História Girls and Liars - Capítulo 32


Escrita por: ~

Exibições 36
Palavras 786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Fake, Bitch


Fanfic / Fanfiction Girls and Liars - Capítulo 32 - Fake, Bitch

No capítulo anterior... 

POV. Beatriz

Abri um sorriso olhando para o mar um pouco calmo, começo a encarar o horizonte e sentar em uma cadeira de praia lá, não pretendia ir lá para ficar na margem, apenas observar, eu queria sair um pouco, eu estava muito em casa, ele observa o meu sorriso e diz: 

- Voce é linda! 

- Oi? 

- Não... O-o seu sor-riso... 

Ele gaguejou e estranhei a sua expressão... 

POV. Kamille 

Eu estava jantando e todos e logo chega uma mensagem em meu celular escrita: 

''Bom apetite, espero que morra!'' 

Me assusto com a mensagem me fazendo perder o apetite da comida e logo falo me retirando da mesa: 

- Gente, me da um minuto? Já volto! 

Vou até a sacada do nosso quarto e fico assustada, só de pensar que tudo aquilo era apenas o início tomo coragem e respondo a pessoa com número desconhecido: 

''Quem é voce!'' 

''Logo irá saber!'' 

Como assim? Essa pessoa não se revela? Aquilo estava me atordoando muito, estava se escurecendo e desço as escadas mas logo outra mensagem chega dizendo: 

''O seu dia de volta para casa está chegando! Voe com a HOME!'' 

Afe! Nosso dia de voltar para casa estava próximo, mas logo iríamos voltar, a se voltamos... Penso, a ''HOME'' era uma agencia de viagens muito boa, com uma classe média, seu valor era barato e é a que sempre viajo... 

Depois do jantar... 

Estávamos eu e as meninas no quarto conversando e observando a noite com Suga ao meu lado com seu braço rodeado em minhas costas e meio ombro, toco no seguinte assunto: 

- Gente!

Todas focam em mim exclusive Suga, meu novo meio-namorado talvez e disparo dizendo: 

- Chegou uma nova mensagem em meu celular desconhecida dizendo! 

- ERA O QUE? 

Arregala Fernnanda seus olhos assustada e surpresa, continuo: 

-Era isto! 

Mostro a mensagem para todas e elas ficam meio que tipo: 

''A comida tava envenenada?'' 

Todas olharam para Suga porque ele sabia de algumas receitas de algumas sopas e exclusiva esta, Suga se surpreende e diz: 

- O que foi gente? Por que voces estão olhando para mim? 

- A comida estava com veneno? 

Diz Laura. 

- Não! Eu não faço as comprar das despesas de casa... 

- Quem faz? 

- A empregada... 

Ficamos na dúvida ali... 

POV. Gabriell 

Era dia do jantar na casa de Shawn, péssimo dia, péssima noite, coloco uma blusa branca e um short jeans escuro, e para finalizar coloco um tenis preto, ao sair de casa junto com meus pais e se locomovendo para a casa de Shawn que era grande e bonita logo tocamos a campainha e sua mãe abre a porta contente e dizendo: 

- NOSSA! Chegaram cedo, podem entrar e fiquem a vontade... 

- Não á de que! (dizia minha mãe) 

O pai de Shawn aperta minha mão como uma cumprimentação e logo já diz: 

- O Shawn está lá em cima... 

Acabo rindo da situação para disfarçar o clima, a hora de jantar foi um pouco demorada e ao assistir televisão me passava pela cabeça: 

'' O que o Shawn deve estar fazendo lá em cima por tanta demora?'' 

Sua mãe ó chama umas duas vezes até ele gritar: 

- JÁ ESTOU DESCENDO! 

Ao descer as escadas ele estava lindo, talvez seja a demorar dele mesmo mas duvidei mesmo assim, seu cabelo estava um pouco penteado, com um perfume, uma Timberland preta, um short jeans normal e uma camisa preta, por estar meio justa deu para ver seus mamilos, aquilo me fez rir e me fez lembra de ''tetas'' ou ''tretas'' não sei o porque mas eu segurei a minha risadinha... 

Ao se sentar na mesa ele desvia seu olhar em mim enquanto sua mãe vai nos servindo mas minha mãe a impede deixando a minha nos servir mas sua mãe diz para a minha: 

- Não, voce é a visita de casa! Senta lá! 

- Tá né... (disse minha mãe) 

Me senti em alguém me observando de algum lugar mas não como se fosse Shawn, como se vinha da janela seu olhar, a rua estava deserta e logo uma mensagem recebo em meu iPhone 5s que estava na em cima da mesa dizendo: 

''Eu estou em todos os lugares!'' 

O número era desconhecido e pelo o que aconteceu lembrei diretamente de Beatriz por ser uma das primeiras pessoas que conheço que já recebeu mensagens de ameaça e desconhecidas, me senti inseguro no momento tendo que perdi um pouco da fome, fiquei bastante atento a tudo o que acontecia, logo a mãe de Shawn coloca meu prato sobre a mesa e ela se senta na mesa para conversar com meus pais sobre se conhecer melhor... Era sopa e eu amava... 

 


Notas Finais


Sorry pelos erros ortográficos... Boa leitura!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...