História Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, Hentai, Imagine, Jungkook, K-pop, Namjin, Romance, Shoujo, Violencia, Yoongi
Exibições 367
Palavras 947
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Como assim galera??? Hoje á 01:00 nós alcançamos 300 favoritos!!!
Ainda não acredito que tem gente que realmente lê o que eu escrevo!!!
Muito obrigada mesmo pessoal, eu fico cada vez mais animada com o crescimento dessa fanfic!!!
Espero que um dia Girl In Luv alcance 500 favoritos (se iludindo)!!!

Calminha aí, eu ainda não acabei!!!
Hoje é aniversário do nosso Chinchim!!!
Parabéns para quem merece o triplo do que tem e mais ainda!!!
Te amo Jiminie <3

Deixa de enrolações e espero que gostem!!!

Capítulo 67 - A Festa


Fanfic / Fanfiction Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 67 - A Festa

Paramos a van na frente da balada e entramos, eles realmente haviam pago para a noite ser só nossa! Descemos e fomos para dentro do lugar, me surpreendi ainda mais!

Era maravilhoso! Diferente de qualquer balada que eu já vi, havia uma mesa com algumas comidas, ao lado de um salão com mesas e de frente para a pista de dança, a pista era totalmente iluminada e havia vários puffs com iluminação dentro! Era tudo simplesmente incrível!

Eu e as meninas entramos com o maior ânimo, deixamos as bolsas em uma mesa e logo os meninos entraram conversando.

Fiquei magoada ao me lembrar que Muffin não poderia entrar na balada por ter somente 15 anos, mas acho que poderíamos ter problemas se a trouxéssemos.

– Pessoal, como é o esquema das bebidas? – perguntei

– Vai ser assim – Diego se aproximou de mim – Quem é maior de 18, vai poder beber a vontade e quem for menor, pode beber no máximo três batidas de fruta com álcool.

– Tem fiscalização? – perguntou João Pedro

– Nem se preocupem comigo pessoal – Clarisse sorriu – Nem pretendo beber!

Todos riram, mas eu sinceramente estava bem aliviada! Logo fui para a mesa de comes e bebes, peguei alguns petiscos queijo, o lugar era realmente muito refinado. Enquanto comia alguns queijos, pedi uma batida com frutas vermelhas, eu mal podia sentir o gosto do álcool apesar de sentir seu efeito.

Depois de comer alguns queijos que me lembravam o incidente de Yoongi, já estava me sentindo alterada pela bebida, mas não bêbada, eu estava animada!

Fui para a pista de dança e Alice, Luiza, Andressa e Clarisse me seguiram, começamos á dançar e o DJ mudou á playlist para algo mais animado e os meninos vieram nos acompanhar.

Eu dançava enquanto conversava com Fernando, ele me contava de todos os preparativos para a festa.

– Como conseguiram reservar o lugar só para nós? – perguntei

– Minha família é amiga no dono, então ele fez um descontinho e por ser meu aniversário ficou mais barato ainda, fizemos uma vaquinha e deu tudo certo! – respondeu animado

– Mas mesmo assim, deve ter saído caro! – continuei

– Nem tanto, como somos em poucas pessoas, só contratamos dois seguranças: um que fica numa sala de controle e aquele que está na porta, temos um batender, um DJ, um cozinheiro e só!

– Vocês planejam isso há quanto tempo? – perguntei pasma

– Desde que você se mudou por isso seus pais marcaram exatamente nessa data.

Não pude conter um sorriso, meus melhores amigos se uniram e fizeram o maior esforço por mim!

– Obrigada Fer! – o abracei e todos gritaram – Eles estão bêbados não é?

– Sim – riu

Continuamos dançando e conversando, até que o DJ trocou a playlist por um estilo musical que eu sinceramente não gosto, então sai da pista e fiquei apoiada na parede assistindo á todos os meus amigos, sendo a maioria bêbados dançando.

Logo Diego veio ao meu encontro pra me levar de volta para a pista, mas disse que não estava a fim de dançar, ele se apoiou na parede como eu e começamos á conversar.

– Sua mãe te avisou que você vai sozinha visitar o seu irmão? – disse voltando seu olhar para a pista

– Não, as visitas não são acompanhadas? – perguntei

– Sim, por um fiscal, será você, ele e o fiscal.

– Eu sinceramente não sabia, eu esperava mais alguém por perto, não sei ao certo se estou pronta o suficiente para encarar o Josh.

– Se quiser, eu posso ir com você?

– Não Diego! Imagina, nem se preocupe, é bom eu ficar á sós com ele, depois de tudo.

– Todos nós já sabemos o que houve, sua mãe nos contou tudo, todos nós ficamos muito preocupados, principalmente eu!

– Por que principalmente você?

– Quem iria cuidar de você lá? – ele deu um sorriso malicioso

Aquele sorriso me estressou! Pelo amor de Deus (ou do seu bias), eu já tenho idade, maturidade e massa cinzenta o suficiente para sobreviver sozinha! E eu não estava sozinha, estava com meus amigos, gente que se preocupava comigo e um namorado muito dedicado que sempre deu o melhor de si e ainda me dizem “Quem cuidaria de mim?”!

– Sabe Diego, você já é meu ex-namorado há muito tempo! – esbravejei – Eu mudei, eu evolui (virou a Pokémon ~tá parei), já não sou a garotinha mimada de quando eu vivia no Brasil! Á quilômetros daqui, eu tenho seis amigos e um namorado que cuidam de mim! E mesmo se eu não os tivesse, eu estaria nos Estados Unidos vivinha!

– Você não entende mesmo né? Eu me preocupo com você, porque gosto de você, e é assim que me trata? – reclamou

– Você nunca me mandou uma única mensagem desde que eu me mudei e agora vem com “Eu me preocupo com você”, chega né? Vamos parar de hipocrisia!

– Você não é a mesma garota que eu namorei – revirou os olhos – Mas ainda é minha melhor amiga – forçou um sorriso e foi para pista

Assim que o mesmo foi para a pista de dança, fiz sinal para o DJ mudar a playlist, e assim começaram as músicas que me agradavam, voltei para a pista de dança e fiquei dançando com as garotas, até sentir um João ao meu lado, mas também né? Parece assombração!

– Você está linda sabia? – João me chamou

– Obrigada, você também – brinquei com a gola de sua camiseta

– Obrigado, está gostando da festa?

– Muito, vocês pensaram em tudo mesmo!

– Eu sinceramente acho que isso é demais, poderia ser algo mais simples até!

– Entendo, mas melhor sobrar do que faltar né? – sorri

Ele riu e me puxou brutamente pela cintura, logo me beijou, ou tentou! Coloquei a mão na frente de seus lábios e o empurrei.

– João, o que pensa que está fazendo...?


Notas Finais


Obrigada mais uma vez pessoal!!!
Beijo da Tia Nina para vocês!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...