História Girl Crush and I - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mamamoo
Personagens Hwasa, Moonbyul, Personagens Originais, Solar, Wheein
Tags Mamamoo, Moonbyul, Moonsun, Solar
Exibições 75
Palavras 521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Fifteen


SOLAR POV

Era mais ou menos meia-noite. E estávamos no aeroporto, esperando a hora do nosso voo. Eu só não contava com uma coisa: A minha mãe estava lá. Quando a vi, puxei a Byul para o banheiro. 

- O que foi? - ela perguntou, estranhando a minha reação.

- A minha mãe está aqui. 

- O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO AQUI, YONGSUN? - ouvi a minha mãe gritar. Era o fim.

Ela me deu um tapa na cara e saiu me arrastando pelos cabelos do banheiro. A Byul protestava, mandando ela me soltar, mas ela não deveria fazer isso. 

A culpa nem era dela.

Era minha, por ter colocado ela nessa pequena guerra que eu tinha com os meus pais.

- PARE AGORA! - ela gritou e a minha mãe parou. Mas ainda puxava os meus cabelos. Era o hobby favorito dela.

- O que você quer sua delinquente?

- Como você pode tratar a sua filha assim? Não sabe o que ela sente por tratá-la dessa maneira? Você não é uma mãe. Você é um monstro traiçoeiro que não ama. Se você acha que isso é a melhor maneira de educa-la, você está terrivelmente enganada! Você é um ser sem coração. Nas suas veias devem correr gelo no lugar de sangue! - Byul falou. Eu nunca me senti tão culpada quanto eu estava sentindo.

- QUEM É VOCÊ PARA DECIDIR COMO EDUCO A MINHA FILHA?

- SOU A ÚNICA AMIGA DELA, SUA NOJENTA! - a minha mãe desferiu um tapa na cara da Byul.

- OLHA AQUI SUA PIRRALHA...

- MÃE PARA! - eu intervi, antes que acontecesse o pior. - FUI EU. EU A OBRIGUEI A FUGIR COMIGO!

Ela me arrastou para fora do aeroporto, chamou um táxi e me jogou dentro.

[...]

Eu estava sem chão.

Nunca havia apanhado tanto dos meus pais. As minhas costas estavam cheias de sangue. 

Eu estava basicamente morrendo. Talvez eu estivesse dramatizando um pouco, mas a dor era imensa.

Peguei o velho diário que fazia meses que eu não pegava. Eu só pegava ele quando eu me cortava e voltarei a fazer isso.

Querido diário, 

Hoje o dia foi terrível. Eu estava prestes a me livrar desse inferno quando a minha mãe apareceu no aeroporto e me tirou de lá pelos cabelos. O pior de tudo foi ver o tapa que ela deu na Byul. 

Byul. Ela me apoiou e deve estar sem entender porque eu assumi toda a culpa.

Eu nunca vou permitir que alguém machuque ela. Vou protegê-la até a morte! Isso eu juro a mim mesma. Mas por enquanto, vou matar aula para ela não ver os roxos do meu rosto e muito menos perceber que meus pais me deram cintadas nas costas. Eu nunca fiz tamanha coisa. 

Será que eu realmente sou uma pessoa ruim? Eu só quero protegê-la, já que não posso amá-la. E, eu amo ela. Disso eu tenho toda a certeza. Eu só queria voltar no tempo e ter inventado uma mentirinha que a despistasse. Mas, eu acabei dizendo tudo e colocando ela nisso.

Será que realmente...O meu destino é ficar condenada ao sofrimento?


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...