História Give Me Love * Min Yoongi * (Suga) - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BEAST (B2ST), Block B, EXO, IKON, IMFACT, K.A.R.D
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V, Xiumin
Tags Bangtan Sonyeondan, Bts, Min Yoongi
Visualizações 233
Palavras 2.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 63 - What If This Isn't Love?


Fanfic / Fanfiction Give Me Love * Min Yoongi * (Suga) - Capítulo 63 - What If This Isn't Love?

(...)

Tudo que eu esperava era que não houvesse mais surpresas para o dia de hoje, afinal eu estava uma pilha de nervos.

-Eu estou muito mal?_perguntei para Jisoo enquanto saiamos do elevador.

Ela me olhou de cima a baixo rapidamente e colocou seus óculos escuros.

-Estás parecendo uma adolescente de ressaca, mas é melhor do que sair nua por aí_ela disse me fazendo ficar com uma vergonha enorme novamente.

Logo chegamos ao carro da tia do Sr. Min que eu diria ser muito gentil e fofa, se não fosse tão indiscreta.

-Ah, finalmente vocês chegaram, já estava ficando preocupada_a tia do Suga disse quando entramos no carro.

Eu ainda estava com uma vergonha horrenda, então permaneci quieta e apenas coloquei meu cinto de segurança.

-Bom dia, minha querida_ela disse me olhando pelo retrovisor.

-Bom dia_eu disse baixo.

Logo desviei o olhar e então fiquei observando a paisagem passar rapidamente pela janela.

...

Elas foram conversando o caminho todo e eu preferi apenas colocar meus fones e ir curtindo a minha paz.

Assim que chegamos eu tirei meus fones e desci do carro acompanhando elas.

Maggie e Paola a tia do Sr. Min pareciam conversar animadamente sobre seus casamentos e era algo que definitivamente eu não queria prestar atenção.

Jisoo estava logo atrás delas se olhando em seu celular e eu me sentia terrivelmente deslocada.

Elas logo foram falar com a recepcionista e eu observava o local ao nosso redor.

Era um lugar bastante bonito e agradável, e as mulheres que atendiam eram muito bonitas, além das que estavam chegando para ser atendidas serem todas muito bonitas, porque todas as pessoas por aqui parecem ricas, lindas e famosas?

Olhei mais uma vez para a minha roupa e olhei para a moça que havia acabado de chegar, ela com toda certeza é muito bela e sabe se vestir elegantemente, eu estou parecendo uma droga de adolescente que está de ressaca ou drogada.

-Hey Anna, eu sei o que você está sentindo, quando vim aqui pela primeira vez também me senti muito mal... Mas lá dentro nós descobrimos que metade delas não tem nada daquilo naturalmente, que roubam seus maridos ou que têm amantes para estarem aqui_Paola disse para mim e eu a olhei.

Havia um sorriso em seu rosto e eu sorri levemente, aquilo me fez um pouco menos insegura.

-Então... Vamos?_Maggie perguntou sorrindo.

Assenti a olhando e então as segui com calma.

Eu sabia que para a massagem eu teria que tirar minha roupa, mas eu estava me sentindo muito envergonhada pelo ocorrido de hoje mais cedo.

Logo uma moça mostrou qual seria a nossa sala e entramos, a mesma moça foi nos entregando roupões e uma chave para um armário.

...

Por fim eu realmente tive que ficar nua, mas me cobri com o roupão e para a massagem a moça deixou um lençol cobrindo minhas partes íntimas.

Elas também estavam fazendo massagem, manicure, pedicure, cuidados com a pele e eu estava descobrindo milhares de fofocas.

Elas fofocavam sobre as suas vidas, as dos maridos, filhos e até as moças que faziam os procedimentos em nós entraram nos assuntos para desabafar.

Eu ainda estava muito desconfortável e não queria participar desses assuntos, então preferi me manter em silêncio apenas fingindo ouvir, ou escutando uma coisa e outra que me deixavam curiosa.

Haviam outras mulheres na sala, mulheres que pareciam ter acabado de serem esculpidas e minha auto estima estava indo à baixo cada vez mais que eu observava seus corpos perfeitos, rostos, pele, cabelos... Puta que me pariu.

-Hey você é Jung Anna, Não é?_uma delas disse para mim em coreano .

Eu apenas assenti tentando assimilar o porque essa mulher maravilhosa estaria falando comigo, qual era o seu interesse em mim?

-Prazer, Lee Chaerin ou CL, o que preferir _ela disse me estendendo a mão.

Fiquei ainda um pouco receada, mas apertei sua mão já que ela estava ao meu lado praticamente.

-Você vai se casar com Min Yoongi não é?_ela disse e então eu entendi seu interesse em mim.

Ela quer saber sobre o Sr. Min ou sobre nós... Mas que pena, eu havia gostado dela, tão linda com esses cabelos cinzas, olhos cheios de charme, lábios carnudos e vermelhos e corpo escultural.

-Vou_respondi lhe olhando.

-Não parece muito animada_ela comentou com um sorriso.

Se não fosse muita loucura, ela estava me lembrando o Suga.

-Porque acha isso?_perguntei com uma sobrancelha erguida.

-Porque qualquer outra mulher que cita o seu casamento com Min Yoongi está com muito mais ânimo que você até nas feições e não é tão monossilábica quanto você está sendo... Qual é, você não vai casar por pressão com ele, ou vai?_ela era atrevida.

-Não que eu tenha consciência_disse lhe olhando um pouco pensativa.

Ela sorria me olhando e aquilo era realmente atraente.

-E porque decidiu se casar com ele?_quanta curiosidade.

-Não sei, para ser sincera acho que por amor_disse pensativa.

-Hum... Eu te garanto que você encontraria muito amor com uma mulher se procurasse_ela disse com um sorriso de canto.

-Já tentei, acho que não é a minha praia_fui sincera.

-Talvez porque era a mulher errada_ela disse calma.

-O que você quer dizer?_tentei entender qual era a sua finalidade.

Ela sorriu desviando o olhar e a moça que lhe massageava foi dispensada por ela com um sorriso e um agradecimento.

-Eu quero dizer que caso você queira tentar algo diferente sempre vai haver uma oportunidade... E eu sempre estarei pelas redondezas, minhas empresas têm pólos em todos os cantos que você imaginar, então se você olhar para o lado eu poderei estar lá caso precise_ela piscou para mim e se levantou.

Fiquei lhe olhando um pouco confusa e vidrada enquanto a via sumir e eu ficava tentando entender o que havia acontecido aqui.

-Hey, Anna..._a voz da Jisoo chamou enquanto eu ainda olhava em direção onde a CL havia ido.

Olhei para Jisoo e percebi pura curiosidade em seus olhos.

-O que foi isso que eu vi?_ela perguntou com expectativa em sua face.

-Estou tentando entender_respondi pensativa.

-Ela estava dando em cima de você?_Paola perguntou curiosa também.

Merda. Agora EU era o foco de todas aquelas mulheres.

-Óbvio que estava, dessa vez a Chaerin foi rápida, não perdoou nem a noivinha_disse uma ruiva com um sorriso totalmente sarcástico.

-Noivinha?_perguntei com certa raiva me subindo nas veias.

-É, noivinha_ela me olhava com um sorrisinho de merda na cara.

Eu estava prestes a mandar aquela mulher se foder, mas não foi preciso.

-Hyuna, vai se foder, não é porque a CL pega mais mulheres que você e se quer olha para você, que precisas ser tão desagradável sempre... A CL é linda, inteligente e dona das próprias empresas, não há como você competir já que rouba seus ex-maridos até hoje..._a moça que me massageava disse para a ruiva e eu fiquei um pouco de queixo caído.

-Definitivamente você é uma fofoqueira de primeira_a tal Hyuna disse a olhando.

-E você uma puta de primeira, olha o nível de mulher que a CL se interessa, você não estaria aqui com elas se não fosse uma ladra de milionários_a moça disse sem se ofender.

Aquilo estava muito interessante de se presenciar, mas a tal Hyuna apenas se retirou com seu andar de pombo, dizendo que não era obrigada a aguentar aquilo.

Todas as mulheres voltaram a fofocar e eu apenas tentei não me envolver em mais nenhuma daquelas fofocas, já que agora o assunto parecia ser a CL e também Min Yoongi.

Após tudo que eu tinha direito de fazer, ser feito e eu finalmente ter perdido todo o meu stress e praticamente metade do dia naquele spa.

Finalmente estávamos indo para o local onde eu iria fazer os últimos ajustes de vestido, cabelo e maquiagem.

Eu já não aguentava mais passar o dia com elas comentando sobre esse casamento. Como eu sentia falta da Lív, ela sim me faria sentir como se eu estivesse em casa e não tivesse nada a temer quanto a esse casamento com sua pureza.

...

Maquiagem muito bem feita e penteado terminado, enfim estavam moldando o vestido em meu corpo e eu me olhava no espelho novamente não reconhecendo a mulher que via no reflexo como na noite passada.

Havia algo diferente em mim, aquele vestido me dava um brilho totalmente único, fazia meus olhos parecerem iluminados, dava beleza e suavidade ao detalhe que Maggie havia colocado em meu cabelo e aos brincos tão maravilhosos de diamantes e safiras que eu usava e que nunca havia se quer visto na vida, acho que são da família do Suga.

-Está pronto_a moça disse fazendo um último ajuste e sorriu para mim enquanto observava o meu vestido -Posso chamar as moças?_ela perguntou educada.

Assenti um pouco hipnotizada pelo meu reflexo; eu definitivamente estava diferente fisicamente e espiritualmente.

Não demorou muito para eu ver Dona Paola, Maggie e Jisoo me observando como se eu fosse algo celestial.

-Você está uma completa rainha_Paola me olhava com lágrimas em seus olhos.

Dei um leve sorriso em agradecimento, eu me sentia muito bem vestida assim, como se essa roupa me pertencesse desde sempre e agora que eu estou descobrindo isso.

-Você realmente está um anjo, meu menino é um homem muito sortudo_Maggie disse amável.

Eu sorria com lágrimas se formando em meus olhos.

-Hey, Hey, Hey, não é porque está uma dama que pode borrar a maquiagem, foi uma fortuna paga pelo meu pai, então vamos antes que isso piore_Jisoo disse me dando um leve abraço e um beijo na bochecha.

Eu sorri para ela segurando minhas lágrimas e então suspirei profundamente, eu estava indo me casar com o homem da minha vida, aquilo era de mais para o meu coração.

Jisoo e Maggie me ajudaram a calçar os saltos que eram cravejados com pequenos diamantes que eu achei tão lindos.

-Pronta?_Jisoo perguntou me ajudando a ficar em pé.

Assenti firmemente e dei um sorriso seguro para ela.

E então eu fui posta na limosine apenas para mim e estava à caminho do local do casamento sem ao menos ter muita noção e uma pilha de nervos, ficar muito tempo longe dos meus bebês não ajudava muito na minha ansiedade.

...

O caminho parecia nunca ter fim. Aquela estrada era lentamente percorrida pelo moço que dirigia a limousine e eu apenas ficava mais nervosa enquanto me perdia em pensamentos.

A cada segundo que se passava eu me perguntava se aquilo realmente era o que eu queria fazer da minha vida, ou eu não queria simplesmente pedir ao homem que parecia dirigir tão lentamente que eu poderia ir à pé e seria mais rápida, se ele poderia me deixar no aeroporto para eu pegar o primeiro vôo de volta para Gangnam.

Aquele homem realmente queria chegar no local do casamento ainda hoje? Pois eu dirijo mais rápido que ele e olha que Xiumin e o Suga odeiam que eu dirija por ser sempre tão abaixo da velocidade permitida.

Espera, ele estava dirigindo lentamente para eu ter tempo de pensar sobre o quê estou fazendo e desistir? Porque se fosse, ele estava quase conseguindo.

Mas eu não queria ser rude e lhe mandar acelerar, era apenas o seu trabalho, talvez seja obrigatória a chegada sempre tão atrasada da noiva e por isso ele esteja dirigindo tranquilamente.

Eu já não sabia nem mais o quê pensar a respeito de nada, apenas suspirei profundamente e tentei entender as minhas inseguranças e medos para esse dia tão esperado desde que eu conheci aquele homem tão sombrio.

Eu não podia acreditar que aquilo realmente estava acontecendo, eu estava indo me casar com o homem dos meus sonhos, o homem que foi um pesadelo para mim por muito tempo, o meu pior pesadelo que se tornou um sonho e eu tenho medo de acordar desse sonho.

Mas... Tudo estava sendo fácil demais, havia algo de estranho com a vida, ultimamente o Senhor Min está sendo muito gentil, paciente e eu não entendia o porque dele ter mudado tanto em tão pouco tempo, será que ele realmente criou sentimentos por mim, sentimentos verdadeiros como os meus? Ao menos, eu achava amar ele, eu acho que o amo, mas...

E se ele voltar a ser como era antes e começar a me trair, a ser abusivo, a ser um completo canalha quando eu precisar dele?

Se eu não o amar e se ele não me amar, o que será das nossas vidas juntas? O que será da vida do nosso Bebê? Eu não sei se eu o amo tanto quanto penso amar, será que o melhor seria não me casar? 


Notas Finais


Me perdoem a demora, eu realmente precisava e preciso de um tempo para mim mesma, o meu psicológico está uma completa bagunça e eu estou tentando entender o que está a acontecer. Mas de qualquer forma, espero não ter decepcionado ninguém.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...