História Ghost Rule - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei agora com tudo
Então vamos dividir essas “Noites" em três partes !
Obs.: Só quem é fã de Vocaloid, vai entender a referência dos títulos ! 😆👍😘

Capítulo 23 - Noite louca - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Ghost Rule - Capítulo 23 - Noite louca - Parte 1

Acordei no meio da noite e fui cuidadosamente até a cozinha. Tomei meu último remédio antes de cair em sknk total, ouvi vozes e fui em silêncio checar. 

– Você é um idiota. – Alone dizia para alguém 

– Deve ser de família, você também é. – Ouvi a voz de Rize

– Mesmo depois de eu ter dito aquilo sobre Evie, ainda sim...Vai continuar? – Alone dizia sério. Como assim ? O que tem eu ?

– Claro, vou conquistar ela primeiro. – Rize dizia confiante. Esses dois falam como se eu fosse um troféu a ser conquistado. 

– Quero só vê. Vamos apostar então, dois meses de salário e quem ganhar, pode beijar ela na frente de todos. Até mesmo na frente do perdedor! – Alone olhou para ele e Rize riu.

– Está certo. Só não vá me encher depois. – Rize disse sério. Esses dois idiotas, como ousam me apostar ?! Vou matar eles ! 

– Irei dormir, acho melhor fazer o mesmo. – Alone disse e então me escondi. Ele subia as escadas e então suspirei. Senti alguém me agarrando por trás. 

– Ai está minha ratinha. – Rize disse

– Me solte ! – Estava com raiva

– Evie ? Ei, o que foi ? – Ele ficou confuso, percebi que estava sem camisa.

– Ponha alguma camisa, seu idiota ! E-eu ouvi a conversa de vocês, me apostaram sem mais nem menos ! Como são horríveis ! – Falei baixo para ninguém ouvir.

– Hum... então o que acha de adiantar isso e ganhar ? – Ele disse com um sorriso no rosto estranho.

– O que quer dizer com...– Antes que eu terminasse, ele me um beijo doce e intenso. Rize me agarrou enquanto nós beijavamos. Ele parou e sorriu.

– Você é tão fofinha. – Ele me fitava

– Que saco...Eu preciso subir. – Eu desviava o olhar

– Eu te levo até seu quarto. – Rize estava feliz. Subimos e então abri minha porta, entrei mas quando fui fechar, algo impedia.

– Quer mais alguma coisa ? – Perguntei o desafiando.

– Não, não. Boa noite, ratinha. – Ele se virou e então suspirei. Enquanto recuperava o fôlego, ele se virou novamente para mim e me beijou.

– Mas que... – Coloquei a mão na boca.

– Boa noite, Evie. – Ele saiu rindo. Fechei a porta e fui rapidamente para a cama. Ele é o pior. Como vou dormir agora ? Aquele idiota, tenho que colocar um fim nisso.

Dormi com muita dificuldade. O sol estava em meu rosto. 

– Hora de levantar. – Ouvi uma voz me chamar

– Só mais cinco minutos. – Eu disse sonolenta

– Tudo bem, ficarei aqui com você até levantar. – Continuou

– É, tanto faz. – Sem saber quando era, não o impedi. Me virei e o abracei não sei por que.

– Desse jeito, vou acabar te atacando. – Ele riu ao final e então pude reconhecer a voz. 

– Rize ! – Abri os olhos direito e ele acenou para mim. – O que faz aqui ? Na minha cama ? 

– Seus irmãos pediram para te acordar, parece que eles gostam de mim. – Ele sorriu.

– E se alguém te visse deitado agarrado comigo ? – Me cobri com o cobertor. 

– Você teria que explicar, já que quem me agarrou foi você. – Ele foi chegando perto de mim, quando me dei por conta, ele estava em cima de mim e eu estava deitada. – Sabe, eu não ligo mais para aquela aposta. Vou fazer Evie minha agora mesmo. 

– Pare de brincar e vamos descer. – Eu ri de nervoso. Ele só pode estar brincando, não está falando sério não é mesmo ?

– Acha que estou brincando ? – Ele me fitou de um jeito diferente. Ouvimos batidas na porta.

– Evie, está na hora de levantar, por favor. – Era voz de Renji. Rize apoiou a cabeça em meu ombro e suspirou.

– Certo, já estou levantando. Muito obrigada, pode ir Renji​. – Olhei para a cabeça de Rize e fiz cafuné. Ele me olhou e me abraçou com força. Se levantou e saiu primeiro.

Sai cinco minutos depois dele. Fui até a mesa, minha mãe e Belinda estavam tomando café.

– Bom dia, querida. – Minha mãe disse 

– Bom dia, Evie. – Belinda disse e bocejou.

– Dia, aonde estão todos ? – Olhei para os lados.

– Já comeram e foram para suas tarefas. Hoje é um dia agitado. – Belinda disse. – Parece que só nos acordamos tarde. 

– Entendi. – Bocejei. Minha mãe sorria estranhamente. 

– O que foi? – Perguntei a ela 

– Como hoje é a festa do seu avô, vamos fazer compras ! – Minha mãe disse animada.

– Não...– Engoli seco

– Sim, Belinda vai conosco também. Não é fantástico ? – Ela disse sorrindo. 

– Obrigada pelo convite. – Belinda agradeceu. Essa não, vou ficar presa vendo coisas chatas por horas ! 

Acabei de tomar meu café e então me troquei, partimos então para as compras. Acho que isso ao menos me distrai um pouco. 

Quando voltamos, tudo estava arrumado e havia garçons por todo lugar. Havia também músicos, estava tudo lindo. Faltava só quatro horas para a festa, entramos em casa e tudo está perfeitamente limpo. Meu pai veio até nós. 

– Aonde estava com a minha filha ? – Ele disse para minha mãe.

– Ela também é minha filha, e estávamos fazendo compras. E se nós da licença, estaremos nos arrumando. – Ela disse passando por ele. Eu e Belinda rimos e seguimos ela. 

Entramos em meu quarto e inha mãe foi pegar a maleta de coisas dela. Fui tomar meu banho e quando saí, minha mãe estava pronta para me arrumar. 

– Com licença, senhorita Nears ? – Ouvi a voz de Amaya, ela me viu e ficou surpresa.

– Sim ? – Olhei para ela.

– A senhorita está linda. – Ela sorriu 

– Tem certeza ? Não acha que está muito exagerada ? – Me olhei no espelho e realmente estava diferente.

– Você só não está acostumada a usar maquiagem, mas garanto que está linda. – Minha mãe disse

– Sua mãe tem razão. – Belinda disse.

– Obrigada, Belinda. – Sorri de lado

– Idiota. – Ela disse envergonhada

– Ah sim, o senhor Nears mandou avisar que só faltam meia hora. Por favor, desçam assim que der. – Amaya disse 

– Está bem. – Minha mãe disse e então Amaya se retirou. – Hora de colocar o vestido.

– Sim...– Suspirei e ela me ajudaram a colocar o vestido.

– Agora, os sapatos. – Belinda disse.

– Acho que não vou conseguir andar com isso. – Fiquei meio receosa

– É só andar do jeito que te ensinei lá na loja. - Minha mãe disse e suspirei. Finalmente todas estávamos prontas. Descemos uma atrás da outra. Os meninos estavam na sala, menos Alone e Rize.

– Uau ! Belinda e Evie estão lindas ! – Dean disse sorrindo, Ryoma e Thomas concordaram. Meu pai olhou para minha mãe, estava impressinado.

– Selena. – Ele cumprimentou ela.

– Robert. – Ela olhou para ele. – Sua gravata está apertada, não aprende nunca. – Ela ajeitava para ele.

– Obrigado. – Meu pai suspirou. Estranho, eles parecerem um casal...


Notas Finais


Até a segunda parte gente !
MusicAC 😂💜
Muito fácil essa referência gente huahushahuahsh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...