História Good baby - Jikook - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Daddykink, Jikook, Namjin, Sexting, Texting, Vhope
Exibições 1.672
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


PUTA MERDA QUANTA AMEAÇA.
Calma gente, nos próximos capitulos juro que vocês vão me amar.
400 FAVORITOOOOOOS INHOINHOINHO~
BOA LEITURA.

Capítulo 23 - Eu mexo com você, Jeon?


Fanfic / Fanfiction Good baby - Jikook - Capítulo 23 - Eu mexo com você, Jeon?

Antes de tudo, ignorem o erro na palavra "mecho" na foto do capítulo, eu to precisando mesmo de aulas de português...

 

  Pov's Jimin

     [??]

   Sentia minha cabeça doer e meu corpo mais duro que o normal, parecia que eu tinha dormido em um sofá desconfortável por dias. Abri os olhos devagar.

   Mesmo com a visão um pouco embaçada pude perceber que estava em um quarto de hospital, vi uma pessoa sair do quarto onde me encontrava, olhei pra baixo e uma tinha cabeleira negra encostada em minha barriga, não sabia direito quem era já que não dava pra ver seu rosto, parecia dormir. Me levantei um pouco, eu estava confuso, não lembrava de muita coisa. O garoto se remexeu um pouco, ele acordou.  Após ele levantar um pouco a cabeça pude reconhece-lo.

   - Jihyun!? - Era meu irmão mais novo, fiquei feliz em vê-lo, porém confuso ao mesmo tempo.

   - Jimin! - ele se levantou e me deu um abraço, apertado, resmunguei de dor - Oh, desculpe, esqueci que ainda está machucado.

   - Por que estou no hospital? A quanto tempo estou aqui? Como você está aqui?

   - Ow, calma, você sofreu um acidente, um carro bateu em você enquanto você atravessava aqui, foi uma batida forte, mas felizmente nada grave, você está desacordado já faz uma semana, eu recebi a notícia apenas um dia depois e vim correndo, cheguei aqui ontem a noite. - a partir daí já estava entendendo o que aconteceu, mas eu continuava confuso, não lembrava de muita coisa - aliás, gostei da nova cor do cabelo, louro até combinou com você. Você melhorou bastante nesses meses.

   - Espera, como assim louro? Meses? Mas eu te vi a duas semanas atrás no aeroporto - falei confuso passando a mão pelo cabelo, ele me fitou incrédulo.

   - Jimin, do que você lembra exatamente antes de acordar aqui?

   - Eu só lembro de ir ao meu primeiro dia de faculdade, conhecer seis garotos bem bacanas lá, depois das aulas sair com eles e conhece-los melhor e depois disso é só flash de eu atravessando a rua e olhando pra um dos garotos que conheci, só que ele parecia mais velho no flash.. - após falar, Jihyun segurou os cabelos com força e respirou fundo.

   - Jihyun, como você... - uma voz veio da porta, olhei em direção a mesma dando de cara com um dos garotos que conheci na faculdade, lembro dele fazer o mesmo curso que eu, sorri sem mostrar os dentes pra ele, fui surpreendido por um abraço desesperado seu. - Nunca mais faça isso comigo. - falou com a voz embargada.

   - Calma, nem nos conhecemos direito, pra que todo esse desespero? haha - ele arqueou a sobrancelha me olhando confuso. - Se me lembro bem, seu nome é Jeon, certo?

   - Você tá me zoando, né? Não me diga que essas coisas de novelas mexicanas está acontecendo - ele olhou desesperado para meu irmão.

   - É melhor conversarmos em outro lugar - ele se levantou sendo seguido por Jeon, saíram da sala me deixando só ali.

   Fiquei observando aquele quarto com cores meio "mortas", senti minha cabeça pesar e minha visão escurecer.

  (...)

      - Eramos pra estar terminando um trabalho, mas não, estamos fazendo brigadeiro porque Jeon Jungkook não para de encher o saco - falei irônico.

   - Deixa de ser chato - falou e melou minha bochecha de chocolate.

   - Ah, você não fez isso... - falei passando o dedo em minha bochecha, olhei cinicamente pra ele com uma colher de chocolate na mão, ele se preparou pra correr. Em menos de três minutos já estávamos jogados no sofá, ofegantes por conta da correria, me estiquei pra cima de si e melei seu nariz de chocolate - estamos quites. - falei e ri ao ele fazer uma careta, notei que ainda estava em cima si, corei de leve, iria me afastar porém senti seu rosto se aproximar, olhei pra seus lábios finos e rosados, ele se aproximou mais, com os lábios já roçando aos seus, paramos ao ouvir alguém bater na porta.

  (...)

     [15:30...?]

   Acordei com um sorriso por conta daquele sonho que estava mais para lembrança, lembro que aquilo aconteceu cerca de alguns meses atrás e foi um dos indícios de minha paixonite por Jungkook. Não lembro de completamente tudo que aconteceu entre esses dois anos, mas o suficiente.

   - Acordou? - perguntou Jungkook, ele estava sentado em uma poltrona ao meu lado, sorri assentindo - Jimin hyung... o que lembra de mim?

   - Não muita coisa... - menti, ele me olhou decepcionado e respirou fundo abaixando a cabeça, aquela carinha doeu em meu coração, aquilo poderia ser muito filha da putagem, mas eu estava apenas o testando. - Percebi que perdi a memória, realmente, acordar mais magro, loiro e com uma aparência diferente é estranho. - falei olhando para minhas mãos, olhei pra ele - Éramos muito íntimos? - perguntei simplista.

   - Mais ou menos... na verdade eu não sei, eu sentia uma coisa diferente, você mexe comigo - desabafou encostando as costas na poltrona e jogando a cabeça pra trás - você deve está me estranhando agora - sorriu de lado.

   - Eu mexo com você, Jeon?- perguntei franzindo o cenho, e foi ali que vi uma coisa que não se vê todo dia, Jeon Jungkook corado, ele desviou o olhar se ajeitando na poltrona.

   - Os hyungs vão aqui daqui a pouco te visitar - mudou de assunto coçando a cabeça - quer algo? Não está com fome ou sede?

   - Não obrigado - após falar, se instalou um silêncio intimidador, mordi o lábio pensando - Tá bem, eu aceito uma água - ele sorriu de lado se levantando e saindo do quarto.

   Após ter certeza que ele se distanciou, dei um gritinho baixo e e estérico.

   Eu, Park Jimin, "mexo" com Jungkook. Eu não sei por quanto tempo vou fingir não lembrar dele, não vou investir muito, no máximo dois dias, não gosto desses tipos de brincadeira, mas vou ver o que consigo com isso.

   Jeon Jungkook, se prepare.


Notas Finais


JIMIN MALANDRÃO.
ESPERO QUE TENHAM GOSTADO.
GENTE, PROMETO PELA MINHA QUERIDA VIDA QUE VAI TER LEMON LOGO LOGO, APENAS ESPEREM!
BEIJOS DA TIA HEMY <3
E CAPSLOCK PQ SIM.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...