História Goodbye - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Slash
Exibições 50
Palavras 1.151
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom, como era pra ser song fic tem referências a várias músicas, delas são, Nothing Like Us -Justin Bieber (Jeon fez cover dela sz), Didn't Mean It- Jasmine V, Run -BTS, Butterfly -BTS, In These Arms -Bon Jovi
boa leitura sz

Capítulo 1 - Capítulo Único


Para: Jeon Jeongguk

Eu me ainda me lembro de tudo, exatamente tudo, todas as nossas brigas sem razão, todos os momentos felizes, tudo, e me sinto vazio, me sinto fudidamente vazio. Por que você resolveu me deixar meu amor? Eu sempre tentei te dar o melhor de mim, lembra?

Nossas memórias continuam completamente vívidas, todos os olhares, todas as risadas, os momentos bons, e até mesmo os ruins.

Eu tentei te salvar Jeongguk, me perdoe por ter falhado, e me perdoe mais ainda porque eu me recuso parar a minha vida somente porque você se foi.

O tempo para pra quem morre, e o seu tempo acabou, e o pior disso tudo, foi você mesmo que acabou com o seu tempo. Você se matou, e esqueceu que fazendo isso, mataria uma parte de mim também, mas eu não vou deixar de viver por causa disso, eu vou tentar superar, eu tenho a certeza de que eu preciso tentar superar.

Agora eu finalmente percebo que por mais forte e recíproco que seja o amor, ele não irá poder salvar alguém se esse alguém simplesmente não quiser ser salvo.

Agora, eu me pego me perguntando, nos seus últimos dias, quando você me olhava, você ainda sentia amor?

Você não precisava dizer nada para me fazer feliz, não precisava fazer nada, apenas sorrir, só o teu simples sorriso me bastava, era um amor tão lindo.
Eu sempre tive medo de que se eu te soltasse, você fosse embora para longe, e você foi Kookie, mas eu não te soltei, foi você quem se soltou.

Eu fiz de ti o meu tudo. O meu amor. O meu melhor amigo. E a minha maior obsessão. Então quando você foi embora, tudo o que me sobrou, foi um grande e profundo nada.

Se eu soubesse que aquela seria a última vez que você amava o meu corpo, será que eu teria feito diferente? Você teria feito diferente? Você ao menos sabia que aquela seria a nossa última vez?
Sempre quando eu corria, eu corria para perto de você. Mas e você? Corria para mim?

A gente fez uma promessa se lembra? Uma promessa que dizia que o ódio do mundo jamais nos cegaria. Mas você não cumpriu Jeon. Se tivesse, eu ainda estaria nos teus braços.

Eu me lembro que a gente brigava muito por causa da sua bagunça, então resolvemos pegar o quarto de hóspedes e colocar suas coisas. Esse quarto ainda está com o teu cheiro e as tuas roupas ainda estão pelo chão, e tudo aqui me lembra você. E eu não vou mudar nada aqui, porque isso, a sua bagunça, foi a única coisa além de fotos e lembranças que me sobraram de você.

Eu te amo tanto Jeon, eu costumava dizer sempre que nunca te deixaria, mas foi você quem me deixou, porém, eu sempre consegui ver o quanto você me amava, é aquele velho clichê sabe? Os olhos refletem a alma.

Mesmo que a gente estivesse longe, de alguma forma, nó sempre dávamos algum jeito de estar perto, fisicamente ou espiritualmente. Loucura né? Eu sempre fui louco por você, Guk.

Você tinha tudo Jeon, as pessoas te amavam, sempre fazia o que queria. É claro que sofreu algumas decepções amorosas antes de mim, mas quem nunca? Seus pais estavam sempre ao seu lado, seu irmão era um amor, sua irmã mais ainda, então deve ser por isso que eu nunca entendi o porquê de você sempre se sentir tão mal assim, e o pior de tudo, é que você se sentia assim todos os dias, então de novo, me perdoe, me perdoe por não conseguir te ajudar.

E eu ficava te observando a cometer todos os mesmos erros todos os dias, de novo, de novo, e de novo, sempre te perguntando o que havia de errado, e a resposta era sempre a mesma, “problemas amor, problemas”, e eu sempre respondia rindo lhe perguntando qual o tipo de problemas, e você iniciava o velho discurso de sempre, de sentir como se não pertencesse a sua vida, como se não merecesse tudo aquilo bom, e eu te explicava que nós pertencíamos um ao outro, e que a coisa mais verdadeira e que você jamais no mundo poderia duvidar era do nosso amor, e você sorria, e sempre acabávamos na cama, nos amando de novo.

O pior de tudo isso, é que sempre eu acabava achando que a culpa era totalmente minha, que não estava sendo bom o suficiente para você, que não te merecia, eu nunca demonstrei isso, mas eu me sentia muito mal, ver a pessoa que você mais ama na sua vida, a pessoa com que você escolheu passar o resto da sua vida, que você tem a plena certeza que é a sua alma gêmea sofrendo, e não poder fazer absolutamente nada para mudar isso, é desgastante, dói, dói muito, é realmente uma das piores e mais agoniantes dores da vida, a pior é perder de vez esse alguém, o que também aconteceu comigo.

E apesar de todas as nossas confusões, te amar era como encontrar o céu.

Eu sempre te falava para ser forte, e focar no amor, porque eu sempre tive a certeza de que o amor cura tudo, mas não é bem assim não é mesmo?

Eu sempre percebi que você era quebrado por dentro, e te amei mesmo assim, porque eu também era quebrado Jeon, nós dois éramos, mas nós tínhamos um ao outro.

Eu te amei Jeon, como continuo te amando, mesmo você sendo quebrado, mesmo você falando mil mentiras e logo no dia seguinte pedindo desculpas, te amei pela sua melhor parte, mas também pela pior, pela parte que só eu conhecia, e pela tua parte em que os outros tinham medo, sempre te amei mesmo com todos esses defeitos.

Por isso tudo, eu sempre percebi os sentimentos que você ocultava, eu seguia os teu sonhos junto contigo, quando você perdia a cabeça eu te acalmava, quando você se afogava nos problemas que talvez você mesmo tivesse causado eu quem te ensinava a nadar, quando você perdia a sua fé, eu a encontrava, e sempre buscava perdoar e me acostumar com esse jeito tão exagerado.

Mas parece que mesmo assim tudo isso não foi o suficiente, me desculpe.

Faz um mês Jeon, um mês que eu te encontrei desacordado na nossa sala, um mês que você se foi, um mês onde tudo o que eu faço é chorar e sentir a sua falta.

Você não pensou na minha angústia Jeon? No meu desespero? Fazem-se um mês, e eu resolvi voltar a viver a minha vida.

Mas eu te prometo meu amor, nunca te esquecer, e eu tenho a certeza de que uma parte de mim sempre vai te amar, uma parte de mim sempre vai ser sua, sempre.

Mas eu não posso me destruir por causa de um amor perdido.

Com pesar, Park Jimin.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Queria agradecer a Glória meu amor, por ter feito a capa já que eu tenho preguiça, e sem ela eu provavelmente não teria postado isso, muito obrigada, eu te amo sz. E também a Amanda, por ser a Amanda, te amo sz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...