História Good Girl - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber, Selena Gomez, Zayn Malik
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Járbara, Jelena, Zaylena
Exibições 19
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Volteeeeei, mais um capitulo para vocês, por favor leiam as notas finais.

Capítulo 6 - This is the real you


Fanfic / Fanfiction Good Girl - Capítulo 6 - This is the real you

Merda, mil vezes merda, adentrei a casa de Zayn sentindo aquele aroma de perfume com cheio de drogas, tinha que lembrar de mantar ele tomar no cu mais tarde por conta disso, Justin entrou na casa sem ao menos ligar para o cheiro e se sentou no sofá.
Deveria ter me preocupado com isso, em vez disso dei de ombros e fui ate o quarto do Zayn, comecei a mexer nas coisas pegando algumas armas umas roupas minhas que haviam ali.

— É a casa do seu namorado? — Justin havia entrado no quarto sem um barulho se quer, levantei e o olhei incrédula.

— Não, é meu meio irmão, precisamos achar ele e sair daqui.

 Disse pegando a mochila ao meu lado e saindo do quarto. Estava no corredor quando senti uma mão segurar meu braço, olhei para ele sem entender nada, ele me jogou contra a parede e juro, aquilo doeu, ele se aproximou me prensando no lugar, a mochila não estava mais em minhas mãos, minha respiração ficou pesada junto a de Justin. 
Ele me olhava como um perfeito mafioso, seu sorriso se tornara algo intimidador, ele estava igual a mim e isso o deixava tão sexy, tão lindo, aquilo me surpreendeu de uma forma magnifica e isso me fez pensar como seria se ele me levasse para a cama. Havia ficado com ele esses meses mais nunca chegou a segundas ocasiões, não por falta de oportunidade, mas sim por que não era ele de verdade, apenas a fachada de um mimado, pela primeira vez, desde que o conheci, senti que esse era ele de verdade, esse era o Justin que me beijava descontroladamente mas sem fingir ser um santo, esse era o verdadeiro Justin Bieber. 
Ele estava grudado em mim, levou as mãos ate meu queixo apertando minha cabeça contra a parede.

—  Eu deveria matar você, eu estava com uma vida ótima, tinha esquecido de como realmente minha família é, ai me mandam uma assassina de aluguel para roubar o império que meu pai construiu. Você é uma boa atriz Gomez, me fez acreditar que era apenas uma menininha ingênua.

 Justin retirou as mãos do meu queijo e começou a passar as mesmas por meu corpo, soltei uma gargalhada, sorrindo com malícia em seguida.

— Passei anos ensaiando isso, fingindo ser uma boa garota e passando a perna para ganhar dinheiro, para poder construir minha própria vida de merda. Vá em frente Justin, me mate, pegue a arma e atire na minha cabeça.. — Eu ainda mantinha meu sorriso nos lábios e ele, com aquele sorriso intimidador misturado com malícia, que me deixava estupidamente louca para beija-lo. — Mas tenho certeza que não vai fazer isso.

— E por que tem tanta certeza sobre isso? — Ele disse colocando uma das mãos em minha cintura enquanto a outra foi ate a arma no cós da minha calça.

— Por que eu fiz você se lembrar de quem realmente é. 

Ele me puxou mais para si e eu o beijei, meu corpo estava agindo sem qualquer mecanismo do que posso ou não fazer, juntei meu corpo mais ao dele e Justin fez o mesmo, eu o beijava com necessidade, estava em abstinência, eu necessitava daquele beijo, passei minhas mãos pela sua nuca, puxando levemente seus cabelos. As mãos dele iam da minha cintura ate minha bunda. Aquilo teria ido para um lado que nos dois desejávamos se meu celular não desse o ar de sua graça.

— Não atenda...

— Você sabe se cuidar sozinho, mas ainda sim estamos em perigo, eu preciso atender..

Ele começou a beijar meu pescoço segurando um tanto forte meu quadril, mordi os lábios atendendo a ligação.
                   Ligação on 

— Oi Zayn. — Disse mordendo meus lábios de leve e puxando o cabelo de Justin ao sentir ele apertar minha bunda.

— Mas que merda aconteceu? A casa do mimadinho foi invadida e não acharam nada, você está bem? — Não pude deixar de sorrir ao escutar ele chamar Justin de mimadinho, se ele soubesse... Senti Justin desabotoar minha calça e abaixar o ziper, enquanto mordia meu queixo.

— Eu te explico tudo quando ir ate você, vou pegar um pouco de dinheiro na sua casa depois devolvo. — Afastei um pouco o celular ao sentir a mão de Justin na minha intimidade, aquilo me fez arfar. 

— Estou na casa da Kylle, pega o carro. — Justin estava mexendo onde não devia, alias, devia, devia e muito, arfei mais uma vez afastando o celular.

— Hurum, já estou indo. 

                 Ligação off 

Desliguei o celular o jogando no chão, mordi novamente meus lábios arfando um pouco, me permiti ser entregue aquele momento, Justin penetrou um de seus dedos dentro de mim, deixei meu corpo reagir por si só, um gemido fraco escapou por meus lábios o que o fez sorrir, minhas unhas passaram pela parede atrás de mim, eu queria mais daquilo, eu queria mais do que nunca que ele me jogasse na cama, estava em outro mundo quando o celular de Justin começou a tocar me fazendo voltar a realidade.

— Acho que o mundo está contra nos hoje. 

Ele revirou os olhos irritado e tirou a mão de mim, pegou o celular e se afastou um pouco. Meu coração esta a mil, céus como eu queria aquilo, respirei fundo algumas vezes voltando a minha mente a realidade, subi o zíper da minha calça e abotoei a mesma, peguei a mochila e me aproximei dele.

— Estou te esperando na sala..

Sussurro em seu ouvido seguindo ate a sala, me sentei no sofá pegando algumas armas que havia na mesa de centro do local. Justin apareceu pouco tempo depois com um sorriso maravilhoso no rosto.

— Aonde estávamos? — Disse se deitando em cima de mim, sorri para ele.

— Indo atrás do meu irmão!

Digo dando um selinho nele e me levantando, a cara dele era de frustração, qualquer um via isso.

(...) 

Kyle não morava muito longe de mim, apenas 2 horas de carro, chegamos lá por volta das quatro e meia da manha, bati na porta um tanto afobada, qualquer um poderia reconhecer Justin, principalmente se trabalhasse para o pai dele ou para o senhor Clark. Não demorou muito para que Zayn abrisse a porta, ele olhou diretamente para Justin, sem nem notar minha presença.

— O que ele faz aqui? 

— O pai dele trafica armas, senhor Clark quiz me matar e matar o Justin.

— Ele não trafica, ele vende e fabrica, assim como outras coisas, ele tem um império para ele e você me deve essa, Zayn.

Olhei para eles sem entender um nada do que acontecia ali, Zayn deu espaço para nos entrarmos e assim fizemos.

— Vocês já se conhecem ? 

— É uma longa história.

Justin disse se jogando no sofá, Kyle apareceu um tempo depois, correndo em minha direção. Não consegui pensar em nada no restante dos minutos que me permiti lutar contra o cansaço, apenas nessa maldita longa história .


Notas Finais


Eu tive um puta bloquei criativo, por isso sumi, vou voltar a escrever aos poucos.
Mudei um pouco o enredo da fic, motivos? Achei que tava meio bosta kkk enfim, espero que gostem, que continuem lendo ela e que me perdoem por ter parado de postar. Boa leitura e amo vcs sz

Ps: escrevi pelo cel, desculpe pelos erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...