História Good for You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Martin Garrix, Miley Cyrus, One Direction, Selena Gomez, The Vamps
Personagens Ally Brooke, Bradley Simpson, Camila Cabello, Charlotte Lewis, Connor Ball, Dallas Lovato, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, James McVey, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Martin Garrix, Miley Cyrus, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Tristan Evans
Tags Amizade, Amor, Camren, Diall, Festa, Lgbt, Miley, Modelos, Musica, Passado, Traição
Exibições 26
Palavras 904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooi, bem, esta não é minha primeira fanfic Diall. Eu escrevia aqui antes e sei como as coisas funcionam. Espero que gostem e boa leitura.
O capítulo é bem pequeno, só para ter ideia de como tudo começa.

Capítulo 1 - Prológo


Ouvir música em um domingo chuvoso, sentada na cama, olhando para a janela e pensando na sua vida é a coisa mais normal na adolescência. Claro que eu não estava triste, pelo contrário, muito feliz. Consegui perder uns quilinhos durante as férias, e estou aqui, pensando em amanhã: Segunda, primeiro dia de aula. Me lembro exatamente de como havia sido o meu primeiro dia em minha outra escola; olhares de todos os cantos, alguns curiosos e outros de desprezo, e assim foi, estes olhares se transformaram em ódio quando me tornei a melhor aluna.

Agora eu estou aqui, feliz. Feliz por ser aceita, "popular", ter um namorado que eu amo, os melhores amigos, a melhor família e estar na melhor escola de Los Angeles.

Fui despertada por meu celular pausar a música e eu olhar na tela o nome de Miley com um emoji de coração. Deslizei o dedo na tela e retirei os fones, encostando o celular em minha orelha.

- Mi? - atendi. Ela nunca me ligava, a não ser em situações de emergência, como seu rímel ter acabado ou algo que fosse de nosso real interesse. - Quebrou a maquiagem?

- Não, Dems... - sua voz era ofegante. - O Niall, amiga...

- O que tem ele, Mi? Aconteceu o que? - me levantei da cama, caminhando ao meio do quarto silencioso, com o barulho da chuva lá fora e minha voz preocupada.

- É melhor você descobrir por mim do que pelo colégio inteiro. - deu uma pausa, suspirando. - Seu loirinho te traiu, amiga. Eu juro que não queria te contar, eu sei o quanto ele é especial pra ti. Mas não deu, a Miley certinha falou mais alto.

Meu mundo havia desabado, claro que eu iria acreditar nela. Afinal, 10 anos de amizade não é muito, mas também não é pouco.

- Co-como assim, Mi? - minha voz era trêmula por conta do choro.

- Festa de ontem, amiga. Você não foi convidada porque a Barbara queria ficar com ele. - explicou.

- Eu odeio esse garoto. - me joguei no chão, me entregando ao choro.

- Demi? - ouvi Miley me chamar e coloquei o celular no chão.

- Oi?

- Me perdoa, eu não que... - a interrompi.

- Eu aposto que se ele não quisesse ficar com ela, ele não iria. O Niall sabe das nossas brigas e que ela é obcecada por ele. - disse. - Eu preciso te agradecer, eu queria me casar com o Niall. Mas não dá pra se unir com alguém que adora dar umas escapadinhas e é um banana. Obrigada, Mi. De verdade, eu te amo!

- Dems, você faz o que quiser, flor. Eu não vou te dizer um "ele não te merecia", porque ele merece sim! Ele é um cara bom, mas quando alguém faz isso, merece sofrer. Ele vai te perder, certo? - não havia entendido umas partes, mas ele vai sim.

- Claro. - respondi. - Preciso desligar e ir dormir, amiga. Beijos.

- Boa noite, Pepina.

Finalizamos a ligação curta, coloquei meu celular para carregar e dei uma olhada em meu papel de parede. Uma foto nossa de semana passada, que merda.

Flashback*

- Niall, eu vou te matar! - gritei enquanto o loiro me carregava nos ombros e me jogava na piscina. O mesmo nadou até a borda e pegou meu celular, me puxando para si.

- Eu te amo, loirinha. - me deu um selinho e eu ouvi o barulho da foto sendo tirada.

- Eu também te amo. - disse olhando em seus olhos azuis, e ouvi outro barulho de foto sendo tirada.

A do selinho ficou com ele e a da troca de olhares para mim, lógico que eu queria colar as duas na bunda e sair correndo pelada, mas não daria.

Flashback*

Fui nas configurações e coloquei uma foto escrito "it's so sad for us". Entrei no banheiro, me despi, tomei meu banho e me deitei. Ouvi batidas na porta, que logo se abriram, revelando o rosto de Dallas (minha irmã).

- Já vai dormir? - perguntou. - São dez horas, geralmente você fica horas conversando com o seu namorado.

- Pois é...

- Olha, não pude deixar de ouvir o seu choro mais cedo, o que houve? - perguntou.

- Niall me traiu, agora sai daqui. Por favor! - pedi, já chorando. Esperava ouvir "ele não é o suficiente", "não gostava dele" e não estava afim.

Colégio

- Demi, meu amor! - Niall vinha me dando um beijo.

- Sai, Niall! Me esquece, você me traiu, e agora eu te odeio! - gritei, atraindo atenção das pessoas.

- Eu posso explicar.

- É o caralho que você pode me explicar, eu acabei de ver a foto, Horan! Não me engane. - eu havia visto mesmo, era nojento. - Olha, você vai me falar qualquer merda, mas eu não vou acreditar em você! Não vem me dizer que me ama, fazer loucuras de amor por mim, eu não te aceito mais! Você sempre soube que eu nunca perdoaria a traição, se você queria terminar, terminasse como uma pessoa normal! Se queria me trair, traísse. MAS NÃO COM A PUTA DA BARBARA!

- Eu não sabia, porra! - gritou.

- Não sabia do que? Que era ela? Como se termina um namoro? - perguntei cínica. - Vai se foder, Horan! Não olha mais na minha cara, nem pra minha família!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...