História Ghoul College - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Ayato Kirishima, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Juuzou Suzuya, Ken Kaneki, Kishou Arima, Personagens Originais, Rize Kamishiro, Shuu Tsukiyama, Touka Kirishima, Uta, Yoshimura
Tags Ayahina, Touken
Exibições 28
Palavras 688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo minna, como prometi planejei bastante a fic e aqui está, então...




BOA LEITURA MINNA-SAN ^^

Capítulo 1 - Tentando Voltar Á Normalidade.


Fanfic / Fanfiction Ghoul College - Capítulo 1 - Tentando Voltar Á Normalidade.

POV’S Kaneki on

Era quase de manha e eu já estava na sala sentado com duas criaturinhas de cabelos brancos como o meu em meu colo, meus dois filhos gêmeos, ambos seriam idênticos, mas Shironeki meu filho mais novo é um garoto e minha filha Ana é uma garota e também ela é mais alto que ele. Eu tinha apenas dezenove anos quando os tive, na verdade os dois foram um acidente em um dia normal que eu estava ficando com uma garota, mas de qualquer jeito eu os amo, mas ela os abandonou então passei a odiá-la com todas as minhas forças.

Mas aí vocês me perguntam, por que em plenas duas da manha eu estou na sala com meus dois filhos. Simplesmente porque os dois passaram mal ao mesmo tempo.

Eu sorri acariciando seus cabelos brancos, ambos tinham cabelos longos e lisos com apenas alguns cachos nas pontas e olhos cinza escuros como os meus. Na verdade eles são idênticos a mim.

Ana apenas abriu um dos olhinhos e sorriu e eu apenas acariciei levemente o seu rosto, realmente meus filhos são idênticos a mim.

- Otou-san? Já tá na hora de acordar? – Me perguntou coçando o olhinho.

- Não, não. Pode voltar a dormir, ainda falta muito tempo.

Ana assentiu e voltou a se deitar, quando ela dormiu, eu a deixei com Shiro e subi as escadas para poder arrumar os uniformes deles, já que eles já estavam melhores, só estavam com uma gripezinha normal.

Deixei a pequena farda dos dois em cima de suas camas junto de um moletom para cada – Já que estava bem frio – E assim que terminei voltei para o sofá e dormi ali mesmo.

Depois de algumas horas acordei com duas mãozinhas me balançando, assim que eu abri meus olhos vi Ana na minha frente emburrada.

- Otou-san! Estamos com fome!

- Desculpa filha, mas acabei dormindo aqui de madrugada, vão trocar de roupa que eu vou fazer o café.

- Sim! – Gritaram os dois correndo para o segundo andar.

- Não corram – Gritei mesmo sabendo que eles não me ouviriam.

Comecei a fazer o café, fiz suco, panquecas e café para mim. Depois de alguns minutos meus filhos desceram as escadas. Quando eu terminei de cozinhar nós comemos e eu peguei o pente para pentear os cabelos de ambos.

- Prontinho, Ana, Shiro, vão pegar suas mochilas que a gente já vai.

- Certe otou-san! – Exclamaram indo pegar suas mochilas me fazendo sorrir.

Realmente eu nunca esperava que aos dezenove anos minha vida de pegador iria se acabar por causa dessas duas pessoinhas, mas eu acho que fez bem para mim. Depois que eles nasceram eu me tornei mais responsável e mais feliz.

Saí dos meus pensamentos com duas pequeninas pessoas puxando minha calça, baixei minha cabeça vendo meus filhos me olhando.

- Otou-san, o senhor está bem? – Me perguntou Shiro fazendo Ana concordar, eles estavam com olhares preocupados.

- Ah... Sim eu estava pensando... Vocês já estão bem pra ir pra escola?

- Hai! E se o Shiro-nii passar mal eu cuido dele!

Eu sorri Ana sempre protegia o Shironeki em quaisquer circunstancias, ela dizia que era seu dever como irmã mais velha.

- Otou-san... Leva a gente nos ombros? – Perguntou-me Ana esperançosa e eu apenas suspirei e dei um sorriso abaixando.

- Subam! – Eles deram um sorriso gigante o que me deixava muito feliz.

Cada um subiu em um ombro meu e peguei suas mochilas. Tranquei a porta e saí correndo até a escola de meus filhos. Eles riam e gritavam eufóricos enquanto eu corria, varias pessoas nos olhavam sorrindo e varias garotas me olhavam suspirando.

Antes de ter meus filhos eu iria nelas no me mesmo momento, mas depois de ter meus pequenos eu parei, mas ainda penso o que teria acontecido se eu não os tivesse.

Retirei esses pensamentos de minha cabeça e parei assim que cheguei na escola de meus filhos eu os tirei das minhas costas e entreguei suas mochilas dando um beijo na testa de cada um os deixando ir para a escolinha... Bem... Agora tenho que ir para a faculdade...

 

 

 

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...