História Girl Of Camden - Norminah - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfredo Flores, Ariana Grande, Demi Lovato, Fifth Harmony, Joe Jonas, Justin Bieber, Nick Jonas, Selena Gomez, Troye Sivan, Zac Efron
Personagens Alfredo Flores, Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Joe Jonas, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Nick Jonas, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Troye Sivan, Zac Efron
Tags Camren, Norminah
Exibições 136
Palavras 2.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - 32. Futurinho


Nova Iorque, Nova Iorque
Sexta, 05 de Março, 2021
As 18:30


P. O. V. Narrador


Dinah acabará de abrir a porta de sua casa, onde ela morava com Normani, elas se nomeavam feitas uma para outra, elas não eram casadas, como as mesmas diziam, não precisavam disso para viver, o amor que ambas sentiam não precisava de rótulos e nem nada, elas apenas ficavam juntas.


O corpo de Dinah parou ao sentir um minúsculo corpinho abraçar suas pernas, e logo um sorriso se abriu em seus lábios, pegando a garotinha no colo.


- Oi minha princesa. - Ela enchia a garota de beijos e em troca recebendo um abraço apertado.


- Eu pensei que voxe num ia vim hoci mommy. - A menor dizia feliz, falando suas palavras ainda emboladas pela sua idade.


- Eu não prometi que ia arrumar a sua festa junto com a mama? - a garotinha balançou a cabeça em concordância. - Então, eu vim minha princesa. Cadê a mama?


- Alguém me chamou? - a mulher saiu da cozinha e logo foi abraçar sua amada por trás e lhe deixou um beijo casto em sua nuca.


- Xim, a mommy diche que veio azudar a alumar a minha festa! - Ela falou toda empolgada.


- Então o que vocês estão fazendo aqui? Vamos logo lá para fora.


Quando as três foram para fora da casa, logo Dinah pode ver o início da arrumação que estava sendo feita na parte de trás da casa, o pequeno Jardim parecia mais florido pelas flores artificiais, se elas não soubessem mesmo que moravam em Nova Iorque, elas poderiam até dizer que estava em alguma Ilha no Havaí.


Toda a arrumação era voltada a natureza, a festa seria de uma princesa da Disney que ficou muito famosa, e Dinah era viciada nos filmes da princesa Moana, o que rendeu em que a sua filha ficasse viciada também.


- Esta ficando lindo amor. - Jane soltou maravilhada


- Claro, fui eu que arrumei - a negra se gabou.


- E eu azudei - a pequena gritou.


- Por isso que está lindo - Dinah roubou um selinho de Normani.


- Camila vai vir hoje ainda? - Mani perguntou se sentando no pequeno sofá de palha que havia ali.


- Ela me disse que iria vir com o Nick, estou com muitas saudades do meu Príncipe.


Falou em quase arrependimento por ter deixado seu pequeno, que agora tinha seus dez anos, passar duas semanas na casa da amiga.


- Eu sei baby - Mani disse desviando seu olhar de Scarlett para sua mulher.


Quase cinco horas depois, Camila chega com Nicholas e o pequeno Lawrence Cabello, de quase cinco anos


Camila sempre teve muita vontade de ter filhos, mas a vida que ela levava não a deixava ter uma responsabilidade tão grande como essa, mas depois que Lauren sofreu um acidente em dois mil e dezessete, e foi morar em Miami junto com seus pais, ela ficou em choque e a única coisa que acalmava a mulher era a presença de Nick, e foi daí que ela resolveu fazer uma inseminação artificial, ela não queria saber de romances, ou escolher um homem para ser o pai do seu filho, ela simplesmente chegou la e escolheu um homem latino e com uma ótima saúde, para que seu filho não tivesse nenhuma doença hereditária.


Depois que Lauren foi embora, Camila nunca mais ouviu falar dela, so soube por altos que havia se recuperado e estava noiva de um homem.


Então todos esses anos Camila so viveu para seu filho, para Nick e a pequena Scar, ela ainda trabalhava na mesma empresa, so que agora ela era gerente de tudo.


Depois de ficarem quase a noite toda arumando a festa da Scar, elas foram terminar tudo quase quatro e meia da amanhã, as crianças já estavam dormindo, e elas decidiram fazer o mesmo depois de comer um lanchinho da madrugada.


Já eram quase meio dia quando todos foram acordar, Dinah estava acabada, ela não dormia bem a dias, vivia com a cara no trabalho, e esses dias ela e Normani vinham sempre tentando ao máximo para fazer Lauren comparecer a festinha de sua afilhada.


Dinah estava triste porque estava com saudades de Regina que já estava terminando sua faculdade, e namorando. Já faziam quase dois anos que Dinah não via nem Lauren e nem Regina.


- Vocês sabem se a Tia Gina e a Tia Lolo vai vir? - Nick perguntou sentando a mesa, Scarlett e Camila olhou para Normani e Dinah com um olhar esperançoso, Camila tinha um olhar bem mais suplicante do que o de Scar.


- Eu não sei Príncipe, ela disse que ia ver se conseguiria vir, e se ela vir é bem provável que a Gina venha. - Dinah disse por fim.


Normani viu olhar de desapontamento de Camila, ela fica triste as vezes pela amiga, mas fazer o que se foi uma escolha dela querer brincar com a morena dos olhos verdes.


- Que horas que vai começar a festa mesmo? - Camila indagou querendo mudar o assunto que já estava ficando silencioso pelo desconforto que todos ja estavam ficando.


- Daqui a pouco Camz. Ja podemos começar a nós arrumar. - Dinah disse. - Mani arruma a Scar que eu vou la ver uma roupa para o Nick.


E sem precisar de um segundo pedido, Normani se levantou e pegou sua filha caçula no colo e a levou para o andar de cima, sendo acompanhada por Camila e Lawrence, já que a mesma alegou que iria arrumar seu pequeno também.


- Príncipe, o que acha dessa roupa? - ela pegou uma blusa social toda florida e uma bermuda jeans que ia até um pouco abaixo dos joelhos do menino. - Ficaria legal com aquele seu tênis novo.


- Pode ser. - ele se jogou na cama meio desanimado.


E Jane percebendo isso se sentou ao lado do seu filho mais novo.


- O que houve filhote? - ela acariciava os cabelos cacheados do menino, que hoje estava mais curto do que o normal.


- Nada, so estou com saudades das minhas tias, já faz um bom tempo que eu não vejo mais elas. - ele disse com seus olhos, que hoje estavam mais claros que o normal, Porem sem brilho.


- Okay, deixa eu dar uma ligadinha pra Lolo, e você vai falar com ela tudo bem? - o menino assentiu e Dinah pegou seu celular e ligou para sua melhor amiga, que ela não vê a bastante tempo.


- Seus créditos estão terminando, recarregue ligando para estrela, cinco cinco cinco. Tuuuuruuu


- Alô? - ela escutou a voz rouca de Lauren ecoar na ligação.


- Oi Lo, tudo bem? - ela esperou um tempo e a mulher confirmou. - Comigo também, o Nick está aqui querendo falar com você.... uhum, tá, tá bom... tudo... tudo bem. Toma filho - Ela estende o celular para o menino que pega e o põe encostado na orelha esquerda.


- Oi tia... ta tudo bem aqui... você vem hoje? - o garoto parece esperará a resposta, ele encara sua mãe e logo olha para um ponto fixo, o menino parece segurar algum sentimento dentro de si. - Tá bom, eu entendo, tchau.


Ele devolve o celular para sua mãe e se levanta, pegando suas roupas e entra do no banheiro do seu quarto, para logo fechar a porta.


- O que ela disse filho? - Dinah perguntou do outro lado da porta.


- Ela disse que não sabia se viria. - ele disse triste.


E Dinah de certa forma ficou triste também, por seu filho receber a mesma resposta que ela vem recebendo a dias.


- Não fica triste não Príncipe, qualquer coisa eu te levo la nas férias, okay?


- Tá bom - disse seco, e Dinah resolvel o deixar um pouco só, ela não gostava de que as pessoas ficassem falando com ela, e ela acreditava que era o mesmo com o menino.


Ela saiu do quarto dele e aproveitou que enquanto Normani e Camila estaria arrumando as crianças, elaachou melhor ir se arrumar, para ficar e receber as crianças depois.


Quando a festa começou, ja tinha várias crianças correndo pela casa e seus pais correndo atrás deles, Camila estava do lado de fora vendo seu filho e Scar pulando no pula pula enquanto uma mulher tirava fotos deles juntos.


- Mani olha eles aqui, vou la dentro pegar alguma coisa que seja Boa para mim beber. - Camila falou.


- Não tem cerveja aqui não Camila, isso é uma festa para crianças.


- Por isso mesmo que eu vou la dentro, duvido que na sua geladeira não tenha nada que possa me servir. - Mani riu negando e logo tendo sua atenção para as crianças, Camila no caminho para a cozinha escutou a campanhia tocar.


- Deixe que eu atendo Camz - Dinah disse e saiu em direção a porta, Camila deu de ombros e foi para a cozinha.


Assim que Dinah abriu a porta o corpo de sua irmã agora adulta se chocou contra o seu.


- DIH - Gina gritou apertando a sua irmã em um abraço caloroso e repleto de saudades. - Quanto tempo


- Meu Deus, eu não estou acreditando que você está aqui minha pequena - Jane ja tinha lágrimas ousadas querendo sair de seus olhos.


Logo atrás foi ouvido um pigarrejo e Dinah olhou e viu a figura de sua melhor amiga atrás de um carrinho.


- Lolo - a loira disse e logo foi abraçar a amiga. - Eu pensei que você não ia vir mais


- Não chore baby, eu so disse aquilo para chegar brilhando e dando close, porque se não for pra arrasar eu nem venho - Disse em tom brincalhão.


- Quem é esse Príncipe aqui? - Dinah pegou o bebê do carrinho, que era quase uma réplica de Lauren.


- É meu filho, Cameron. - disse toda boba.


- Ele é lindo Lo, olha so para isso. - Dinah sorria boba também enquanto ouvia a risada gostosa do bebê.


- Claro né, teve a quem puxar meu amor.


- Nem se acha. - disse e a amiga jogou os cabelos agora mais curtos e ainda negros no ar. - Vem gente, entra ai. - Ela chamou, mas todos ja estavam dentro da sua sala, so foram para o Jardim, e assim que Nicholas bateu os olhos na sua madrinha correu para ela.


- Tia Lo - ele a abraçou forte e logo foi para Regina, sua outra madrinha. - Tia Gina.


- Oi meu grandão. - Era só sorrisos da parte deles.


- Cadê a aniversariante? - Lauren indagou, e Normani apareceu atrás dela com a pequena Scar nos braços.


-Serve essa aqui? - perguntou e nem foi preciso esperar um sem resumo para que a menina se jogasse nos braços de sua madrinha.


- DINDAAAA - A menina gritava enquanto abraçava a mulher.


- Meu amor - Lauren sussurrou abraçando o corpinho pequeno da menina.


- Chegou atrasada Jauregui, já até cantamos o parabéns. - Normani disse se aproximando mais do grupo de pessoas que ali já estavam se formando.


- Sério isso? - Lauren incrédula olhou para Mani.


- É mentira da mama dinda. - A garotinha de pronunciou.


- Quem chegou Dinah? - Camila indagou vindo da cozinha com um copo de cerveja e assim que ela viu Lauren seu corpo paralisou, e sua mente toda congelou, evitando da mulher ter qualquer pensamento ou ação.


Lauren olhou para trás e viu a mulher que mexeu tanto com ela anos atrás e suspirou fundo vendo o corpo dela agora mudado, seu cabelo estava mais curto, sua bunda mais avantajada, e os seios também, ela estava uma verdadeira mulher, o tempo a fez bem.


E Camila percebeu que Lauren tinha seus olhos mais verdes, o cabelo mais escuro e curto, seu corpo estava lindo, ela estava com os peitos enormes, por conta de ainda amamentar seu filho.


- Ah Camila, foi a minha irmã e a Lauren com seu filho, Cameron. - Dinah disse inocente. - Ele não é lindo Mila? - ela se aproximou da Latina com o pequeno nos braços.


- É sim, parece com a mãe, quem é o pai Lauren? - Camila indagou logo de cara e sem rodeios.


- Quem é não importa, ele está em casa trabalhando, e não pode vir. - Aqui doeu dentro de Camila, ela sentiu como se uma faca tinha sido implantada no seu coração, então era verdade, Lauren estava casa e já tinha a sua família, e Camila não poderia pensar diferente de si, ela também já tinha sua família, mas não estava casa ou junta com alguém.


- Mommy - A voz doce de uma criança foi ouvida na sala e logo o menino moreno veio ao encontro de Camila.


- Oi meu coalinha - Ela disse o pegando com uma certa dificuldade no colo.


- Seu filho? - Lauren perguntou espantada.


- Sim, vai lá se apresentar pra tia coala. - Ela soltou o menino que a olhou estranho.


- Eu não conheço ela Mommy - ele sussurrou.


- Então vai conhecer agora, vai la.


O menino foi contra a sua vontade e olhou feio para a mãe antes de abrir um lindo sorriso para Lauren.


- Oi tia, eu me chamo Lawrence Cabello e tenho quase cinco anos. - Lauren sorriu e se abaixou na altura do menino.


- Prazer Lawrence, meu nome é Lauren, que é bem parecido com o seu, mas pode me chamar de tia Lolo, okay?


- Tá bom - o menino sorriu e deu um beijo na bochecha dela, do jeito que Camila sempre o ensinou a tratar bem as mulheres, então ele olhou para sua mãe com um olhar de "tá bom pra você?" E logo foi puxado pro uma Scar energética.


- Law olha xô que bunitinho o filhinho da minha dinda - o menino olhou o bebê e sorriu.


- Ele é muito fofinho - disse pegando na mão gordinha do bebê. E todos ali ficaram olhando a interação daquelas crianças, e depois de um tempo todos cantaram o parabéns e se despediram da maioria que estava ali, as crianças já tinham ido dormir, pos ja passavam das dez da noite, e as cinco meninas se sentaram no sofá da sala para por o assunto em dia, mas da parte de Regina e Lauren.





Notas Finais


Eu acho que vou fazer uma continuação, so não sei se será no próximo Cap, me desculpem a demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...