História Gosth Secret - A Escolha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Gigi Hadid, Zac Efron, Zayn Malik
Personagens Barbara Palvin, Gigi Hadid, Personagens Originais, Zac Efron, Zayn Malik
Tags Ação, Romance, Violencia, Zayn Malik
Exibições 8
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E ai gente!! MINHA PRIMEIRA FANFIC!! 😁😁 Espero que vocês gostem. ACHO BOM VOCÊS GOSTAREM!! Não é uma ameaça é só um lembrete. Ksks

Capítulo 1 - MEU NARIZ!!


Fanfic / Fanfiction Gosth Secret - A Escolha - Capítulo 1 - MEU NARIZ!!

POV. LESLY MITCHEL.

ATLANTA:

   Hoje eu me acordei muito cedo, para ser mais específica acordei 05:35 da manhã(ou madrugada tanto faz), isso quer dizer que eu acordei muito mais cedo do horário planejado.
As nove eu tenho uma entrevista de trabalho (pois é, a  vida não tá fácil pra ninguém) é eu sei que tenho só 17 anos, mas desde do ano passado eu to tendo que me virar sozinha depois  que a minha mãe morreu e o meu pai me mandou embora de casa, ele levou uma vagabunda qualquer(toda a vagabunda é qualquer)e achou que eu ia deixar barato, nos primeiros meses eu me controlava mas um dia eu explodi, nós três estávamos jantando calados  até que ela começou a reclamar das fotos da minha mãe que ainda estavam em um porta retrato em cima da estante, ficou dizendo que era uma afronta contra ela começou a gritar mandando o meu pai tirar caso contrário ela iria embora mas como o meu pai é "machão" ele já ia obedecendo as ordens da  dona aplique(que no caso de chama Hellen, mas em fim vocês quase nunca irão ver eu a chamando pelo nome)indo tirar as fotos da mamãe da estante, eu como não sou uma lerda igual o meu pai me levantei e comecei a falar tudo o que estava engasgado na minha garganta e me botei em frente aos portas  retratos e comecei a falar para o meu pai escolher entre tirar ou deixar as fotos da mamãe ali, se ele tirasse era eu que iria embora daquela casa.

Pois é, o final disso vocês já sabem...
...mas eu consegui me virar estou alugando um apartamento(apertamento)de três peças, porém  só uso pra dormir, estudo de manhã e trabalhava em uma lanchonete do 12:00 as 00:00(escravidão no caso)mas fui demitida por que eu dei um soco na cara de um cliente que tava querendo outro tipo de lanchinho, ahh fala sério o veio barrigudo acho que ia se da bem, vai vendo...
...então a partir daí estava a busca de um emprego.
  Tava no desespero, quase chegando o dia de pagamento do aluguel e eu ainda não tinha  achado emprego, mas claro como sempre a minha amada e louca melhor amiga Vick me socorreu, era domingo de manhã eu estava dormindo ainda até ser acordada por fortes batidas na porta, botei meu chinelo e fui atender de pijama mesmo pois a batida ia ficando cada vez mais forte assim que abri fui atingida por um soco no nariz a única coisa que fiz foi botar minha mão no lugar atingido logo a pessoa venho me socorrer:

-Ai meu Deus oque eu fiz?? - Vick falava desesperada com a sua mão em cima da minha - ta tudo bem?? Porra, responde!!

-Calma, calma fora o meu nariz estar ardendo está tudo ótimo - falei tentando sorrir,e fazendo uma careta de dor - ai.

   Vick me levou até o pequeno sofá do apartamento e me sentou logo sentando ao meu lado:

- Agora que eu vi que você melhorou eu vou te contar por que eu vim aqui...

- Tem que ser um bom motivo, porque além de me acordar essa hora pleno domingo  ainda quase quebra o meu nariz.

- Se você deixar eu TERMINAR talvez você possa entender-ela disse gritando a palavra "terminar" no meu ouvido.

- Ta bom!! Só explica droga!!

- Eu estava lendo jornal  esta manhã e olha só  o que eu encontrei - ela disse estendendo um jornal pra mim ler - olha os classificados de emprego achei um perfeito pra você- ela apontou para uma proposta de emprego que estava contornada de vermelho em volta -é o seu perfil!!OLHA!!

- Sim, só que a entrevista vai ser amanhã..

- E o que que tem?? Lá vem ela  complicar tudo- ela disse revirando os olhos-.

- E oque  que tem é que, este jornal é sexta-feira  - sim, ela lê jornal antigo - e vários candidatos devem ter ligado primeiro, ainda mais para um emprego de secretária, é capaz de eu ligar e eles falarem que já tem muitas pessoas para serem entrevistas. É isso.

- Para de ser chata e liga logo pro número caramba!!! - ela disse pegando o meu celular da estante, e botando na minha mão.

Que garota chata ta sempre me obrigando a fazer as coisas, porra!!

-Tá bom, ta bom!! - falei me rendendo - só não te garanto nada!!

 Liguei pro número que estava indicado no jornal e esperei,chamou umas quatro vezes e finalmente alguém atendeu.

  Era uma voz masculina.

(- pôs não oque deseja?)

(Ah,oi meu nome é Julia,e eu fiquei sabendo da entrevista de emprego que vocês vão fazer amanhã, eu queria saber se vocês ainda estão  selecionando pesso...)

(Sim, aliás estávamos porque se você estiver enteressada, só temos mais um espaço na agenda pra entrevista amanhã. Então você tá enteressada, só temos horário as 9 horas da manhã?)

(Claro!!!pode contar comig...quer dizer pode me aguardar, estarei aí as 9 em ponto.)

(Então tá. Estaremos aguardando.)

 E em seguida ele desligou...

- AI MEU DEUS!! EU FALEI QUE TU IA CONSEGUIR!!-Vick começou a gritar e a me abraçar, igual uma louca que acabou de sair do hospício.

- Ta legal eu admito que foi uma ótima ideia ligar, mas a gente não pode já ir comemorando...

- Você ta certa - ela disse abaixando o tom de voz e se sentando ao meu lado no sofá - eu vou me acalmar.

- Ta vamos mudar, de assunto
Como anda aquela droga de escravidão que você chama de emprego?? Anda sentindo a minha falta é?? - falei jogando o cabelo pra trás com a mão e fazendo uma cara de patricinha  a fazendo gargalhar.

- Ta bom eu admito, o trabalho já é uma droga e daí tu foi embora e só piorou, não tem ninguém pra mim reclamar e contar os meus inúmeros planos de como matar e torturar o Sr.Clark(meu ex chefe.Amém) - ela disse semiserrando os olhos e tentando fazer uma cara de má mas o máximo que ela conseguiu foi me fazer rir, ela tirou os chinelos e cruzou as pernas em cima do sofá.

- Você é louca !! - falei dando um tapa em seu braço.

- Mas não  só eu que estou sentindo a sua  falta.

- Não??

- Não. Depois que tu foi embora um monte de clinte parou de frequentar aquela espelunca.

Dessa eu tive que rir

- Fala sério, não foi por minha culpa. Vai vê se tocaram mesmo.

- eu to falando sério, tevê uns até que chegaram a perguntar por ti e ir embora logo em seguida que souberam da noticia.

- Quem?? Tipo o aquele gordo tarado?? - ela assentiu -  Só rindo mesmo. O cara passa a mão na minha bunda, toma um soco e ainda volta pra conferir se ainda to lá pra ele fazer de novo!!

- Mas não foi só ele, o Heitor também foi lá e perguntou por ti, assim que ele soube que vc não tava ele acabou com a porra toda, mandou o Sr.Clark fechar a lancheria por uma semana como castigo por ter te demitido.

Heitor era meu namorado quando eu tinha quinze anos e ele desessete, eu gostava dele e ele de mim, porém meu pai não gostava dele falava que via ele na esquina com más companhias, e eu não acreditava então nós chegamos a namorar escondidos por cinco meses, mas meu pai descobriu e me trocou de escola. E era da escola pra casa,da casa pra escola. Então eu demorei pra ver ele de novo até que um dia eu tavá saindo da escola e eu vi     
ele e mais 3 garotos correndo e rindo ao mesmo tempo, Heitor estava com uma bolsa na mão e corria olhando pra trás até que ele me deu um encontrão, jogando o meu ombro pro lado, assim que ele me viu ficou com uma expressão séria mas continuou correndo. Logo depois eu vi dois policiais correndo pra mesma direção que ele tinha ido junto com os outros dois garotos. PUTA MERDA MEU PAI TAVA CERTO ELE ERA BANDIDO!!

- Que saco ele ainda continua atrás de mim??-falei.

- Ele só tava te protegendo.- Vick disse me olhando como se eu fosse a ingrata mais ingrata do mundo.

- Ta mais em fim,- mudei de assunto- você não tem que ir trabalhar??

- QUE HORAS SÃO??-ela disse levantando e botando os chinelos.

- São onze horas, eu que pensei que era cedo, por que tu sabe né?? Vida de gente que não trabalha...

- Tchau amiga!! Beijos - ela disse fechando a porta e saindo correndo.
 

FIQUEI ALI RINDO NEGANDO COM CABEÇA...


Notas Finais


BEIJOS. GOSTARAM??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...