História Give Me An Answer - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek
Exibições 45
Palavras 408
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heey!
Voltei no tempo certo :3
Eu gosto desse capítulo, é simples, como todos os outros, mas eu gosto.
Acho interessante pensar em coisas aleatórias da vida, assim como o Baek fbvahabrgh
Por favor, deem amor ao meu personagem <3

Capítulo 2 - Meditation


Apoio o queixo em uma das mãos enquanto traço linhas imaginárias com os dedos da mão apoiada na mesa. Minseok sorri e até mesmo ri de leve. Imito sua felicidade, por mais que nada que ele diga eu possa ouvir.  Não é falta de consideração, juro que tento ficar atento às pessoas, mas não consigo. Minha mente voa para longe e demora a voltar. Mesmo que olhe nos olhos da pessoa e esteja atento aos seus movimentos não consigo entrar inteiramente na conversa.

Ando pensando muito. Não em algo que a maioria pudesse dizer ser relevante. Creio que somente filósofos e psicólogos se interessem pelo assunto. Chego a pensar se em alguma vida passada fui Aristóteles, Sócrates ou Freud.

É interessante refletir sobre o valor da vida, das pessoas. Querendo ou não, Minseok não tem o mesmo valor que Chanyeol tem para mim, independente do tempo que nos conhecemos. Assumo que também não valho tanto como Jongdae deve valer para o moreno, ainda que não admita. Todos nós temos direito à vida e somos importantes para a sociedade, mas em graus diferentes que variam de pessoa para pessoa. É triste, devo dizer que, ao final o senso de justiça há de se perder.

Por mais que seja o ideal, o homem não consegue ter todos a sua volta no mesmo nível de importância; o padeiro ainda vai valer menos que sua esposa. Ele não arriscaria a vida para salvar o padeiro, mas sim quem verdadeiramente ama, que suponho ser a esposa. A vantagem do homem em perigo é ter alguém que lhe coloque em extrema relevância em relação aos outro e até mesmo a si mesmo, pois assim, a pessoa se sentirá bem em fazer qualquer coisa para defender esse homem.

O policial naquela delegacia não dá tanta atenção ao assassinato do seu irmão por não ter laços com ele. Logo, seu irmão se torna uma pessoa sem valor para ele.

Todos nós valemos tudo e nada ao mesmo tempo, a resposta varia dependendo unicamente para quem perguntamos.

Minseok sorri mais uma vez. Seguro as lágrimas eu meus olhos por não conseguir fazer parte de sua narrativa e sorrio também. Ele continua falando, mas em algum momento de falha minha seus olhos felinos demonstram dúvida e sua fala se perde.

"Baekhyun, você está me ouvindo?" Questiona, tocando de leve minha mão.

Sorrio.

Não. Palavra alguma. Zero. Nenhuma vírgula ou ponto final.  

Balanço a cabeça de forma positiva.

"Claro."


Notas Finais


Uma menção de Chanyeol
Ele aparece no próximo capítulo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...