História Girl Tough Cookie [Imagine:Zico] - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Block B, Lee Sung-kyung, WINNER
Personagens B-Bomb, Jaehyo, Kyung, Lee Sung-kyung, P.O., Taeil, U-Kwon, Zico
Tags B-bomb, Block B, Colegial, Comedia, Heterossexualidade, Imagine, Jaehyo, K-pop, Lee Ho Jung, Mino, Park Kyung, Romance, Shoujo, Taeil, U-kwon, Winner, Woo Jiho, Zico
Exibições 66
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie gente 0/ esse é o segundo capítulo ç.ç infelizmente eu não tenho tantas visualizações. Mas não vou fraquejar. Acredito que a minha história ainda vá fazer sucesso kkkk
BBC's follow me

Capítulo 2 - Sorriso desprezível


Já haviam se passado três dias desde que havia estado na sala do diretor. Aparentemente está tudo normal, nada mudou. Em nenhum momento o Jiho veio falar comigo, mas ele não faltou nenhuma aula nesses três dias. Eu sou uma observadora. Sei de TU-DO. Provavelmente o diretor não lhe disse nada ainda.

- Ei! Ho Jung!! – A professora de educação física estava me gritando. Eu estava muito longe da quadra, mas consegui ouvir – Pode ir buscar a bola? – Ela disse.

Estávamos na área aberta da escola, situada atrás dela. Era um cambo aberto que tinha uma quadra de futebol, uma pista de corrida e uma piscina. Só havia mais uma quadra nessa escola, era a de basquete, mas estava na área interna. Basquete é o jogo principal aqui. Ele já rendeu diversos prêmios nas competições com outras escolas. Mas ultimamente o time não está tão bom. Provavelmente porque o Zico não está mais nele.

Depois de correr por um tempo até chegar à bola, eu escuto uma conversa que vinha de uma área escondida por uns arbustos. Esse local é conhecido pelos estudantes como “cantinho dos segredos”. A maioria das pessoas vai lá para resolver seus “negócios”. Eu nunca entendi bem o que significava isso. Também não tenho alguém que me explique. Ao chegar mais perto consegui escutar um “você ficou louco?”. Será que eu devo? Por ser uma pessoa muito curiosa, me atrevi a olhar. Vi o Zico com seu punho cortar o ar e acertar em cheio o rosto de outro estudante. Ele caiu com o impacto.

Não consegui conter as palavras em minha mente – Mas... O q-que você está fazendo? Merda!!!

Zico virou seus olhos furiosos para mim. Eu congelei. Mas toda aquela raiva se dissipou ao me reconhecer? Ele como de costume sorriu. Estranho, pois normalmente está sempre de cara fechada, mas já é a segunda vez que recebo esse sorriso. O que você está querendo? Por que aparenta estar tão gentil?... Gentil? Ele havia acabado de socar um garoto e eu penso que ele está gentil? Um absurdo!

- O que está acontecendo? – Me atrevi a perguntar. No mesmo instante o garoto que estava caído tenta se levantar e, novamente me ignorando, Jiho pisa em cima da barriga dele. Parecia estar doendo, pois sua expressão está horrível – Pare com isso, você está machucando ele – Gritei.

Jiho se abaixou e disse – Preste atenção. Se você fizer isso de novo, eu farei algo bem pior – Sem nenhuma resposta vinda do garoto ele bateu em seu rosto e perguntou – Você está ouvindo não está? – O garoto, meio tremulo, lhe respondeu – S-sim.

- Era isso que eu queria ouvir – Zico se levantou e veio até mim. Fiquei um pouco nervosa por pensar que seria ameaçada também. No entanto ele colocou sua mão em minha cabeça e juntou nossas testas. Isso me deixou vermelha. Em seguida com seus lábios e o dedo indicador da outra mão fez o gesto de silêncio acompanhado do som “Shhh”. Com o mesmo dedo que tinha encostado seus lábios, ele usou para fazer o gesto nos meus. Com mais um sorriso ele afastou-se e foi embora.

De longe, sem pensar, lhe gritei – JÁ É A TERCEIRA VEZ! – e ele confuso perguntou – De que?! – Eu fui correndo em sua direção enquanto ele me esperava. Um pouco ofegante continuei – Já é a ter-terceira vez...

Ele continuou me esperando falar.

- A terceira vez que você sorriu para mim.

Ele começou a rir – O que? Era isso? – Riu tanto que fiquei envergonhada.

- É-é isso... Por quê? Por que você sorriu? O que diabos eu estou fazendo?

- Vejamos... Vamos trabalhar bem juntos! – Ele terminava com suas gargalhadas.

- Então você sabia? Sabia que nos tornamos uma dupla? – Lhe perguntei seriamente e ele me disse – Sim, acredito que soube primeiro que você. Se não me engano foi há uns quatro dias atrás.

- É... Mas isso não te incomoda?

- De jeito algum. Achei ótimo – Não sabia o que dizer. Por que seria tão bom? Por causa de mim?Que? – Bem... Era só isso? – Perguntou-me.

- Sim, só. Pode ir – ele se despediu e seguiu seu caminho

Meu coração estava disparado. O som profundo das batidas preenchia meu corpo. Deve ser a adrenalina. Mas algo em mim dizia que não era isso. O que poderia ser?

As aulas acabaram um pouco mais tarde que o normal. Isso porque a professora de história havia passado um trabalho e precisava explica-lo. Meu primeiro trabalho em dupla que finalmente será feito em dupla. Saí da sala ansiando para poder contar sobre ele. Por que me veio essa pequena felicidade repentina??? Comporte-se. Controle-se. Mantenha a frieza. Perto da saída estava o Jiho com seus amigos. Fora da escola eles eram conhecidos sobe o nome “Bape Gang” ou “Gangue da Bape”. Boatos diziam que o Jiho, o líder, possui mais de 80 seguidores e que para entrar na gangue tinha que ter pelo menos uma morte na ficha. Pela teoria os mais próximos deles teriam mais de 25 mortes. Foi uma das coisas mais idiotas que eu já ouvi. Só de pensar nisso já queria rir. Porem quanto mais me aproximava deles, mas nervosa eu ficava. Não importa o quanto de veracidade tinha os boatos, ninguém tinha coragem de confirmá-los. Eles me dão medo.

Ele me notou – Por que você veio aqui? Quer mais um sorriso? – Seus amigos riam tentando disfarçar.

ZICO EU TE ODEIO.

Minha raiva de momento foi tanto que me esqueci da insegurança que eles passavam. Mas não podia demonstrar o quanto eu lhe achava desprezível – Não. Só queria avisar para um colega que temos um trabalho em dupla.

Ele se levantou de onde estava sentado e deslocou-se até mim – Então, quando vai começar? – Com uma das mãos ele delicadamente, porém de modo ousado, colocou meu cabelo atrás da orelha.

Eu tirei sua mão de mim. Não me encosta! – “Vai”? “Quando vamos” seria a forma certa.

- Você não acha mesmo que eu vou fazer isso né? – Ele falava em um tom de deboche – Logo agora que uma “dupla” me é tão conveniente.

Jiho não sabe o quanto eu o odiava, pois de jeito algum ele iria dizer essas palavras que me fariam tanta raiva a ponto de querer estrangula-lo naquele instante - Se você fizer ou não, não é problema meu. O meu nome vai estar no trabalho e minha nota garantida. O que me é conveniente é não lhe ter diante de mim. Obrigada – Eu não consegui me controlar. Minhas mãos estavam geladas quando eu me virei em direção à saída.

- Espera – Ele me segurou por uma das mãos – Você é realmente corajosa – Jiho, como sempre, sorriu – Olhe como está gelada – Eu puxei minha mão – Você poderia ter se metido em uma enrascada, idiota.

Idiota é você – O que você quer?

- Me de seu numero e nós vamos fazer isso, juntos.

- Por que eu deveria?

-Se não for assim, como vamos falar sobre o trabalho?

Após alguns segundos hesitando eu concordei e o entreguei meu número.

- Ei – Ele disse – Já é quarta vez.

- Do que? – Lhe perguntei.

- Que eu sorri para você

Fiquei parada por um tempo enquanto nos encarávamos. Idiota. Então me virei e fui embora.


Notas Finais


A Zico... Zico... Zico... Lindo!!!
Eu tenho uma má noticia... Esse é o segundo cap que eu lanço em um curto período de tempo. Mas pq? Bem... Pq o 1° e 2° cap são fundamentais para atrair o leitor kkkk Mas o próximo cap. só sai semana q vem.
Se você gostou favorite. Se tem alguma opinião a dar, seja crítica ou elogios, por favor, fique a vontade s2 Estarei muito grata!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...