História Give Me Novacaine - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Mukeway

Postado
Categorias Green Day
Personagens Billie Joe Armstrong, Mike Dirnt, Tré Cool
Tags Billie Joe, Green Day, Tré Cool, Trillie
Exibições 33
Palavras 1.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiee pessoas, tudo bem? Espero que sim ^^

Essa é a nossa (Minha e da Mukeway) nova história, Trillie, porque Trillie is real e quanto mais fanfic Trillie, melhor :) Esperamos que vocês gostem, então... Nos vemos nas notas finais!

BOA LEITURA!

Capítulo 1 - O Casamento


POV. Billie

Eu não sabia mais o que eu estava fazendo, e muito menos o que eu estava prestes a fazer. Por que eu tinha que fazer isso? Só pra minha família parar de desconfiar? Será que se eles soubessem a verdade, eles deixariam de olhar na minha cara? Será que essa é a coisa certa a se fazer? Bem, eu duvido! Se eu fizer, serei infeliz para o resto da vida, se eu não fizer, todos vão me odiar. (...) Oh Deus, por que minha vida tinha que ser tão complicada?

Eu estava sentado em uma mesa me embebedando, já era minha oitava cerveja, se eu ia mesmo fazer aquilo, eu não queria estar sóbrio e nem mesmo me lembrar desse dia! Eu queria desabafar, levantei e fui procurar o Mike, ele é o único que sabe da verdade e ainda assim, não me odeia!

Procurei por todos os lugares, até ser informado de que Mike ainda não havia chegado, entrei em minha casa e fui até o meu quarto, me sentei na cama e fiquei pensando nas coisas – Eu preciso desabafar! – Comecei a chorar sem saber o que fazer então ele entrou no quarto, o motivo para eu estar querendo fugir da cerimônia.

-Billie eu estava te procurando (...) por que está chorando? – Ele se sentou do meu lado, preocupado

-E- E se isso não for a coisa certa Tré? – Eu disse tentando me acalmar

-Como assim? Você está pensando em não se casar? Mas por que isso de repente Billie? – Eu o encarei. Ninguém sabe o quanto eu queria contar a verdade pra ele, mas e se eu contasse? Nossa amizade iria se quebrar, ele nunca sentiria o mesmo e teria nojo de mim!

-E- Eu só não sei se é a coisa certa a se fazer, e se eu me arrepender? E se eu não for feliz quanto eu penso que vou ser? Tré, eu não sei se quero continuar com isso! – Tré me abraçou de lado e eu me senti pior do que já estava

-Billie, foi você que pediu Adrienne em casamento e se você a pediu, não é porque você a ama? – Ficamos em silêncio por uns segundos – Billie, você a ama?

Tré estava dificultando ainda mais as coisas, eu posso dizer com toda a certeza que Adrienne sempre foi a minha melhor amiga mulher, com certeza ela é uma excelente amiga e uma ótima pessoa, mas eu nunca estive apaixonado por ela e muito menos a amo.

-S- Sim Tré, e- eu a amo, mas tenho medo de qu... – Tré acabou me interrompendo, como ele adorava fazer

-Então Billie? Se você a ama, por que ainda tem dúvidas? Eu não posso te garantir nada, mas eu acho que viver ao lado da pessoa que você ama para sempre deve ser simplesmente incrível! Acordar todos os dias ao lado, ter alguém pra te abraçar quando você se sentir perdido, alguém que não vai te abandonar... – Então parei de ouvir o que ele dizia

Eu me sentia um lixo, quero dizer, nem para lixo eu servia mais! Eu vou me casar com alguém que eu não amo e ser infeliz para o resto da vida, Tré nunca saberá o quanto eu gostaria que esse casamento fosse meu e dele, eu cheguei a pensar que vou pro inferno por amar Tré Cool, um homem! Mas não tinha mais nada a se fazer...

-Você tem razão Tré, será que o Mike já chegou? – Eu disse limpando meu rosto molhado

-Com a hora que é ele já deve estar lá na posição dele, vamos antes que você perca seu próprio casamento! – Ele disse puxando uma de minhas mãos

Todos nos posicionamos e o casamento começou, Adrienne estava nervosa, mas ela ficou mais tranquila ao perceber que eu também estava tremendo um pouco, mesmo não sendo bem por isso que eu estava tremendo.

Quando o padre chegou na parte em que eu digo “Aceito”, caíram lágrimas dos meus olhos, Adrienne deve ter achado isso fofo de minha parte, mas por dentro, eu estava gritando tentando pedir ajuda ou até mesmo querendo morrer ali naquele momento para não precisar continuar vivendo esse pesadelo.

Se eu disse “Aceito”? Acho que isso é meio óbvio, eu não poderia fugir daquilo, eu devia estar mesmo destinado á esse castigo terrível para o resto da vida, ao menos minha família e amigos não iriam me odiar da mesma forma que eu estava me odiando.

E então acabou. Eu estava casado com alguém que eu não queria, de jeito nenhum, viver para sempre ao lado. Quando Adrienne e eu estávamos indo embora, eu passei por Mike e eu pude sentir toda a pena que ele estava sentindo de mim, na verdade não sei se era pena ou raiva, pois ele não queria que eu tivesse feito isso por causa da opinião da minha família.

Adrienne e eu saímos e lá e fomos até o hotel que passaríamos a lua de mel, eu já não estava mais muito consciente das coisas por causa do que eu havia bebido. Fomos até o quarto e quando mal chegamos lá, Addie me empurrou para cair em cima da cama e começou a me beijar, então ela se levantou:

-Eu vou tirar esse vestido e por uma coisa que eu acho que você vai adorar! – Ela disse com uma expressão maliciosa, então foi até o banheiro

Eu tive uma crise de nervos, o casamento nem era a pior parte, eu iria ter que transar com ela. Fui até o frigobar e comecei a beber todas as merdas que continham álcool, eu nem mesmo vi o que era! Só sei que minha mente já não estava mais no mundo real.

Eu estava tão alucinado que eu não vi Adrienne sair do banheiro, eu vi Tré. Na realidade, eu fiz sexo com Adrienne, mas em minha cabeça, foi com Tré, logo quando ela dormiu, eu comecei a chorar no meu canto, eu ia precisar me embebedar e me drogar sempre que isso fosse acontecer? E eu veria Tré ao invés de Addie todas às vezes?

Eu acabei dormindo enquanto chorava e sonhei com Tré, acho que Tré iria ficar me perseguindo para sempre. Quando acordei, me decepcionei ao ver que a parte do casamento com Addie não tinha sido um sonho, eu respirei fundo para não me atirar pela janela!

-Bom dia querido! Eu tenho uma coisa pra te mostrar – Disse Adrienne saindo do banheiro, muito animada

-Bom dia, por que toda essa animação? – Eu perguntei, Adrienne se deitou ao meu lado e me mostrou um teste de gravidez que estava... Roxo!

-Olá papai! – Ela disse sorridente.


Notas Finais


Bem, a maravilhosa Way lembrou de avisar que, eu (JackssMiranda) faço a visão de Billie, por isso esse capítulo foi por minha conta, ela (Mukeway) faz a visão do Tré e o próximo será dela, daí o próximo é meu, depois ela e assim vai kk (Melhor explicação EVER)

Muito obrigado por terem lido até aqui. Críticas, sugestões e opiniões serão sempre bem-vindas ^^

Bjss e vejo vocês no próximo capítulo ^^ Bom Final de Semana <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...