História Golden Time - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Taehyung
Exibições 24
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nois se vê nas notas finais
O início do cap vai parecer os Comeback's dos meninos do Bangtan: Nada faz sentido(pelo menos acho que a maioria não vai entender MAS...)

Capítulo 18 - Capítulo 18


Fanfic / Fanfiction Golden Time - Capítulo 18 - Capítulo 18

POV's Alice

​Estava em uma floresta um tanto escura e sombria. Não havia nada nem ninguém por perto, tudo o que eu podia ouvir naquele lugar era​ milhares de vozes agudas, ao posto de estourar os meus tímpanos, pedindo por socorro. Ca

M​as, ao longe, eu podia ver uma silhueta de um homem com ombros largos. Os gritos se silenciaram, a luz e a silhueta haviam sumido. Não estava mais na floresta. Estava em uma sala completamente vazia, as paredes pintadas de azul, o piano, e toda a arquitetura fazia o lugar ser o mais confiável possível.

A ​cama enferrujada branca estava ocupada por pétalas de flores brancas. Porém o que chamou a minha atenção foi um quadro, com a moldura dourada e delicada, com um lago e em volta havia várias árvores de cerejeira, o que deixava o lugar ainda mais belo. Tinha duas sombras sobre a ponte ali presente, era um casal olhando para a noite estrelada e iluminada. Senti que já estive naquele mesmo lugar, como se eu já estivesse presenciado aquilo...

Abri os meus olhos lentamente, tentando acreditar que todo o mal já tinha passado. Mas, ao sentir toda aquela dor corporal, percebi que estava errada. Estava naquele mesmo cômodo sujo e escuro. Estava com uma dor insuportável, principalmente nas pernas. Com muito cuidado e esforço, consegui me levantar da cama. Estava tentando escutar alguma coisa através da porta. E não escutei nada além de silêncio. Abri a porta cautelosamente e um pouco receosa. Mas no final tudo estava completamente vazio. Mesmo assim, o medo de que Jake poderia aparecer e me torturar ou quem sabe pior. Com o máximo de delicadeza e atenção, rondei todo aquele lugar, mesmo com minhas pernas doloridas e começando a sangrar devido ao esforço de um simples caminhar.

Mas se quisesse fugir daqui precisaria ser forte. Fui para a sala e percebi que o sofá que ali havia estava desorganizado, supondo que Jake estava dormindo ali:

"Pense Alice, pense Alice!"

Falava comigo mesma ao tentar procurar a chave que poderia me livrar finalmente daquele inferno.

"-Jake! Onde está o meu Kumamon?! Por favor! Eu não consigo dormir sem ele!- implorava para Jake me devolver a minha pelúcia.

-Você é uma bebê chorona, Alice! Eu vou devolver o seu bichinho idiota!- disse Jake falando com deboche.

O mesmo se abaixou no chão no chão e se arrastou para debaixo do sofá, saiu e voltou com a pelúcia em mãos:

-Kumamon!"

Assim que essa lembrança veio a cabeça, peguei uma faca grande e fui para debaixo do sofá resmungando algo desconhecido por causa da minha dor.

Peguei a faca e rasguei o estofado da parte de baixo. Apalpei a madeixa e ouvi um barulho de molho de chaves. A minha esperança final mente havia voltado. Depois de tanto tempo de cativeiro abri um sorriso

Peguei uma quantidade suficiente de dinheiro que também estava debaixo do estofado do sofá e guardei em uma mochila. Fui em direção à porta com as chaves em mãos

~*****~

Andei procurando por alguma lanchonete no meio da estrada. Vi uma mercearia bem humilde e entrei no estabelecimento. Fui na área de lanches e peguei um sanduíche e fui ao caixa e vi uma senhora idosa de uniforme e óculos meia-lua:

 

-Com licença, a senhora poderia me dizer onde eu estou?

-Você está no meio do nada, praticamente. Mas se você quiser ir pra qualquer lugar da Coreia você tem que chegar na estação de Wonju. Ah e são 100 Won's

-Muito obrigada!

~*****~

O meu corpo já estava dando sinais de fraqueza. Era por volta das quarto da tarde, o sol já estava se escondendo e à sua volta havia nuvens formando um degradê do laranja ao rosa. Á quanto tempo eu não vejo o sol?

Passei tanto tempo olhando pro nada que nem percebi que havia chegado na estação de Wonju! Gostaria de beijar o chão naquele momento, mas precisava chegar em casa o quanto antes.

Estava à procura de um "orelhão" e quando achei, coloquei o dinheiro lá e liguei pra primeira pessoa que me passou pela cabeça:

chamando... Chamando...

-Alô?

-Jin!!


Notas Finais


Desculpem pela demora eterna da fanfic. Teve muitos imprevistos na escola e em casa
~*****~
O niver do Jin está chegando e quero que vocês procuracem dar muito amor ao meu utt. Não esqueçam do horário aqui no Brasil! O niver dele começa dia 3 de dezembro ao meio-dia em ponto!! Escrevam muito no TWT com a seguinte "#" #HappyJinDay
~****~
Eu estou fazendo outra fic. Se chama "What Are You?" É uma fanfic sobrenatural e é um Jimin imagine. Tá aqui o link de quem quiser ler: https://spiritfanfics.com/historia/what-are-you-6938892



Me perdoem pelo capítulo bosta, bloqueio de criatividade
;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...