História Grand Chase - A Jornada - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grand Chase
Personagens Amy, Arme, Azin, Dio, Edel Frost, Elesis, Holy Serenity, Jin, Lass, Lin, Lire, Lupus Wild, Mari, Personagens Originais, Rey Von Crimson, Ronan, Ryan, Sieghart, Uno, Veigas Terr, Zero Zephyrum
Tags Grand Chase
Exibições 43
Palavras 2.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey

Primeiramente Fora....Não pera.

HAN HAN

PRIMEIRAMENTE: VEM NIM WINGS TOUR SUA LINDA
SEGUNDAMENTE: FÉ NO PAI QUE O SHOW NO RJ SAI
TERCEIRAMENTE: EU VOLTEI PORRA
QUARTAMENTE: TO COM OS DEDOS TUDO FODIDO DEPOIS DE DIGITAR NIW E ESSA BELEZINHA AQUI.
QUINTAMENTE: TO FELIZ MESMO ASSIM
SEXTAMENTE: CHAMA A LUDMILA E AVISA QUE É HOJE QUE AS TEORIA VÃO COMER SOLTA NOS COMENTÁRIOS, QUERO GERAL PARTICIPANDO.

Boa leitura e vamo pra baixo.

Capítulo 32 - Draconiano - Caxias, Ronan e....


CAXIAS

“Você sabe

Há uma razão para toda essa frustração

Acredito que estamos no caminho certo”

-Lost, Bangtan Boys (Vocal Line)

Não pela primeira vez Caxias se encontra a contemplar a face da Sistina adormecida na torre com pesar.

Cem anos de vida perdidos por um plano audacioso de seu patrono...A vida daquela pobre criança havia sofrido tanta transformação nesses cem anos, quando ela fosse libertada provavelmente desabaria.

Como desabou quando Caxias foi recolhe-la par ao cativeiro.

O Elfo ergueu a mão para a face da adormecida e anormalmente pálida da menina e tocou em sua testa permitindo-se empurrar sua consciência para dentro da mente da mesma e ver o que estava havendo com ela. Drall havia relatado que a mesma havia se mexido recentemente e aquilo era preocupante.

Caxias observa o espaço em braço que é formado diante de si, ele sabe que não pode ser visto mas a cena ainda o faz ofegar e se encolher por medo de ser visto.

Poucos metros a frente de Caxias uma menina estava sentada imóvel em uma cadeira de espaldar alto dourada com estofado preto, ela está reta como uma vara os cabelos maiores – já que não cortava a cem anos – caiam até o chão ela usava um vestido branco farfalhante e estava descalça.

Havia correntes douradas prendendo cada pé da menina na cadeira e uma passada por pelos ombros deixando claro o motivo da postura ereta da mesma.

Olhos fechados e o rosto em uma calma estoica.

Ela deu um tranco para frente em raiva absoluta e a própria recuou ao ser segurada pela corrente respirando pesadamente ela vergou a coluna como se estivesse doendo todo corpo porém não gritou ou abriu os olhos.

Caxias ergueu a sobrancelha foi erguida em duvida e o mesmo resolveu se retirar da mente dela para averiguar.

Vairne estava lhe aguardando na sala com um olhar preocupado.

“O que está havendo?”

“Eu esqueci de um detalhe maldito, meu patrono a deixou cega, porém o vinculo entre Avatar e Deus é muito forte ainda. Ela deve estar sentido a bagunça de Xênia e seu subconsciente diz para ir ajudar seu panteão...” Caxias murmurou para si afastando-se do corpo.

“Mas ela sabe que precisa ficar aqui.” Vairne lembrou.

“E como eu disse, o Deus está em perigo e clama por seu Avatar  mesmo que sem perceber. Por isso que ela pediu para ser acorrentada, pois sabia que iria surtar e tentar ir salvar o Deus a que serve. Mesmo que estivesse presa ia acabar se machucando tentando sair, por isso preferiu as correntes.” Caxias sussurrou

Estava se sentindo o coco do cavalo do bandido depois do que vira.

“Saia Vairne, vou falar com meu senhor agora.”

O Asmodiano olhou longamente porém fez uma reverencia e se retirou da sala deixando o Elfo sozinho. Caxias andou até o corpo levitante e se sentou aos pés dela olhando par ao teto da Torre das Ilusões

“Meu senhor?”

Caxias”

“Ela está sofrendo”

“Não é muita novidade, ela passou a imortalidade sofrendo, não iria ser diferente agora”

“É cruel”

“É necessário”

“Porque só com ela? Porque não o Avatar de Thanatos? Ou a serva da rainha?”

“Ela liga os dois...Tem que ser ela, ela liga muitas coisas”

“Cem anos é muito tempo, ainda mais com os ocorridos recentes...O senhor tirou muita coisa dela e do Avatar de Thanatos...Mas ela já sofreu muito.”

“Simpatia a está altura Caxias? Sabe como trabalhamos, é necessário para o mundo. Se eu preciso fazer uma alma quebrar para manter o equilíbrio eu vou destruir essa alma.”

“O problema é que talvez não tenha restado alma nela ou no outro pra destruir.”

 

 

 

RONAN

 

“Eu não sabia que havia esse tanto

De caminhos que eu não posso ir e caminhos

 que eu não posso tomar

Eu nunca me senti assim antes

Estaria eu me tornando um adulto?”

-Lost, Bangtan Boys (Vocal Line)

 

Bem chocado era eufemismo.

Ronan poderia ter desmaiado ali na mesa mesmo.

“Perdão?” Elesis pareceu travar.

“Eu tenho seiscentos anos de vida. Vivi tudo que vocês podem imaginar ao longo dessa jornada de vida...Eu sou imortal, por isso não podia tocar em Victor, ele foi reanimado por uma energia divina. A energia em questão não era do meu panteão, eu poderia causar uma guerra entre Deuses.” Lothos murmurou para si claramente irritada.

“Como diabos a senhora acabou como nossa Comandante?” Jin soltou.

“Serre é um velho amigo, eu precisava pagar um favor que devia a ele, e eu não posso interromper o que está havendo sem a permissão da minha senhora, treinar vocês é um meio de eu ajudar.” ela olhou para o nada.

“Meu Deus, a senhora é uma lenda!” Lire exclamou apavorada.

“Não, eu sou o que restou das lendas...Essa casa era a sede da Guilda aqui em Vermencia, eu cedi para vocês, por isso insisto que tomem cuidado com as coisas aqui. E não estranhem caso duas pessoas aleatórias aparecerem aqui como se fossem donos do local...” Lothos riu um pouco para si.

“Ercnard Sieghart” Elesis exclamou no ato.

“Uma das minhas crianças, problemático e descontrolado atualmente. Vocês vão acabar por se conhecer em algum ponto...Deuses queiram que não onde eu acho que vão. Quando se encontrarem preparem os nervos, aparência de dezoito mentalidade de catorze e experiência de vida de seiscentos....”

“Como assim uma das suas crianças?” Ronan questionou.

“Vocês são as outras oras” Lothos sorriu claramente mandando encerrar o tópico.

“O que está fazendo com Tristan?” Jin olhou para  a mulher seriamente.

“Dei-lhe uma escolha, devolvi a motivação aquele menino. No final, vai ser escolha dele apenas.” Lothos respondeu sem realmente dizer algo relevante.

“Não me respondeu” Jin acusou irritado.

“E nem vou, agora que já sabemos o quão velha eu sou, boa noite.” ela se retirou da mesa não dando espaço para questionar.

 

Ronan demorou dormir aquela noite e acordou sozinho na manhã seguinte indo revirar suas coisas atrás de alguns livros e pergaminhos e a base de toda sua aposta

Desceu as escadas para o subsolo dando em um corredor, haviam duas portas e uma porta no final. Ronan chutou a porta da esquerda e se viu dentro de um laboratório de química que provavelmente seria a casa de Arme, deu meia volta e entrou na da direita achando seu mundo.

A biblioteca.

Ronan amava bibliotecas.

Era uma sala que logo na porta tinha uma escada em caracol para descer para o piso que era literalmente dois andares abaixo da entrada. O teto era alto e pintado de branco e as paredes eram literalmente prateleiras de livro com escadas para pegar os livros altos.

A biblioteca dos Highlanders era maravilhosa. Ronan andou até o conjunto de sofás que formava um circulo bem espaçoso no centro da sala e sentou no chão estendendo suas coisas por ali.

Focou no que tinha que fazer e esqueceu de tudo.

Draconiano.

Na antiguidade cavaleiros que domavam dragões e absorviam a energia magica do mesmo para utilizar sua força. Haviam existido muitos Draconianos na família de Ronan e aquilo culminou no interesse do rapaz sobre esse posto.

Só tinha um problema, ele não tinha um dragão.

Então depois de muito pensar e quase desistir da ideia ele teve uma possível luz no fim do túnel. Teria que apelar para o lado magico da coisa e tentar invocar energia não de um dragão já morto e sim de uma arma.

Havia achado aquela Glaive perdida no sótão de sua família, tinha o nome Guardiana escrito no cabo mas Ronan pesquisou e não achou nenhum registro do nome na família, ele puxou a arma para si e desenrolou do pano a colocando no chão.

Respirou fundo colocando as mãos nuas sobre a arma sem toca-la. Com sorte teria energia de dragão armazenada naquela coisa para ele poder dominar. As mãos de Ronan brilharam em azul suave e ele deslizou pela arma sentindo a energia.

Forte e ardente como fogo.

Aquilo assustou Ronan que recuou a mão no ato com medo do poder sentido.

Intenso demais e descontrolado demais.

O menino respirou fundo decidido a conseguir o mínimo de paz interior para tentar absorver ao menos um pouco da energia que a arma possuía.

Ronan segurou a Glaive e puxou a energia.

Soltou um berro nada másculo ao sentir o poder se aterrando dentro de si. Só tinha um misero probleminha, porque raios havia magia negra fundida na arma? Só na arma porque a energia era puro fogo.

Absorveu quase metade se se dar conta e cortou a conexão.

Fechou os olhos sentindo o próprio núcleo magico tentando absorver aquela energia tão nova e diferente. Ronan sabia que aquela quantidade grande de energia demoraria alguns dias para ser absorvida, porém ainda faltava muita energia da arma para vir e Ronan não teria muito tempo.

Ele também não queria forçar seu núcleo magico a absorver aquilo mais rápido pois não estava a fim de ter a bendita indigestão magica logo em época de treinamento.

Diabos ele não queria esperar dias sem fazer nada. Podia treinar com a Glaive por enquanto mais quanto menos se cansasse mais rápido a magia seria absorvida.

Ronan bufou irritado sabendo que teria que achar alguma coisa para fazer...Meu Deus ele era uma anta mesmo!

Havia absorvido magia de dragão e nem se preocupado como aquilo iria afeta-lo fisicamente e emocionalmente.

Ronan se levantou em um pulo sabendo o que teria que fazer no período de absorção de energia

Já era noite quando ele finalmente saiu da biblioteca, havia sido bem claro que não queria ser incomodado e Lire havia lhe trago alguns lanches durante o dia.

Estava um pouco abalado, mas o que raios ele esperava afinal?

Segundo as pesquisas feitas por Ronan a magia de dragão era muito decisiva na personalidade do individuo.

Ronan ficaria mais feroz e com um pavio bem menor do que tinha. Mudaria de humor mais rapidamente e provavelmente não seguraria alguns palavrões ocasionais. Aquilo era assustador.

Ronan não queria perder sua essência para essa sua nova parte.

Então decidiu o que fazer enquanto não absorvia o resto da magia da Glaive.

Pela estimativa que calculara seu núcleo magico demoraria cerca de três dias para absorver totalmente a nova magia se ele ficasse em completo repolso. E era isso que iria fazer ficar trancado no quarto meditando em busca de equilibrar as mudanças da magia nova enquanto a absorvia.

Depois ficaria mais três dias praticando com a Glaive antes de terminar sua absorção.

Seria difícil, mas Ronan tinha fé que conseguiria controlar aquele fogo todo que agora queimava em suas veias.

 

SISTINA

 

“Eu ainda estou aqui com os olhos fechados

Perdido entre os desertos e oceanos

Eu ainda estou vagando

Onde devo ir? Yeah”

-Lost, Bangtan Boys (Vocal Line)

“Vai dar merda, vai da merda, vai da merda, vai da merda vai, vai da merda vaaaaaai”

Ela não devia lembrar daquela maldita piadinha que ocorria no QG aquela altura do campeonato mas o coro dos antigos aprendizes da Guilda era a única coisa que lhe vinha a mente no momento fora a agonia.

Me ajude

A voz do senhor que seguia lhe sussurrava em sua mente fraca e quase inaudível e todo  corpo dela se impulsionava para frente porque era natural ela ir em seu auxilio....Era a ordem de todos os imortais ao fazer seu juramento, ir salva-los sempre.

Mas ordens superiores a mantinham ali presa.

Me desculpe, me desculpe, me desculpe.....

Ela sabe que ele não vai ouvir.

E o pior era que não sentia nada além de vontade de cumprir seu juramento ir salva-lo. Iria por dever e não por querer.

Porque nos últimos séculos ela estava querendo mais era que tudo explodisse e Ernas ardesse no mármore do Hades.

Porque seu senhor exigia que ela  salvasse, mas porque deveria sendo que ele havia deixado ir primeiro e só lembrando de sua existência quando precisava de algo?

Eles eram tão unidos antes, mas ela tinha que aparecer e afastar o Deus de sua Avatar.

Mas não era só ele, a soma geral da coisa havia pesado muito.

A maldição de sua casa, o fim de sua família, o extermínio da Guilda, a queda de Canalt, Ercnard e sua loucura, Dio e suas expectativas, Lothos e sua humanidade e por fim a Caxias lhe dando a missão de ficar ali.

E o fato de estar sem sua visão.

Ela acompanhava a jornada da Grand Chase junto com os seis atuais membros, não tinha o menor conhecimento do que acontecia simultaneamente em outro lugar ou o futuro.

A Sistina dos Imortais cega, que grande piada.

Tudo isso havia pesado tanto e ela sabia que tinha até alguém vir salva-la para botar a mente em ordem.

Porquê todos podiam perder o controle, menos ela.

Porque se Alethia caísse, levava todo um legado e uma chance de salvação junto.


Notas Finais


Então mozões e mozonas

O nos cá de novo com outra nota biblica.

Os capitulos de toca de classes vão ser basicamente assim, começa com um PDV, troca a classe, outro PDV

Me digam ai o que tão esperando desse Ronan cheio de fogo...Pera pegou mal essa frase...Foda-se.

Então temos um nome, e uma função para o refém do Caxias. Alethia aparecendo no capitulo para despertar os teoricos que residem em vocês, vamos lá me divirtam um pouco. Gente eu duvido alguém acertar pelo menos uma parte do tapa buraco que a Alethia é...Se bem que não duvido não.

Crono da fic: eis aqui a crono que vou fazer para minha filha primogenita e bonita.

Elia - Xênia - Áton - Arquimidia (menos a ultima quest) - Torre das Ilusões - Covil de Berkas - Astaroth - Uno - Veigas - Torre da Extinção - EPILÓGO (Young Forever...Tá parei com a piadinha de Army)

AI AUTORA PQ CÊ COLOCOU O UNO ANTES DO VEIGAS SE ELE LANÇOU DEPOIS?

Gente vamo usar a massa cinzenta aqui, se eu colocasse o Uno depois do Veigas (e da ultima batalha com Cazeaje por consequencia) do que adiantaria? Depois de Cazeaje é o fim da GC, Uno não teria mostrado nada, nem feito nada, e nem teria como eu enfiar algo pra fazer ele. Então o Uno ganhou um "arco" basicamente o periodo de férias da GC entre Astaroth e os 12 discipulos...Ah eu vou rir tanto.

EDEL VAI AONDE?

Edel vai entrar no arco do Uno, mas ela vai aparecer antes com algumas participações na Queda de Vermencia e nos PDV que se passarem em Serdin provavelmente.

LIN VAI ENTRAR AONDE?

Boa pergunta, to aceitando sugestão, pensei em coloca-la antes de Atón ou Arquimídia me digam ai.

AZIN VAI ENTRAR QUANDO?

Áton, comecinho de Atón provavelmente. Mas Azin pode dar seus pulos antes com a GC também quem sabe?

DIO.

Uma desgraça na minha vida essa porra, porque esse viado entra no bonde literalmente faltando uma missão pra acabar Arquimidia. Vou dar meus pulinhos e encaixar ele logo no começo do continente provavelmente. Lupis é outro que entra no começo de Arquimidia, porém não do jeito que todos estão imaginando.

Pois bem ecerramos a Crono por aqui. Sugestões de onde colocar tal membro que literalmente brotou do chão?

Lothos, cê vocês querems aber quem a Lothos serve, deem uma lida no Cemiterio dos Mortos e na primeira aparição do Lupus, tem Easter Eggs lá.

Alethia segue a quem em povo?

No procimo cap eu começo a soltar alguns spoilers de cada arco cê quiserem tá.

O que vocês acham da minha Arme?
O que esperam da minha Mari?
Qual a próxima troca?

Ficam aqui os questionamentos e tema da redação do ENEM 2017

Até mais

P.S: Era pra ter sido o Regis e não a Alethia nesse cap quem sabe no próximo.

I NEED WINGS TOUR MANO NA MORAL.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...