História Gotta Find U - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Kris, Kristao, Tao, Taoris
Visualizações 6
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


So atualizando pra por o Baekhyun na capa, cada capítulo vai ter como um personagem está/é


Perdoem os erros e a demora para atualizar eu demoro vinte anos pra cada capítulo, ma são desistam de mim

Capítulo 1 - I


Fanfic / Fanfiction Gotta Find U - Capítulo 1 - I


“Alguns até consideram tudo que acontece na minha família uma coisa estranha e até acham que é mentira, mas tudo que eu vivi não é nada mais que a pura verdade.”
-Byun Baekhyun

Na minha família ter sonhos que te ligam a um mundo diferente, uma realidade alternativa, é a coisa mais normal que pode acontecer. Hoje eu completava meus 18 anos e nunca sequer tive um desses sonhos, mesmo sendo 15 anos a idade média para ter esses sonhos. Para não falar que qualquer sonho “normal” seria um desses eu sempre perguntava aos meus pais como eram, para não ter dúvidas e eles todas as vezes me respondiam com paciência:

— Você sente na hora, meu filho, o ar que você respira é diferente e sempre vai aparecer alguém para ser seu iluminado nos sonhos, no meu caso e da sua mãe, era o mesmo ser, por isso fomos destinados a ficar juntos - papai me respondia com a mesma calma de sempre -.

— Você sabe muito bem que até 19 anos você pode ter seu primeiro sonho, então não se preocupe, meu doce, você ainda tem um ano, e o meu iluminado e do seu pai nos disse que seu futuro e brilhante, então não tema, certo? - mamãe me encorajava todas as vezes -.

Mas eu não me achava tão brilhante assim, se eu não tivesse o dom, os Byun não teriam chance de passa-lo a frente na família, já que eu era filho único e eu já cheguei ouvir dos meu pais que o iluminado deles parou de se comunicar com eles no dia em que eu nasci, obviamente minha culpa. Mesmo que eu já tenha dito isso aos meus pais, que eu só trago desgraça, eles nunca deixaram de me encorajar e suportar.

《《《 》》》

Assim que acordei desci para a sala de jantar para tomar meu café da manhã e vi minha mãe e meu pai em frente a um pequeno bolo cantando parabéns para mim, naturalmente sorri abertamente, desde que eu nasci é assim, apenas os 3 Byuns.

— Ya, Baekhyun! Não acredito que meu docinho já tem 18 anos. Estamos ficando velhos, meu amor - mamãe dizia ao meu pai que somente ria enquanto eles me abraçavam do jeito único deles -.

— Velhos? Omma a senhora só tem 40 anos e o Appa 42, ainda são muito jovens. Na verdade, eu tenho uma idéia! Hoje é meu aniversário e como vocês me fizeram eu sou extremamente grato a vocês, vão para uma festa, um restaurante, qualquer coisa se divirtam! Voltem só de noite. - eles já iam começar a contestar mas eu não dei espaço logo voltando a falar - Sem mais nem menos, eu irei ficar no meu quarto deitado, nenhum presente é melhor que esse.

Eles se olharam nos olhos e então saíram em direção ao quarto para se arrumarem, claro que ainda era cedo, mas eu queria o dia todo para eles, já que os mesmos deram 18 anos de si só para mim.

Comemos o bolo juntos e ambos deixaram uma beijo na minha testa antes de saíram. Consequentemente eu fui para minha cama fazer nada. “Ah, mas Baekhyun você não tem amigos pra celebrar com você?", você pode se perguntar, mas eu o respondo sem problemas, não, eu não tenho amigos mal saio se casa já que estudo com os meus pais, que são professores incríveis, então não preciso de amigos. Como não havia nada pra fazer, virei meu corpo de lado e fechei os olhos, pronto para dormir e quem sabe, finalmente sonhar com a outra realidade e meu iluminado.

O lugar em que eu estava era bonito, um campo vasto cheio de várias espécies de flores e sem, aparentemente, nenhuma construção por perto. Inconcientemente comecei a caminha pelo campo, até avistar um garoto alto em pé observando o horizonte, chegando ao lado dele meu coração quase parou, além de ter uma aparência de tirar o fôlego, algo dentro de mim me dizia que ele era o meu guia. Fiquei completamente extasiado com a idéia de que eu era como meu pais.

— Aqui é bonito não acha? Meu nome é Park Chanyeol, e acho que você já percebeu que está na sua outra realidade, certo? - apenas assenti retribuindo seu sorriso - Você é especial, Baekhyun. - eu ia perguntar como ele sabia o meu nome, mas me lembrei que minha mãe me dizia que nosso iluminado sabia sobre muita coisa nossa - Você não é um peso, você é necessário, para todos e principalmente para mim.

— Como assim…?

— Cada um de nós, aqui nessa realidade recebemos uma espécie de profecia sobre nossa vida, a minha não é tão boa quanto elas costumam ser. Eu dependo de você para viver e existir, não te contarei nada agora, apenas quero que pense se esta disposto as me ajudar ou não. Se estiver, eu saberei e seu próximo sonho será comigo, se não estiver, você provavelmente depois de alguns meses sonhará com um outro iluminado, que com certeza não lhe exigirá muito.

— Chanyeol, eu...

— Não se sinta pressionado, Byun, - ele me interronpeu - muitos de nós morrem por causa de profecias assim, procure conselhos com seus pais, eles te ajudaram.

Ao fim de sua frase tudo foi ficando escuro como se o sol estivesse se pondo e quando eu recupero os sentidos estou em meu quarto, deitado na cama. Na janela vi que já estava escuro, olhei no relógio que eu sempre tinha no pulso e vi que já eram 1:00am, eu havia dormido tanto assim?

Senti meu estômago roncar eu fui para a cozinha em busca de algo, achando um bilhete em cima do balcão que dizia: “Meu doce, tentamos te acordar mas não conseguimos, acho que você estava sonhando com seu iluminado, deixamos pizza no microondas pra você. Coma e durma, boa noite. - mamãe e papai”. Fiz exatamente o que dizia no bilhete, jantei minha pizza, escovei os dentes e fui dormir, amanhã a conversa que eu teria com os Byuns mais velhos seria longa.


Notas Finais


Qualquer erro me avisem
Obrigada por lerem chuchus
Também qualquer dúvida sobre a história só pergunte


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...