História Ghost Town - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 3
Palavras 336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi💜Espero que gostem, boa leitura💜

Capítulo 16 - Torturada


Fanfic / Fanfiction Ghost Town - Capítulo 16 - Torturada

Desmaiei em algum momento da minha tortura e quando acordei estou frio, escuro e chovendo. Cheguei perto de uma poça e vi me reflexo. Eu tinha um corte que passava pela orelha esquerda, passava pela boca e terminava na orelha direita e outro grande na garganta. Ainda estavam vermelhos e um pouco abertos mas não sangravam mais. Meu corpo todo estava doendo mas fui andando até a minha casa mesmo assim. O caminho da floresta até a minha casa nunca tinha sido tão longo. Quando cheguei em casa minhas pernas tremiam e antes mesmo de eu bater à porta Cami já estava lá me esperando.
              -MEU DEUS! Mãe vem aqui! A Anni tá machucada!-Disse minha irmã.
              Quando minha mãe chegou ela estava assustada. Mas antes mesmo de me deixar explicar ela me ajudou a subir e mandou Camilla ir buscar panos úmidos e levar para meu quarto. Chegamos no quarto e ela me deitou na cama. 
               -Quem fez isso?-Minha mãe disse com um olhar mortal.
               -Não importa mãe. As marcas já estão quase sumindo.-E era verdade. Agora só tinha uma marca rosada que desapareceria pela manhã. 
                -Foi o Julian não foi? Aquele moleque. Minha irmã devia tê-lo criado melhor.
                 -Mãe, eu acho que agora a única coisa de que preciso é dormir.-Minha mãe suspira e olha para mim com um olhar triste.
                 -Tudo bem, vou deixar você dormir.-Diz minha mãe. Ela estava quase indo embora quando se virou de novo.-Esqueci de dizer, sua professora veio aqui hoje é disse que você ainda não entregou o trabalho. E, que você tem até segunda para entregá-lo.
                O trabalho de início de ano. Tinha me esquecido completamente. 
                -Tudo bem. Faço o trabalho amanhã. 
                -Anni-Disse minha mãe na porta.-Não quero que fale com o neto da Dona Eliza de novo. 
                 Eu ia perguntar o por que mas ela já tinha saído. Minha mãe sempre se deu bem com os vizinhos. Por que isso agora? Meus olhos estavam pesados e, em algum momento dos meus devaneios, cai em um sono pesado.


Notas Finais


Desculpem qualquer erro ortográfico:')
Ficou curto desculpa ~_~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...