História Gossip Girl - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~BlueOceans

Postado
Categorias Gossip Girl
Personagens Personagens Originais
Exibições 342
Palavras 2.725
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Super Sentai, Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Aula de matemática.


Fanfic / Fanfiction Gossip Girl - Capítulo 2 - Aula de matemática.

Bedelia não estava só intrigada, quanto estava em desespero. Claro que ela não demonstrava esse desespero, não podia, de maneira nenhuma. Então enquanto lia a mensagem da Gossip Girl, ela colocou uma máscara falsa de tédio enorme, como se nem ligasse para o que estava deixando todos surpresos e aflitos.

— Por que diabos temos uma nova Gossip Girl na área? — perguntou Isabelle tentando não mostrar o quanto ficou insegura após ler o post.

— Deve ser mais algum fracassado querendo atenção. — Kath respondeu rindo falsamente, já que no fundo estava se roendo pra saber quem estava ameaçando revelar segredos da elite.

— O que ela quis dizer com festas particulares, Lili? — dessa vez foi Madison que se pronunciou, curiosa para saber o que a Gossip Girl quis dizer.

— Nada! Claro que nada. O que ela poderia saber de mim? Faça-me o favor, vocês realmente acham que essa pessoa pode ser uma ameaça para nós? Me poupem, garotas. — disse Lilith rindo nervosa, mas suas amigas não acompanharam.

— Concordo com a Lili, ninguém será capaz de nos abalar, meninas. Somos as queens dessa escola, ninguém é capaz de passar por nós. — Melina falou tentando convencer não só as amigas, mas sim a si mesma também.

As queens ficaram em silêncio após a fala de Melina, nenhuma delas sabia muito o que sente em relação a Gossip Girl.

Na verdade, ninguém da escola sabia, muito menos imagina que a garota do blog estava tão próxima e rindo internamente ao imaginar o grande estrago que faria em todos os grupos sociais daquela escola.

— O que você achou dessa Gossip Girl, Alexander? — Ethan perguntou enquanto observava o garoto ao seu lado sem reação.

— Não ligo para um post idiota que acha que pode revelar os segredos de alguém, vai me dizer que se sentiu ameaçado por ela? — rebateu com outra pergunta que deixou Ethan sem saber o que responder.

— É sério que vocês estão falando disso? — foi a vez de Zara perguntar ao se aproximar de seu irmão.

— Sim. Qual o problema? — Ethan perguntou para sua irmã.

— Fala sério! O que essa pessoa quer é atenção, deixem de ser idiotas. Aposto que é mais uma dessas vadias que irão falar de mim, nem ligo para essa GG. — sorriu convencida.

— Deveria ligar, vai que ela descobre o sentimento secreto que você tem por mim. — Darly falou tentando abraçar a garota que apenas revirou os olhos com o comentário sem graça.

— Sai pra lá, garoto! É por isso que eu acho a maioria dos seus amigos idiotas! — falou irritada, Zara não gostava de pessoas que acham ter algum tipo de intimidade com ela.

— Zara… — Ethan tentou chamá-la, mas sua irmã deu às costas a ele e foi até Júlia, uma das populares.

— O que foi? — sua amiga perguntou ao ver que Zara fechou a cara depois de ir falar com seu irmão.

— Nada não, só o idiota do Darly mesmo. — respondeu simples.

— Ah! Você vai na festa dele, não é? — Júlia questionou enquanto retocava o batom vermelho sangue.

A resposta que gostaria de ouvir era um sim, pois não gosta muito de ir em festas sem sua amiga. Zara é ótima amiga e bastante divertida, opção perfeita para ser a parceira de festa de Júlia.

— Acho que sim, você vai Anne?

— É claro que sim, não perco essa festa por nada. Preciso pegar alguém. — Arianne respondeu para a amiga ao se sentar na mesa que elas estavam.

— E o seu irmão? Ele vai? — Elizabeth perguntou interessada ao ouvir a conversa das meninas.

— Não sei, não falo com ele tem uns dias. Por que? Está interessada nele? Quer que eu pergunte se ele vai? — Arianne jogou milhares de perguntas, deixando Ely assustada.

— Não, não quero te dar trabalho. — respondeu simples para a garota que parecia incomodada com aquilo.

— Trabalho? Imagina! Faço questão de perguntar para ele, querida Ely. — falou Arianne um tanto quanto falsa para cima da garota que ficou sem entender o porquê daquilo.

Arianne se levantou da mesa com pressa e foi até seu irmão que estava conversando com Cassandra, outra rebelde daquela escola.

Júlia, Zara e Elizabeth ficaram confusas com o comportamento de Anne, era estranho o fato dela ter se incomodado com uma simples pergunta.

— Com licença, quero falar com o meu irmão. — pronunciou ao chegar perto de Dake que mantinha um cigarro na boca.

A menina ao seu lado estava da mesma maneira.

— Olá, mini Leonhart. — falou Cassandra para Arianne que estava com a feição irritada.

— Garota, dá licença? Quero falar com ele à sós. — pediu grossa.

Suas amigas observavam de longe, sabiam que ela estava irritada, mas não entendiam o porquê.

— O que ela está fazendo? — Alison perguntou para Zara ao observar Anne afrontando Cassandra.

— Eu não sei, ela se irritou comigo sem motivos e foi falar com o irmão dela. — respondeu Ely.

— Verdade. — afirmou Júlia. — deve estar naqueles dias, sabe? — fez piada da situação.

— Nossa, estou morrendo de rir. — Zara zoou a piada da amiga.

Logo ficaram em silêncio e voltaram a observar Arianne que ainda estava afrontando Cassandra.

— Dake, vamos para outro lugar. Não quero que ouçam nossa conversa, sabe?

— Está se referindo à mim, loirinha? — Cassandra perguntou debochadamente. — pode deixar que eu saio, não gosto de ficar perto de quem cheira a barbie falsificada. Passar bem.

Após falar, Cassandra largou o cigarro no chão e apagou, indo em direção de outra mesa, deixando para trás Anne incrédula.

— O que você quer? — Dake questionou enquanto acendia outro cigarro.

— Você vai na festa do Darly?

— Do seu amiguinho babaca? Não, obrigada.

Arianne bufou com a resposta do irmão.

— Nós poderíamos nos divertir, sabe? — sugeriu sentando-se ao lado dele. — como nos velhos tempo. Tem até uma garota afim de você.

— E daí?

— Poxa, Dake. Vamos nessa festa comigo. Por favor! — pediu manhosa.

— Eu vou, mas quero ficar bem longe de você. Agora me deixa em paz e vai com os seus amiguinhos idiotas, Arianne. — falou quebrando o sorriso da garota.

— Desisto de você, vá se foder! — pronunciou e saiu batendo os pés no chão com força até suas amigas.

— Sua irmã é louca. — afirmou Hunter ao sentar-se do lado do amigo.

— Igual a minha mãe. — falou Dake dando um cigarro para o amigo que aceitou e logo acendeu.

— Aquela garota ali está de olho em você. — Hunter se referiu a Ely que mantinha o olhar neles.

— Legal. — deu de ombros demonstrando não se importar.

Um pouco longe dali, estava Bonnie, Natalie, Henrietta e Nirvana sentadas juntas para comer, além de comentar sobre a Gossip Girl.

— Vocês viram a reação da Katherine? Aposto que ela esconde algo! — Natalie afirmou.

— Será? Ela parece tão perfeita, nem parece que esconde algo. — disse Henrietta.

— Etta, acorda! A perfeição não existe, se liga! Aquela garota é só um rostinho bonito que tem problemas e segredos como nós. — Nirvana falou para a amiga que sorriu sem graça.

— Não se esqueça do fato dela se achar melhor do que qualquer um. — dessa vez foi Bonnie que se pronunciou. — eu não entendo como elas se suportam, são tão irritantes quando querem.

— Eu queria ter atitude como elas. — Henrietta murmurou, mas mesmo assim suas amigas puderam ouvir.

— Como elas? Bebeu alguma coisa hoje para falar isso? Você é maravilhosa assim, Etta. — afirmou Natalie.

— Queria ter jeito com os meninos. Eu nunca tive um relacionamento, eles nem me notam. — Etta confessou.

As amigas balançaram a cabeça em negativo, não sabiam ao certo o que falar, já que Etta nunca foi uma pessoa tão confiante sobre si mesma. Nada que falasse mudava o pensamento da garota, algo que realmente deixa elas sem saberem o que dizer.

— Você tem que parar com isso. Não precisa ter um homem em sua vida para ter atitude! — Jayne falou ao se aproximar da mesa delas, já que havia escutado a conversa sem querer.

— A Jayne tem razão, deixe disso e sorria. Você é linda e não precisa de um garoto. — Natalie falou abraçando a amiga.

Amber estava com Jayne e observava tudo aquilo quieta, era estranho estar naquela escola, com aquelas pessoas. Horas antes as queens já vieram implicar com ela, certamente não seria um ano fácil.

— Podem se sentar, meninas. — Nirvana disse apontando para os lugares vagos.

Nicole ainda não havia chegado, o que era estranho. A garota não era se atrasar, algo deveria ter acontecido, deixando suas amigas preocupadas com seu atrasamento.

E de fato havia acontecido, mas era algo que elas não sabiam e nem poderiam. Aquilo seria o segredo que Nicole tentava esconder a sete chaves, mas que possivelmente logo seria exposto pela Gossip Girl.

— Faltam oito minutos para o intervalo acabar, se adiantem! — avisou Elise.

— O que você achou da Gossip Girl, Gigi? — perguntou Leon.

— Interessante. Quem sabe ela não revela algo surpreendente, não é? Algo do tipo sobre você. — a menina de cabelo azul falou sendo divertida.

— E-e-u? Que isso! Eu não. Deve ter gente mais interessante. — gaguejou.

— Sei. — foi a única coisa que Genevieve falou, enquanto pensava o quanto aquilo poderia ser ruim para todos, mas principalmente para si mesma.

Afinal, Gigi também esconde coisas com seus rostinho bonito e status de popularidade.

Leon preferiu não falar nada, apenas terminar de comer seu tempura, mesmo sendo de manhã o garoto não deixava de lado seu gosto por comida japonesa.

— Quero ficar com a Blair nessa festa, ela tem uma cara de quem beija bem. — falou Matthew, irmão de Natalie.

— Garotas tem cara de beijo bem e não beijo bem? — perguntou Mason para o amigo que revirou os olhos.

— Você fala isso, mas sei que acha o mesmo da Charlotte. — rebateu deixando o amigo sem saber o que falar.

— Eu acho ela bonita e legal, apenas isso.

— Sei. — falou a mesma coisa que Gigi para Leon. — convida ela para ir á festa com você, cara.

— Ela não vai aceitar. — murmurou fazendo o amigo rir.

Bem na hora passava Blair e Charlotte conversando distraidamente. Matthew às chamou fazendo um sinal com a mão, logo elas foram até eles.

— Fala logo que o intervalo vai acabar e eu tenho aula de história com o Ezra, não quero perder, hein. — disse Charlotte para Matthew.

— Nós gostaríamos de saber se não querem ir com nós para festa. — falou Matt simples, deixando Mason um pouco envergonhado.

— Pode ser. — Blair respondeu.

— Me pega na minha casa às sete horas, Mason. — Charlotte falou e deu uma piscadela antes de sair com a amiga para irem até sua sala.

— Meu Deus, ela falou mesmo comigo? Não acredito! — Mason falou incrédulo olhando para o amigo que apenas deu risada.

— Sim, cara. Ela falou com você! Me agradeça, por favor! — Matt disse com um tom convencido em sua voz.

Mason apenas revirou os olhos e mandou ele ir se “catar”.

— Queria ser como eles. — murmurou Christopher Abrams, um dos garotos sozinhos naquela escola.

— Eu também! — confessou Frank, o excluído ao seu lado.

— Elas nunca olharam para nós, Frank. — falou Chris entristecido.

— É. — o garoto concordou ao olhar para Bedelia, digamos que sua paixonite desde que entrou na escola.

— Olhem quem está olhando para nós. — Melina falou ao ver que o menino no qual elas consideravam esquisito olhava para elas.

— Quem? O Freak? — perguntou Kath.

— É Frank. — defendeu Bedelia. — eu acho ele bonitinho. — confessou.

— Bonitinho? Aquele garoto é feio. Prefiro o Dake, algum dia ainda pego ele. — Madison falou convencida.

— É. Tanto faz. — foi a única coisa que Bedelia falou.

— Acho que elas estavam falando de nós. — disse Frank.

— Também acho, o que será que elas estavam falando? — Chris questionou-se.

— Provavelmente coisas ruins. — respondeu chateado.

De longe, Cassandra e Liv observavam as pessoas terminando de comer para irem até suas respectivas salas.

— O que você acha das queens? — Liv perguntou.

— Vadias que se acham superiores. — Cassandra respondeu sincera. — para mim elas não passam de um rosto coberto de maquiagem e uma alma podre.

— Nossa, pegou pesado. — Liv fingiu estar assustada. — gostei!

Cassandra apenas deu risada e puxou outro cigarro da bolsa, colocando em sua boca e logo soltando a fumaça, fazendo daquilo o mais sexy possível. Aquela era a quinta vez que fumava pela manhã. Sorte dela que Elise não estava vendo.

Quatro mesas depois dali, estava Luna e Natalie conversando sobre as matérias que tiveram naquela manhã. Sempre se adiantando das lições de casa, era o jeito daquelas garotas.

— Você anotou tudo o que a professora de química falou sobre os trabalhos? — Natalie perguntou olhando para o seu caderno.

— Você viu a Kath falando do Ezra? Até parece que ela vai conseguir algo com ele. — falou Luna mudando totalmente o assunto.

— O que? — sua amiga perguntou sem entender. — do que você está falando? Não seria professor Ezra, Luna?

— É, professor Ezra. Duvido que ele dê atenção para aqueles decotes de vadia dela. — Luna falou com um tom de raiva em sua voz.

— Luna! Por que está agindo assim? O que está acontecendo com você hoje? Está esquisita. — confessou Natalie surpreendida pela atitude da amiga.

— Comigo? Nada! — mentiu. — vamos para sala. — falou assim que ouviu o sinal tocar, na tentativa de mudar o assunto.

O sinal tocou e logo todos os alunos foram se retirando do refeitório, indo para as salas que indicavam em seus horários.

Faltavam apenas três aulas para serem liberados, algo que seria motivo para comemorar.

Estavam chegando duas alunas atrasadas: Skye pela entrada principal e Nico pela secretaria.

A duas tinham aulas juntas de matemática com a professora Kimberly que por sinal detesta atrasos.

Nicole vestia roupas simples e confortáveis, diferente de Skyler que usava algo estilo patricinha, além de custar o triplo de toda roupa que Nico estava.

Ao tentarem entrar juntas na sala, acabaram se esbarrando, ficando as duas entaladas na porta.

— Você não me viu entrando primeiro, não? Cega! — Skyler gritou para a garota baixinha e de óculos.

Nicole não conseguiu responder, todos imediatamente olharam para elas na intenção de ver o mini surto de Skye.

— M-e desc-u-l-pe. — Nico pediu gaguejando.

A garota logo começou a soar frio e todos da sala riram, deixando a garota de óculos com mais vontade de chorar.

— Da próxima vez vê se tenta enxergar, sua idiota. — Skyler quase gritou, humilhando Nico na frente de todos que começaram a rir mais ainda.

— Silêncio! — a professora pediu e todos obedeceram, podia ser ouvido apenas o choro de Nicole que se sentou no fundo com vergonha do que acabará de acontecer. — vamos voltar a falar sobre o trabalho que vocês terão que fazer em dupla.

Após ouvir dupla, Leon imediatamente já pensou em quem chamaria.

— Ei. — murmurou baixinho para que apenas a menina ouvisse.

— Fala, Leo.

— Quer ser a minha dupla, Jayne? — perguntou com um sorriso lindo no rosto.

— Não seria parceira? — rebateu fazendo com que o sorriso do garoto fosse desfeito.

— É, tanto faz. — deu de ombros. — e aí, quer?

— Sim, Leon. Pode ser — respondeu simples, deixando o garoto com um sorriso bobo no rosto.

— Será que eu posso ir na sua casa hoje? — questionou deixando a menina confusa. — Para estudar, calma!

— Como se eu fosse fazer algo com você além de estudar, Leon. Faça-me o favor. — falou deixando o menino incomodado. — Me desculpe, foi só uma brincadeira. — pediu ao ver que ele não gosto muito de seu comentário.

— Tudo bem. Passo na sua casa às duas, já fique sabendo que faço questão de levá-la a festa comigo. Não adianta dizer não, gatinha.

Jayne sabia que Leon insistiria, então ficou quieta e apenas tentou prestar atenção na aula.

O choro de Nico já havia cessado e Skyler ria com as queens do que ela havia feito com a pobre garota.

A aula já estava quase no final, até que alguns celulares apitaram e vibraram.

Anunciando uma coisa: novo post da Gossip Girl.

“Oi, galera! Aproveitando muito a aula chata de matemática da professora Kimberly?

Vocês viram aquele surto da Arianne? Que coisa feia, não? Achei bem estranho a maneira que ela reagiu quando o assunto foi o nosso querido Dakota.

Aliás, Madison, você tem uma queda por ele, certo? É uma pena, já que todas estão de olho Dake. Porém, não fique de olho no Leon. Parece que o nosso querido playboy já está de olho na nossa Jayne linda.

Cuidado Jayne, esse garoto tem cara de quem esconde coisas surpreendentes.

Ah, esqueci de uma coisa! Luna, o Ezra só tem olhos para você, relaxe que a siliconada da Kath não conseguirá nada com ele.

Por hoje é só, vejo vocês em breve.

Com amor, Gossip Girl.

XOXO.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...