História Girls Just Wanna Have Fun - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Bianca, Black, Blue, Bonnie, Brianna, Brock, Burgundy, Calem, Caroline, Cheren, Cilan, Clemont, Daisy, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Drew, Gary Carvalho, Grace (mãe de Serena), Iris, James, Jessie, Kenny, Leaf (Green), Max, May, Misty, Natural Harmonia Gropius "N", Norman, Paul, Professor Carvalho, Red, Serena, Zoey
Tags Diversão, Garotas, Meninas
Visualizações 28
Palavras 1.486
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁÁÁÁÁÁ!!! POR FAVOR, NÃO ME MATEM EM NOME DE ARCEUS! Eu sei que o capítulo demorou, mas eu tive que ficar pensando no que fazer com ele, além de me errar com provas e mais provas!

Boa leitura!

Capítulo 9 - Os Dento


Fanfic / Fanfiction Girls Just Wanna Have Fun - Capítulo 9 - Os Dento

Era sábado de manhã, Cilan havia acabado de acordar e encontrava-se sentado na cama, olhando tudo ao seu redor. Deu um breve suspiro e lembrou que teria de arrumar o apartamento antes de seus pais chegarem, em seguida, espreguiçou-se e levantou para começar o dia.

Assim que se pôs de pé, observou seu amigo Pansage deitado na caminha ao lado da porta do quarto. Deu um sorriso e caminhou pelo corredor na direção da cozinha, prepararia seu café-da-manhã e logo iria arrumar tudo por lá. A casa até que era bem organizada, havia apenas alguns casacos por cima do sofá e dois ou três copos na mesinha de centro, fora isso, tudo dentro dos conformes.

Ao entrar na cozinha, colocou duas fatias de pão na torradeira, encheu a caneca de leite, adicionou achocolatado à bebida e mexeu, enquanto pegou as torradas e passou manteiga. Enquanto comia, refletia no que seus pais pensariam se vissem seu apartamento, afinal saiu do conforto da casa no interior e com um futuro teoricamente preparado para ir parar na grande Celadon e fazer faculdade de Psicologia.

Deu um suspiro logo em seguida, resolveu pegar as coisas que encontravam-se pela sala e foi arrumando tudo que podia. A sorte era que a faxineira viera na terça, sendo assim, não precisaria passar pano, muito menos varrer a casa. Assim que guardou tudo o necessário, pegou suas roupas para poder tomar um banho. Depois de se despir e entrar no box, deixou a água quente escorrer por seu corpo. Mesmo que fizesse calor, não resistia à um banho quente, era a coisa mais relaxante que existia.

Desligou o chuveiro, vestiu sua camiseta polo cinza, uma calça jeans azul escura e um par de tênis cinza com duas faixas vermelhas. Deveria estar apresentável, seus pais eram extremamente exigentes quanto às roupas e o emprego, já que estas duas coisas unidas geravam um “status social bom”.

Era por volta das 10:30 quando a campainha tocou, Cilan engoliu em seco e correu para atender a porta. Antes de tudo, expirou e meditou mentalmente, deveria ter toda uma preparação psicológica para encarar seus pais.

- Oi filho! - O casal exclamou, sorrindo. Na verdade, quem sorria era a mulher.

Kelly Simons Dento e Erick Dento eram seus nomes. Ela tinha aproximadamente 46 anos, sua pele já dava sinais da idade um pouco avançada, seus cabelos curtos e com cachos nas pontas eram azuis e seus olhos eram verdes, não tinha muita altura e nem muito corpo. Já o homem, era robusto e tinha 48 anos, seus cabelos e bigodes eram vermelhos e seus olhos eram verdes como os do filho.

- Oi mãe, oi pai! Entrem por favor! - O esverdeado exclamou, sorrindo.

Os Dento entraram, sentaram-se no sofá enquanto o rapaz preparava um café para eles. A Senhora Dento observava atentamente todos os cantos e cômodos da casa, enquanto o Senhor Dento ficava encarando alguns papéis que estavam sobre a mesa. O homem pegou os mesmos e leu: eram dois estágios, um na Escola Municipal Arceus e outro no Colégio Celadon. Erick ergueu suas duas sobrancelhas, encarou o filho na cozinha e foi até o mesmo.

Cilan mordeu seu lábio superior quando avistou o pai pegando em seus papéis, todavia preferiu fingir que não observou a cena, apenas deixou o mais velho adentrar aquele pequeno cômodo. O Senhor Dento coçou o queixo, observou a bebida de cheiro estonteante e apoiou sua mão esquerda sobre a bancada, ainda encarado o filho.

- Vejo que está mesmo correndo atrás não é?

- Bem, sim… - O de cabelos verdes corava a cada instante. - Olha pai, eu te conheço e sei que vai tentar me convencer a ficar no seu lugar na empresa, mas eu não sou um homem de negócios, me desculpe…

Erick deu uma risada nasal, seguida de uma risada sonora com lágrimas finas saindo dos olhos.

- Relaxe Cilan, não viemos por isso!

- N-não?!

- Claro que não, nós só viemos te visitar! - O mais velho sorriu e em seguida ficou um pouco mais severo. - E também vim ver sua casa… até que está boa…

O rapaz de cabelos verdes estava de olhos arregalados, deu um sorriso de canto e pegou o café pronto, serviu em três xícaras e colocou um pouco de açúcar em cada uma. Ele entregou uma para o pai, outra para a mãe e a outra ficou consigo. Ao irem para a sala de estar, começaram a papear sobre os outros irmãos de Cilan: Chili, Cress e Lana, a mais nova. De acordo com os pais, os três estavam bem, exceto Chili que provavelmente repetiria de ano.

Algumas horas depois a família decidiu ir à praia, o filho queria apresentar os amigos para os pais e mostrar um pouco da cidade. Durante o caminho, Cilan falava sobre a história das meninas, de como enfrentaram suas famílias para terem um pouco de liberdade e independência. Kelly ficara extremamente fascinada com a história das meninas e ficou ansiosa para conhecê-las.

Enquanto isso, Misty tinha de lidar com dois clientes que discutiam. Na realidade os homens estavam bêbados, porém seus atos eram bem violentos, a ruiva até havia pego uma vassoura para separá-los, mas fora em vão, já que os clientes quebraram o cabo do objeto. A salvação da jovem foi a chegada da família Dento, que ameaçou chamar a polícia caso continuassem. Os homens se entreolharam e cada um caminhou para um lado, um em direção à família e o outro apenas andando no calçadão da praia.

- Muito obrigada! - A Waterflower exclamou, em seguida sorriu. - Devem ser os pais do Cilan, eu sou Misty, amiga dele!

- Olá mocinha, meu nome é Kelly e este é meu marido, Erick, é um prazer conhecê-la… - A mulher disse, estendendo sua mão para cumprimentar a jovem.

Cilan deu um sorriso, logo em seguida apresentou as outras meninas e também os rapazes, pedindo para os pais sentarem-se num dos bancos enquanto fazia um pedido para as trabalhadoras do quiosque. O casal conversava animadamente com Iris, que parecia a mais interessada em vê-los, mais até que o próprio filho.

- Sabe, faz anos que não vejo meu pai tão feliz… - O rapaz de topete verde comentou, sorrindo de canto e pegando a porção de fritas.

- Acho que eles também não te veem dessa forma há tempos. - Serena disse, recordando o dia que conheceram o Dento. Ele parecia bem abatido, todavia ele não contava o porquê de agir daquela forma, conforme o tempo passou o rapaz pareceu ficar mais alegre.

Os pais do jovem rapaz conversavam animadamente com Iris, como se já a conhecessem há tempos. Na realidade, a arroxeada parecia sempre estar alegre e inspirada para falar com novas pessoas, principalmente se tratando dos pais de seu amigo. Cilan deu um sorriso tímido, notando que Erick e Kelly se deram bem com seus amigos.

- Poderiam ficar para o festival, nós vamos dançar! - Comentou Dawn sorrindo.

- É uma ótima ideia! Cilan, vamos te atrapalhar? - Questionou a mãe do mesmo.

- Nem um pouco, acho a ideia ótima na verdade! Principalmente para o papai descansar!

A tarde que passaram fora extremamente tranquila, Cilan nunca imaginou que seus pais seriam tão fáceis de lidar, desde pequeno recebia exigências demais, coisa que o traumatizou um pouco na relação com os pais. Assim que o Sol tratou de começar a se pôr, os três Dento se despediram e foram para o apartamento 43 no prédio Water Queen.

Ao entrarem na residência de Cilan, Kelly decidiu tomar um banho enquanto Erick sentou-se no sofá, um pouco relaxado para seus costumes. Encarou o hack que apoiava a televisão e viu uma porção de CD’s, incluindo alguns de Elvis Presley. Uma remota lembrança surgiu em sua mente, de quando seus filhos eram pequenas crianças e ficavam junto do pai na sala de estar escutando o Rei do Rock na velha vitrola.

- Eu sinto um pouco de falta disso… - Erick começou. - das risadas, das danças desajeitadas de vocês, sinto que tudo isto passou voando, e Lana então, mal a vi crescer! Ela já está com 12 anos!  

- Pense bem, essas memórias nunca serão apagadas, pai. Eu sei que dá saudades, mas foi muito bom enquanto durou.

Cilan pousou seu traseiro ao lado do pai, que esticou o braço esquerdo e abraçou o filho lateralmente, um gesto de carinho depois de anos a fio sem terem uma conversa decente, chegava a ser mágica esta situação. Kelly chegou na sala de estar e ficou encarando a cena, com um brilho nos olhos.

- Ah, Cilan, aquela menina, a Iris, é muito simpática! Podia ser sua namorada hein!

- M-mãe! Ela é só minha amiga!

Depois de dizer tal frase e causar risos baixos em seus pais, Cilan saiu para trabalhar no bar, deixando Erick e Kelly em seu apartamento junto de Pansage.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...