História Giving me a chance - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Zendaya
Personagens Justin Bieber, Zendaya
Tags Colegial, Justin Bieber, Zendaya
Visualizações 116
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 7 - Sorry?


Fanfic / Fanfiction Giving me a chance - Capítulo 7 - Sorry?

Justin Bieber P.O.V

 

 

Recebi suspensão e ficaria dois jogos sem entrar nas quadras. Meu treinador com certeza não iria gostar, já que seriam jogos importantes. Graças a esses jogos poderiamos ganhar uma bolsa para faculdade de Nova Iorque, mas para falar a verdade eu não estava com cabeça para aquilo, então não me importei.

Me olhei no espelho e reparei em tudo que ja fiz, isso contando com as coisas boas e ruins. Pensei em quem sempre esteve do meu lado e sempre pude contar nos dedos quantos ficaram comigo por amizade verdadeira. Percebi que não poderia mais ser esse Justin, que trata as pessoas com tanto ódio. Não queria mais ser o culpado pela tresteza de alguém

Não queria ser como meu pai, que só deixava mágoas toda vez que me visitava, que aliás eram poucas vezes. Não queria ser igual a minha mãe que só dá atenção para uma coisa, e se esquece da importância das outras. Eu não queria mais ser "Justin o cara do time", o pegador, o rostinho bonito. Eu não podia ser só isso, ser só mais um cara cheio de futilidades e substituível, um cara com prazo de validade. Sempre soube que poderia ser mais que isso.

Quando pensei naquilo tudo, percebi que estava me descobrindo como o ser humano que realmente sou.

 

Estava inspirado para cantar naquele dia, então peguei meu violão e me sentei na cadeira, próxima a janela, me possibilitando ver o dia cinzento.

 

 

 

Lately I been harboring my feelings, tryna hide

(Ultimamente, tenho nutrido meus sentimentos, tentando esconder)

 

 

Drown myself in alcohol to kill the things inside

(Me afogo em álcool para matar as coisas por dentro)

 

 

Easier to take a fuckin bullet to my brain

(Mais fácil colocar a porra de uma bala no meu cérebro)

 

 

THC and ethanol are running thru my veins

(THC e etanol estão correndo nas minhas veias)

 

 

Talking to myself, ask myself if I’m insane

( Falando comigo mesmo, me pergunto se eu sou louco)

 

 

Nothing but a low life, I can never change

(Nada além de uma escória, nunca vou mudar)

 

 

So baby girl just listen up

(Então garota, só me escute)

 

 

I think I’ve had enough of prescription love

(Acho que já tive o suficiente de amor prescrito)

 

 

Think it's time to let you go

(Acho que está na hora de deixar você ir)

 

 

Maybe I’m just broken down

(Talvez eu esteja muito destruído)

 

Alguém tocou a campainha interrompendo meu momento, olhei pela janela afim de ver quem era e Chris que estava me procurando.

 

— O que você quer Chris? — Falei grosso ao abrir a porta. — Olha, se for pra brigar fique sabendo que agora não tem nenhum professor ou diretora pra interferir.

 

— Não, não vim brigar — ele levantou as mãos em forma de rendição, dando um sorriso de lado. — Eu vim para me desculpar. Posso entrar?

 

Lhe dei passagem, fechei a porta e fui até a sala junto com ele. Fiz sinal com a cabeça para que ele se sentasse e logo me sentei em uma poltrona um pouco distante.

 

— O que deu em você cara? — Perguntei olhando para ele. — Eu não entendi nada quando você veio pra cima de mim.

 

— Desculpa Justin, eu só estava nervoso e chateado com o que aconteceu, eu acabei descontando em você, fazendo os dois se ferrarem no final de tudo. — Ele colocou os cotovelos apoiado nos joelhos, passando a mão nos cabelos, parecendo realmente arrependido.

 

— Não posso deixar de concordar com a última parte. Sabe que podemos perder uma boa oportunidade com aquele jogo não é? — O encarei esperando sua resposta.

 

— Eu sei, foi impulso meu cara. Não pensei nas consequências. — Ele se ajeitou um pouco mais no sofá.

 

— Mas me diz, você gosta dela ou o que? Sempre a defendia. — Perguntei com certa curiosidade.

 

— Não é isso, eu só não gosto do jeito que a tratam. Já passei pelo que ela passou e não era legal — essa era novidade, nunca que iria imaginar alguém tirando sarro do Chris. — E você tem algo contra ela? Sempre fazia coisas que a magoavam.

 

— Não, eu... eu realmente não sei porque fazia isso tudo com ela, só sei que não vai se repetir. — Falei sentindo todo o arrependimento do mundo.

 

— Hum... Então estamos de boa? — Ele levantou e estendeu a mãe para mim, eu com um sorriso sincero apertei sua mão e lhe abracei.

 

— Sim, tudo de boa. — Sorri amigavelmente.

 

— Então, o que acha de irmos na festa que o Ryan está dando?

 

— Cara, posso te falar? Estou tentando evitar festas, na verdade estou tendo evitar lances por aí. — Ri fazendo ele me acompanhar.

 

— Então eu vou indo.

 

— Okay, você sabe onde é a saída, não esquece de fechar a porta. — Fui para o meu quarto novamente, peguei meu violão e voltei a cantar.


Notas Finais


Boa noite galera, tudo bacana?
Quero agradecer pelas curtidas e comentários, fico muito feliz com todos, muito obrigada mesmo de coração! 💕
Pra quem quiser ouvir a música o nome dela é Rx luv do Lund, é bem gostosinha essa música, mas se você estiver na bad não recomendo ouvir.
Beijos, até o próximo capítulo !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...