História Girls and Liars - Capítulo 28


Escrita por: ~

Exibições 40
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - On Their Way...


Fanfic / Fanfiction Girls and Liars - Capítulo 28 - On Their Way...

No capítulo anterior... 

...Talvez o meu destino seria amá-lo, talvez não, naquela noite eu apenas estava na palavra "talvez" e em vírgulas, era tudo tão incerto, até que resolvo voltar aos EUA deixando as meninas e tudo para trás, eu não sabia o que eu estava fazendo ali, a Coréia do Sul não era o meu lugar, o meu lugar talvez seria nos braços de quem eu amava e com certeza ela não estava lá, era óbvio... 

Dias depois...

POV. Gabriell 

Eu me despedi das meninas e tive uma grande viagem, sei que isso foi uma rápido, uma quebra de tempo, mas eu não estava mais conseguindo ficar lá, eles estavam me encolhendo bem, mas eu não me sentia em casa lá... Entro no carro do meu pai e fomos á caminho de minha casa, a chegar lá abraço meus parentes que estavam me esperando e vejo minha casa totalmente mudada, nem parecia mais a mesma... Minha mãe chega em mi e diz: 

- Voce terá uma nova vida agora... (disse orgulhosa) 

- Eu prevejo, estou subindo ao meu quarto descansar! Beijo! 

Vou á caminho do meu quarto e ao abrir a porta, minha cama estava ao lado da janela, em sua frente, meu quarto não estava mais verde e amarelo e essas coisas, estavam com as paredes pintadas de branco ao deitar na minha cama e com a janela aberta escuto uma voz muito semelhante e que me dava arrepios, ao ver na janela era Shawn reclamando com sua mãe do seu quarto bagunçado e logo digo: 

- Não é possível isto... Ele agora é meu vizinho, altas tretas vão rolar, que raiva... 

Vou á sala e digo ao meu pai: 

- É O QUE? O QUE O SHAWN TÁ FAZENDO AQUI? ELE É NOSSO VIZINHO AGORA? 

- Ué, voces não eram amigos... Por que voce está assim? 

Ai caramba, pensei, eu esqueci que eu devia fingir que estou de boas com ele, digo nervoso e gaguejando ao meu pai: 

- A é... Lem-lembrei, nos- nossa, grande coi-coisa... 

Subo ao meu quarto e vou á janela o quarto e vejo Shawn com uma cara nada boa deitando em sua cama que em sua frente tinha uma poltrona de couro preta, começo á observar ele, até que ele desvia o seu olhar á mim, com meu desespero me agacho começando a orar para ele não perceber que era eu, eu tremia muito, não queria que ele me visse logo assim... 

- Oi? 

Diz ele meio confuso... 

- Quem é voce? (digo com uma voz mais grossa do que já é para ele não perceber) 

- Para com palhaçada que já sei que é voce... 

A casa caiu Gabriell, se revela logo... (pensei) 

- Seu merda... (digo) 

- O que voce está fazendo aqui? 

- Eu que te pergunto, o que voce está fazendo aqui sendo o meu vizinho? 

- Senti saudades de voce! (o trouxa abriu um sorriso torto) 

- Hum... Sério? Não estamos em trégua... 

- Por que voce está guardando magoas? 

- Voce tem é aquele teu Cameron, aquela tua Camila, aquela tua Hailee, volta pra eles lá... 

- São só meus amigos! 

- Ah, saiu uma foto sua no blog da Taylor voce beijando teu Cameron... 

- O que aquela piranha fez de novo? Ela está desaparecida... Está sem sinal... 

- Como assim? Ela desapareceu? 

- Sim, a polícia tentou pegar ela naquela confusão sua e das quintas... 

- Voce não estavam em Toronto? 

- Fui e já voltei... Minha família se mudou pra cá em Rosewood... 

- Infelizmente... 

- Por que? 

- Porque agora estamos próximos... 

- E voce não gosta disto? 

Digo tímido á ele: 

- Gostava... Não mais... 

POV. Fernnanda 

Uma mensagem chega no meu celular desconhecida sem número anotado em meus contatos:

''Voce pagará por isto vadia! Não só voce, mas todos!''

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...