História Girl We Can Make Sweet Love all Night - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Tags Hot Jay Park, Imagine Jay Park, Imagines Jay, Jay Park
Exibições 86
Palavras 1.400
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Gente, espero que gostem é meu primeiro imagine com o Jay ❤❤

Capítulo 1 - Girl We Can Make Sweet Love all Night


Fanfic / Fanfiction Girl We Can Make Sweet Love all Night - Capítulo 1 - Girl We Can Make Sweet Love all Night

 

Talvez você não acredite, mas de alguma forma... Eu vim para numa casa, totalmente desconhecida, e nem ao menos sei como, a única coisa que me lembro é que eu fui a uma festa para afogar minhas magoas, e um homem com um sorriso lindo apareceu, ele me ofereceu uma bebida e eu não hesitei em beber aquele copo inteiro de whisky com gelo. 

Depois de perceber que acordei em um lugar totalmente estranho, saio do quarto a onde eu estava, e dou de cara com uma sala que poderia ser uma casa! Meu Deus esse lugar é enorme, será que eu fui sequestrada por um bandido? Por um chefe de quadrilha muito poderoso? Um golpista ou um politico pervertido? Okay... Calma, Preciso achar a saída. Depois de ter procurado por muito tempo acho uma porta que parece dar para rua, quando estou para abrir a mesma uma voz me interrompe.

- Você vai sair assim? – eu me viro para ver quem falava comigo, meu Deus... Como pode alguém ser tão bonito? Fiquei extasiada com tal beleza – Não vai responder? Você não vai embora com a minha blusa, tem que me devolver primeiro – Olhei para o que eu estava vestindo e...

- Ai meu Deus! O que?! O que é isso? Eu estou ficando louca? – eu olhava para garoto que parecia se divertir com a sena – Por que esta rindo? O que fizemos ontem? O que eu fiz? Espera... O QUE VOCÊ FEZ? – ele parou de rir e fechou a cara    

- Acha que sou quem? – ele deu um passo  

-  Um traficante, você vende drogas? – Ele falou algo que eu não pude ouvir, mas provavelmente foi algum palavrão – ele disparou em minha direção – Para ai seu pervertido – a um braço de distancia, ele parou.

- O que? 

- Escuta eu não sou um pervertido, nem um traficante e não, eu não vendo drogas

- Então como explica toda essa situação? 

- Você não lembra?  

- Se eu lembrasse não estaria te perguntando idiota – ele me encarou feio

- Idi... O que?  Aishh... Olha você estava bêbada, e tinha um homem com você, eu achei estranho mas não fiz nada, então quando aquele nojento disse aos amigos dele que você foi fácil e iria te usar, eu apenas te tirei de lá, mas quando chegamos aqui você vomitou em mim, e na sua roupa toda, eu não ia deixar você naquele estado, e não tinha outra coisa além da minha camiseta 

- Certo! Então muito obrigada! Mas ainda assim você é um pervertido –  Todas as cenas passaram como um filme pela minha mente, eu estava realmente agradecida por aquele completo estranho ter feito isso por mim, mas não queria demonstrar  isso pra ele.

- Você tem uma forma estranha de agradecer – disse se distanciando de mim 

- Você pode devolver minhas roupas? 

-Bom, eu as mandei para a lavanderia, se quiser, tem que esperar  - passei as mãos em meu cabelo e...  Acho que eu vomitei aqui também – O que foi?

- N-nada... – se ele ver isso com certeza vai vomitar também, tento esconder a parte  – vou voltar para o quarto enquanto isso.

 - Okay

Meu Deus como essa casa pode ser tão grande? Entrei no banheiro, com uma banheira enorme!!!! Tiro a camiseta deixando apenas minha lingerie preta amostra, quando escuto a maçaneta da porta abrindo. 

- Meu Deus, Meu Deus – sussurrei baixo – o que eu faço – entrei em um pequeno armário, muito apertado por sinal, vi aquele homem maravilhoso entrando , tirando sua roupa lentamente  

-  Oh meu Deus! – ele olha para os lados – Quase fui pega – falei baixo, ele não pode ouvir, então ele entrou na banheira que ficava atrás do Box que me impedia de ver mais daquele Deus Grego  

* Hora de sair daqui * – pensei comigo mesma então sai daquele armário minúsculo peguei a blusa e fui em busca de outro banheiro, entrei em um quarto que parecia ser o dele, okay isso não importa, tomei um banho rápido e quando abro aporta para sair...

- Você... Eu tentei não te desejar mas, você saiu aquela hora só de lingerie, acha que não te vi? Com a minha cor favorita... Agora sai do meu banheiro... Com o cabelo todo molhado – ele estava sentado na ponta da cama só com a toalha cobrindo a melhor parte – ele levantou e veio em minha direção, parando muito perto, o cheiro dele era maravilhoso sua boca estava muito perto da minha, ele inclinou a cabeça um pouco para baixo deixando seus lábios na mesma altura que a os meus, eu engoli seco, nunca tinha sentido tal atração por ninguém antes como estou sentindo por esse homem.

- Sa... Sai... Daqui Ss... Seu pervertido – Falei quase sussurrando, mais ele pode ouvir por estar perto demais 

- Sei que quer tanto quanto eu, e  meu nome é Jay, Jay Park –ele envolveu minha cintura com suas mãos, me prensando contra seu corpo desceu seus lábios para o meu pescoço e começou a beijar o mesmo – não vou fazer nada que você não queira – nesse momento... Eu resolvi me entregar a ele, não tinha como negar aquela beleza aqueles lábios tão perto... Aquele cheiro... Ahh me deixavam tonta, eu não tinha como escapar... 

- Sr. Park... – eu disse quase sussurrando, e com uma voz um tanto provocante, ele fez com que seus olhos encarecem os meus  - Você pode estar brincado com fogo...

-Tudo bem, nunca tive medo de me queimar – sem pensar duas vezes ele me beijou, conforme os movimentos provocativos que fazíamos, a intensidade dos beijos aumentava, eu só conseguia escutar o barulho de nossas respirações. Ele me pegou no colo, me colocou na cama tirou sua blusa, que eu estava vestindo, encarou minha lingerie preta, e num movimento rápido tirou a parte de cima – belos seios, alias... Os mais belos que já vi – senti meu rosto queimar por inteiro  

– então por puro impulso e vergonha o puxei para um beijo, inverti nossas posições, ficando por cima, rebolei na área onde fica seu “amiguinho” Jay soltou um gemido de leve, quis levantar, mas o empurrei de levemente para que ele voltasse a deitar, continuei  rebolando,  agora um pouco mais rápido, segurei meus seios e mordi os lábio inferior, pude ver ele fechar o olho, soltar um suspiro e jogar sua cabeça para trás.   

- Jay... Sinto que você esta queimando – falei num tom provocativo 

- Garota... Vou fazer você pegar fogo – ele inverteu nossas posições e começou um beijo cheio de desejo, senti uma de suas mãos deslizar para minha região intima, ele começou a acariciar a mesma fazendo movimentos de vai e vem, eu soltava gemidos leves entre o beijo. Jay tirou a única peça de pano que ainda existia em meu corpo, enquanto ele ainda estava com aquela toalha fortemente presa a sua cintura, levei a minha mão até a mesma e a puxei, pra minha surpresa, ele estava nu, sem nada por baixo.

- Você não gosta de cueca? – soltei um sorriso 

- Eu sabia que não ia precisar usar uma – Jay colocou sem nenhum aviso, seu membro todo dentro de mim, surpresa e, tomada pelo prazer soltei um gemido auto.

- Seu... Ahh... – queria poder  xinga-lo por ter sido invencível de tal forma mas o prazer era tanto que desisti, ele fazia movimentos rápidos para frente e  para trás, ele agarrou minha cintura aproximou nossos corpos deixando seu peito junto ao meu, pude sentir sua forte respiração, quente, sobre meu pescoço. 

Isso me excitou ainda mais, ele soltava gemidos baixos e roucos enquanto os meus... Quando eu estava a beira da loucura Jay deitou ao meu lado, me puxou para cima dele e disse algo como “cavalga pra mim” em meio aos seus suspiros, obedeci sua ordem então comecei a rebolar sobre ele. Ver aquele homem enlouquecendo de desejo por mim... Isso sim é o paraíso. Coloquei minha mão em seu peito, já estava me sentindo cansada, mas não conseguia parar, Jay sentou deixando nossos corpos suados... Cansados... Totalmente colados, logo depois deitou sobre mim dando estocadas fortes jogando sua cabeça para trás soltando um gemido forte, senti um liquido correr sobre minha perna, então Jay caiu sobre mim, exausto. Quando nossas respirações se normalizaram, ele deitou do meu lado me pegando, e me fazendo deitar sobre seu peito.

- Nós precisamos “fazer queimar” mais vezes – ele sorriu, convencido – garota... Agora você é só minha... 


Notas Finais


Desculpem por qualquer erro,😂😂 acho que esse não é um dos meus melhores 😂😂😂 mas espero que gostem, obrigado por ler favoritem ❤❤ e comentem por favor ❤❤❤ 😍😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...