História Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, Hentai, Imagine, Jungkook, K-pop, Namjin, Romance, Shoujo, Violencia, Yoongi
Visualizações 510
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo saiu um pouquinho comprido...
Espero que gostem <3

Capítulo 68 - Memórias


Fanfic / Fanfiction Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 68 - Memórias

- Eu vou te beijar – disse João tentando me abraçar novamente

- João, me solta agora se você tem amor aos seus filhos – falei irritada

- Não tenho filhos, então não te solto! – devolveu provocativo

O olhei sorrindo maliciosa, ele sorriu e tentou me beijar mais uma vez, lhe dei um chute nos países baixos, ele se contorceu e me soltou logo se sentando no chão.

- Poxa _____, agora eu entendo porque meus filhos! – seus olhos lacrimejaram – Belo chute, me desculpa.

- Tudo bem, por favor, pare de me paquerar – fui até ele e beijei sua bochecha – Desculpe pelo chute, mas você que causou isso!

- Eu entendo, desculpe mesmo – ele se levantou

- Tudo bem – o abracei e ele retribui um pouco desconfiado

Voltamos a dançar, comecei á beber mais um pouco e sinceramente era minha primeira vez bebendo “para valer”! Logo comecei á ficar meio doida, fui para a pista e só me lembro das luzes da pista. Depois de um tempo acordei dentro da van, eu estava deitada no banco com... Fernando?

- Fer – o chacoalhei – O que aconteceu?

- Ah, dormiu bem? – perguntou

- Sim, por que estamos aqui?

- Fica calma, você estava com sono pela bebida e me pediu para te trazer para a van, só que eu fiquei preocupado do João vir aqui enquanto você estivesse sozinha, e acabei dormindo com você. Mas pode ficar tranquila, você só dormiu, não fez nada errado.

- Obrigada Fer – sorri – Vamos voltar para a festa? Estou com fome!

- Eu também – riu

Fomos para a festa que estava animada ainda, Clarisse, Andressa e Isabella estavam na pista dançando, João estava sentado em uma mesa paquerando a Alice, na outra mesa estavam Pedro Paulo e Luiza se beijando, e o resto estava comendo. Eu e Fernando fomos para a mesa onde estavam as comidas e o cozinheiro havia preparado ravióli de cogumelos ao molho branco, parece estranho, mas é realmente uma delícia! Eu e Fernando pegamos um pouco e fomos para a mesa, todos estavam esfomeados, então nem conversavam.

Começamos á conversar depois de todos terem comido, então as horas foram passado e o DJ teve de ir embora. Fernando foi até a van e pegou seu violão, eu o seguia com o olhar, ele deixou seu violão na pista de dança e pegou dois bancos. Ele se sentou em um e me chamou para me sentar no outro, ele me entregou o microfone que antes pertencia ao DJ.

- Uma festa não é uma festa sem música – ele sorriu – Que música quer cantar?

- Am I Wrong – corei ao ver meus amigos sentados no chão da pista me encarando

Fernando sorriu para mim e começou á tocar a melodia da música, logo comecei a cantar, meus amigos começaram a cantar comigo no refrão. Continuamos assim e cantamos outras nove músicas, o dono da balada nos avisou que em breve a mesma fecharia, então pegamos nossas coisas e começou o passeio pela cidade para deixar cada um em sua casa, fiquei por última. Assim que Fernando parou a van, me despedi beijando sua bochecha e minha mãe gritou o convidando para entrar.

- Posso? – me perguntou

- Com certeza – sorri

Ele estacionou a van e foi comigo para dentro de casa, minha mãe havia preparado pães de queijo, ficamos na sala conversando e comendo os pães de queijo até que deu o horário e ele voltou para sua casa, fui para o meu quarto, tomei um banho rápido e vesti meu pijama, deitei em minha cama e fiquei olhando o teto pensando em Jungkook, era a primeira noite em que eu dormiria sozinha, sempre dormia com ele e quando brigamos, eu dormia com Jimin.

Lembrei-me que sempre que me sentia sozinha, eu ia dormir com meu irmão, me levantei e fui para o seu quarto, ao abrir a porta me lembrei que ele não estava ali. Voltei ao meu quarto e percebi que realmente não conseguiria dormir, resolvi ligar o Skype e vi que Jungkook estava online, no mesmo instante liguei para ele que me atendeu sonolento.

*Ligação (com vídeo) on*

_____: Oi biscoito

Kookie: Oi uvinha

_____: Tudo bem?

Kookie: Tudo e você?

_____: Mais ou menos, por que está acordado?

Kookie: Não tem ninguém para dormir comigo e você?

_____: Mesma coisa – sorri

Kookie: O que você fez hoje?

_____: Fui à festa de aniversário do Fernando

Kookie: A festa foi boa?

_____: Foi sim, menos pelo João tentando me beijar, mas ele não conseguiu – dei risada – Só meu biscoito pode tocar nos meus lábios – um sorriso bobo se formou em seu rosto

Kookie: Vai visitar seu irmão amanhã né?

_____: Sim, estar em casa e não ter ele enchendo meu saco faz falta!

Kookie: Também me sinto assim, hoje eu e os meninos ensaiamos bastante e eu torci meu tornozelo – seu sorriso foi embora

_____: Machucou muito?

Kookie: Uma semana enfaixado e dez dias em repouso.

_____: Veja pelo lado bom, chego aí na segunda-feira de manhã, você me busca no aeroporto e passamos a tarde juntos! – fiz um coração com as mãos

Kookie: Tomara que dê tudo certo, ah! – Jungkook caiu da cadeira e os meninos apareceram na câmera.

Jin: Oi _____, tudo bem com você?

Kookie: Alguém me ajuda, por favor? – gritou

Namjoon: Espera aí biscoito!

_____: Ajudem ele gente!

Hoseok: Só pode pegar comida do chão depois de cinco segundos, já estragou! – riu

Kookie: Muito engraçado! – Kookie se levantou com a ajuda de Yoongi – Obrigado hyung!

_____: Como vocês estão?

Todos: Com saudade de você!

Yoongi: E da sua lasanha! – todos riram e Yoongi corou

_____: Segunda de manhã eu estarei de volta – sorri – Yoongi compre os ingredientes que eu faço lasanha para você.

Kookie: Ainda está longe, amanhã é sábado, são dois dias sem você, assim a gente vai morrer né galera?

_____: Duvido – logo que falei isso todos fingiram desmaiar

Yoongi: Ah – gritou – Quem me chutou?!

Taehyung: Desculpa hyung!

_____: Pessoal, eu tenho que ir, amanhã eu irei visitar meu irmão na clínica.

Todos: Boa noite _____ - gesticularam um beijo

_____: Boa noite! – mandei um beijo e eles saíram do quarto me deixando sozinha com Kookie

Kookie: Boa noite uvinha, eu te amo muito, tome cuidado amanhã, okay?

_____: Boa noite biscoito vê se cuida desse tornozelo! Também te amo – mandei um beijo e desligamos a chamada

*Ligação off*

Resolvi tomar um banho mais relaxado, fui para o quarto de meu irmão, porque o banheiro dele tem banheira e o meu não, enchi a banheira com água quente e entrei, fiquei lá relaxando até ouvir o despertador do meu quarto, me enrolei na toalha e fui para o meu quarto.

Vesti uma saia florida, um cropped branco e um chapéu preto, calcei meus tênis e peguei minha bolsa, desci para preparar o café da manhã para os meus pais, fiz algumas panquecas, waffles e suco de laranja. Quando desceram ficaram pasmos.

- Filha, os seus amigos te escravizam? – minha mãe brincou

- Não mãe, por quê? – perguntei confusa

- Antes de se mudar, você mal lavava um prato quando eu pedia, e agora preparou uma ceia sem eu pedir! – ela sorriu

- É mamãe, seu bebê cresceu! – beijei a testa de minha mãe e fui para a clínica do meu irmão.

Logo que cheguei lá vi que o lugar era maravilhoso, recebi as instruções e fui encontrar meu irmão, ele me abraçou e vi lágrimas querendo escapar de seus olhos.

- Que saudades de você pequena! – ele dizia no abraço

- Também sinto sua falta Joshua! – apertei o abraço...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...