessa...— disse com lágrimas se formando 

Mirana me virou de costas e me prensou contra a parede com as mãos com força.

Senti sua mão entrar por dentro da minha camisa fazendo com que eu ficasse congelada de medo.

Ela apertou forte meu mamilo

—Você vai fazer o que eu quero e vai ficar calada...— sussurrou ela em meu ouvido —Depois de um ano você volta e ninguém precisa saber do houve...

Minhas lágrimas escorreram desordenadamente, não sei se pela dor que ela me fazia sentir ou se pelo motivo de ter que aceitar ficar sob sua chantagem.

Ela se afastou devagar e só então eu percebi que minha respiração estava falhando

—Primeiro, você tem que ser muito mais vaidosa do que isso!— disse ela rindo

—Não vou conseguir fazer isso, e-eu gosto de ser uma garota simples!— respondi

Ela se aproximou novamente e apertou meu pescoço com força

—Então é melhor virar uma garota extravagante!— disse ela com raiva

Novamente se afastou e voltou a falar:

—Você chegará em casa e não precisa fazer muita coisa...tenho um irmão caçula chamado Carlinhos e uma avó doente de cama por conta da bebida...

Ela continou falando e quanto mais falava, mais eu ficava abismada.

Mirana era um monstro.

Sua mãe e seu pai eram riquíssimos e estavam sempre viajando, e para ela conseguir sair sem que a avó o dedurasse, ela a embebedava e por conta disso, ela contraiu diversos problemas no fígado, fazendo com que ficasse de cama.

Ela maltratava o pobre irmão de apenas nove anos, pois o pequeno sabia de coisas que poderiam acabar com a vida dela.

O namorado, Justin, já havia sido traído por diversas vezes, ela não o amava, apenas namorava com o pobre garoto para se fazer de "santa" para os pais; dentro da casa ela tinha uma cúmplice, a empregada, Lívia, que sabia de seus esquemas de tráfico de drogas e extravio de cartões de crédito. 

Mirana era uma bandida, um ser humano lixoso, que apesar da pouca idade, já havia feito muito mais do que muitos detentos por aí.

Sua prima Stephanie morava junto com eles na mansão, eram donos de uma fábrica de cerâmica muito importante na Inglaterra, levavam uma vida perfeita, e a pergunta que não se calava em minha mente era: Se ela leva uma vida tão perfeita, porque odiava tudo com tanta intensidade? 

Mirana terminou de falar sobre seus familiares e começou a me ensinar a agir como ela, me dar aulas de personalidade, coisa que não foi muito difícil de memorizar, mas não significava que eu conseguiria 100% como ela

—Nós só precisamos resolver o problema com a sua voz...é muito aguda!— disse ela

—Eu não vou conseguir ficar forçando!— disse

—Você pode dizer que eu parei de fumar...é isso, pelo menos é melhor do que nada! Ah! E você tem que levar alguns presentes que comprei durante a viagem, só pra não dizerem que não levei nada!— disse ela sorrindo maliciosamente 

                           ***

Os dias passaram rápido, nós levamos um tempo para reunir todas as roupas dela e pegar todas as malas. As roupas que ela usava eram muito diferentes das minhas, totalmente desconfortáveis e agarradas. Despistei Halsey e Nash para quando o cruzeiro atracasse de volta, eu conseguisse fugir sem eles me notarem.

Mirana me deu seu celular e ele ficou com o meu para garantir que eu não falasse com ninguém 

Eu já estava pronta, perfeita, vaidosa; MIRANA! Era esse meu nome de agora em diante.

Nós estávamos na proa do cruzeiro, faltavam apenas algumas horas para chegarmos.

—Quando atracarmos, meu motorista estará esperando por você na avenida Michingan. Vá direto para lá. Eu te ligarei de vez em quando para saber como estão as coisas...

Mirana continuou a falar, mas eu não escutava nada além de palavras vazias. Olhava para o horizonte e imaginava a emboscada interminável que a minha vida tinha sido amarrada



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...