História Gosto de você sem querer gostar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin & Ally, Laura Marano, R5, Raini Rodriguez
Tags Raura
Exibições 109
Palavras 914
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Saudades ? SFalta de criatividade, desculpa pessoas. Bora ler mais um capítulo? Está pequeno, mas garanto a qualidade.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Gosto de você sem querer gostar - Capítulo 5 - Capítulo 5

Pov. Ross 

   -Não! -Dei um grito jogando aquele tanto de papel no chão. -Vou te ajudar a criar esse filho. 

  -Está falando sério? 

Ela perguntou incrédula .

  -Sim, olha a última pessoa que imaginava ter um filho era você, mas não sou criança sei que devo fazer o certo. 

  -Ross eu não sei se você entendeu, mas nos odiamos e com um filho teremos que nos ver mais, dividir a guarda, passar mais tempo juntos além que teremos um laço para sempre.

  -Eu sei disso, e apesar de não gostar eu vou assumir 

  -Uau me deu um super enjoo .

Vi Laura correr para o banheiro, só observei sua corrida. 

 A casa dela não é nada feia, bem linda até, mas o que mais me chamou a atenção foi uma parede que tinha na sala cheia de fotos dela, não resisti e peguei uma dela de biquíni, para que ser tão linda assim ?

  -O que está vendo? 

A morena apareceu do vento, com uma toalhinha na boca toda encurvada parecendo que tinha vomitado metade dos órgãos. 

  -Nada, quer dizer você já foi modelo ?

  -Mais ou menos, durante um tempo enquanto fazia faculdade, precisava de dinheiro então fiz algumas campanhas. 

  Bem que a  minha vontade era dizer, uau que gata, mas me contive sentei na sua frente. 

  -Eu tenho que contar aos meus pais. 

 Disse depois de ver que ela não diria uma palavra.

  -Boa sorte .

  -E os seus pais? 

  -Não os vejo a um tempão, depois que eles pararam de trabalhar resolveram fazer um tour pelo mundo,  estão na Tailândia agora .

  -Entendi. 

  -Então o que anda fazendo? 

  -Trabalho na empresa de marketing do meu pai. 

  - Entendi 

  Pov. Laura 

Gente percebi uma coisa muito engraçada, que se não estivermos nos beijando ou sem roupa não temos nenhum assunto . Tentamos, mas nosso papo terminava sempre em "Entendi" . Depois de uma hora assim, desistimos e ele foi embora, as meninas não chegariam tão cedo, por isso peguei o cd com o coração do bebê no meu som e pus os fones, no começo não ouvia nada, mas depois foi aumentado e pude ouvir o coraçãozinho do meu bebê batendo, meu filho dentro de mim, uma vida que tinha metade de mim e infelizmente metade do Ross, acho que nunca ouvi um barulho tão lindo. Levantei a blusa e desci a cabeça até ele (a ) 

  -Oi filho (a ), eu sei que eu não tenho dado muita importância para você, porque para falar a verdade a mamãe não tem ideia como ser a mãe que você merece, você me pegou de surpresa, mas agora não parece a pior coisa do mundo te ter. Escuta sobre seu pai, ele não é a melhor pessoa do mundo, e eu não amo ele, odeio mais que amo, porém metade de você tem ele, mas se tiver sorte só vai puxar o cabelo dele Eu amo você filho ou filha. 

  -Awww 

Quando virei vi uma loira e a latina com os olhos marejados.

 -Tem que parar de ouvir minhas conversas. 

 -Não resistimos 

 -Ei afilhado. -Dove estava agachada falando com a minha barriga. -Olha, não escuta o final da conversa da sua mãe, seu pai é lindo, então venha com o cabelo, olhos, sorriso, charme do seu pai. 

-O que disse Cameron? 

-O importante é vim com saúde.

Raini disse 

 -Obrigada amiga. 

 -Mas se você vier com os olhos de seus pais é melhor. 

Só virei os olhos para elas. 

       Pov. Ross 

Agora #partiuserpai, dizem que as melhores coisas vem sem planejamento é melhor ser mesmo. Ao entrar em casa todos estavam lá, até Ryland que estava viajando para que isso ? E o mundo conspirando contra mim.   

   -Oi filho algum problema? 

Minha mãe perguntou depois que fiquei um bom tempo olhando para o nada .

   -Não, só estou pensativo. 

   -Desde quando você pensa Ross? 

   -Eu acho que tem muito tempo .

Disse sem pensar, a cabeça estava nas nuvens.

   -Filho senta aqui com a gente. 

Fiquei lá com a cabeça no pescoço e os pensamentos  na nuvens, as crianças não paravam de mexer comigo, como a Rydel conseguia criar dois? E agora eu vou ter que cuidar de uma criança, minha mãe como vou dizer a dona Stormie  ? 

  -Gente tenho uma coisa para dizer ? -Disse no impulso e todos inclusive meus sobrinhos viraram para mim .- Eu...eu...é que...é que...sabe...

  -Diz logo Ross 

  -Ok eu vou ser pai. 

Todos começaram a rir, porém quando viram que não mudava de expressão se ligaram que era verdade. 

  -Ele está falando sério? 

Rydel falou 

  -Quem é ela ? 

Meu pai perguntou 

  -Bem, ela chama Laura...Laura Marano 

  -Minha estilista? 

  -É isso aí.

  -Ross você vai ser pai, mas você...mas você...você é o Ross 

 -O que sua mãe quer dizer é que você é uma criança ainda, como vai cuidar de outra ? 

 -Pai eu sei, mas aconteceu e agora vou cuidar desse bebê. 

 -Escuta você não odiava ela ?

 -Odeio, mas fazer o que né? 

 -Parabéns filho.

 -Obrigado pai 

 -Mais um neto 

 -Isso aí dona Stormie 

 -Então meu irmão saiu de campo ?

Ryland perguntou 

  -Não eu vou ajudar a cuidar do bebê, mas eu e a Laura não ficaremos juntos, nunca 

      Será? 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...