História Girls and Liars - Capítulo 30


Escrita por: ~

Exibições 41
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 30 - What Do You Mean? What Does This Mean?


Fanfic / Fanfiction Girls and Liars - Capítulo 30 - What Do You Mean? What Does This Mean?

No capítulo anterior...

Saio do lugar furiosa e me levanto do banquinho de praça em que eu estava sentada e Suga agarra meu braço me impedindo de ir e meus olhos se encontram aos seus, ele era lindo, talvez foi aquele o momento em que me apaixonei por ele. Por um momento em que um cara com uma voz desconhecida grita meu nome em esperanças de me ver pelo seu jeito mas foi faliu ao ver aquela cena se entristecendo: 

- Kamille! 

Me viro para esta pessoa e digo nervosa e triste com aquilo: 

- Andrey? 

POV. Kamille

- O que voce está fazendo aqui? Quem que te falou onde eu estava? Eu não sou mais sua! Me esquece!

Digo furiosa em ver Andrey em minha vida novamente, mas desta vez não vou me rebaixar à ele... 

Ele diz: 

- Eu estava com saudades de você! Queria alguma reconciliação! Segunda chance! 

- Mas nunca mesmo, você é um grande cara de pau e agora eu já estou com outro! Um bem melhor que você, como você teve coragem de fazer isto comigo? 

- Eu não tive culpa, mas agora eu vim aqui para quebrar minha cara mesmo, eu fui um idiota de vir aqui e te procurar... 

- Idiota você sempre foi! 

- O que está acontecendo aqui? Não to entendendo mais nada... (diz Suga) 

- Ele era meu ex-namorado, mas agora não somos mais... 

- Mas já está com outro? 

- O que você acha que está vendo agora? 

- Mas você... 

- Aquilo já faz um ano atrás ou até mesmo mais... Se toca... 

- Eu tenho mais o que fazer... Tchau! 

- Já vai tarde idiota... 

- Nossa, que confusão... (diz Suga) 

- Entendo, ele me traiu com a falsiane do colégio, senti amor por ele à primeira vista... Mas foi em vão... 

- Eu posso mudar isto! (ele olhou para mim com um sorriso que me convencia) 

- O que? (olho para ele com um olhar meio bobo) 

Ele se aproximou de mim e me pegou pela minha maçã do rosto e selou nossos lábios, dei liberdade para sua língua se encaixar com a minha e foi a coisa mais perfeita aqui, sya língua era tão quente e irresistível mas seu beijo era tão calmo e intenso fazendo-me delirar em seu peito, mordo os seus lábios dando sensação de prazer à ele, eu sabia que ele amava porque ele gostava de coisas calmas mas também quentes, era confuso para nós mas era bom, foi o melhor beijo que já senti em minha vida. Após o beijo ele se afasta e pega em minha mão dizendo: 

- Você deve já estar se sentindo melhor agora! 

Abri um sorriso sem mostrar meus dentes fazendo meus olhos brilharem e minhas bochechas coraram me deixando tímida, logo voltamos para casa...

POV. Fernnanda 

Eu estava no meu quarto tentando dormir e me desligar do mundo um pouco, estava cansada de fazer a tarefa doméstica, logo Kamille vem gritando meu nome e pulando na cama dizendo do que rolou do encontro, dizendo: 

- Voce nem sabe do que aconteceu! 

- Lógico eu não estava lá... 

- Que isso, sai dessa bad

- Vai conta! 

- Eu tava em uma ''DR'' com o Suga e ele puxa meu braço com força me fazendo voltar para trás ai nós trocamos olhares! Ai adivinha quem apareceu lá!

- Quem? 

- O Andrey! 

- COMO ASSIM? 

Eu me assusto por ele estar lá mas como ele soube que estávamos aqui, fiquei meio duvidosa e por que ele veio procurar Kamille? Logo penso e digo isto á ela. 

- Para voce ver, ele nós pegou no flagra, adorei, dei a volta por cima e também eu não sei qual é o motivo de ele estar aqui, também me admirei, ai depois ele se irritou e foi embora, Suga se consolou e me pegou de um jeito leve e nos beijamos, e vou te dizer em, QUE BEIJO FOI AQUELE? 

- Estou feliz por voce! E voce é a Laura já estão em trégua? 

- Sim, só não to conversando muito com ela... 

Kamille se retirou do nosso quarto descendo as escadas... 

POV. Shawn 

Meu pai marcou um jantar com a família do Gabriell para daqui tres dias e mal podia esperar, logo depois a campainha toca e vou ao encontro da sala para ver quem seria, minha mãe logo iria atender mas logo me dou permissão de abrir primeiro, ao abrir a porta vejo Cameron com um sorriso no seu rosto e sacana pro meu lado, ele diz convicto: 

- Esqueceu que eu viria aqui? 

- Como assim? Voce aqui? Voce não mandou nenhuma mensagem para mim! 

Digo nervoso com ele e minha mãe diz: 

- Filho, eu te ensinei a ser alguém paciente com as pessoas! Desculpa Cameron, ele é assim mesmo! Pode entrar!

- MÃE? 

- Oi filho! 

Fico sem paciência e me dando de rendido deixando Cam entrar, ele diz: 

- O que? Minha presença não é bem vinda? 

- Ai esquece! O que voce quer? 

- Vamos lá pro seu quarto! 

- É melhor voce ir filho! (diz minha mãe) 

Subimos ao quarto e Cam logo diz: 

- Então este é seu quarto? 

- Sim! 

- Por que voces se mudaram para cá? -

- O aluguel da antiga casa estava caro, esta já estava á venda! 

- Ata! Nossa que asa bonita é aquela? 

- Ah, é... 

Fiquei nervoso naquela hora porque ele não podia saber que Gabriell era meu vizinho, ele ficaria frustrado... Por isso gaguejo: 

- É, essa casa? 

- Sim! Conhece? 

- An, não, acho que não! 

- Como acha que não? 

- Ah, não te devo satisfações não! Por que voce quer saber? 

- Estou curioso... 

- SHAWN! 

Minha mãe me chama e logo digo: 

- O QUE É? 

- VEM AQUI! 

Como meu quarto estava uma bagunça como sempre acabo me tropeçando nas cobertas, logo Cameron puxa meu braço mas foi faliu, como eu era pesado ele caiu em cima de mim em meu tórax me fazendo gritar e soltar uma leve gemida. 

POV. Gabriell 

Eu estava na minha sentado em minha cama ao lado da janela muito concentrado no livro ''Fallen'' e logo escuto um barulho no chão da casa do Shawn e uma leve gemida baixa, ao me levantar para ver e olhar da janela vejo Cameron em cima de Shawn deitados no chão, a expressão de Shawn parecia que estava sentindo dor, com muita malícia logo falo alto para que o quarto dele alguém escute: 

- O que significa isto? O que isto quer dizer? 

Logo Shawn aparece da janela dizendo: 

- Não é nada que voce está pensando! Estamos de roupa! 

Cameron me olho de um olhar sarcástico levando sua sobrancelha e dizendo: 

- Acho que alguém perdeu aqui! 

- Como voce foi capaz de fazer isto? (digo á Shawn) 

- Não é nada, foi ele! 

- EU? Foi seu quarto desorganizado! (diz Cameron) 

Saio do local e vou até a garagem pegando meu carro e pisando fundo cantando pneu indo até a casa de Selena...

Ao chegar na casa de Selena ela diz abrindo a porta: 

- O que é isso? 

- Foi culpa dele!

- De quem? 

- Do Shawn, ele me traiu! 

Explico tudo á Selena e ela diz: 

- Eu entendo, talvez ele não seja seu! 

- Voce está diferente! 

- Eu vi Justin na rua, não sei se foi visão ou algo do tipo... 

- É O QUE? ELE SAIU DO PRESÍDIO? 

- Foragido... 

- MAS COMO ELE ESTAVA? 

- Totalmente diferente... 

- Nossa, acho que ele quer vingança... 

- Bem proposital... 

POV. Ariana 

Eram 22:40 da noite e saio do meu emprego que arranjei, estava tudo bem, tudo resolvido á pesar d e alguns problemas, mas logo no meio do caminho um carro se cruza no meu caminho saindo dois caras dentro do carro, no bolso deles eles tirando duas pistolas e mirando ao meu carro, eles estavam com capuzes e toucas para tamparem seus rostos , me mandaram sair do meu carro e amarram minhas mãos me colocando dentro do carro deles, fiquei em desespero mas colocaram um paninho em minha boca para eu me adormecer... 


Notas Finais


Sorry pelos erros ortográficos leitores! Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...