História Giftword-Garagem das suspensões - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Turma da Mônica Jovem
Personagens Aninha, Carmem, Cascão, Cascuda, Cebola, Denise, Do Contra, Franjinha (Franja), Magali, Maria Cebolinha, Marina, Mônica, Titi, Xaveco
Tags Giftword, Tmj, Turma Da Mônica Jovem
Exibições 42
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OI Gente!!!!!!!
Calma não me matem eu sei que eu demorei mas é porque eu estive muito sem tempo nesses dias. E também não me batam por causa do titulo do capitulo é que as vezes eu gosto de estragar a felicidade dos personagens.
Então curtam o capitulo.
-Mel

Capítulo 20 - Cascuda ganhou um aliado!


Narração: Mônica

Estava ansiosa. Será que finalmente vão me contar oque a Cascuda fez? E oque será que a Denise está aprontando?

-O babado é o seguinte, agente só vai esfregar nossa felicidade na cara da Cascuda! –Disse Denise e todos nós começamos a rir.

-Denise não acha que está sendo muito criança? –Pergunta Cebola com sarcasmo.

-Meu amor, você sabe que eu te acho linda, perfeita, maravilhosa... –Começou Xaveco -Mas ele tem razão.

-Até parece que vocês não sabem que a coisa que os vilões mais odeiam é a felicidade dos inocentes! –Ela disse cruzando os braços.

Ficamos em silencio apenas olhando para ela, em um certo ponto ela tinha razão. E claro ela teve que se gabar por isso, senão não seria a Denise que conhecemos:

-Quem é a criança agora? –Ela disse cruzando os braços.             

-Tá e... –Cascão vez um sinal para ela continuar.

-E que a gente vai apagar esse fogo dela com a pior inimiga dela! – Ela disse e nós no geral, ficamos com cara de tacho.

-Que seria? –Perguntou Magali.

-A Mônica lógico! –Disse Denise como se fosse obvio.

Resolvi retrucar não vão jogar isso para cima de mim, ah ela não vai mesmo.

-Olha não sou eu que fica brigando com ela toda semana! –Disse para Denise.

-Ai mona eu não arrumo briga com ela toda semana! –Ela disse revirando os olhos.

-Ela briga com a escola inteira por uma semana. –Disse Marina apontando para Denise.

-Tá mas continua! –Disse Titi parecendo interessado na conversa. De onde saiu esse interesse todo em uma besteira da Denise.

-E o que deixa a Mônica mais feliz? –Denise perguntou e ninguém respondeu.- O Cebola! –Ela disse batendo palminhas.

O meu queixo e o do Cebola foi ao chão, como? Essa Denise é louca só pode. A sala estava em silencio. Como eu queria que esse sinal tocasse logo. E que isso fosse tudo uma brincadeira, mas se conheço a Denise ela nunca brinca quando o assunto é “inimigos”.

-Ai o babado é o seguinte: Vocês... –Ela disse apontando para mim e para o Cebola. – vão fingir que estão namorando! –Ela disse com aquele sorriso “Denise”.

-Como é? –Perguntei confusa.

Dei uma rápida olhada em Cebola que estava com os olhos arregalados.

-E saibam que aqueles beijinhos que vocês  deram foram só para treinar. Tá porque aquilo nem é algo que se chame de decente! –Ela disse cruzando os braços.

-Denise você bebeu antes de vir para cá? –Perguntou Cebola levantando uma sobrancelha.

-É melhor você maneirar no todinho! –Diz Magali com uma cara irônica.

-Eu não vou fazer isso. –Disse tentando parecer normal mas aquilo era realmente muito tentador.

-Quem disse que eu testou pedindo –Disse Denise com uma cara confusa, mas logo mudou sua expressão- Eu estou obrigando vocês me devem um favor.

Nota mental: Nunca aceite qualquer proposta da Denise.

-E isso vai começar hoje. Porque... –Ela foi interrompida pelo sinal da escola.

Ficamos parados, sentados nas carteiras... Quando a porta se abre e olhamos para elas ficamos tipo: Que porra é essa? (sim é a primeira vez que eu xingo).

-Para tudo! –Diz Denise.

Ah esqueci de comentar oque está acontecendo, foi mal.

Cascuda chegou na sala de mãos na sala com Toni, mas ele não era amigo da “galera”? Ele chegou e sentou no MEU lugar sem cerimonia nenhuma. Cheguei perto da minha carteira e peguei minha mochila, e fiquei lá olhando para cara do ser esperando ele sair do meu lugar, mas ele nem olhou na minha cara.

Cebola pegou em minha mão e sussurrou no meu ouvido:
“Vamos”

E eu pensei a mesma coisa que coisa que você está pensando, vamos pra onde. Não deu tempo nem para eu perguntar, que ele já estava me arrastando para o antigo lugar do Toni.

Confesso que sentar no fundo não é uma das melhores sensações. Mas é melhor do  que ficar perto da Cascuda, não liguem pra isso peguei da Denise.

A professora chegou na sala e logo mandou um olhar “fatal” para nós depois falou:

-Magali, Cebola, Mônica,- Opa oque tem meu nome? –Marina, Cascão, Titi, Denise e Xaveco estão sendo chamados na diretoria.

Após isso abriu um sorriso e começou a passar a matéria no quadro, antes mesmo de nos levantarmos Denise já estava falando para nós pegarmos nossas mochilas oque é totalmente desnecessário, mas se tratando de Denise a gente não pode contrariar.  

Pegamos as mochilas e saímos para a diretoria oque querem agora? Estávamos cruzando o pátio quando Cebola pergunta:

-Para que a mochila? –Ele pergunta encarrando Denise.

-Ai fofo você acha mesmo que vamos ficar aqui, quando podemos sair?! –Denise diz fazendo a sua típica cara de convencida.

Opa, opa, opa! Ela está insinuando que vamos cabular aula? Ok eu nunca fiz isso na vida. Mas oque eu posso fazer? Como eu disse, Denise não se pode contrariar.

Entramos na diretoria e nós acomodamos. Esperamos o professor chegar, aí eu te pergunto que tipo de pessoa te convida para um local e não está lá. Então eu tentei puxar assunto com o pessoal:

-Oque vocês acham que ele vai fazer? –Perguntei.

-Aposto que vai nós dar suspenção, e também aposto que isso é coisa da Cascuda.  –Disse Magali cruzando os braços.

-Como você tem certeza? –Perguntou Cascão cruzando os braços também, isso vai dar ruim.

-Eu não tenho certeza, mas vindo daquela lá eu não duvido nada. –Ela respondeu  ele.

-Nossa mais uma para jogar a culpa na coitada. –Cascão disse, serio isso?

Todos nós olhamos para ele com repreensão. E como vocês já devem ter imaginado não demorou muito para a Denise dar “pit”.

-Garoto você não se lembra do que aconteceu, anos atrás? Você... –Denise foi interrompida pelo professor entrando.

-Desculpe pelo atraso... –Denise interrompeu ele:

-Por que você sempre nós interrompi?

-Eu só queria avisar que resolvi retirar o castigo de vocês... –Ele disse.

Isso era bom...

-Mas vou ter uma conversa muito seria com a seria Denise! –Continuou.

Isso não era bom...

-Estão dispensados! Menos você! –Ele disse apontando para Denise.

 


Notas Finais


Então gostaram ou não?
Beijos
-Mel


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...