História Gotta Find You - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Cara Delevingne, Fifth Harmony, Kendall Jenner, One Direction, Shawn Mendes, Tyler Blackburn, Victoria Justice
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camreng!p, Laureng!p
Exibições 492
Palavras 1.898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


heeey everyboy 😆
a tia voltou 😙😙

Capítulo 33 - So Rude


Fanfic / Fanfiction Gotta Find You - Capítulo 33 - So Rude


PROV. CAMILA

 

Imaginar a Lauren usando aquela cueca do elefantinho, me deixou com muito tesão. Aproveitei que tava muito quente e tirei minha roupa, ficando só de calcinha e sutiã, pra facilitar o trabalho dela de tirar.

Ela saiu do banheiro e encarei aquele corpo que eu tanto amo. Ela segurava seu membro fazendo tipo uma massagem.

Lauren: Olha só isso,amor -disse tirando a mão, imediatamente a "tromba" do elefantinho levantou, ela tava muito excitada, mordi meu lábios e a chamei com o dedo- Isso vai ser muito bom...

Fui me ajeitando na cama e ela veio lentamente deitando por cima de mim, colamos os lábios num beijo calmo, o que durou só alguns minutos. Ela passou a chupar minha língua causando sensações incríveis, minhas mãos arranhavam suas costas de leve, parou de me beijar e foi maltratando meu pescoço. Minha intimidade latejava de desejo por ela, podia sentir a "tromba" tocar o pano que ainda me cobria. Puxei o top que ela usava pra cima, ela me ajudou a retira-lo, voltamos a nos beijar e empurrei ela ficando por cima.

Sentei no seu colo e comecei a rebolar, suas mãos apertavam minhas coxas, pus minhas mãos para trás e alcancei o fecho do sutiã, tirei ele e joguei a peça longe. Suas mãos apertaram meus seios e num movimento rápido, ela inverteu nossas posições voltando a ficar por cima. Ela mantinha os olhos fechados enquanto mordia meu ombro, parecendo que algo a imcomodava. Segurei seu rosto e a encarei preocupada.

Camila: Amor, o que foi, tá se sentindo mal? -falei e ela abriu os olhos. Deu um sorrisinho.

Lauren: Isso aqui tá me apertando -disse olhando a "tromba", dei um sorriso de alívio, achei que era outra coisa mais séria- Eu já posso tirar?

Ri da carinha fofa que ela fez. Assenti e ajudei ela a tirar, e realmente aquela "tromba" era pequena e tava apertando o membro dela.

Camila: Você é muito grande, amor, por isso te apertou -disse e dei um selinho nela.

Lauren: Isso é um elogio? 

Camila: Ah, com toda a certeza! É um GRANDE elogio -ela sorriu e voltamos a nos beijar, eu já estava pronta pra ela, senti ela puxar minha calcinha pra baixo e ajeitou entre as minhas pernas me penetrando sem aviso- Lauren!!

Ela sorriu maliciosa e mordi seu braço, mas logo ataquei seus labios num beijo veroz. Ela acelerou os movimentos e eu comecei a ver estrelas, poderia gozar a qualquer momento, eu gemia baixinho só pra ela escutar, arranhando sua nuca. Teve uma hora em que nos encaramos, ficando assim até gozarmos juntas.

Ela escondeu seu rosto na curva do meu pescoço enquanto ainda estavamos recuperando o fôlego. Senti alguns beijos molhados pelo meu pescoço e foi subindo pra orelha, onde ela mordeu, voltou a me encarar e beijou meu queixo, foi descendo os beijos pelo meu corpo, eu já estava arrepiada quando ela alcançou meu clitóris, eu arfei sentindo a sua língua fazendo movimentos circulatório, segurei sua cabeça querendo mais contato, eu já estava perto de gozar de novo, ela parou o que fazia e me encarou. Quase tive um ataque.

Lauren: Fica de quatro pra mim -pediu e como não recusar um pedido desses? Sorri maliciosa e fiz o que ela pediu, mordi meu lábio ao olhar pra trás vendo ela encarando a minha bunda enquanto se masturbava- Tem noção do quanto você é gostosa, Camz? Eu te amo tanto...

Sorri feliz e a vi se ajeitando atrás de mim, me penetrou devagar e segurando firme minha cintura, começou a se movimentar dentro de mim, levei um dos meus dedos até meu clitóris e o estimulei. 

Camila: Mais rápido, Lo.... -pedi e assim ela fez- Oooh amor.... Isso....

Lauren: Camz.... Eu to quase.... Ahhhh -gemeu e mais uma vez gozamos juntas. Ela desabou em cima de mim, ficamos alguns minutos assim e ela passou a beijar minhas costas suadas e exaltas- Pronta pra mais uma?

Eu gargalhei.

Camila: Você não cansa, não? -disse e ela beijou meu pescoço.

Lauren: De você? N-U-N-C-A -soletrou e eu me virei encarando seus lindos olhos, acariciei seu rosto e a beijei, começando tudo de novo. Só paramos quando realmente não tínhamos mais forças. 

[...]

Já estávamos prontas pra ir ao clube, onde nos encontrariamos com os nossos amigos, iamos todos no carro da Lauren, ela tinha subido pra pegar seu óculos escuro e esperávamos no carro. Eu ia atrás  com a Lucy e a Vero no passageiro, minha namorada voltou e logo deu a partida.

Lucy: Acabei de ver a mensagem da Ally, eles já chegaram -informou ainda olhando o celular.

Vero: Já era pra gente tá lá a muuuuuito tempo, mas uma certa pessoa resolveu dormir demais -falou encarando a Lauren que fingia não prestar atenção na amiga- A noite foi bem proveitosa, heim? Olha só esse arranhão nas costas dela.

Como a Lo tava com uma regata, dava pra ver um pouco do arranhão que eu tinha deixado da noite anterior, corei na hora.

Lauren: Olha, por mais que você queira me irritar, não vai conseguir e sim, eu tive uma noite maravilhosa, se você não teve, eu sinto muito -falou e todas rimos.

Lucy: Pra o seu governo, a gente também teve uma noite ótima, né amor? -disse e a Vero assentiu sorrindo de orelha a orelha.

Camila: Será  que dar pra mudar de assunto? Liga esse rádio ai, por favor -pedi e a Vero foi mexendo nas estações de rádio até parar em uma que tocava a música "Rude" da banda Magic, Lauren levantou o óculos deixando acima da cabeça e me olhava pelo retrovisor e cantava baixinho.

Lauren: Can I have your daughter for the rest of my life? Say yes, say yes 'cause I need to know...

Sorri apaixonada e olhei pra Lucy, ela riu e voltou a olhar a rua. A Vero também começou a cantar um pouco mais alto que a música que tocava. Estragando ela, é claro.

Vero: Why you gotta be so ruuude? Don't you know I'm human, too? -cantou e eu comecei a rir.

Lauren: Você canta muito mal, sabia? -falou e ela nem se importou, começou a cantar ainda mais alto, se é que era possível.

Vero: Why you gotta be so ruuuuuude? -cantou encarando Lo que ria muito. Eu e Lucy não estavamos diferentes, foi assim o caminho todo até o clube.

Lauren estacionou e descemos, peguei a mão da minha namorada e entramos no clube, andamos até a área das piscinas e vimos que ali já tava bem movimentado, Vero avistou a Dinah e o Troy, eles estavam encostados num quiosque. 

Dinah: Caralho, vocês demoraram muito -disse um pouco irritada, eu acho.

Vero: Não vem não, a culpa é da cara pálida aqui -disse apontando pra Lauren que deu língua pra ela.

Lauren: O importante é que a gente tá aqui, mas cadê o resto do pessoal? -falou e ri baixinho vendo a Vero abraçar a Lucy por trás, elas são tão fofas.

Troy: As meninas tão no vestiário colocando o biquíni, elas vão ficar na piscina enquanto a gente joga, tem uns amigos meus que já tão chegando -Lauren assentiu e me virei pra Lucy.

Camila: Vamos lá encontrar com as meninas? -falei e ela assentiu, saiu do abraço da Vero dando um selinho nela, olhei pra Lo e fiz o mesmo- A gente se ver depois.

Lauren: Tá bom.

Seguimos pra o vestiário que não era tão longe de onde estavamos, ao entrarmos, vi a Mani ajeitando a parte de cima do biquíni.

Lucy: Mas morena, tu arraza viu? Deus abençoe -falou me fazendo rir, a Mani veio até a gente e nos cumprimentou com um beijo no rosto.

Mani: Achei que vocês não viriam... 

Camila: Tivemos um contratempo e... -parei de falar assim que vi a Ally saindo do banheiro com um biquíni minúsculo, o que nos deixou de boca aberta- No-nossa Ally, você tá muito pegável.

Encaramos ela que ficou com as bochechas vermelhinhas.

Mani: Allycat, é você mesmo? Olha, Troy vai ter um treco se te ver assim.

Ally: Ai gente, para... -rimos e abri a minha bolsa procurano o meu biquíni. 

Camila: Gente, me esperem que também vou cair na piscina -avisei e entrei no banheiro, troquei rapidinho e sai já pronta, olhei pra Lucy- Você não vai cair na piscina com a gente -perguntei e as meninas a encararam.

Lucy: Eu adoraria, mas eu to naqueles dias -assentimos e saimos do banheiro ainda abismada com o tamanho do biquíni da Ally. Ela quase bateu na gente pra pararmos de zoar ela.

Não avistei mais a minha namorada e os outros, a Mani deduziu que eles já estariam no outro lado do clube, ou melhor na quadra jogando. Entramos na piscina, menos a Lucy, e nos divertiamos, haviam outras pessoas na piscina, mas até que não tava incomodando. A Ally e eu fizemos um desafio de nadarmos até a outra ponta da piscina, quem chegaria primeiro, ganhava.

Mani sentou na borda e fez o sinal pra nadarmos, comecei a nadar e advinha quem ganhou? Isso mesmo, a Ally.

Camila: Ah não é justo, você é pequena por isso tem mais facilidade -brinquei e ela riu.

Ally: Aceita que dói menos, querida -Lucy que tava sentava numa espreguiçadeira, bateu palma aplaudindo Ally.

Camila: Puxa saco -ela deu língua e me preparei pra sair da piscina, por pouco quase caí de volta, mas uma mão me segurou me puxando pra fora da piscina- Vic! Oi?

Vic: Oi Mila, essa foi por pouco heim? -eu ri e abracei ela, saimos do abraço e ela olhou pra outras meninas- Oi gente.

As meninas acenaram e me sentei numa outra espreguiçadeira, Ally saiu da piscina e sentou com a gente.

Camila: Eu não sabia que você vinha pra o clube -disse pegando uma toalha que tinha deixado com a Lucy e me enxuguei.

Vic: Pois é, eu vim com o Shawn, ele queria conhecer um lugar divertido da cidade e lembrei daqui -falou e olhei ao meu redor procurando o meu amigo.

Camila: Ué, mas onde ele tá? -questionei enxugando meu cabelo, quando a Mani puxou a toalha da minha mão e começou a se enxugar com ela. Dei de ombros.

Vic: Então, a gente entrou pelo o outro lado e acabei esbarrando na Lauren e o pessoal, ai ela chamou ele pra jogar, ela disse que vocês estariam aqui -falou e franzi a testa.

Mani: A Lauren chamou ele pra jogar? -perguntou e a Vic assentiu, eu já tinha falado sobre o ciumes da Lauren com Shawn pra Mani, se ela achou estranho, imagina eu.

Vic: Algum problema? -disse preocupada.

Espero que não, eu pensei

Camila: Não, é que eu me lembrei que ela queria que eu fosse vê-la jogando, vou trocar de roupa e vou pra quadra, vocês vem? -elas assentiram e voltamos pra o vestiário pra trocar a roupa. 

Eu fiquei pensando no por que da Lauren ter chamado o Shawn pra jogar, ela não gosta dele, deixou isso bem claro ha poucos dias, não sei por que, mas sinto que isso não vai dar certo. Fomos em direção a quadra, e avistei de longe ela se aproximando do Shawn por trás pra tomar a bola dele, mas em um movimento rápido, em vez de chutar a bola, ela acertou o joelho do Shawn que caiu gemendo no chão.

Camila: Lauren!


Notas Finais


É tretaaaaa!!!
Vamo ver no q vai dar isso ai 😂
Bjos e até mais 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...