História Gorgeous - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Exibições 14
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu de novo, mas dessa vez vai! Espero que gostem.

Capítulo 1 - I


Fanfic / Fanfiction Gorgeous - Capítulo 1 - I


Lauren point of view

- Lauren, pelo amor de Deus, não para de correr - Ally dizia mais a frente enquanto corria e olhava para ver se eu estava a acompanhando.Não aguentei e me apoiei nos joelhos soltando uma gargalhada, jogando a cabeça para trás. 

- Já despistamos ela Ally, não se preocupe - respondi a plenos pulmões, recuperando o folego e parando de rir aos poucos.

- Eu sou muito nova pra morrer, por favor, continue correndo, falta só uma quadra! - ela dizia exasperada, me causando mais risos.

- Vamos, não precisa correr - eu disse já ao seu lado. Continuamos o percurso até o convento normalmente. Rodeando e indo até os fundos, em um "ponto cego" para pularmos de volta - Você vai primeiro ou eu? - perguntei à Ally a encarando, a rua estava silenciosa como de costume, eram 3 horas da manhã e às 7 nós deveríamos estar acordadas e prontas para a vistoria de lá.

- Sai da minha frente - disse ela me empurrando e se apoiando numa árvore para pular. Assim que ela sumiu da minha vista, eu me apoiei na mesma árvore e cai dentro, na grama fofa, procurando por Ally no escuro. Entramos nos corredores e seguimos em silêncio até os nossos dormitórios que ficavam lado a lado.

- Até amanhã, anã - sussurei em tom brincalhão para ela, que me fuzilou com o olhar.

- Sua sorte é que eu me diverti - respondeu em um sussurro, me lançando um sorriso verdadeiro logo em seguida. Eu abri os braços e a abracei, sentindo uma imensa vontade de chorar, acredito ser o álcool fazendo efeito - Até amanhã, Laur - disse por fim quando nos afastamos. Entrei na ponta dos pés no quarto, para não acordar Lucy, a minha colega de quarto. Troquei de roupa e escondi a que estava usando embaixo do colchão, colocando o pijama padrão do convento, indo ao banheiro em seguida para me livrar da pouca maquiagem, que também não era permitida aqui. Voltei ao quarto e me deitei, fechando os olhos e me lembrando dos últimos acontecimentos, Ally tinha razão, realmente foi divertido.

- Laur - ouvi um sussurro no meio da escuridão do quarto, tirando-me dos pensamentos.

- Estou aqui, Lucy. Pode voltar a dormir, deu tudo certo - respondi no mesmo tom.

- Me desculpe por não ter ido, você sabe como é a minha cólica - ouvi outro sussurro da parte dela como resposta.

- Relaxa, da próxima você vai, amanhã te conto tudo - eu disse por fim um pouco mais alto e fechando os olhos para dormir.

[...]

Acordei com o som do alarme que tocava todos os dias para avisar os horários, muitas vezes me sentia numa prisão, com horário para comer, dormir, rezar e estudar. De certa forma era uma. Me levantei e fui em direção a cama de Lucy, sacudindo-a de leve pelos ombros, essa não acorda de jeito nenhum.

- Já acordei - ela disse com a voz rouca, por causa do sono. Me afastei e segui em direção ao banheiro para fazer minha higiene matinal. Tomei banho, escovei os dentes, passei um pente no cabelo e fiz um coque no mesmo, voltando para o quarto enrolada numa toalha, para liberar o banheiro pra Lucy, que passou por mim, se trancando la dentro. Vesti a roupa padrão do convento e me sentei na cama esperando o próximo alarme soar. Logo Lucy saiu do banheiro e se sentou em sua cama esperando o mesmo que eu. Longos minutos depois o alarme tocou, eu e ela nos levantamos rapidamente, ficando em pé ao lado da cama esperando a freira aparecer para fazer a vistoria. A porta foi aberta revelando Alice, a freira mais legal do convento.

- Tudo em ordem meninas, podem ir para o refeitório - disse ela, com um sorriso no rosto, saindo e deixando apenas eu e Lucy lá.

- Vamos, você tem muito o que me contar - Lucy falou, chamando minha atenção. Saímos do quarto e seguimos em direção ao refeitório, enquanto conversávamos coisas banais. Chegando ao refeitório nos sentamos junto de Ally e Ariana, que junto com Lucy começaram a conversar. Eu me distrai bastante ao ponto de só me ligar na conversa quando Ally contava sobre a noite de ontem. Ela nunca tinha ido à uma balada enquanto estava no convento, como Lucy não pode ir, eu resolvi chamar ela.

- Nossa, e a Laur jogou bebida no rosto dela, foi muito bizarro, ela ficou furiosa - Ally dizia toda empolgada para Lucy e Ariana, que estavam concentradas, mas logo explodiram em uma risada.

- Você fez isso mesmo? - Lucy perguntou com uma mão na boca, tentando abafar uma risada e me olhando com os olhos arregalados.

- Eu nã.. 

- Lauren corta essa -Ally me interrompeu - Ela não só fez, como ainda disse "você vai precisar de muito mais que isso", eu juro, pensei que a menina fosse explodir - Ariana e Lucy mas uma vez explodiram em uma risada e dessa vez até eu as acompanhei.

- Se fazendo de difícil é? - Ariana provocou, cerrando dos olhos em minha direção.

- Vai à merda - respondi em tom alto, tentando ficar séria.

- Creio eu que esse lugar não exista, irmã Lauren - ouvi a voz de Judite, a freira mais insuportável do convento atrás de mim.

- Sério, irmã? Eu discordo, imagino que a senhora não conheça todos os lugares do mundo para afirmar isso - respondi ainda de costas para a mesma, mordendo uma das  maçãs que a cozinheira tinha posto na mesa.

- Petulante, cínica - ela murmurou raivosa, quase rosnando.

- Está acompanhada, irmã? - eu disse cínica fazendo Ally arregalar os olhos e Lucy engasgar com o suco. Ariana disparou a rir e eu sorri sem mostrar os dentes.

- Não Lauren, eu estou totalmente livre desse pesadelo, se me der licença - respondeu entre os dentes se retirando. Eu e as garotas mantemos silêncio e novamente explodimos em risadas. 

- Você não existe - Ariana falou, logo voltando a conversar com as meninas. Enquanto eu e minha mente vagavamos em certos olhos castanhos, incrivelmente amendoados.
 


Notas Finais


Beijos luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...