História Gothic Boy - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Baekyeol, Chanbaek, Exo, Fanart Inspiration, Gothic Boy, Hoseokaum, Kaisoo, Moon_angel
Visualizações 183
Palavras 1.069
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oizinhooo
Eu vi essa fanart e coloquei aqui por motivos de MEU BIAS TA NA TELA
Sobre o cap: eu acabei de escrever e vim postar na velocidade da luz ~
Boa leituraaa

Capítulo 2 - Qual é o time? WILDCATS!


Fanfic / Fanfiction Gothic Boy - Capítulo 2 - Qual é o time? WILDCATS!

- Como você acha que pode me explicar isso, Kai?! - disse enquanto apontava para o novo casal gay da escola. - Você disse...

- Eu sei o que eu disse, Chanyeol! - respondeu irritado me assustando, já que o Kim era a pessoa mais calma e pacífica que eu conhecia. - Agora para de olhar, antes que Kyungsoo venha até aqui tirar satisfação do porque você fica encarando o namoradinho dele. - disse com uma ira que eu nunca havia visto. Jongin estava me surpreendendo até demais e não sendo do jeito bom. Sem mais delongas meu amigo saiu da mesa onde estávamos me deixando sozinho.

Faziam três dias desde o beijo, e desde então Baekhyun e Kyungsoo não se desgrudavam, se juntando ainda mais sempre que eu pairava meus olhos sobre os dois, parecia de propósito. Suspirei triste, ajeitando meus óculos de aro grosso, espiando o casal em seu típico lugar de sempre e sentindo meu interior borbulhar ao presenciar a cena do Do deitado com a cabeça nas pernas de Baekhyun, enquanto ele mexia nos fios tão escuros quanto os seus do namorado. Ainda os encarava quando meu olhar coincidiu com o do Byun, mas ao contrário das outras vezes, eu não desviei e ele parecia tão disposto a isso quanto eu. Desisti de travar essa briga de quem parava de olhar primeiro. Dei um sorrisinho e me levantei, deixando a bandeja no local indicado e seguindo para algum outro lugar onde eu não servisse de candelabro.

Vaguei até chegar à quadra de esportes que estava vazia. Precisava me distrair, então ao ver aquela bola de basquete ali abandonada não pensei muito para pegá-la e rebate-la no chão, arremessando e acertando a cesta sem dificuldades. E a mesma cena se repetiu durante todas as minhas tentativas.

Estava preparado para mais um arremesso e com sucesso acertei a cesta mais uma vez, me assustando assim que a bola voltou a rebater no chão da quadra acompanhada de uma salva de palmas. Olhei para trás arregalando os olhos ao encontrar o treinador Yifan com Luhan, um dos garotos do time de basquete que me lançava um sorriso tímido.

- Desculpem, eu vi a quadra vazia e achei que...

- Qual o seu nome, garoto? - o treinador me cortou e eu tentei imaginar o quão encrencado eu estava.

- Park Chanyeol, senhor. - e então ele me sorriu no mesmo momento em que o sinal tocava indicando o fim do intervalo entre as aulas.

- Quero você no time. Esteja no treino hoje depois das aulas. - e então ele passou a caminhar para fora da quadra. - Te vejo mais tarde.

E sem poder me defender da intimação eu fiquei ali parado, tentando processar o que inferno estava acontecendo.

- Bem vindo ao time, Chanyeol. - o garoto magro disse ao meu lado. Por um momento eu havia esquecido dele.

- Obrigado... eu acho. - respondi meio sem jeito.

- Foi eu que disse pro Yifan que você estava jogando. - o encarei desacreditado. - Desculpe Chanyeol, mas o time precisa de você! O campeonato começa daqui duas semanas e nossos arremessos estão péssimos, os passes de bola nem se fala... precisamos de uma carta na manga e o seu talento não pode ser desperdiçado.

- Você é o capitão, não ê? - o garoto assentiu um tanto sem jeito. - Eu não sei se é uma boa ideia... eu nunca joguei com um time antes. - estávamos caminhando lado lado em direção às salas.

Luhan vestia sua jaqueta do time e atraía a atenção dos alunos tanto por sua popularidade quanto por estar andando comigo à tira colo, o garoto invisível e aparentemente nerd que ninguém nota.

- Pelo que eu vi há pouco, você sabe muio bem o que está fazendo. Vai se sair bem, Channie. - e com um soquinho leve e uma risadinha, chegamos na porta da minha sala. O professor já lessionava e me olhou de cara feia, Heechul levava literatura até demais, mas assim que seua olhos pairaram sobre Luhan automaticamente sua feição mudou.

- Hannie, você por aqui. - sorriu para o menor e este lhe sorriu de volta.

- Sim, Chullie... Estava acompanhando o Channie, já que agora ele faz parte do meu time de basquete. - o mais velho assentiu e me lançou um sorriso como se não tivesse me fuzilado instantes antes.

- Não sabia que o Park era um atleta, mas se é assim não tem problema. Vamos, entre Channie. - e cheio de confusão eu entrei dando um adeus improvisado para o chinês que me sorriu abertamente.

- Até mais tarde Channie. - e com isso fui para o meu lugar e a aula seguiria normalmente; se não fosse por todos estarem me encarando e cochichando etre si.

Até mesmo Baekhyun ouvia algo que Kyungsoo cochichava para si, mesmo seus olhos presos na minha direção. Depois de uma chamada de atenção por parte de Heechul, os burburinhos se dispersaram e a aula seguiu normalmente.


[•••]


- Por que o cara mais popular do colégio te trouxe até a porta? Você 'tá saindo com ele e nem me disse nada? Chanyeol achei que fóssemos amigos! - revirei meus olhos para o drama de Jongin.

- Aish, não é nada disso! Para de ser idiota, Kai. - passei a arrumar minhas coisas já que era a última aula. - Eu meio que entrei para o time, por isso Luhan veio até aqui comigo. E pelo que eu sei ele namora com um cara de fora da escola. - juro ter ouvido um suspiro, mas como Kai estava na minha frente, deixei de lado e o vi piscar algumas - muitas - vezes.

- O que?! Eu saio dez minutos de perto e você vai e me entra no fodendo time de basquete?! - dei de ombros já me levantando e colocando uma alça da mochila no ombro.

- Eu 'tô tão surpreso quanto você, acredite. - suspirei lembrando que não poderia ir para a casa. - Vamos que eu ainda tenho que ir para o treino.

- Vamos lá então, Park Troy. - gracejou e rumou para fora da sala e eu o segui, parando bruscamente na intensão de olhar para o lugar de Baekhyun como eu fazia todos os dias. O susto que eu levei ao trombar com alguém só não foi maior do que ver o pingo de gente me encarando com aqueles olhos contornados de preto arregalados em surpresa.  


Notas Finais


Awn que lindo o otp trombando sz se beijem
Brigada que leu, vcs sao TOP
xoxo~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...