História Golden apples - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Kentin
Tags Amor Doce
Exibições 8
Palavras 1.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Quando Mallien ja completava seus cinco anos eu ja estava com meus onze anos e mesmo assim ela com seus olhos grandes cor chocolate ainda conseguia me convencer de brincar com ela, e ao entrar em seu quarto de paredes coloridas não só por tintas mas também por mãos travessas de uma garotinha percebi que ela estava olhando pela janela atenta, sentei ao lado dela no chão de madeira e olhei para onde ela olhava. Na direção que seu olhar se erguia havia uma mulher de branco, com véu e grinalda.
-casa comigo?-ela me olhou com um bico extremamente persuasivo
-não posso, você é nova demais-ri tenso-e tem mais, por que casar comigo? Sou o mais desajustado da escola Mallien-ela franziu a testa e se sentou na minha frente.
-acredita na Mallien?-olhou mostrando as covinhas que aprendi a amar no rosto de minha irmã.
Assenti e ela sorriu mostrando novamente os buraquinhos em suas bochechas.
-meu maninho é o garoto mais bonito do mundo-ri quando vi um brilho em seu olhar-não é para ri-mesmo tão jovem ela já ficava brava facilmente, isso era engraçado.
Tentei morder a bochecha para que o sorriso se fosse, mas falhei miseravelmente perante a cena, ela a minha frente emburrada e ficando vermelha de raiva.
-pare de rir!-exclamou com a voz fina e suave tentando se acalmar respirando, seu vestido azul escuro quase negro e suas botinhas acho que bege a deixavam ainda mais fofa do que era, seu rostinho vermelho segurando o ar enquanto com os dedinhos contava até dez.
Sorri bobo ao perceber que em seus olhos tinha uma pitada de humor junto a uma faísca de algo que eu não sabia descrever se era, raiva ou se ela estava preste para aprontrar comigo.
-espera aqui-ela correu pela porta e escutei seus pulos na escada, fui até a mesma para tentar ver o que ela fazia. Ela falava com nossa mãe que riu assentindo e fechando o livro que lia, Mallien correu para escada e me viu fazendo um bico.
-não era para espiar-ela mostrou a língua e gargalhei sonoramente-chato-ela riu e subiu se trancando no quarto dela.
Olhei para porta sem entender nada, não íamos mais brincar? Já me acostumei a brincar com ela, mesmo na idade que eu tinha, eu gostava, talvez mais que ela de brincar com a mesma.
Não sabia ao certo o porque, mas eu gostava de passar meu tempo com Mallien.
-Kentin-vi sua cabeça sendo colocada para fora e fui até ela
-presente-fiquei de frente para ela e ela sorriu com um vestidinho branco e as botas ali, ainda presente-por que se trocou?-me abaixei até sua altura
-porque vamos nos casar hoje-falou confiante e sorri
-tem certeza que quer casar comigo?-ela fez que sim com as covinhas ali, uma em cada bochecha-já que insiste nisso...-a olhei, em seus olhos chocolate amargo, eu era fascinado em seus olhos, mas nada que passasse de amor de irmão.
-vem-sorriu e me puxou para a escada e segurou minha mão descendo devagar para não cair. Mas a pressa voltou quando chegamos ao fim da escada.
Correu para o quintal tentando me puxar também, sorri quando vi que tinha ursinhos todos enfileirados um ao lado do outro, bem no fundo do quintal tinha a mesinha com qual ela brincava de tomar chá comigo, agora com alguns biscoitos Prince de Lu.
Me colocou perto da mesinha e correu entre os ursinhos e ligou um radinho e a música agitada a fez sorrir mexendo o pequeno quadril sem atrativos me fazendo rir.
-agora esta tudo pronto-fez um sim para janela e minha mãe veio ao quintal vestindo um vestido preto com um cachecol caindo nos ombros.
Mallien correu até mim e segurou minhas mãos sorrindo radiante com suas covinhas, uma de cada lado.
-estamos todos reunidos aqui hoje para celebrar...-não consegui prestar atenção em minha mãe, não enquanto olhava Mallien inquieta sorrindo pulando de um pé para o outro fazendo seus cabelos irem consigo numa dança lenta e suave. Mas logo fui tirado do transe chamado Mallien e seu sorriso quando minha mãe repetiu pela quinta vez as palavras que eu só entendi quando Mallien me deu um pequeno puxão.
-aceita casar com Mallien?-minha mãe riu divertida com toda a brincadeira
-claro que aceito, ela é a única que me quer mesmo-ri e Mallien fez uma careta mas logo mudou para um sorriso
-então com o meu poder de mãe, eu os declaro, marido e esposa-sorriu e Mallien soltou minhas mãos dando um pequeno salto me abraçando pelo pescoço-pode beijar a noiva-Mallien corou levemente e beijou minha bochecha corando um pouco mais.
-aah, quero outro minha esposa-eu ri e enchi seu rosto com selinhos evitando seus olhos e labios, não iria beijar minha irmã mais nova.
-ecaaaa-ela riu e beijou o outro lado da minha bochecha.
-vem preciso levá-los para a lua de mel-disse minha mãe e a olhei sem nada entender
-ta mamãe, vou me trocar-foi a vez de Mallien falar, mas logo a mesma correu para dentro de casa, olhei para minha mãe e ela sorriu
-vá se trocar, vamos ao clube nadar-sorri junto e corri para dentro.

(...)

Eu achava meu corpo uma droga, parecia um esqueleto com fantasia de humano, mas era por Mallien, repetia a mim mesmo mentalmente.
Vesti uma camisa de mangas compridas branca e um shorts verde militar que havia ganhado de meu pai, assim descendo e encontrando uma garotinha de vestidinho listrado com um laço de corda branca, e a mesma sorriu ao me ver me abraçando.
-acho que ja estão prontos-minha mãe apareceu e com uma bolsa enorme em mãos abriu a porta para a garagem.
-mamãe o que é isso?-Mallien logo ao entrar no carro e se sentar na cadeirinha tentou puxar a grande bolsa.
-são boias e protetores solares, além de mais algumas coisinhas-minha mãe passou a bolsa para o banco da frente e as duas começaram a conversar sobre boias de unicórnio, não prestei muita atenção e acabei dormindo na viagem...

(...)

Acordei com algo molhado em meu ombro e em meus lábios, abri os olhos devagar e me deparei com um par de olhos chocolate me encarando, seu rosto mais perto do que eu esperava. Em poucos segundos meu rosto ganhou cor, pensei que Mallien em seus cinco anos dera seu primeiro beijo em mim, mas logo vi seus lábios bem longe da minha boca, ela tentava me fazer comer sorvete dormindo.
-acorda Kentin, trouxe sorvete-ela sorriu sentada em meu colo e me mexi tentando a expulsar, ainda sim com cuidado para não derrubar a pequena no chão.
-saia dai Mallien, quero dormir-ela fez bico e me abraçou sujando meu cabelo com o sorvete-esta me sujando-riu e olhou o sorvete.
-aqui também esta sujo-olhou para meu rosto e passou a mãozinha tentando limpar.
-tudo bem-ri e limpei-quer nadar?-olhei para a piscina bem na nossa frente
-quero-levantou do meu colo e correu até minha mãe que passou algo branco em seu rosto e puxou seu vestido para cima a deixando de maiô, que levava uma saia rodada na cintura.
Mesmo pequena Mallien ja começava a criar um pequeno grupo de admiradores mirins.
-vou ter muito trabalho-veio até mim rindo.
-vamos-me puxou até a piscina e me olhou-e agora?-ela olhou para a piscina e sentou na beirada molhando os pés.
-que tal entrar na água?-ela sorriu e virou entrando devagar na água se segurando na beirada.
-vem Kentin-ela estendeu a mãozinha afundando um pouco.
-vai me ensinar a nadar?-fiz o mesmo que ela entrando na água, a mesma batia no meu peito.
-não precisa-sorriu-você sabe-ela se soltou e foi até mim que nem um cachorrinho me abraçando.

(...)

No caminho de volta Mallien estava dormindo no meu colo, e como sempre eu mexia em seus cabelos. Ela se mexeu e sorri olhando com mais facilidade seu rosto redondo, toquei a ponta de seu nariz e ela o mexeu, mordi o lábio para não rir, acariciei sua bochecha sorrindo e ela fez o mesmo ainda dormindo.
-chegamos-minha mãe me olhou pelo retrovisor e sorriu-vocês são lindos, não surpreenderia se vocês ficassem juntos-riu e corei
-somos irmãos mãe-falei corando mais
-mas aprovo desde já-riu alto e Mallien acordou com minha mãe a pegando no colo
-Kentin-ela esticou os bracinhos para mim e a peguei-mamãe posso dormir com Kentin?-perguntou me abraçando sonolenta.
-isso ele que escolhe-as duas me encararam e sorri fazendo que sim. Mallien voltou a deitar a cabeça no meu ombro e fui até o banheiro com ela.
-antes de dormir, um banho Mallien-ela fez que sim e a coloquei no chão, ela subiu o vestido e me deu virando para que eu tirasse seu maiô, desfiz o nó e ela foi para debaixo do chuveiro da banheira, liguei e dei banho nela, assim que terminei ela sentou no banquinho enrolada na toalha esperando por mim, de princípio fiquei com vergonha de tomar banho na frente dela, queria saber por que as palavras de minha mãe me afetaram tanto. Tomei o banho e peguei Mallien no colo quase dormindo e a levei até meu quarto, a vesti com cuidado e a deitei na cama, me troquei e deitei ao lado dela, seus bracinhos passaram para meu braço e a abracei com cuidado, apertei seu corpinho contra mim para que a mesma não caísse da cama....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...