História Gonna Get Better - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Fifth Harmony
Exibições 463
Palavras 3.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, FemmeSlash, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOOOOOI :) Tudo bem? Espero que sim.

A fic está com uma capa diferente, vocês viram? Juliana, te amo nugget <3

O capítulo está extremamente tranquilo, espero que gostem :)

Podem escutar Versace on the Floor do Bruno Mars durante o flashback se quiserem.

Ignorem os erros.

Capítulo 12 - Memories


Fanfic / Fanfiction Gonna Get Better - Capítulo 12 - Memories

“Vamos com calma esta noite, garota

Acima de nós, as estrelas estão assistindo

Não há outro lugar no mundo onde eu preferia estar

Seus olhos são o lugar onde me perdi

- Versace on the Floor (Bruno Mars)

 Camila olhou mais uma vez para o lado vendo que Lauren continuava a encarar a janela do carro, a mesma expressão frustrada em seu rosto. Aquilo a preocupava, não só pela frustração, mas também porque o que Lauren menos precisava naquele momento era algo parecido com isso.

 Era aniversário de Camila e Lauren havia planejado toda uma noite especial, levando-a para jantar fora em um dos melhores restaurantes da cidade e depois para uma discoteca, já que a latina amava dançar. As duas deixaram Alycia com Ally, que prometeu ligar caso acontecesse alguma coisa – coisa que ela duvidava muito pois a garotinha de dois anos não dava muito trabalho – e seguiram para o restaurante.

 O jantar não poderia ter sido melhor. Um ambiente extremamente agradável, boas risadas e comida excelente. Camila estava amando receber toda aquela atenção de Lauren, isso sempre a fazia sentir especial e sortuda por ter aquela mulher ao seu lado. Porém quando chegaram a discoteca a situação mudou um pouco. O fato de Camila amar dançar – e fazer isso muito bem – acaba chamando atenção, mesmo que involuntariamente, e juntando ao fato de Lauren ser um tanto ciumenta sempre acaba em confusão. E após socar um rapaz, Camila a arrastou para fora da discoteca e a fez entrar no carro para voltarem para casa, desde então Lauren não falou nada.

- Vai ficar em silêncio até quando? – Camila perguntou de forma tranquila, escutando um pesado suspiro da morena.

- Até essa merda passar.

- Lauren, não fala assim....

- Eu estraguei seu aniversário – Lauren cortou cruzando os braços – Não vou me perdoar por isso.

- Você não estragou nada, amor – Camila respondeu encarando Lauren rapidamente e pousando uma mão em sua perna – Eu amei o dia de hoje.

- Não precisa fazer isso, Camila. Admita que eu estraguei a noite.

- Lauren, preste atenção – Camila parou o carro na garagem e tirou o cinto para voltar toda sua atenção a morena – Eu amei tudo. O café da manhã surpresa que Aly e você prepararam estava ótimo, o jantar foi maravilhoso e eu confesso, queria ter aproveitado mais na discoteca, mas isso não significa que eu detestei. Amor, mesmo se tivéssemos ficado apenas nós duas em casa, assistindo algum filme idiota, eu teria amado. Porque você estaria comigo, e eu não preciso de mais nada – Camila sorriu acariciando o rosto da morena que lhe encarava com atenção.

- Me perdoa por ter causado confusão? – Lauren pediu segurando a mão de Camila entre as suas.

- Perdoo – Camila respondeu sorrindo e abriu a porta do carro – Vem, vamos entrar.

- Pensei que fossemos buscar a Aly – Lauren disse confusa descendo do carro e seguindo a latina que lhe puxava pela mão.

- Não, não – Camila negou com a cabeça e encarou Lauren por cima do ombro com um sorriso atrevido – Ainda é meu aniversário, esqueceu? – Perguntou mordendo o canto do lábio, o que fez Lauren sorrir e fechar a porta.

- E tem como esquecer? – Perguntou arqueando uma sobrancelha, o que fez Camila rir e puxá-la de forma apressada para o andar de cima.

- Espere um minuto – Camila pediu quando chegaram ao quarto. Ela foi até o aparelho de som que ficava embaixo da televisão e ficou procurando a música que desejava, tudo sob o olhar atento de Lauren.

- O que está fazendo? – Perguntou vendo Camila diminuir as luzes do quarto e puxá-la para mais perto.

- Vamos dançar juntas – Camila respondeu passando seus braços pelo pescoço de Lauren que ainda a encarava surpresa.

- Estamos mesmo fazendo isso?

- Estamos, agora segure minha cintura e dance comigo – Camila mandou sendo rapidamente obedecida.

 Lauren encarou fixamente os olhos castanhos de Camila e sentiu como se pudesse se perder facilmente neles, assim como na primeira vez em que os encarou diretamente. Os corpos se moviam com calma de acordo com o ritmo da música que tocava, ambas apenas aproveitando a companhia e proximidade que estavam tendo.

- Eu já disse o quão linda você ficou nesse vestido? – Camila perguntou encarando Lauren atentamente.

- Disse a noite toda.

- Pois vou dizer mais uma vez então – Camila respondeu acariciando a nuca da morena, beijando sua bochecha antes de continuar – Você está linda.

- Não tanto quanto você – Lauren respondeu baixo a puxando para mais perto ainda se possível, encostando a testa na dela – Feliz aniversário, amor.

 Camila abriu um largo sorriso antes de se esticar um pouco até ter os lábios da morena nos seus, os beijando de forma intensa como queria ter feito desde que a viu usando esse vestido. Lauren abraçou a cintura da latina com força conforme sentia seus cabelos serem puxados. Camila foi descendo os beijos pelo pescoço enquanto suas mãos exploravam o corpo de Lauren como se nunca tivessem a tocado antes. As mãos subiam do quadril até os seios e traziam consigo o tecido fino do vestido preto que se encaixava perfeitamente no corpo de sua esposa.

 Lauren tinha os olhos fechados, aproveitando cada caricia e beijo que recebia, mas quando Camila começou a subir cada vez mais seu vestido a maldita insegurança que estava lhe cercando desde a gravidez voltou com força, fazendo-a se contrair um pouco o que não passou despercebido pela latina que logo a encarou.

- Algo errado?

- Podemos apagar as luzes? – Lauren perguntou vendo Camila franzir o cenho.

- O quarto já está a meia luz, amor – Camila respondeu alisando as costas de Lauren que tinha um olhar nervoso – E eu quero ver você.

- Mas Camz... – Lauren teve sua fala interrompida pelos lábios de Camila que selaram os seus de forma delicada.

- Pensei que tinha parado com isso – Camila sussurrou pousando as mãos na cintura de Lauren e a virando de costas para ela, deixando-a de frente para a porta espelhada do closet – O que você vê ali? – Perguntou apoiando o queixo no ombro de Lauren. A resposta não veio então ela prosseguiu – Eu vejo uma linda mulher de vestido, e que é mais linda ainda sem ele.

 Camila encontrou o zíper do vestido e conforme ia abrindo e expondo a pele de Lauren, ela ia depositando beijos em seu pescoço e ombros, até que ele estivesse totalmente aberto. Lauren fechou os olhos e suspirou com o leve toque dos lábios macios de Camila, só voltando a abri-los quando deixou de sentir o toque.

- Tire para mim, amor.

 Camila pediu contra o ouvido de Lauren que pode sentir todo o seu corpo arrepiar. Com calma ela puxou as alças finas do vestido e deixou que ele caísse no chão. Camila sorriu e juntou seu corpo ao da esposa mais uma vez, passando seus dedos de forma suave por todo o corpo de Lauren, agradecendo mentalmente por ela estar sem sutiã. Lauren a encarou pelo reflexo do espelho e pode ver os olhos castanhos brilharem com algo além de desejo.

 Amor.

- Você é perfeita – Camila disse virando Lauren novamente de frente para si – Perfeita, Lauren.

- Eu não...

- Você sim – Camila cortou alisando o rosto da morena – Lauren, você é tão linda que eu sinto vontade de chorar as vezes.

 Lauren acabou rindo daquilo antes de beijar Camila mais uma vez na noite. Sem muito esforço ela conseguiu tirar o vestido da latina, a deixando apenas de roupas íntimas. Camila foi empurrando-a até que ambas estivessem sob a cama, onde ela retirou os sapatos de Lauren junto dos seus antes de ficar sobre seu corpo novamente.

 Palavras não seriam necessárias, apenas a boca de Camila beijando cada pedaço do corpo de Lauren, sem excluir nenhuma parte, mostrando o quanto a morena era linda e especial para ela. Lauren fechou os olhos e soltava alguns suspiros quando sentia alguma mordida ou um beijo em um lugar específico. Ela esticou as penas para que Camila tirasse sua calcinha, e esperou ansiosa pelo que viria.

 Camila apenas olhou mais uma vez para o rosto de Lauren antes de cobrir sua intimidade com sua boca, recebendo um gemido de aprovação em troca. Lauren se sentia diferente naquela noite, como se tudo estivesse dez vezes mais intenso do que das outras vezes. Se sentia especial, amada, como se fosse a única mulher do mundo a se sentir daquela forma. E Camila fazia questão de manter os olhos fixos no rosto de Lauren, guardando e apreciando cada expressão, cada suspiro.

- Ah... – Lauren gemeu puxando os lençóis ao sentir os dedos de Camila lhe preencherem – Camila...

 Camila manteve o ritmo constante, queria que tudo fosse feito com calma e intensidade. Ela estava amando sua esposa aquela noite. Amando como ela merecia depois de tudo o que viveram juntas.

 Ela pode sentir que Lauren estava perto, então apenas segurou suas pernas para que não se fechassem, vendo Lauren atingir seu orgasmo em um gemido falhado. Camila sorriu e subiu o corpo de Lauren deixando beijos por algumas partes até chegar em seu rosto, se sentindo satisfeita em ver o sorriso em seu rosto.

- Eu te amo – Lauren declarou entre suspiros, recebendo um longo beijo.

- Te amo – Camila respondeu beijando sua bochecha – Linda!

- Pare – Lauren riu fazendo Camila se deitar e então subir em cima dela.

- O que vai fazer?

- O aniversário é seu, amor – Lauren respondeu mordendo o lábio, vendo Camila rir.

- Eu gostei disso – Camila arqueou as sobrancelhas antes de beijar Lauren novamente. Tendo a certeza de que aquela noite estava longe de acabar.

>>>>><<<<<

 “Por que as pessoas deixam os produtos desorganizados nessas prateleiras?”, Dinah se perguntou pela terceira vez enquanto procurava o molho no meio de tantos frascos. Ela não gostava muito de ir ao supermercado, sempre acabava quebrando algo ou esquecendo de algo por isso sempre que podia levava alguém para lhe ajudar, mas infelizmente ninguém estava disponível naquele dia.

- Vai ser esse mesmo, se ficar ruim eu processo alguém – Dinah resmungou pegando um dos frascos e quase o soltou quando se assustou com o barulho de algo caindo. Ela olhou para o lado e viu uma mulher abaixada recolhendo alguns potes que haviam caído.

- Que droga! – A mulher resmungou e Dinah se aproximou, contendo um sorriso ao ver quem era.

- Fico feliz em saber que não sou a única desastrada em um supermercado – Dinah brincou se abaixando ao lado da mulher para lhe ajudar, vendo o olhar confuso se tornar surpreso ao perceber quem era – Olá, doutora Normani.

- Oi... Dinah Jane, certo? – Normani perguntou estendendo a mão que rapidamente foi apertada.

- Em carne, osso e muito brilho – Dinah respondeu fazendo a médica rir e voltar a pegar os produtos do chão – O que aconteceu aqui?

- Digamos que eu não sou tão alta, e o que eu utilizo sempre fica na prateleira mais alta – Normani respondeu se levantando para colocar as coisas no lugar junto de Dinah – E também sou um pouco estabanada.

- Certo, acredito em você – Dinah colocou as coisas no lugar e olhou para a última prateleira – O que você queria pegar?

- Aquele tempero ali – Normani mostrou e viu Dinah apenas esticar o braço e pegar sem nenhum problema – Isso é tão injusto!

- Nada é justo, doutora – Dinah respondeu colocando o tempero na cesta de Normani que sorriu mais uma vez.

- Obrigada, Dinah.

- Por nada. Posso perguntar uma coisa?

- Claro, o que?

- O que uma médica faz em um supermercado em plena sexta-feira?

- Acho que depois de tantos plantões, eu mereço uma folga – Normani brincou – E você?

- Eu sempre venho ao supermercado na última sexta-feira do mês – Dinah respondeu vendo a expressão estranha de Normani – Eu sei, é estranho. Não me pergunte o porquê de eu fazer isso.

- Certo, eu não pergunto – Normani riu e olhou para o relógio, vendo que já estava ficando tarde – Você está indo para o caixa?

- Não, ainda tenho uma listinha a seguir – Dinah tirou a lista do bolso para mostrar.

- Boa sorte com isso.

- Vou precisar – Dinah sorriu guardando a lista – Nos vemos por aí?

- Claro! Até mais, Dinah.

- Até mais, doutora – Dinah acenou e se virou para sair, mas parou ao ouvir Normani lhe chamando novamente.

- Quer uma dica? Não use esse molho, não é tão bom. O apimentado é melhor – Normani sorriu e piscou antes de sair.

 Dinah continuou parada no corredor vendo Normani se afastar e assim que ela a perdeu de vista levou a mão até o lado esquerdo do peito, massageando o local com uma careta.

- Ai... Esse tiro foi direto no peito – Dinah resmungou e encarou o frasco na cesta, o tirando dali e trocando pelo apimentado. Ela pegou o celular e digitou uma mensagem para Lauren, esperando pela resposta.

Dinah: Deus é uma mulher, é negra e se chama Normani. Ah! E acabou de piscar para mim.

Lauren: Aquieta esse rabo, Dinah.

 Dinah riu e guardou o celular, parando e olhando novamente para onde ela havia ajudado Normani com os produtos caídos, percebendo que os mesmos não estavam na última prateleira para ela possivelmente ter tentado alcança-los e derruba-los. Ela abriu a bocha chocada e começou a rir quando percebeu o que realmente havia acontecido ali.

- Deus é lindo e danadinho. Adorei.

>>>>><<<<<

  Lauren estava na sala, com o notebook no braço do sofá enquanto Alycia estava dormindo deitada em suas pernas. A pequena havia tido um dia cansativo na escolinha e dormiu antes mesmo que o filme terminasse. Camila havia ido conversar com a diretora da escolinha junta da professora de Alycia, e explicou toda a situação que foi rapidamente compreendida por ambas, a professora até mesmo disse que ficaria de olho para caso ela tivesse algum comportamento estranho ou se sentisse mal.

 Nesse meio tempo Lauren conversava com o reitor da faculdade em que dava aulas a noite, e conseguiu diminuir suas aulas para apenas duas na semana no próximo semestre. Ela não ficaria mais todos os dias até tarde dando aulas sendo que poderia estar passando esse tempo com sua filha, cuidando e dando atenção a ela. Quando contou sua decisão a Camila, ficou surpresa em apenas escutar um “você tem certeza?” e depois receber um abraço apertado. Ela esperava uma reação diferente, mas só de ver o sorriso discreto da latina ao vê-la chegar em casa as cinco e meia da tarde a fez se sentir melhor. Finalmente ela estava fazendo as coisas darem certo, do modo dela, mas estava.

 Lauren desviou os olhos do notebook e ficou observando o sono de Alycia, a pequena estava com o rostinho quase enterrado na barriga da morena, ressonando tranquilamente. Ela alisou seus cabelos e sorriu ao vê-la se mexer minimamente, resmungando algumas coisas mas sem nenhum sinal de que acordaria.

 Camila estava descendo as escadas com algumas coisas em mãos mas parou ao ver Lauren ajeitando Alycia no sofá para que não ficasse desconfortável. Ela gostava de ver o modo cuidadoso e carinhoso que Lauren agia com a pequena, como se ela fosse feita de porcelana e fosse quebrar a qualquer movimento mais brusco. Negando um pouco com a cabeça ela terminou de descer as escadas, se aproximando das duas.

- Lern?

- Eu? – Lauren se virou surpresa por ter sido chamada pelo apelido que não escutava há semanas.

- Aly dormiu – Camila se abaixou perto do sofá, deixando o que segurava na mesinha de centro – Eu a levo para o quarto.

- Eu posso leva-la.

- Não, eu queria pedir um favor.

- Do que precisa?

- Você pode pegar uma das caixas que temos no porão? Quero guardar algumas coisas que estavam jogadas no nosso closet – Camila explicou pegando Alycia no colo, nem percebendo o pequeno sorriso de Lauren ao ouvi-la dizer “nosso”.

- Claro, eu pego sim – Lauren respondeu se levantando e saindo de casa para ir até o pequeno porão que ficava atrás da garagem.

 Ela acendeu as luzes e fez careta ao ver o quão sujo aquilo estava, precisava resolver isso depois. Procurou pelas caixas e as encontrou em uma alta prateleira, então pegou um dos banquinhos e subiu sem problemas. Assim que desceu acabou trombando em algo que estava coberto por um pano escuro. Lauren achou estranho e puxou o pano, ficando surpresa ao ver a bicicleta que havia comprado para Alycia em seu aniversário de cinco anos, no começo do ano. Lauren pegou a caixa e a bicicleta e saiu do porão, voltando para casa e encontrando Camila na sala vendo o que carregava há alguns minutos atrás.

- Camz, venha aqui por favor – Lauren pediu e voltou para fora da casa, levantando a bicicleta do chão e vendo o olhar confuso de Camila – O que é isso?

- Hm... Uma bicicleta quebrada? – Camila perguntou cruzando os braços.

- Sim... Mas não isso, o que isso representa? – Lauren perguntou não obtendo resposta – Isso representa meu fracasso como mãe.

- O que uma bicicleta tem haver, Lauren?

- Simples, eu prometi ensiná-la e até hoje nada – Lauren respondeu colocando a bicicleta no chão e resmungou – Desde que ela caiu e quebrou a corrente nunca mais tocamos nela.

- Lauren deixa disso, Aly nem se lembra dela.

- Exato! Ela nem se lembra! – Lauren exclamou chocada consigo mesma – Não era para ser assim.

- Não fique assim, Lauren – Camila disse se aproximando e tocando o braço da morena – Você ainda pode ensiná-la.

- Eu vou fazer isso depois que consertar essa coisa – Lauren respondeu mostrando a corrente quebrada.

- E como você vai consertar isso, Lauren?

- Não sei – Lauren respondeu vendo Camila rir e pegar a caixa no chão – Deve ter algum vídeo na internet sobre isso. Eu vou dar um jeito.

- Certo – Camila assentiu parando de rir – Guarde isso e entre, está tarde para ficarmos aqui fora.

 Lauren assentiu e voltou para o porão enquanto Camila entrava na casa novamente. Ela se sentou no sofá e deixou a caixa no chão, vendo o notebook da morena ainda aberto ao seu lado. Camila ia fechá-lo e deixa-lo na mesinha de centro, mas parou ao ver a foto de plano de fundo que Lauren havia colocado. Era uma foto que ela havia tirado com Alycia em seu aniversário quando a pequena lhe deu um porta-retrato que ela havia feito na escolinha, por isso havia tirado aquela foto. A única coisa que não sabia era como Lauren possuía aquela foto, mas não queria pensar naquilo no momento.

 Quando escutou a porta se fechar, Camila rapidamente fechou o notebook e o deixou na mesinha, observando o andar de Lauren até que ela se sentasse ao seu lado. Era estranho ver Lauren se sentar e não abraça-la ou deitar em cima dela, mas ela já estava um tanto acostumada com isso. Pelo menos ela sabia que hoje ela não se aproximava tanto para respeitar seu espaço, mas ela não se afastaria caso acontecesse.

- O que você queria guardar, Camz?

- Achei esses álbuns jogados em um canto no closet, então resolvi guarda-los assim como os outros – Camila respondeu pegando um dos álbuns – Esse aqui é de quando fizemos aquela viagem para Santa Monica, lembra?

- Lembro de você caindo do píer – Lauren respondeu rindo e Camila revirou os olhos.

- Você é ridícula, Lauren.

- Você que quis tirar uma foto sentada no píer! Eu disse que te ajudava a subir, mas você é teimosa – Lauren retrucou encarando Camila – “Não amor, eu consigo sozinha!”

- Mas você ficou desesperada quando eu caí.

- Claro, eu achei que você não sabia nadar – Lauren deu de ombros e chegou mais perto para ver o álbum com a latina – Eu gosto tanto dessa foto....

- Eu também.

 Camila passou os dedos pela foto que ocupava a última página do álbum. Nela as duas estavam abraçadas com os rostos colados, Lauren sorria largamente com o braço esticado para tirar a foto enquanto Camila estava com a língua entre os dentes. Atrás os fogos de artifício coloriam o céu escuro, deixando a foto muito mais bonita do que deveria ser.

- Foi um dia muito bom – Lauren comentou fechando o álbum e pegando outro – Deveríamos ir até lá novamente. Tenho certeza de que Alycia irá adorar o parque.

- Podemos escolher um final de semana – Camila deu de ombros e Lauren assentiu com um sorriso antes de abrir o próximo álbum – Oh... Esse aqui é bem especial.

- Qual é? – Camila perguntou chegando mais perto, não gostando do sorriso presunçoso que Lauren lhe deu – Lauren?

- É o álbum da nossa noite de núpcias – Lauren respondeu vendo Camila arregalar os olhos, o que a fez gargalhar.

- Lauren! – Camila pulou no sofá para ver o álbum, se lembrando do porquê de terem feito aquilo – Que Alycia nunca chegue perto desse álbum.

 As duas passaram as próximas horas apenas olhando todos os álbuns e dando boas risadas de certas fotos, se lembrando de todos aqueles momentos. Lauren não sabe dizer quando foi, mas em algum momento Camila se encolheu no sofá e deitou a cabeça em seu ombro para ver melhor as fotos. Ela não disse nada, apenas ajeitou seu braço para que a latina ficasse o mais próximo possível de seu corpo.

- Essas são do casamento da Ally, não são? – Camila perguntou ajeitando a cabeça no ombro de Lauren.

- Sim. Já estávamos noivas nessa época, não estávamos?

- Estávamos, eu fiz o pedido uma semana antes do casamento dela.

- Lembro de vocês duas tocando milhões de contatos e no fim não usamos nem metade – Lauren riu mudando a página, vendo uma grande foto dela com uma taça de champanhe na mão.

- Filma a bêbada – Camila brincou, rindo com a careta de Lauren.

- Dinah ficou mais bêbada que eu, nem comece – Lauren resmungou pegando outro álbum – E esse aqui?

- Esse é o último álbum que fizemos – Camila abriu vendo de primeira uma montagem com quatro fotos de Alycia com seus três anos – Oh meu Deus, Lauren. Olha que linda...

- Ela tinha acabado de sair da piscina, lembra? – Lauren comentou sorrindo e virando a página – Olhe essa, Camz!

- Quando ela estava tentando dar os primeiros passinhos – Camila sorriu alisando a foto antes de virar a página – O aniversário de cinco anos...

- Ela cresceu tão rápido – Lauren disse baixo vendo as fotos que havia tirado de Alycia dormindo e sorrindo – Está ficando cada dia mais linda.

- Cada dia mais parecida com você – Camila comentou levantando a cabeça para encarar a morena.

- Precisamos de fotos novas – Lauren disse encarando os olhos castanhos – O que acha de começarmos um novo álbum?

- Iremos termina-lo?

- Claro que sim. Iremos fazer um álbum por ano, o que acha? – Lauren perguntou vendo o olhar de Camila cair um pouco – Camz, olhe para mim – Pediu podendo encarar os olhos castanhos novamente – Um dia estaremos olhando um álbum igual a este, só que da formatura dela. O do aniversário de dezoito anos também, e não se esqueça das férias de verão e da nossa futura viagem até Santa Monica – Camila acabou sorrindo com a empolgação da morena, negando coma cabeça mas ela não conseguiu deixar de encara-la.

- Vamos mesmo?

- Claro que sim – Lauren sorriu deixando um beijo carinhoso em sua testa, a puxando para mais perto – Tenho certeza disso.

 

 Camila ficou encarando Lauren e por fim assentiu, resolvendo não contestar, apenas acreditando naquelas palavras e torcendo para que – de alguma forma – se tornassem realidade.


Notas Finais


E então? Tranquilo até demais, não? Não se preocupem, eu volto para o drama logo.

Espero que tenham gostado desse!

Nos vemos no próximo.

http://24.media.tumblr.com/06429f823ae1f55183973d0b162112f1/tumblr_mg07a1gCiP1qjl21go1_500.png

Twitter: whatssupdinah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...