História Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, Hentai, Imagine, Jungkook, K-pop, Namjin, Romance, Shoujo, Violencia, Yoongi
Exibições 347
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AVISO IMPORTANTE

Nesse capítulo eu cito o nome de três remédios, nenhum desses remédios realmente existem, é só para deixar com um clima mais tenso e até uma vibe mais médica mesmo. As doenças realmente existem!
________________________________________________________________________________________________

Espero que gostem do capítulo <3

Capítulo 69 - Save You


Fanfic / Fanfiction Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 69 - Save You

- Senhorita leia as instruções! – disse um enfermeiro

- Perdão – falei baixinho e envergonhada pela bronca

- Não trate minha irmã assim! – Joshua esbravejou e o enfermeiro saiu de perto de nós permanecendo na sala

Sentamos-nos em um sofá e me aconcheguei em seus braços, tudo que havia acontecido simplesmente evaporou de minha mente, comecei á ler o folheto com as instruções como o enfermeiro havia mandado.

 

Instruções de visita

 

1º - Proibida a visita sem acompanhamento de um enfermeiro ou supervisor.

2º - Proibida a entrada de visitas no quarto do paciente.

3º - Evitar tocar no assunto do “motivo” de o paciente estar na clínica.

4º - Respeitar os horários de visita.

5º - Para mais informações, entre em contato com a administração.

 

Na parte de trás do folheto, há um mapa da clínica, e uma legenda de onde é permitido ou não ir. O que mais chamou minha atenção foi o fato de os quartos, a enfermaria ou farmácia e os jardins serem lugares proibidos. Meu irmão viu minha expressão e olhou o folheto comigo.

- Os pacientes não podem ver o folheto. – disse o enfermeiro

Olhei para meu irmão e ele colocou a mão em minha coxa, como se dissesse “obedeça ele”. Guardei o folheto em minha bolsa e apoiei minha cabeça no ombro de Joshua e o mesmo começou á acariciar meus cabelos.

Começamos á conversar, mas eu percebia algo de diferente no meu irmão, ele nem tocou no assunto de onde eu estava morando, ou como estavam as aulas, perguntou de nossos pais e de meus amigos.

- Irei pegar o almoço de vocês, volto em breve. – disse o enfermeiro e saiu da sala

Meu irmão me tirou de seus braços e fechou a porta, trancando a mesma, ele veio até mim e pegou em minhas mãos, seus olhos me encaravam com fúria?

- Você confia em mim? – perguntou

- Do que você está falando, Joshua? – respondi assustada

- Você confia em mim? – repetiu

Fechei meus olhos ainda segurando suas mãos, as cenas de ele me batendo, tentando me agredir sexualmente, do meu sangue escorrendo e por fim os seus gritos de ameaças voltaram a minha mente, toda a dor daquele momento estava de volta em meu corpo. Sentia o coração acelerado, minhas mãos passaram a tremer e ele as apertou cuidadosamente me fazendo abrir os olhos.

- Não temos muito tempo, confia em mim? – perguntou mais uma vez

- Confio – falei firme e vi um sorriso se formar em seus lábios

Ele abriu minha bolsa ás pressas e pegou o folheto que eu havia recebido, abriu o mapa na mesa e pegou uma caneta, ele fez algumas anotações e logo voltou até minha direção e me abraçou.

- Precisamos de mais privacidade para conversarmos, nós vamos pular a janela e nos esconder no meu quarto, quando o enfermeiro perceber nossa ausência, ele tocará o alarme e a tranca dos quartos serão ativadas. – ele olhava profundamente em meus olhos, eu podia ver sua sanidade – No meu quarto está meu laudo, com os remédios que eu tomo e a descrição do meu tratamento, depois iremos para o jardim, onde há um casebre abandonado, eu irei lhe mostrar e explicar tudo que precisamos fazer.

- O que está acontecendo, Joshua? – perguntei aflita

- Você verá – ele pegou em minha mão e corremos para seu quarto

Ninguém nos viu, entramos em seu quarto e logo ouvimos o som do alarme, ele sorriu e abriu a janela do quarto, ele me ajudou á me pendurar na estrutura do prédio e sentou-se na cama.

- Por que está aqui? – perguntou o enfermeiro ao meu irmão

- Minha irmã foi embora, assim que eu ouvi o alarme, voltei para o quarto, não quero mais problemas. – disse inocentemente

- Que bom que finalmente aprendeu a lição! – o enfermeiro logo trancou a porta e saiu

Joshua foi até a janela e me ajudou á entrar de volta no quarto, me sentei em sua cama enquanto o mesmo abria o armário e procurava pelo laudo, assim que ele o encontrou, o colocou dentro da roupa.

- Pronta? – me perguntou sorrindo

- Sim – sorri de volta

Pulamos pela janela e corremos ao jardim, entramos no casebre e acendi a lanterna do celular, era realmente sombrio e aterrorizante, mas aquela não era a minha maior preocupação.

Sentou-se no chão e me sentei ao seu lado, ele me abraçou de lado e beijou minha testa, logo abriu os envelopes e colocou os papéis sobre o chão.

 

Laudo Médico

Paciente: Joshua

Idade: 19 anos

Motivo da internação: Uso de Drogas

 

O paciente Joshua apresentou excelente progresso desde o dia em que chegou á clínica, sua liberação deve ser realizada no dia 12 de junho de 2016.

 

Seu tratamento foi realizado através de medicamentos como Weedlynol, Psycholium e o calmante Sleepone. As primeiras doses são aplicadas na corrente sanguínea e as últimas através de via oral, caso seja excedido o uso de tais remédios é possível que o paciente adquira esquizofrenia, esclerose múltipla ou sofrer de infarto ou Acidente Vascular Cerebral.

 

Doutor Washington Alberto                   Secretaria da Saúde

 

Como era possível? Hoje é dia 18 de junho de 2016! Meu irmão já não devia estar nessa clínica! Enquanto eu relia várias vezes para ter certeza de que eu não estava louca, meu irmão tirou sua camisa, me mostrando hematomas pelo corpo e em seus braços várias marcas de agulhas.

- Joshua, por que você continua aqui? – falei segurando as lágrimas

Ele respirou fundo e limpou as lágrimas dos meus olhos, pegou em minha mão e me olhou nos olhos.

- O doutor Washington veio me visitar e me contou que logo eu sairia, assim que ele foi embora, o enfermeiro pegou o meu laudo que eu deveria levar para casa e simplesmente sumiu com ele. O papai e a mamãe vieram me buscar no dia seguinte, e ele os entregou um laudo falso, em que ele se baseou através do meu. O laudo falso diz que eu tive uma queda no meu desempenho, dizendo que terei de ficar mais três meses nessa... Caralha! Eu nem tive a chance de ver o papai e a mamãe, quando os vi indo embora pela janela do meu quarto, tentei fugir para vê-los, eu não sabia o que estava acontecendo, o enfermeiro que falsificou meu laudo, o mesmo que nos vigiou, me agrediu e eu preciso sair daqui!

- Você quer que eu leve esse laudo para a mamãe e o papai? – perguntei cada vez mais aflita

- Sim, e peça para que eles liguem no telefone pessoal do doutor, eu preciso sair daqui! – ele estava nervoso

- Como você vai fazer agora que está foragido? – perguntei

- Vou correr para o meu quarto, consigo escalar a parede de tijolos, mas você terá que correr o mais rápido que puder.

- Eu vim até aqui á pé Josh, posso pedir ajuda?

- Quem vai chamar?

- Alguém que é muito esperta e nada inocente – sorri

- Ela? – ele parecia chocado

- Ela mesma – sorri...


Notas Finais


Espero que tenham gostado e um beijo enorme para ~Suga_Gostoso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...