História Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 72


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, Hentai, Imagine, Jungkook, K-pop, Namjin, Romance, Shoujo, Violencia, Yoongi
Exibições 447
Palavras 1.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Capítulo finalmente completo, espero que gostem!!!

Capítulo 72 - Caça ao Tesouro


Fanfic / Fanfiction Girl In Luv - Imagine (BTS) - Capítulo 72 - Caça ao Tesouro

Entrei no avião e vi que estava praticamente vazio comparado á um vôo comercial. Sentei-me na janela, coloquei os fones e fiquei assistindo aos filmes do avião, assim que cheguei a Palo Alto, eu estava exausta! Meus olhos pesavam em negras olheiras. Peguei minhas bagagens de mão e sai do avião, esperei naquela maldita esteira por minha mala, assim que peguei e juntei tudo em um carrinho, fui para o saguão e os garotos estavam segurando plaquinhas.

Jin segurava “Nós”, Namjoon segurava “sentimos”, Yoongi segurava “a”, Hoseok segurava “sua”, Taehyung segurava “falta” e Jimin segurava “!”, tudo estava perfeito, corri até eles e abracei um por um, beijei suas bochechas e desviei de selinhos do Yoongi, assim que terminei de cumprimentar todos virei-me para Jimin e perguntei:

- Cadê o Jungkook? – fiz bico

- Se esqueceu do tornozelo dele? – no mesmo instante me senti culpada por realmente ter me esquecido – Ele está ocupado!

Namjoon pegou o carrinho com minhas malas e levou até o carro, os meninos o seguiram enquanto Yoongi e Jimin ficaram ao meu lado.

- Como foi a viagem? – perguntou Yoongi

- Uma completa loucura, a festa foi algo bem estranho e no dia em que visitei meu irmão na clínica, nós fugimos e ele finalmente saiu daquele inferno! – falei

- O que você fez ______? – perguntou Jimin chocado

- No caminho eu explico melhor – respondi

Durante o caminho para o carro, Jimin me contava o que fez durante minha viagem, quando chegou a vez de Yoongi, não pude conter o riso.

- Eu estava tendo uma crise de saudades de você, e resolvi tentar preparar a sua receita de lasanha sozinho, mas tive um probleminha e não deu certo. – dizia rindo

- O que você fez Min Yoongi?! – perguntei preocupada

- Você gostava da cortina da cozinha? – perguntou corado

- Nunca dei importância para ela, por quê?

- Podemos dizer que, eu a transformei em cinzas – escondeu o rosto envergonhado

Comecei á rir, igual uma louca, Yoongi estava cada vez mais corado, levantei seu rosto e depositei um beijo em sua bochecha fazendo o mesmo sorrir.

- Assim que nós tivermos tempo, e uma cortina nova – ri – Eu irei te ensinar a minha receita!

- Mas eu gosto quando você cozinha para mim! – ele fez aegyo

Como era possível resistir á aquele aegyo?

- Tudo bem, eu cozinho para você, mas não estaremos juntos para sempre Yoongi, uma hora você terá que aprender.

O mesmo sorrio e no mesmo instante seu sorriso transformou-se em um bico triste.

- Por que não estaremos juntos? – ele me olhou realmente chateado

- Meu futuro é diferente do futuro de vocês – respondi

Yoongi me olhou com uma expressão que eu nunca havia visto diretamente para mim, desgosto. Sem pensar, eu simplesmente o abracei e ele nem retribui o abraço.

- Eu quero estar com cada um de vocês, pelo resto da minha vida. – beijei sua bochecha e o mesmo sorriu – Se depender de mim, nossa história não terá fim!

- Parece que as aulas de composição criaram uma pequena rapper – disse afagando meus cabelos

Logo que entramos no carro, Jin disse que Jungkook iria me fazer uma surpresa e vendou meus olhos. Andamos de carro por volta de vinte minutos até chegarmos á algum lugar que eu não fazia ideia de onde estava, afinal, eu estava vendada.

De repente, segui alguém me pegar no colo, era Yoongi, o mesmo me levou até algum lugar que cheirava muito mal e assim que o mesmo me colocou no chão disse:

- Boa sorte!

Ouvi passos de alguém correndo e tirei as vendas, a porta atrás de mim bateu e foi trancada? Onde eu estava? Olhei em volta e aquilo era... Uma biblioteca abandonada?

Só podiam estar brincando com a minha cara! Voltei morrendo de saudade de todos os meus amigos e eles resolvem me dar um tour pelo inferno?

- Ah! – gritei quando meus pensamentos foram interrompidos por um barulho muito alto

Resolvi andar pelo lugar, procurei pelo meu celular, mas o mesmo estava no carro dos meninos. Resolvi andar pelo lugar, havia vários livros por toda parte, pensei que se os juntasse o lugar pudesse parecer menos, abandonado e sombrio?

Recolhi todos os livros do cômodo e os empilhei no canto, fui ao próximo cômodo e peguei os livros do chão, os empilhei e levei ao monte junto aos outros. Próximo cômodo, assim que entrei, a porta atrás de mim bateu, me causando um susto enorme! Tentei abri-la, mas parecia estar emperrada! Olhei em volta e vi que no chão, os livros formavam um círculo, e ao centro havia um livro dourado e vermelho, o peguei e abri.

“O que acha de uma caçada ao tesouro?” estava escrito com as letras de Jungkook.

Um sorriso instantâneo surgiu em meus lábios e virei a página “Vá ao terraço do edifício”... Como se agora eu não podia sair daquela sala? Passei á olhar em volta em busca de algo para abrir a porta, havia uma página de um livro colada á parede, fui até lá e a li “Muitas vezes, é no escuro que se encontram as respostas”.

Escuro me lembra preto, eu teria que procurar no escuro? Passei á revirar os livros e encontrei uma lanterna e um manual de instruções de como usá-la. Como não pensei nisso?! Era uma luz negra!

Acendi e apontei para todos os lados, até que tropecei e a lanterna caiu de minhas mãos apontando para o chão, a luz mirava em uma tábua sem os pregos e com os buracos da tábua brilhando pela luz negra. Aproximei-me da tábua e a levantei, havia um martelo, o peguei e corri até a porta, quebrei as dobradiças com certa dificuldade e tirei a porta do batente, logo vi que uma estante bloqueava a porta. Abri espaço entre os livros e martelei para quebrar um espaço para que eu passasse, peguei o martelo, a lanterna e o livro e corri para o terraço que estava todo destruído.

Vi diversas folhas e uma caneta jogados no chão, abri o livro de Jungkook e estava escrito “Que tal um puzzle? Descubra o endereço!”. Com certeza seria onde eu encontraria Jungkook, juntei as folhas e fui ligando-as até formar um endereço, peguei a caneta e rabisquei no livro de Jungkook.

Peguei somente o livro e corri diretamente para o endereço, ao chegar ao lugar, eu estava totalmente aflita, era um SPA?! Entrei observando o local em busca de Jungkook, peguei seu livro e virei a página “Diga meu nome”. Uma senhora se aproximou e me observou de cima á baixo.

- No que posso ajudar? – perguntou

- Jungkook – falei confusa

- Finalmente!

A senhora me acompanhou até um quarto, onde disse que eu poderia me banhar. Tirei minhas roupas as deixando sobre uma cama, deixei o livro ao lado. Entrei no banheiro e tomei um banho rápido, porém era a primeira vez em minha vida que eu estava tão cheirosa!

Assim que sai do banheiro enrolada á toalha, havia um conjunto de lingeries maravilhoso, um par de botas de salto alto e um vestido ainda mais! Arrumei-me inteira e ao sair do quarto, quatro mulheres me impediram dizendo que eu não estava pronta.

Elas me sentaram em uma cadeira e começaram á mexer em meus cabelos e em meu rosto, quando finalmente terminaram e eu tive visão do meu próprio reflexo, eu estava simplesmente linda. Meus cabelos estavam lisos em um meio rabo e meu rosto estava maquiado de forma leve e extremamente agradável!

Abracei as mulheres em forma de agradecimento e virei a página do livro, nele havia a foto que eu e Jungkook tiramos quando ele me levou para jantar fora antes de viajar e termos aquela discussão.

Virei a página novamente e estava escrito “Não demore, o motorista á espera”, assim que eu sai do quarto, estava Namjoon de terno parado á minha porta.

- Vamos senhorita? – disse curvando-se

- Não acredito! – ri

- Mereço! – riu comigo

Ele me levou até o carro, já andando virei a página e estava uma foto de quando eu e Kookie fomos ao parque á pé, virei novamente “Não vamos á pé ao parque nunca mais”, sorri e virei novamente “Não pense que está indo ao parque”, aquilo me decepcionou e me animou, seria realmente uma surpresa!

Virei novamente e estava “Diga meu nome”, assim que terminei de ler, Namjoon parou o carro, me ajudou a descer e me desejou boa noite, olhei o relógio e percebi que eu estava nessa caçada á cerca de 4 horas!

Entrei no enorme edifício e era um hotel extremamente lindo, muito bem decorado e organizado, fui a recepção.

- Como posso ajudar senhorita? – o atendente veio até mim

- Jungkook – falei segurando o riso

- Espero que aproveitem a estadia senhorita _____ - sorriu

- Obrigada – ele me entregou uma chave e iniciou uma ligação, provavelmente para Jungkook

Abri o livro e fui para a próxima página, nela estava “O “tesouro” se encontra no 25° andar, e no quarto 258”, era a última página, fui ao elevador e subi até o 25° andar, andei pelo corredor todo e cheguei até o 258, assim que abri a porta, um livro caiu sobre minha cabeça.

- Você não muda mesmo, não é? – falei pegando o livro e fechando a porta

- Queria fazer uma surpresinha, mas também te fazer lembrar-se do quase primeiro beijo. – Jungkook disse de costas para mim, vestindo seu terno na janela

- Não vai me dar “oi” não? – falei

- Venha aqui – fui até ele e o abracei sem ele retribui.

- Errou! – disse e me assustei

Eu estava abraçando um manequim! Logo senti minha cintura envolvida pelos braços de Jungkook, que me puxou e depositou um beijo em minha nuca me arrepiando.

- Está legal me assustar? – falei

- Prefiro te beijar – ele me virou de frente para si

Finalmente vi Jungkook, ele estava de terno preto e uma gravata púrpura, envolvi meus braços em seu pescoço e ele apertou o abraço colando nossos corpos e me beijando de forma tão doce, serena e necessitada que eu já me sentia em casa.

- Essa noite será só nossa...

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3 Está calor aí também?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...