História Gracias - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 15
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii
Ja tava nhr do utt entrar nessa bagaça

Capítulo 10 - Capitulo 10


P.O.V. Jimin

- Jimin .. - Conseguiu dizer apenas isso depois de várias tentativas falhas de dizer meu nome .

- Mãe...

- Jimin.. - disse antes de me abraçar, um abraço apertado e cheio de saudade - Filho.. Onde você esteve todos esses anos? O que aconteceu? Achei que nunca mais fosse te ver..

- Mãe.. Também estava com saudade de você... Tanta saudade.. Mas eu estou bem.. Não se preocupa

- Onde você esteve? Seu pai e eu te procuramos tanto, mas você simplesmente sumiu.. Ninguém sabia nada de você..

- Mãe, é melhor a gente ir pra algum lugar menos movimentado.. Vai ser melhor pra eu te explicar..

- Tá , tem razão..

Nos levantamos dali e fomos pra a biblioteca próxima pública, que ficava proximo a escola, e ficamos numa área ao ar livre onde não tinha ninguém por perto.

- Mãe, eu estou falando sério.. Não faz nada por enquanto, se a gente fizer alguma coisa sem pensar, nós que vamos ser prejudicados..

- Jimin, você tem noção do que acabou de ne falar? Nao posso ficar calada!

- É serio, mãe.. Vamos pensar antes de agir.. Nao estou dizendo pra você ficar calada, é só que se a gente fizer alguma coisa assim, de cara.. A tia pode acabar prejudicando um de nós, e eu não quero que isso aconteça.. Você não pode dizer a ela que já sabe de tudo

- Tudo bem, Jimin - me abraçou e deixou um selar em minha testa - Vamos esperar un pouco e pensar com calma..

- Obrigado, mãe..

- Ah, ja pode arrumar suas coisas e ir lá pra a nossa casa.. Sua casa.. Aliás.. Onde você está morando desde que conseguiu sair daquele lugar ?

- Estou na casa de ... um amigo, ele me ajudou desde que saí de lá. E tambem ja sabe de Tudo..

- Ele é o que? Ômega?.. Alfa?..

- Alfa.. Mas nao se preocupa, ele é muito bom comigo..

- Que bom.. Quero conhecê-lo..

[…]

- Jimin, onde você esteve esse tempo todo? Estava preocupado com você.. Fui te procurar na escola e voce nao estava lá..

- Eu estive meio ocupado..

- Tá.. Ok.. Da próxima vez que ficar tanto tempo fora assim.. Me avisa, pelo menos..

- Kook, quero que conheça uma pessoa..

- Quem? - Jungkook me olhou curioso, me levantei e fui até a porta, fazendo sinal para que minha mãe entrasse.

- Kookie, essa é a minha mãe, mãe esse é o Jungkook.. O alfa de quem eu falei..

- É um prazer re conhecer Jungkook.. Ah, e obrigada pelo que fez pelo meu filho..

- Que isso, senhora.. Não foi nada - ele disse, um pouco tímido

- Senhora tá no céu, Me chama de Solji.

Ficamos conversando por um bom tempo, jungkook e minha mãe se deram muito bem, falei pra jungkook do meu reencontro com minha mãe, e minha mãe perguntou pra nós ae tínhamos alguna coisa a mais que amizade - perguntou como se fosse a pergunta mais casual do mundo - , acabamos nos complicando e respondi que estávamos "nos conhecendo".

- Jimin, já está ficando um pouco tardee eu nao avisei seu pai que eu ia votar tão tarde.. Nem eu sabia a surpresa que me esperava.. Mas você tem certeza que quer ficar por aqui? Que nao quer voltar pra casa comigo?

- Tenho, mãe.. Além do mais nao quero correr o risco de encontrar a tia por lá.. Você disse que ela nunca tem previsão de quando volta..

- Tá bom, filho..

- Mãe..

- Sim..

-.. Não conta nada pra o pai ainda.. Eu.. Quero fazer uma surpresa pra ele..

- Tá bom.. Foi um prazer te conhecer Jungkook..

Depois que a mãe foi embora, Kook e eu fomos comer alguma coisa e em seguida fomos pra o quarto, dessa vez pra o dele.

- Porque nao quis ir com sua mãe?

- Porquê não quero encontrar minha tia e.. - me sentei na cama ao seu lado e o encarei, o mesmo estava deitado - Porque gosto de ficar aqui com você..

Ele sorriu e me puxou pra perto de si, me deu um beijo demorado e eu me deitei ao seu lado, logo dando início a algumas carícias em seu rosto.

- Também gosto de te ter aqui comigo.. Sabe.. Por um segundo achei que ia embora com a sua mãe..

- Por que achou que eu iria ?

- Sei lá.. Ela é sua mãe e.. você está com saudade de sua família.. Achei que ia preferir ficar la com eles, nao dizendo qie não te quero aqui, porque eu acho que não ia me acostumar tão rapido assim a ficar sem voce aqui.

- Acho que eles entendem minha decisão de ficar aqui por mais tempo.. E.. Mesmo que eu esteja com sauade deles.. Eu nao quero ficar longe de você..

[…]

Já faz quase duas semanas desde que encontrei meus pais, e quase todos os dias Jungkook e eu íamos visitá-los, e na primeira vez que fomos lá, Taehyung nao deixou que o dia passasse em branco.

- Mas como assim eu acabei de chegar e voces já estão saindo?

- É que nós vamos visitar meus pais.

- Seus pais ? Quando vocês iam me contar que encontraram eles?

- Eu ia te contar amanhã, mas você veio hoje aqui, né..

- Posso ir com vocês?

- Tae, Jimin está indo pela primeira vez na casa dos pais dele e talvez não seja uma boa id...

- Ah, deixa Jungkook, meus pais disseram que se quiséssemos levar mais alguns amigos, poderíamos..

Taehyung foi com a gente pra a casa dos meus pais e ao chegar na casa doa meus pais, nenhum dos dois conteve um "uau".

- Porque não disse que era rico? - Taehyung perguntou ainda olhando pra a casa a nossa frente

- Eu nao sou rico, meus pais são ricos..

- Grande diferença, né Jimin...

- Vamos entrar logo, ja devem estar nos esperando ...

Entramos na enorme casa à nossa frente e ao chegarmos na sala, meus pais já estavam a noa esperar, apresentei Taehyung a eles, e surpreendentemente eles acharam que Tae era um bom exemplo pra mim.

Uns 5 minutos depois a porta da frente se abre, e um certo Alfa Lúpus entra por ela.

- Namjoon ! - Exclamei, ao mesmo tempo correndo em direção ao alfa, quase o derrubando no chão ao abraçá-lo.

- Jimin.. Que saudade de você.. - Namjoon correspondeu ao meu abraço, nos separamos do abraço e olhei em seus olhos - Eu soube do que aconteceu.. Me diz que você está bem..

- Eu estou bem, Nam.. Mas, o que você faz aqui?

- Filho, o Namjoon agora mora com a gente

- Aish, que legal.. Mas porque?

- Bom.. O pai dele.. Morreu , aí deixou a guarda do Namjoon com a gente, já que além de sócios nós eramos amigos.. E ele não tinha nenhum parente muito próximo..

- Nam.. Eu, eu sinto muito..

- Obrigado.. Mas nao fica assim.. Ja faz algum tempo desde que ele morreu e.. Agora você está aqui, temos que comemorar.. How, são seus amigos?

- Sim.. Estes são Jungkook e Taehyung - Apontei para os dois um pouco atrás de nós, ambos se aproximaram e cumprimentaram Namjoon.

Depois do almoço, fomos pra a piscina, acho que ficamos la por horas, só noa demos conta disso quando vimos nossos rostos já vermelhos pelo sol. Conversamos por mais algum tempo e fomos pra casa , Namjoon fez questão de nos deixar em casa

No caminho, pedimos para Namjoon parar na casa de Hoseok , queríamos ir a alguma festa, e Taehyung queria levá-lo.

- Nam, Tem certeza que não quer vir com a gente, vai ser legal?

- Tenho..Quem sabe outro dia, Jimin.. É que eu Tenho algumas coisas pra resolver agora e já estou um pouco atrasado.. Mas, se divirtam por lá...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...