História GoldenTale - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~KittyK_

Postado
Categorias Undertale
Personagens Chara, Flowey, Frisk, Papyrus, Sans, W. D. Gaster
Tags Afterdeath, Aftertale, Core!frisk, Dancetale, Dusttale, Errorink, Errortale, Flowerfell, Horrortale, Inktale, Nightcross, Romance, Sansrisk, Sansxfrisk, Underswap, Undertale, Virus
Exibições 104
Palavras 1.756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HEY PESSOINHAS!

Welp, outro cap da fic, que por sinal ta com mais de 80 favs
Caramba, to impressionada (Nunca achei que alguém ia querer ler essa merda XD)

Mas aqui estamos, com... 87 favs? Acho que é isso, ou 86, realmente não importa
(Aposto que vocês tão mandando bala no botão do foda-se XD)

Bom, já que fomos tão longe.... Acho que vocês merecem uma recompensa, hehehe

Aproveitem o cap, hihihi

Capítulo 14 - Por que me sinto assim?


"Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito.

William Shakespeare"

 

O lugar estava escuro e sequer um sussurro era ouvido, a não ser por sua respiração. Nightmare havia acabado de deixar sua forma de pesadelo, voltando à sua original. Apesar de sua outra forma conter mais poder que sua básica, tinha que admitir que era extremamente desconfortável dormir com a mesma, então preferia sua forma normal mesmo

Estava prestes a se deitar quando a porta de seu quarto foi aberta com um estouro, fazendo-o pular com o barulho repentino. Se virou para a porta e apenas viu Cross entrar em seu quarto e cair de cara no chão. Soltou um longo suspiro e caminhou até o maior, com uma expressão de desapontamento em sua face

Cross foi levado pelo menor até sua cama e o deitou na mesma, sua respiração estava acelerada e grunhia de vez em quando. Apesar de esconder por trás de sua expressão de desaprovação, Nightmare se sentia um tanto… Estranho vendo Cross daquele jeito. Não era uma sensação tão comum, visto que o menor não se importava com nada nem com ninguém, a não ser que tivesse a ver com seus objetivos, mas então… Por que estava se sentindo assim?

- Cross… - o maior se esforçou para abrir as órbitas e grunhiu baixo, mas mesmo assim encarou Nightmare - Você bebeu alguma coisa?!

Para a surpresa de Nightmare, Cross não respondeu, apenas começou a rir de um jeito um tanto intimidador, o que fez com que o menor recuasse um pouco. Cross se sentou e se aproximou de Nightmare, ficando a poucos centímetros de seu rosto. Por mais que o menor quisesse recuar, seu corpo parecia estar paralisado, não conseguia se mexer

- Hehe, seus olhos são bonitos, senpai - disse ele, sua voz deixava bem claro que ele havia bebido alguma coisa

O comentário de Cross apenas conseguiu deixar Nightmare irritado, trazendo o menor de volta à realidade, mas por algum motivo, sentiu seu rosto ficar quente. Tentou dar um tapa em Cross, mas este o pegou pelo pulso e sorriu ao ver a expressão de surpresa de Nightmare. Rapidamente franziu o cenho e tentou bater nele mais uma vez, desta vez com a outra mão, mas esta também foi agarrada pelo maior. Com um movimento rápido, Cross o deitou na cama, com sua cabeça caindo bruscamente no travesseiro e subiu por cima dele, mantendo os pulsos do menor presos ao lado de sua cabeça. Nightmare queria muito poder voltar à sua forma de pesadelo, assim poderia acabar com a merda que estava acontecendo naquele momento, porém algo parecia o impedir de fazê-lo, não entendia direito o que era e nem por que ele estava sentindo aquilo, apenas queria que fosse embora.

Cross encarou o menor abaixo de si com desejo em seus olhos. Durante muito tempo, Nightmare fora o único a mexer com o maior desse jeito, Cross não tinha o costume de gostar de muitas pessoas, no máximo apenas as tolerava, porém com Nightmare era diferente. Pelo tempo que o menor e ele fizeram o acordo de se ajudarem a atingir seus objetivos, Cross havia começado a sentir algo… Diferente do que sentia pelas outras pessoas. Não sabia o que era no começo, apenas percebeu que algo no menor o tentava e o atraía como um imã, precisou apenas de um empurrãozinho de um certo espírito para que entendesse o que sentia por Nightmare

Aproximou seu rosto do dele, possibilitando que o menor ouvisse sua respiração pesada. Nightmare corou um pouco em roxo, mas recuou, se sentindo incomodado com a mínima proximidade entre ele e Cross. O maior abriu um sorriso malicioso ao ver um certo temor no olhar do menor

- Agora você não me escapa, senpai

Selou sua boca com a do menor, que corou extremamente. Apesar de resistir e ter uma enorme vontade de jogar Cross para o outro lado do quarto e puni-lo pelo que fizera, seu corpo parecia não responder mais aos seus comandos, além disso também tinha… Aquela sensação

Apenas para piorar tudo, aquela sensação parecia estar mais forte do que antes, era um sentimento que ia ao contrário de tudo o que o menor pensaria num dia normal. Enquanto uma grande parte queria que Cross desaparecesse, uma pequena fração de si parecia estar… Gostando?

Visto que não teria outra escolha, correspondeu ao beijo com certa relutância, ao perceber isso Cross aprofundou o beijo, pedindo passagem com a língua, que lhe foi permitido depois de um tempo

Começou a explorar todo o interior da boca de Nightmare com a língua, não deixando nenhum lugar intocado, sua língua se entrelaçou com a do menor ao encontrá-la, deixando alguns suspiros escaparem de sua boca e ouvindo alguns escaparem da do parceiro também

Se separaram por falta de ar, um fio de saliva ligando as duas bocas que logo se partiu. Cross encarou maliciosamente o menor abaixo de si, respiração desregulada, um rubor roxo escuro lhe estampava o rosto e um pouco de saliva escorria de sua boca.

Não perdeu tempo e avançou no pescoço de Nightmare, que arfou com a súbita pressão em seu pescoço. Cross começou a passar sua língua pelos segmentos do pescoço do parceiro, ouvindo alguns gemidos baixos deixando a boca do menor, apenas o incentivando a continuar.

Cravou-lhe os dentes no pescoço do menor e começou a chupar a saliva ali impregnada, ouvindo seus gemidos aumentarem progressivamente

Enquanto trabalhava no pescoço de Nightmare, uma de suas mãos foi descendo pelo corpo do menor até chegar ao seu membro, massageou-o por cima do tecido, o que fez com que os gemidos ficassem ainda mais altos

- C...C-Cro- Aah - tentou chamar a atenção do maior, mas este havia aumentado os movimentos de sua mão e boca, impedindo-o de falar por conta dos gemidos

Ao ouvir os gemidos altos vindos da boca do menor, pareceu que seu desejo de tê-lo para si apenas aumentou. Não fez cerimônia, desceu a segunda mão para seu short enquanto a primeira tirava o seu próprio

Ao se livrar das vestes suas e de Nightmare, jogou-as em algum lugar qualquer do quarto. Encarou o menor de cima a baixo, com saliva escorrendo pelo canto de sua boca. Deu um último selo nele e desceu rapidamente em direção ao seu membro e tomou-o em sua boca, ouvindo um gemido alto fugido da boca do menor com a súbita pressão no local

Cross passava sua língua por toda a extensão de Nightmare, não deixando nenhuma parte intocada. Começou a movimentar a boca num movimento de vaivém, impregnando o membro do menor com sua saliva, está que logo era chupada de volta, sendo sucedida pelas arfadas do menor

Nightmare sentiu seu corpo tensionar, conforme se aproximava de seu limite, seus gemidos agora tinham um tom cansado, visto que já estavam nisso por um tempo

Os movimentos da boca de Cross apenas aceleravam, aproximando o menor cada vez mais de seu ápice. Em pouco tempo, não aguentou mais, arqueou a coluna e gemeu alto, liberando seu esperma na boca do maior, que engoliu tudo com satisfação

Largou do membro do menor e subiu por cima dele, com seu membro ereto próximo da entrada de Nightmare

O menor gemia baixo e sua boca salivava, naquele momento ele não tinha ideia do que diabos estava acontecendo e porque estava deixando Cross fazer isso, sem sequer revidar ou empurrá-lo, ele estava apenas… Estático

A respiração de Cross estava pesada, mesmo sem ter consciência do que estava fazendo e nem por qual razão, apenas o pensamento de Nightmare embaixo de si à sua mercê, já era o suficiente para deixá-lo excitado

Penetrou-o com força, o que fez com que o menor gemer de dor e prazer. O maior começou a se movimentar lentamente, acelerando ao ver os gemidos de dor se tornarem inteiramente de prazer, incentivando-o a continuar

Juntou sua boca com a dele enquanto movimentava sua cintura, a língua de Cross atacava vorazmente a de Nightmare, aumentando ainda mais o rubor em sua face. Se separavam por falta de ar e logo o maior voltava a juntá-los, sem dar tempo para que respirassem, tendo que repetir o ato várias vezes

Moviam suas cinturas com agilidade, o membro do maior se chocando contra os ossos de Nightmare, apenas aumentando o som de seus gemidos, assim como o sorriso malicioso no rosto de Cross

Largou da boca do menor e aproximou seu rosto do ouvido de Nightmare, mas não disse nada, apenas riu baixo

- Q-Qual ahh é a g-graaah graça? ahn… - perguntou ao maior, porém com os gemidos o atrapalhando

- Você fica tão fofo sendo fodido por mim, senpai - sussurrou, sensualizando a voz. Movimentou o quadril bruscamente, atingindo um ponto cego, fazendo Nightmare mais gritar do que gemer

- AAAaahh… E-eu te odeio! Aaahh…

- Não é o que seus gemidos dizem, senpai - continuou estocando no mesmo ponto, arrancando mais gemidos altos e gritos do menor

Ambos sentiram seus corpos ficarem tensos ao se aproximarem de seus limites. Cross entrelaçou seus dedos com os de Nightmare, que imediatamente apertou sua mão em resposta. O menor arqueou a coluna, chegando ao seu clímax, junto do maior. Seus espermas deixaram seus corpos, impregnando o tecido abaixo deles.

Cross retirou seu membro de dentro de Nightmare e caiu ao seu lado, completamente esgotado, assim como o menor

Nightmare tentava desesperadamente recuperar o fôlego, uma imensa sensação de confusão batia em seu crânio. Levou as mãos ao rosto ao finalmente cair na real e se tocar do que havia acabado de acontecer.

Ele e Cross haviam transado… E ele havia gostado! Seu rosto voltou a esquentar com o pensamento em sua cabeça

Não sabia direito o que devia fazer ou o que aconteceria em seguida, apenas precisava sair de lá o mais rápido possível

Levantou-se da cama o mais rápido que pôde, vestiu-se e abriu um portal para uma dimensão próxima, pulando dentro do mesmo e caindo sobre a neve que cobria o chão, provavelmente estava em Snowdin, não que importasse no momento

Sua respiração continuava levemente descompassada, e o rubor ainda se estampava em suas bochechas ósseas. Mais uma vez, seu corpo parecia não lhe obedecer, pois não conseguia se mexer, estando um tanto preso na neve

- Eu te odeio… Eu te odeio tanto… Mas então… Por que foi tão bom?...

Não teve tempo nem de pensar na pergunta que fizera, o sono rapidamente o consumiu e seus olhos se fecharam, adormecendo na neve fria daquela dimensão 


Notas Finais


Espero ter saciado a sede de yaoi, seus hentaizeros ;p

E guardem esse cap, ele é importante pra história desenrolar, principalmente no quesito tretas, hehehe

Bom, é isso mesmo

Não esqueçam de checar nossas outras histórias, blá blá blá blá
To com preguiça de procurar os links, então se quiserem ler alguma coisa é só entrar no meu perfil e no da Giih

Estamos com vários planos de fics que serão lançadas em breve, tanto aqui como no wattpad, então deem uma olhada lá também

BYE BYE!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...