História Gotham City - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Mulher Gato
Personagens Alfred Pennyworth, Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Dr. Jonathan Crane (Espantalho), Edward Nashton/Nygma (O Charada), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Pamela Lillian Isley, Personagens Originais, Selina Kyle (Mulher-Gato)
Tags Batman, Bruce Wayne, Carmine Falcone, Catwoman, Charada, Comissário Gordon, Coringa, Dccomics, Duas Caras, Gotham City, Harley Quinn, Hera Venenosa, Mulher Gato, Pinguim
Visualizações 73
Palavras 2.649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Queridos leitores atenção: eu fiz um enquete sobre adicionar mais dois capítulos para finalizar a fanfic e vocês são tão maravilhosos que 100% queriam esses capítulos e ainda me pediram pra escrever a Liga aceitando a entrada da Selina. Infelizmente 2 capítulos não vão ser suficiente, até porque eu, particularmente, não me sinto muito bem em publicar capítulos muito longos por achar que ficam cansativos, então estou quebrando essa parte final em mais alguns capítulos pra vocês, okay?
E provavelmente até o feriado eu consigo lançar o capítulo 2 da season 2 a limpo pro note (sim, eu escrevo os capítulos a mão no caderno e depois passo eles a limpo pro word e ai publico aqui, por isso as vezes demora um pouco mais pra lançar os capítulos, porque se eu tento sentar na frente do computador e já escreve direto no word, não sai gente! Eu perco todo o foco, fico casando imagens pra capa do capítulo e a história que é bom nada hehehe ^^')
É isso, espero que gostem e muito obrigada por tudo! Vocês são os melhores leitores do mundo ♥

Capítulo 68 - Cap. 68 - A notícia


Fanfic / Fanfiction Gotham City - Capítulo 68 - Cap. 68 - A notícia

Gotham amanheceu com um clima agradável, apesar do sol ter dado o ar da graça não estava tão quente e a brisa do vento refrescava os cabelos de Jason montado em sua bela moto esportiva vermelha chegando na mansão. Assim que estacionou e desceu o bad boy notou a Vincent Black Knight customizada e melhorada em preto e azul, seus olhos cerraram em sinal de desaprovação enquanto resmungou baixinho para si próprio “filho da mãe”.

Aborrecido Jason subiu as escadas até a enorme porta e tocou a campainha, após alguns segundos como de costume Alfred o recebeu com um ar de desaprovação pelo atraso do garoto.

- Está atrasado mestre Jason.

- Que isso Alfred! – ele entrou dando um tapinha no ombro do mordomo – E ai cadê o morcego?

- Por aqui mestre Jason.

Mesmo sem necessidade Alfred o guiou até a sala de estar onde já se encontravam bem acomodados Dick na poltrona no fundo a direita, atrás dele perto da lareira estavam Barbara, Cassandra e Kate conversando e no sofá Tim mostrava a Jenny como jogar no PSP, enquanto Damian acompanhava sentado ao lado da irmã e Stephanie também acompanhava, porém de pé atrás do sofá.

- Ah que ótimo! – Jason se anunciou em alto e bom tom – Adoro reunião de família nas segundas de manhã!

- Bom te ver também Jason! – Stephanie acenou.

- Até que enfim você chegou. – Dick o reprimiu.

- Ah é, foi por isso que veio com a sua motinho especial que o papai morcego te deu? – ele resmungou aborrecido – Queria impressionar?

- Não que seja da sua conta, mas o meu carro quebrou e tive que deixar no concerto.

- Meninos, isso é sério? – Kate chamou a atenção.

- Tá legal... – Jason colocou as mãos nos bolsos e se jogou no sofá ao lado de Damian empurrando o garoto levemente para o lado, o que o deixou levemente irritado – Então, qual é a dessa vez?

Jason observou todos, mas ninguém sabia lhe dizer o porquê de terem sido chamados a única coisa que se passava em suas cabeças é que poderia ser alguma investigação muito importante. Logo em seguida Alfred entrou na sala anunciando que o patrão estava vindo o que fez com que todos os presentes ficassem ainda mais ansiosos em relação ao que estava por vir.

Para a surpresa dos mesmo Bruce entrou acompanhado de Selina e ambos se entreolharam misteriosamente tentando decidir quem falaria primeiro, entretanto o suspense irritava profundamente o jovem Jason que sem pensar duas vezes se pronunciou antes do casal.

- Ora, vamos logo! – ele resmungou inquieto no sofá – Não tenho o dia inteiro!

O casal olhou torto pra o garoto, porém a pressão dos olhares curiosos fez com que Selina desse o primeiro passo:

- Bom, chamamos vocês aqui porque queríamos dar uma notícia.

“Por favor outro pirralho não” Jason resmungou consigo mesmo, porém alto o suficiente para que todos na sala direcionassem um belo olhar cerrado para ele.

- Como eu estava dizendo... – ela retomou o assunto – Decidimos falar com vocês primeiro.

- Aconteceu alguma coisa? – Stephanie questionou.

- É o Exterminador? – Tim se adiantou pensando que ainda poderiam estar com problemas.

- Se for uma investigação nova posso tentar conseguir arquivos da polícia. – Barbara se manifestou.

- Calem essas bocas, porra! – Jason esbravejou antes que Kate conseguisse pronunciar qualquer coisa que estava em seu pensamento – Como eles vão dizer o que tá acontecendo se vocês não ficam quietos?!

- Obrigada Jason, mas podia ter sido mais educado. – Selina respondeu.

- Pode deixar “mamãe gata”, vou me lembrar de ser mais educado da próxima vez que me arrastarem pra uma reunião de família numa bela manhã de segunda-feira, cuja a qual eu pretendia passar dormindo até sentir o cheiro do almoço.

- Bom, já que tocou no assunto... – Bruce deu um passo à frente – Eu pedia a Selina em casamento.

Uma onda de “quês?” repercutiu na sala com as mais variadas caras que se poderia ter, Jason fez a clássica de “tá de brincadeira comigo?!”, enquanto Barbara, Tim, Stephanie e Kate pareciam chocados, Cassandra não parecia esboçar nenhuma reação, mas por dentro estava surpresa assim como Dick, Damian era o único a ter fechado a cara como se algo muito sério tivesse acontecido e a única sorrir era Jenny.

- Espera! – Kate se pronunciou – Isso é sério? Tipo, sério?

- É sim. – o casal respondeu balançando a cabeça de acordo.

- Não acredito! – Tim exclamou surpreso – Vocês vão se casar mesmo? Ou vão apenas começar a usar alianças?

- Tipo, vai ter festa? – Stephanie questionou complementando a pergunta de Tim.

- Vocês são imbecis? – Jason questionou Tim e Stephanie de modo áspero – É óbvio que vai ter casamento! Eles não iam nos chamar aqui só pra dizer que vão começar a usar alianças e... – ele parou por um momento e se voltou para o casal com o rosto muito irritado – É bom vocês dizerem que não me chamaram aqui só pra dizer que vão usar alianças!

- Sim Jason, vai ter casamento, festa de casamento, jantar e tudo o que tem direito. – Selina respondeu.

- Mas vai ter bolo? – Jenny questionou.

- Sim, vai ter bolo querida. – Bruce respondeu sorrindo.

-E quando vai ser? – Dick se manifestou.

- Bom, ainda não decidimos a data... – a gata respondeu trocando olhares com o parceiro – Mas vamos começar a correr atrás das coisas essa semana.

- Eu só espero que não estejam querendo ajuda pra isso, porque eu não vou sair com ninguém pra ver vestido de noiva. – Jason resmungou mais uma vez cruzando os braços.

- Não querido, nós temos outra surpresa pra vocês que é o motivo pelo qual chamamos vocês aqui hoje. – ela sorriu de uma forma maléfica.

- Vamos convidar a Liga para um jantar hoje a noite. – o morcego anunciou.

 - E precisamos que vocês ajudem o Alfred a organizar a mansão, além de ficarem bem vestidos é claro. – ela sorriu colocando as mãos na cintura. 

- E se comportarem. – ele cruzou os braços.

- Que ótimo... – Jason bufou.

O casal estava pronto para se retirar quando mais uma vez Jason decidiu questiona-los:

- Esperem ai! Onde vocês pensam que vão?

- Vamos para a Liga, pedi uma reunião de emergência. – o playboy respondeu.

- Que ótimo, eles vão e a gente fica! – ele bufou.

Assim que o casal se retirou e as portas da sala foram novamente fechadas, eles começaram a fazer uma rodinha em volta do mal-humorado Jason. 

- Tal vez devêssemos conversar sobre isso. – Barbara sugeriu.

- Conversar o que? – Kate deu de ombros – Eles já decidiram vão se casar.

- É, mas apesar de tudo eu ainda não sou muito a favor desse relacionamento.

- E você acha que a sua opinião vai fazer diferença pra eles? – Tim questionou.

- Olha não tô te entendo! – Kate se irritou – Tava feliz que ela tinha voltado, mas agora é contra eles se casarem? Qual é a tua?

-  Como eu já disse, não sou muito a favor desse relacionamento! – Barbara respondeu áspera – Ela continua sendo uma criminosa!

- E pensar que eu podia tá dormindo... – Jason resmungou cruzando os braços.

- Olha, eu entendo o seu ponto Babs! – Dick se aproximou – Mas, a Selina melhorou muito e o Bruce está feliz!

- Ah ótimo! Vamos ignorar tudo isso porque ele está feliz!

- Só estou dizendo que devíamos apoia-lo, porque ele perdeu os pais muito cedo e depois de tudo o que passou acabou encontrando alguém que o faz feliz.

- Tá falando dele ou de você Dick?

- Olha, acho que o Dick tem razão. – Tim se pronunciou – É difícil vê-lo feliz e agora ele tá!

- E vocês? – Barbara olhou para Stephanie e Cassandra que se entre olharam – Não vão dizer nada.

Elas balançaram as cabeças em sinal de mão não queriam se envolver na discussão que havia chegado num ponto de “que lado vocês estão”, embora ninguém fosse admitir que estavam nesse ponto e iriam dizer que é apenas uma simpática troca de opiniões.

- Se queriam que ele ficasse afastado da “felicidade”, deviam ter mantido o lado sombrio dele ativo! – Jason voltou a se pronunciar irritado – Então, a culpa é do Robin que não fez isso!

- Como é? – Damian lançou um olhar enfurecido para Jason.

- Que horror! – Stephanie se pronunciou extremamente chocada – Não acredito que escutei isso! Deixar uma pessoa ficar revivendo e vivendo numa depressão profunda ao invés de apoia-la em sua felicidade é a coisa mais egoísta que já ouvi!

- Tá falando que somos egoístas porque nos preocupamos com ele? – Barbara retrucou.

- Não estão preocupados com ele, pois se estivessem teriam tenta o ajudar a achar a felicidade desde quando se conheceram! – ela disse revoltada – Por acaso teria ficado mais feliz se ele tivesse proposto o casamento pra Talia?!

Todos olhavam chocados para Stephanie, menos Damian que deu um leve olhar cerrado para a mesma e depois virou o rosto fingindo observar a janela. A menina se retraiu levemente ao perceber que tal vez tivesse pegado pesado demais na lição de moral.

- Damian, não foi bem isso o que eu quis dizer... – ela amenizou seu tom de voz – Desculpa.

- Não, eu entendi o que você quis dizer. – ele resmungou bravo indo em direção a porta da sala.

- Droga, falei demais! – ela se alto puniu.

- Foi sem querer Stephanie! – Tim a abraçou para consola-la – Logo ele esquece!

- Eu não entendo!

A existência esquecida de Jenny dentro da sala fez com que olhassem assustados para a menina com os olhos quase lacrimejando.

- Por que não querem que meus pais se casem?

A pergunta caiu como uma bomba e nenhum deles se atreveu a dar qualquer resposta, mesmo assim ela esperou mais um pouco antes de dar as costas e assim como o irmão sair pela porta com o rosto extremamente triste. Após a saída da garotinha um desagradável silêncio prevaleceu na sala, cada um com seus próprios pensamentos tentado se sentir menos culpado.   

- Eu vou falar com eles. – Dick pronunciou após alguns segundos.

- É por isso que adoro reuniões de família. – Jason murmurou sarcasticamente se afundando no sofá.

●●●

- Por que não posso ir junto? – Selina resmungou enquanto observava Bruce se vestir com o uniforme – Pensei que íamos anunciar nosso casamento.

- Não pode ir comigo, porque a reunião na liga é para convencê-los deixa-la entrar! – ele disse sério – E é por isso que não pode ir comigo.

- E se eu prometer não intimar ninguém? – ela sorriu se deitando em cima da mesa.

- Não.

Ele a observou revirar os olhos aborrecida depois da resposta, terminou de prender o cinto na cintura e a ficou encarando com um leve sorriso esboçado no rosto.

- O que foi?

- Eu já disse que você está linda hoje.

- Oh, por favor!

Ela se levantou da mesa e ao passar pelo morcego colocou sua mão direita no peitoral dele e lhe deu um leve empurrão, isso o fez se aproveitar para segurar a mão dela e a puxar fortemente para si a abraçando.

- Não fique aborrecida. – ele sussurrou no ouvido dela – Além disso, você precisa chamar o buffet pra essa noite, Alfred não vai dar conta sozinho.

- Está bem, morcego. – ela concordou sorrindo maliciosamente enquanto seus dedos caminhavam pelo peitoral dele – Vou aproveitar e ver se as “crianças” querem convidar os titãs.

- Ótimo. – ele sorriu de volta – Eu te amo, gata.

- Eu também te amo, morcego. – ela aproximou seus lábios dos dele, mas não o beijou – Me avise quando chegar.

Ela voltou a empurra-lo e o deixou observando enquanto saia rebolando da caverna.

●●●

Sede da Liga da Justiça – Sala de Reuniões

A grande mesa em formato de “U” já estava praticamente toda ocupada com os membros mais importantes da Liga entre eles: Mulher-Maravilha, Mulher-Gavião, Canário Negro, Arqueiro Verde, os Lanternas Verde John Stewart e Hal Jordan, Caçador de Marte, Shazam, Aquaman e Flash. As portas se abriram e Superman entrou acompanhado de Batman, ambos se dirigiram até a ponta da mesa e permaneceram em pé os observando.

- Convoquei vocês para essa reunião porque quero discutir a entrada de um novo membro para a Liga.

- Um novo membro é? – Flash questionou – E quem seria?

- Mulher-Gato.

Todo se entre olharam enquanto uma tela holográfica se abriu para cada membro com informações e foto da gata afim de que todos pudessem se informar.

- Mas ela não é uma criminosa? – Mulher-Maravilha questionou enquanto lia as primeiras linhas do relatório.

- Ex-criminosa. – Batman respondeu.

- Confia mesmo nela? – John Stewart perguntou.

- Confio.

- Eu não vejo problemas. – Arqueiro se reclinou confortavelmente na cadeira sem nem ler o que estava na tela.

- Eu também sou a favor da entrada da Mulher-Gato. – Superman se pronunciou ainda em pé e de braços cruzados.

- Qual o exato motivo para querer adiciona-la a liga? – Mulher-Gavião questionou.

- Vamos nos casar e...

- Quer recruta-la apenas por que vão se casar? – Hal indagou.

- Espera, eu ainda estou processando o “vamos nos casar”! – Flash interrompeu muito surpreso.

- Não a nada de difícil em processar “vamos nos casar”, eles vãos e casar oras! – Mulher-Gavião resmungou.

- Como eu estava dizendo... – Batman retomou a atenção de todos – Vamos nos casar, mas preciso mantê-la na ativa.

- E por que não mantem ela na ativa a levando junto com você? – John Stewart perguntou.

- Pelo mesmo motivo que você e a Mulher-Gavião não o fazem.

- É, é um bom motivo. – Flash murmurou o baixo que pode, mas mesmo assim o escutaram.

- Espera ai! – Canário disse surpresa – Ela treinou mesmo com Ted Grant?

- De onde você tirou isso? – Arqueiro perguntou.

- Se você estivesse lendo o relatório saberia! – ela respondeu áspera.

- Sim, ela realmente treinou com ele. – Batman respondeu.

- Isso é ótimo! – ela respondeu – Acho que podíamos coloca-la para treinar os novatos! Seria ótimo ter mais alguém para ajudar, afinal eu e o Shazam sempre ficamos com essa parte e as vezes é difícil já que o Arqueiro me bipa precisando de ajuda!

- O que acha Shazam? – Superman o questionou.

- Concordo! – ele confirmou a cabeça – Não é certo tirar o Billy da escola toda vez que precisam de mim!

- Certo, então por enquanto temos: Arqueiro, Canário, Shazam e eu a favor. – Superman contabilizou.

- Eu também sou a favor!! – Flash levantou a mão ao não ser contado.

- Flash também é a favor. – Superman olhou os demais – Aquaman, Lanternas, J’onn, Mulher-Maravilha, Mulher-Gavião se pronunciem por favor.

- Atlantis não tem problema com ela. – Aquaman disse sério – Logo, eu também não tenho.

- Acho que não teria problema. – J’onn se expressou.

- Vou concordar porque sei como é esse lance. – Hal respondeu enquanto pensava no seu relacionamento com a Safira Estrela.

-  Acho que não estaria sendo justa se não desse uma chance para ela, depois que vocês me deram uma segunda chance. – Mulher-Gavião disse e depois olhou para Mulher-Maravilha – Bom, quase todos né.

- Está bem... – John concordou.

Todos voltaram seus olhares para Mulher-Maravilha que apenas revirou os olhos e cruzou os braços.

- Está bem! – ela disse irritada – Mas exijo que ela seja monitorada!

- Ótimo. – Superman sorriu – Então, Mulher-Gato é um novo membro da Liga.

- Agora que já resolvemos isso. – Batman disse.

- Ainda tem mais é? – Flash parou no meio do caminho da porta e voltou para seu lugar.

- Queremos que todos vocês compareçam em casa para o jantar em que vamos anunciar o casamento e podem levar suas famílias se quiserem.  

- Mas acabou de anunciar aqui morcegão! – Flash pareceu confuso.

Batman lançou um olhar irritado para o corredor que se calou imediatamente e continuou prestando atenção.

- Provavelmente convidaremos os titãs e alguns amigos da Selina.

Todos se entre olharam pensando que possivelmente seriam os “amigos” que a gata convidaria.  


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...