História Gotta be you. - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Little Mix, One Direction
Personagens Clive Babinaux, Harry Styles, Jade Thirlwall, Leigh-Anne Pinnock, Liam Payne, Louis Tomlinson, Olivia "Liv" Moore, Perrie Edwards, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Assasinato, Drama, Harry Styles, Izombie, Jade Thirlwall, Mistério, One Direction, Pretty Little Liars, Romance
Exibições 193
Palavras 974
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello gentem linda!
Voltei, bom eu sei que disse que ia postar antes mas eu estava em semana de provas, e ela so acabou ontem, por isso to postando o capítulo agora
MANO TO MUITO ANCIOSA PARA O GLORY DAYS! AI CACETA ACHO QUE VOU MORRER, PRIMEIRO AS MENINAS CONFIRMAM SHOUT OUT TO MY EX COM PREVIA DO CLIPE E AGORA O ALBUM AI DEUS PORFAVOR FAZ O TEMPO PASSAR. QUE TIRO LITTLE MIX.

Capítulo 47 - Quarenta e sete


Fanfic / Fanfiction Gotta be you. - Capítulo 47 - Quarenta e sete

Eu não estava confusa, não estava nem ao menos espantada, eu só tinha certeza que não tinha escutado direito, respirei fundo e olhei para detetive.

- O que prova que Perrie é a assassina? - Ela balançou o saco transparente-

Olivia - Aqui Diana está fios de cabelo achados nas roupas da vitima, fizemos vários testes até realmente provar que eles pertencem à senhorita Perrie Edwards - Engoli seco e olhei pelo vidro da porta Perrie no corredor-

A ideia de que Perrie fosse a assassina não entrava na minha cabeça até que me dei conta de tudo.

Os dias que ela passou trancada no quarto após a morte de Louis.

O trauma que ela passou, e o ódio que ela sentia por ele.

A conversa com Zayn....

Perrie matou Louis.

Olhei para Olivia que estava séria.

- O que vai acontecer com ela? - A detetive apontou para porta onde pelo vidro eu pude ver Perrie sendo algemada por dois policiais-

Olivia - Ela vai ser interrogada, e julgada, se for comprovado que ela foi mesmo culpada, Perrie Edwards será presa pelo assassinato de Louis Tomlinson.

...

Babineaux - Fale seu nome completo - ele falou, junto estava a detetive Moore, sentados de frente para Perrie na sala de interrogação, eu havia conseguido autorização para ver o interrogatório em uma sala separada  com um vidro enorme que permitia minha visão-

Perrie - Perrie Louise Edwards

Olivia - Você matou Louis Tomlinson?

Perrie - Não matei ninguém.

Babineaux - E como explica seus cabelos na roupa de Louis?

Perrie - Não sei.

Olivia - Não sabe. Muito bem, qual a sua ligação com a senhorita Johnson? - Perrie suspirou-

Perrie - Dividimos um apartamento

Olivia - Isso nos sabemos, agora senhorita Edwards o que não faz sentido é que uma jovem desempregada e de família humilde tenha condição de pagar aquele apartamento sozinha-Olivia cruzou os braços-

Perrie - Tenho minhas economias guardadas detetive

Babineaux - Não Perrie você não tem, segundo esses boletos atrasados, podemos ver que você tem uma porção de contas não pagas – ele coloca os papeis na mesa0

Perrie - E-eu tive uns problemas...

Olivia - Sei...

Babineaux - Você morou um tempo com Louis e depois prestou queixa em uma delegacia da Califórnia contra ele. Por que fez isso?

Perrie - Louis era um traficante e assassino, ele tentou me matar!

Olivia - Olha só então você realmente tinha motivos para querer Louis morto!

Perrie - Mas eu não matei - Olivia bateu na mesa fazendo Perrie ficar em  silêncio-

Olivia - Senhorita Edwards estou com o documento de confissão aqui, você só precisa assinar e confessar que matou ele, você será julgada mais terá alguns meses livres e sua pena será reduzida.

Perrie - Já disse que não matei ninguém!

Babineaux - Então se não foi você quem foi? - Perrie olhou para os lados-

Perrie - Eu não matei Louis, olha eu fui contratada para vigiar a Diana, o pai dela estava bancando o apartamento e as outras despesas, bom você realmente achou que eu me mudaria para cá sem mais nem menos? Eu não tenho ligação com nada de trafico, eu sou inocente!

Olivia - Então a suposta amizade de vocês era uma farsa

Perrie - No começo sim, mas eu realmente gosto da Diana

Babineaux - Isso ainda não explica o fato de ter cabelos seus nas roupas da vitima

Olivia - Sabe o que eu acho, que você só falou o obvio, e está distorcendo os fatos, Perrie Edwards você esteve com a vitima antes ou depois da morte, e em qualquer uma desses casos você vai para cadeia, ou por assassinato ou formação de quadrilha e por ajudar um traficante. Ou seja, de qualquer jeito você está encrencada, então é melhor confessar logo!

Perrie - Eu não matei ninguém!

Olivia - Já chega podem leva-la! - Os policiais que estavam parados na frente da porta seguram nos ombros de Perrie e a levam para fora da sala-

 

A essa altura as lágrimas já escorriam por minhas bochechas, e eu sentia um imenso vazio dentro de mim. Tudo era uma farsa, eu deveria saber, quem iria querer ser minha amiga, a Perrie foi só mais uma das formas que meu pai encontrou de me prejudicar. 

Pagar uma pessoa para me vigiar, isso foi demais.

Eu sou muito burra! Ninguém vira sua amiga da noite para o dia, ninguém cede um apartamento para uma estranha.

E meu pai não me deixaria livre, é claro que ela daria um jeito de me manter na ordem, por isso Perrie fez de tudo para me reaproximar de Harry, ela só estava seguindo ordens!

So de pensar que eu estava morando com uma sínica assassina sinto meu estomago revirar.

Corri e abri a porta dando de cara com Perrie no corredor.

Perrie - Dih...

- Você é o pior ser humano que existe! Será que não tem coração?

Perrie - Diana me escuta, por favor.

- Pra que Perrie? Só pra você jogar na minha cara o quanto eu não sou boa ou perfeita como você, quer dizer você está longe de ser perfeita. Eu achei que finalmente tivesse uma amiga, sua Barbie falsa.

Perrie - Diana.

Olivia - Já chega levem ela! - Os policiais puxaram Perrie, antes de entrar em outra sala, ela olhou pra mim, estava chorando, meu coração apertou eu fiquei sem chão, era como se alguém estivesse me dando facadas, me sufocando e aos poucos eu sentia o ar acabando-

Era horrível.

Eu queria estar morta junto com  desgraçado do Tomlinson.

 

 

Você está sozinha e perdeu todos os seus amigos

Você já se convenceu de que não é você, são eles

Você é única, e ninguém entende

Mas estas lágrimas de bebê chorona ficam voltando

Eu deixo que elas se afoguem

(Melanie Martinez – Cry Baby)


Notas Finais


oque acharam?
em breve capítulo novo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...