História Girl meets Highschool - Capítulo 20


Escrita por: ~

Exibições 163
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


SE PREPAREM, POIS ESSE CAP É BAFO

Capítulo 20 - As melhores sensações


Lucas sabia que não podia se controlar, ele já estava arrancando o sutiã dela, de uma forma que o fecho quebrou. Ele estava beijando-a, em todas as partes. Maya não sabia o que estava acontecendo, ela não sabia de fato para onde estava indo mas ela estava gostando.  Lucas ficou com receio no começo, mas foi a fundo, ele tirou o sutiã dela e em seguida a calcinha, ela estava nua na sua frente, completamente. Ele ficou calado, apenas observando o que tinha em sua frente.

-Você é linda. –Ele disse. –Como alguém pode ser tão bonita assim?

Maya ficou vermelha. Ela voltou a pensar  e agora ela estava nervosa, ela nunca tinha ficado nua na frente de um cara antes.

Ele recuperou sua boca, sensualmente passando a mão para baixo de suas coxas segurando sua bunda. Maya arrastou a perna por cima da dele, prendendo-o em seu quadril para puxa-lo para perto, amando a sensação de seu corpo pressionado contra o dele, de sua coisa se excitando e ficando maior e maior, era uma conexão incrível que seus corpos faziam, era como uma dança sincronizada.

Ela desejava a conexão. Cada parte de seu corpo explodia com o calor, queimando-se cada vez que ele chupou uma parte sensível do corpo dela. Ela queria senti-lo em todos os lugares. Lucas ainda estava com a cueca, provavelmente para se proteger ou protege-la de um ataque, eles estavam na cozinha.

-Lucas. –Maya disse baixinho em seu ouvido. –Não acha melhor irmos pro meu quarto? –Ela perguntou.

Ele respondeu sorridente, a pondo no colo, a beijando freneticamente pelo corredor, entre as paredes e os quadros que ela pintava, eles tinham chegado, Lucas a jogou na cama. Maya estava muito nervosa, mas seu corpo pedia por ele de uma forma que ela não podia explicar. Lucas apenas abaixou e levantou as pernas de Maya abrindo suas pernas.

-Oh Maya, você está tão molhada. –Lucas disse.

Maya ficou vermelha e envergonhada, ela não sabia de fato se isso era uma coisa boa, pelo menos ela acreditava que não.

-Eu acho que isso não é uma boa ideia. –Ela fechou as pernas.

-Por que? –Lucas perguntou. –Você está excitada, eu também estou, nesse momento eu acho que tudo o que eu quero, me desculpe essas palavras, mas é meter em você.

Ela sorriu, abrindo as pernas novamente.

-E o que você pretende com isso? –Ela perguntou apontando pra sua vagina.

Lucas sorriu, abaixando-se, inclinando seu rosto para a vagina de Maya, ele enfiou uma língua, Maya não sentia nada em especifico, mas ele começou a meter, a ser mais rápido, a girar de uma forma extremamente prazerosa, que ela não sabia controlar, ela estava descontrolada, aquilo era bom de mais pra ser verdade.

-Oh Lucas, meu deus, isso é.... oh. –Ela gemia sem parar apenas se contorcendo na cama. Lucas apenas ria e aproveitava.

Ela estava vendo as estrelas, o paraíso, a melhor coisa, ela estava mergulhada numa sensação que não conseguia explicar, que não conseguia deduzir, era incrivelmente bom e prazeroso. Ela estava tendo um orgasmo. Seu primeiro. Lucas estava orgulhoso, ele limpou sua boca e apenas sorriu.

-Acho que fiz um bom trabalho. –Ele disse sorridente.

Ele tirou a cueca, ele estava completamente ereto, pronto pra ela, pronto para ser um homem, ele queria aquilo mais que tudo no mundo, ele sabia que não podia decepcionar-se com si mesmo.

-Lucas me promete que isso não vai doer. –Maya pediu.

-Você confia em mim? Você tem certeza que quer isso?

Ela parou por um momento, ela estava indo longe de mais por conta da sua melhor amiga de novo, será que era a hora certa para dá esse passo.

-Maya. –Lucas a chamou. –Eu te amo. –Ele disse. –Não importa o que aconteça.

Maya desmoronou, todo o seu mundo desabou de uma forma frenética e estranha, a porta tinha se aberto.

-Lucas é minha mãe. –Maya disse.

-Você sabe, ela não iria brigar porque estou no seu quarto.

-Eu sei, mas Shawn está com ela. –Maya disse. –Você quer viver? –Ela perguntou. –Então corre daqui.

-Mas Maya... você não..-Ele disse.

-Lucas, pela janela. –Ela ordenou. Ele se vestiu rapidamente, sua calça, sua blusa, tudo espalhado pelo quarto, ele tinha esquecido a jaqueta na cozinha, mas a essa altura Maya não ligava.

-Tchau. –Ela falou fechando a janela.

-Mas Maya... –Foi tudo que Maya ouviu antes de se vestir rapidamente. 


Notas Finais


e aí? Como estão? EMMMMMM! HAHHAA BOA NOITE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...